Circuito Vila Real

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Circuito Vila Real

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Jan 17, 2010 8:24 am

Circuito Vila Real

Um dos «maiores eventos» a Norte em 2010

O 43.º Circuito Automóvel de Vila Real, a 19 a 20 de Junho, é apresentado sábado na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) como «um dos maiores eventos» a realizar no Norte em 2010, segundo fonte da organização.

Com uma história de «mais de 80 anos», as corridas de automóvel de Vila Real são organizadas pelo Clube Automóvel de Vila Real (CAVR), a Câmara Municipal e a Global Sport.

Paulo Costa, da Global Sport, disse à Agência Lusa que este ano se vai concretizar a «verdadeira revitalização» daquele circuito, que espera atrair à região cerca de 250 mil pessoas.

Para cumprir as regras de segurança da Federação Internacional do Automóvel (FIA) e conseguir a tão desejada internacionalização da prova, a autarquia vai também iniciar «em breve» os trabalhos de repavimentação e construção das novas «boxes» e meta, na zona da recta de Mateus.

Paulo Costa referiu que, para além das provas do calendário nacional, estão a ser negociadas duas provas internacionais de velocidade de grande turismo e de clássicos.

«O objectivo é transformar o Circuito de Vila Real num dos maiores eventos que se vão realizar no Norte do país em 2010», sublinhou.

No âmbito do programa operacional regional ON 2 - o Novo Norte, foi aprovada a candidatura «Douro de Emoções», com 750 mil euros para serem gastos na promoção e realização de um programa de animação, que vai decorrer no fim-de-semana das corridas em Vila Real, Peso da Régua e Lamego.

O programa inclui concertos com músicos nacionais e galegos, mostras de gastronomia, degustação de vinhos do Douro ou roteiros museológicos.

Um forte aliado na edição deste ano é o vinho do Porto, estando já programados eventos promocionais conjuntos dos dois produtos.

A apresentação do evento decorre no stand institucional «Porto e Norte de Portugal», da Entidade Regional de Turismo.

As primeiras corridas no circuito criado por Aureliano Barrigas realizaram-se em 15 de Junho de 1931, incluídas no programa das festas da cidade.

Para ajudar, na altura, à concretização do projecto foi inclusivamente criado na cidade um «imposto de quatro tostões cobrado por cada quilo de carne, ao qual a população aderiu de bom grado.

Durante várias décadas, milhares de pessoas visitavam anualmente a cidade de Vila Real para assistir às corridas de automóveis, que se tornaram um dos «maiores eventos de Trás-os-Montes e Alto Douro» até terminarem em 1991, depois da sucessão de vários acidentes graves.

O Jogo, 2010-01-17


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Racing Weekend está de regresso este fim-de-semana

Mensagem por Joao Ruiz em Sex Jun 18, 2010 9:46 am

19 e 20 de Junho

Racing Weekend está de regresso este fim-de-semana

O Racing Weekend está de regresso este fim-de-semana (19 e 20 de Junho) para o sempre movimentado Circuito de Vila Real. A 43ª Edição da prova será a primeira a pontuar para a Taça de Portugal de Circuitos, GT & Sport Protótipos, Clássicos e Clássicos 1300 num total de mais de 60 equipas inscritas.

Nos GT & Sport Protótipos destaque para a ausência de José Pedro Fontes/Diogo Castro Santos (Aston Martin) e de Patrick Cunha/José Ramos (Lamborghini Gallardo) sempre candidatos ao lugar mais alto do pódio. Mas, por outro lado está César Campaniço/João Pedro Figueiredo (Audi R8 LMS) que já mostraram o potencial da sua máquina e não vão querer ceder espaço a nenhum dos seus adversários. António Coimbra (Porsche 911 Turbo GT2) e António Nogueira (Porsche 911 Turbo Gt2) são outros dos possíveis vencedores.

No PTCC, os possíveis candidatos à vitória são efectivamente os suspeitos do costume: José Monroy (Mitsubishi Lancer Evo IX) apresenta-se uma vez mais como o favorito pese embora vá encontrar pela frente adversários motivados como Nuno Batista e Fábio Mota ambos em SEAT Leon Super Copa. Mas não só: Adolfo Matos Madeira (BMW 120 D) e Pedro Marreiros (Hyundai V6) são outros dos possíveis candidatos, especialmente num Circuito como o de Vila Real.

O programa do fim-de-semana vai ser repleto de emoções com um sem número de outras corridas planeadas: no total serão 10 corridas distintas.


O Jogo, 2010-06-18


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Supercopa Leon Espanhola

Mensagem por Joao Ruiz em Seg Jun 21, 2010 9:13 am

Supercopa Leon Espanhola

Cumprida a missão em Vila Real para Fábio Mota

Fábio Mota terminou ontem da melhor maneira o Circuito de Vila Real, onde participou com o seu SEAT LEON Supercopa na Taça de Portugal de Circuitos de Velocidade.

Num fim-de-semana quente e que atraiu muito público ao circuito transmontano, Fábio Mota estava bastante motivado para esta competição que marcou o regresso a um circuito de que gosta bastante, mas extremamente exigente e onde qualquer erro se paga caro, dadas as suas características de circuito urbano.

O jovem piloto até nem começou o fim-de-semana da melhor maneira, pois na sessão de treinos cronometrados, a estratégia passava por entrar em pista um pouco mais tarde que os adversários, mas como a sessão de treinos teve de ser interrompida pela direcção de prova, Fábio Mota não conseguiu rubricar nenhuma volta lançada e partiu da última posição da grelha para a primeira corrida do fim-de-semana, acabando por terminar na terceira posição final, logo atrás dos seus dois principais adversários.

Arrancando atrás do pelotão e com pneus novos montados no SEAT, logo que alcanço a terceira posição, a estratégia desta primeira corrida passou a ser preservar os pneus para que na segunda corrida pudesse jogar ao ataque e alcançar um resultado melhor.

E foi isso mesmo que veio a ocorrer, com Fábio Mota a terminar na segunda posição, logo atrás do actual Campeão do PTCC numa corrida bem mais interessante que a primeira e com o SEAT a realizar consecutivamente os seus melhores cronos do fim-de-semana e a pressionar a liderança durante quase toda a corrida sem sofrer qualquer pressão da restante concorrência que rolava bem mais atrás.

Segundo o piloto, “Não é possível competir na partida com o Lancer do José Monroy pois com o sistema de arranque que o carro possui, não há chance de o segurar nessa fase, mas fiquei satisfeito por ter rodado ao nível do que fizemos em Vila Real e já foi excelente termos conseguido estar na luta pela primeira posição quase até ao final da corrida, onde tive de começar a fazer escolhas quando os meus pneus começaram a dar sinal de algum desgaste dado o ritmo que impus.”

“Vila Real é um marco no desporto automóvel nacional, e tinha o compromisso com os meus patrocinadores de o realizar, por motivos quase meramente promocionais, dado que optamos este ano por participar na Supercopa Leon Espanhola, mas creio termos cumprido a nossa missão para o fim-de-semana, juntando ainda o facto de termos comprovado que em termos competitivos estamos cada vez mais no bom caminho.”

A próxima prova será daqui a duas semanas no Autódromo do Algarve, numa jornada que trará a Supercopa espanhola a Portimão num fim-de-semana em conjunto com a realização da prova do FIA WTCC.


, 2010-06-21
In DTM


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

43.ª edição do Circuito de Vila Real

Mensagem por Joao Ruiz em Seg Jun 21, 2010 9:23 am

43.ª edição do Circuito de Vila Real


Muitos espetadores para ver corridas em Vila Real

Em bancadas improvisadas em andaimes, varandas, janelas ou muros, foram muitos os que assistiram hoje às vitórias de Rui Azevedo, Pedro Salvador, José Monroy e Luís Barros em mais uma edição do Circuito Automóvel de Vila Real.

Das cinco provas que faziam parte do calendário da 43.ª edição do Circuito de Vila Real, o piloto Rui Azevedo, 49 anos, ganhou duas, o estreante Ford Transit Trophy e a Taça de Portugal de Clássicos 1300 de Circuitos (TPCC 1300).

O Ford Transit Trophy é uma competição única no mundo, organizada pela Ford Lusitana e pela Q&F, que trouxe a Vila Real uma dezena destes veículos transformados em máquinas de competição.

"Ao princípio foi um pouco estranho, quando peguei na carrinha pensei que ia ser mais desagradável mas acabou por ser engraçado", afirmou Rui Azevedo aos jornalistas.

Pelo segundo ano consecutivo, o piloto transmontano Pedro Salvador, bateu o recorde de velocidade da pista ao volante do seu "Juno SSE", fazendo os 4,6 quilómetros do circuito em 1.51,03 minutos.

Apesar de ter sido desclassificado da primeira corrida da Taça de Portugal GT e SP (TPGT/TPSP), que se realizou no sábado, Pedro Salvador voltou a ganhar hoje, sagrando-se campeão na sua "pista favorita".

A Taça de Portugal de Circuitos (TPC/PTCC) foi ganha por José Monroy, enquanto que Luís Barros subiu ao primeiro lugar do pódio depois de ganhar a Taça de Portugal de Clássicos de Circuitos (TPCC/TNCC).

Embora em menor número que em edições anteriores, milhares de pessoas espalharam-se ao longo do circuito ocupando as bancadas oficiais, as improvisadas em andaimes, subindo a muros e árvores, em varandas ou janelas.

É precisamente esta moldura humana que é considerada pelos pilotos como o principal incentivo para correr na pista da cidade transmontana.

No entanto, a edição deste ano ficou marcada pela ameaça da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) de não autorizar mais corridas enquanto não houver um novo "paddock".

Pedro Salvador explicou que o atual "paddock" tem o "defeito" de não ter espaço suficiente para uma corrida de nível internacional, mas tem a "enorme" vantagem do contacto com o público".

"Em anos anteriores serviu para as necessidades dos campeonatos nacionais, é certo que com maiores dificuldades do que noutros sítios, mas com muitas mais vantagens do que uma prova no Autódromo do Algarve, que tem 40 pessoas na bancada, ou no Estoril, que tem outras tantas", salientou.

A assistir às provas de hoje, muitos adeptos do automobilismo, entre os quais rostos conhecidos como o do presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, e o piloto Pedro Lamy.

"Sou um adepto das cidades que não perdem as suas tradições e pelo contrário procuram lutar por elas e valoriza-las", afirmou Rui Rio.

Depois de umas voltas ao circuito, Pedro Lamy classificou a pista de Vila Real como "interessante e gira", e admitiu vir a correr ali se um dia houver internacionalização das corridas.

A organização fez um balanço "muito positivo" dos dois dias de circuito e garantiu estar a trabalhar para que a edição de 2011 tenha um novo "paddock".

Lusa, 2010-06-21


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ford Transit Trophy estreou-se mundialmente em Vila Real

Mensagem por Joao Ruiz em Qui Jun 24, 2010 4:36 am

FIAAL ficou á beira do pódio

Ford Transit Trophy estreou-se mundialmente em Vila Real

A Daro, através de Rui Azevedo, conseguiu vencer a primeira e segunda corrida da primeira jornada do Ford Transit Trophy, que se iniciou no passado fim-de-semana no circuito citadino de Vila Real.

A FIAAL, com os irmãos João e Nuno Fontainhas a tripularem a Transit algarvia, tanto na primeira como na segunda corrida ficou á beira do pódio, concluindo a jornada no 4º lugar.

Começando por dominar nos treinos livres e depois nos cronometrados, no sábado, Rui Azevedo garantiu a primeira vitória do Ford Transit Trophy, naquela que foi a estreia absoluta mundial das Ford Transit em competição, numa iniciativa da Ford Lusitana e da Q&F.

Com a segunda corrida a ser tirada a papel químico da primeira, o triunfo da DARO, não foi assim tão fácil, já que logo a seguir à partida, as Transit da Auto Rabal e da BRM, conduzidas por profundos conhecedores da velocidade e do circuito, forçaram Rui Azevedo a manter toda a atenção, para que não houvesse surpresas ao longo dos 30 minutos de prova.

Não muito longe do trio da frente, e diga-se em abono da verdade, sem qualquer conhecimento da pista e das andanças da velocidade, andou a Transit da FIAAL, conduzida por João Fontainhas e Nuno Fontainhas, sendo de referir que, o autor do crono que garantiu o 4º lugar na grelha de partida foi Nuno Fontainhas.

Face á necessidade de angariar conhecimento sobre a pista, e porque o circuito de Vila Real não permitia ultrapassagens, tanto na primeira como na segunda corrida, os algarvios conseguiram manter as posições, pelo que o balanço do fim-de-semana, segundo os pilotos, foi excelente, no entanto prometem melhores performances para a próxima jornada que se vai realizar no Algarve.

Logo a seguir à Transit Trophy da FIAAL, sem alterações de vulto em relação à primeira corrida, posicionaram-se a Maivex, a Bretescar e a M. Coutinho, que se colocaram à frente da Transit da QF / Ford, conduzida pelo humorista António Machado.

A próxima prova do Ford Transit Trophy está agendada para 17 Julho no Autódromo Internacional de Portimão, integrado no programa Le Mans Series.


PM/RS, 2010-06-24
In DTM



_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

CAVR lamenta posição da autarquia

Mensagem por Joao Ruiz em Qui Dez 02, 2010 8:29 am

.
«Não haverá Corridas em 2011»


CAVR lamenta posição da autarquia

O Clube Automóvel de Vila Real (CAVR) está indignado por ter tido conhecimento de que “não haveria Corridas” em 2011 através das declarações do presidente da Câmara Municipal, Manuel Martins, à comunicação social. O autarca disse recentemente que o orçamento do…
…município para o próximo ano será “muito restritivo” e que iria incluir vários cortes em despesas menos prioritárias, como o apoio ao Circuito Automóvel. Em comunicado, o CAVR afirma que se propôs, para o próximo ano, “manter e inscrever na Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), exactamente as mesmas provas que este ano levou a efeito”. “Todo o calendário está já perfeitamente delineado, estando inclusive o CAVR já a trabalhar nas mesmas com os seus respectivos parceiros e patrocinadores”, afirmam.

Segundo o Clube Automóvel, após a última edição das “Corridas de Vila Real”, entregou um documento à autarquia com uma avaliação global do evento e onde “manifestou todas as suas preocupações”. “Porém, até à data, ao CAVR nada foi respondido ou esclarecido”, refere o comunicado. O CAVR relembra que “a realização das próximas Corridas está refém da criação de infra-estruturas assumidas e prometidas pela edilidade local”. No que diz respeito à parte desportiva, o Clube Automóvel garante que “está e sempre esteve pronto para a realização de mais uma edição”.

O Circuito Automóvel de Vila Real tem sido organizado, nos últimos anos, através de uma parceria entre a autarquia, o CAVR e a Global Sport, empresa que candidatou recentemente o Circuito de Vila Real ao Programa de Intervenção do Turismo (PIT), promovido pelo Turismo de Portugal, que poderá permitir que o evento seja uma realidade em 2011, sem o apoio da autarquia.


SB in Notícias de Vila Real, 2010-12-02
In DTM

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Exposição dedicada ao Circuito de Vila Real no Dolce Vita Douro

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Jun 12, 2011 9:20 am

.
De 11 a 19 de Junho


Exposição dedicada ao Circuito de Vila Real no Dolce Vita Douro

A exposição “Circuito aos olhos de Costa Paulo” vai estar patente no centro comercial Dolce Vita Douro, entre 11 e 19 de Junho, passando em revista provas históricas de desporto motorizado.

O centro comercial Dolce Vita Douro, em Vila Real, vai acolher a exposição “Circuito aos olhos de Costa Paulo”, de 11 a 19 de Junho, mostrando a visão de António Costa Paulo, um histórico piloto vila-realense, sobre uma das provas míticas do panorama automobilístico e motociclista regional. A inauguração da exposição está marcada para o dia 11 de Junho, pelas 17:00.

Além de uma mostra fotográfica, que passa em revista a história e os melhores momentos da prova, o Dolce Vita Douro terá em exposição dois modelos clássicos: um Porsche 911 SC de 1975 e uma moto Norton Mank de 1947, um modelo idêntico à utilizada por Jaime Campos, vencedor do Circuito de Vila Real entre 1937 e 1939.

No ano em que o Circuito de Vila Real, palco de várias provas de desporto automóvel, faria 80 anos de existência, o Dolce Vita Douro acolhe uma exposição que resulta do acervo reunido por António Costa Paulo, um dos mais interventivos dirigentes do motociclismo nacional, ao longo dos mais de 50 anos.

A primeira edição do Circuito de Vila Real data de 1931, culminando os esforços reunidos por algumas figuras da cidade para a criação da prova, disputada tradicionalmente no dia 15 de Junho, data das festas da cidade.

O Circuito começou por ter um traçado com mais de sete quilómetros, que deveria ser feito por 20 vezes num tempo máximo de 3h30m. O percurso foi sofrendo algumas alterações ao longo do tempo, acompanhando o crescimento urbanístico de Vila Real.

Os anos de “ouro” do Circuito pertencem às décadas de 60 e 70. Em 1969, teve lugar a prova 6 Horas de Vila Real, competição que reuniu pilotos nacionais e estrangeiros de renome. Mais tarde, Vila Real receberia os 500km, outra grande prova que colocaria a cidade no mapa competitivo da modalidade.

Natural de Vila Real, António Costa Paulo foi piloto, mecânico, comerciante, organizador de provas, dirigente e comissário desportivo e director de provas. É da sua autoria uma das motorizadas mais famosas da indústria nacional de duas rodas: a Famel XF 17.


, 2011-06-09
In DTM


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Automóveis parados no 80º aniversário do circuito

Mensagem por Joao Ruiz em Seg Jun 13, 2011 11:27 am

.
Parados devido à crise


Automóveis parados no 80º aniversário do circuito

No ano em que se assinala o 80.º aniversário do Circuito de Vila Real, os automóveis vão ficar parados à boleia da crise. A história desta prova «mítica» vai ser recordada com uma exposição de fotografias e cartazes inaugurada hoje.

As primeiras corridas no circuito criado por Aureliano Barrigas realizaram-se a 15 de Junho de 1931 e, depois de um interregno de 16 anos, foram retomadas em 2007. Em 2011, os automóveis voltam a travar a fundo.

«O que atrapalhou foram as evidentes causas financeiras. Com os reajustamentos orçamentais, quer a autarquia quer o turismo ficaram sem verbas para muitos dos planos de animação que tinham previstos», afirmou hoje à agência Lusa Paulo Costa, da Global Sport, entidade organizadora juntamente a câmara e o Clube Automóvel de Vila Real (CAVR).

O responsável garantiu que já se está pensar na edição de 2012, que poderá surgir num formato de alternância com o Circuito da Boavista, no Porto, e permitirá «encaixar mais patrocinadores».

Referiu ainda que autarquia está a «trabalhar intensamente» na concretização das novas boxes exigidas pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK).

Apesar das tentativas, a agência Lusa não conseguiu obter declarações por parte da Câmara de Vila Real.

Também Jorge Fonseca, do CAVR, afirmou que foi a crise que «travou» o circuito, uma situação que diz lamentar porque este «é o cartaz número um» da região.

Pedro Salvador foi um dos últimos pilotos a ganhar em Vila Real, batendo inclusivamente, em 2010 e pelo segundo ano consecutivo, o recorde de velocidade da pista.

O piloto natural de Chaves lamentou por, mais uma vez, ver a sua região não ter a «inteligência» de conseguir manter o que «era mais fácil» e considerou que qualquer circuito citadino «tem condições para ter lucro».

«Este circuito é adorado por todos os pilotos e tem mais público que o Circuito da Boavista. Como é que conseguiram ter prejuízo em Vila Real», questionou.

Pedro Salvador diz que nota uma certa «falta de vontade e de coragem» por parte da organização, e considerou que a reivindicação de um novo «paddock» é «no mínimo ridícula», sublinhando que o Circuito do Mónaco, que recebe um grande prémio de Fórmula 1, «tem menos espaço e menos condições» do que as que existem na cidade trasmontana.

António Paulo Costa é o autor da exposição de fotografias e dos cartazes dos 80 anos de história do circuito, inaugurada hoje no centro comercial Dolce Vita Douro e que vai ficar patente ao público até ao dia 19.

O antigo piloto e dirigente desportivo ficou «triste» com esta morte anunciada das corridas que, garante, «sempre» atraíram muitas pessoas à cidade transmontana.

«Penso que o entusiasmo quebrou assim de um momento para o outro. As exigências são muitas e a vontade de organizar é pouca», afirmou.

Em exposição estarão ainda dois modelos clássicos: um Porsche 911 SC de 1975 e uma moto Norton Mank de 1947.

Em 1931, para ajudar à concretização circuito de Vila Real foi criado na cidade um «imposto» de quatro tostões cobrado por cada quilo de carne, ao qual a população aderiu.

Sapo, 2011-06-13
In DTM

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Circuito Vila Real

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum