Mundial de Futebol 2010

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mundial de Futebol 2010

Mensagem por Joao Ruiz em Qui Fev 18, 2010 4:31 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Madaíl pede um lugar no pódio na África do Sul

por DN com Lusa
Hoje


O presidente da Federação Portuguesa de Futebol gostaria que a selecção ficasse entre os três primeiros no Campeonato do Mundo, melhorando o quarto lugar na Alemanha, em 2006.

"Queremos ficar acima do quarto (lugar). Em todos os mundiais e europeus sempre pedi para fazermos melhor que no último em que estivemos. O que pedi ao seleccionador [Carlos Queiroz] foi que fizéssemos melhor do que no último campeonato do Mundo", revelou Gilberto Madaíl, que considera que Portugal tem "capacidade" para atingir o objectivo. Mas para precaver qualquer situação menos agradável, lá foi dizendo que no futebol "é tudo muito aleatório". E deu como o exemplo o Mundial 2002: "Também tínhamos essa capacidade, uma grande equipa, mas não passamos da fase de grupos".

Na opinião de Gilberto Madaíl, o facto de Luiz Felipe Scolari, ex-seleccionador de Portugal, também dizer que Carlos Queiroz terá que fazer melhor não está exercer uma pressão acrescida à selecção. E Madaíl não leva a mal as palavras do treinador brasileiro. "Não temos visto qualquer tipo de indicadores que se traduzam em pressão no seleccionador por parte de Scolari. Ele tem Portugal no coração. Tem o país dele, mas espera que Portugal possa atingir o mais alto nível", defendeu.

Portugal e Espanha apresentaram candidatura conjunta à organização do Mundial 2018 e o presidente da FPF concorda com a decisão do país apresentar apenas três estádios: Luz e Alvalade, em Lisboa, e Dragão, no Porto.
"O Governo entendeu, e justificadamente, não apoiar, não fazer investimentos em estádios que pretendiam aumentar a capacidade dos actuais 30 000 para 44 000. Vamos é procurar rentabilizar trazendo para cá o maior número possível de jogos", desejou.

Gilberto Madaíl, que falava à margem de uma homenagem na Liga Portuguesa de Futebol Profissional a quem ajudou a criar e manter a Carlsberg Cup (Taça da Liga), elogiou ainda a melhoria do relacionamento institucional entre este organismo e a federação.
"Há um bom relacionamento. Com o anterior presidente (Valentim Loureiro) também resolvíamos problemas, mas as próprias estruturas eram muito de crispação, até ao nível próprios funcionários. Agora quem vier deve seguir os bons exemplos e não os maus, se é que os houve", vincou.

O dirigente, que deverá abandonar o cargo, tal como Hermínio Loureiro, lembra que o novo regime jurídico vai definir com clareza as competências de cada órgão.
"Os novos estatutos conferem à LPFP menos autonomia em algumas áreas. Normalmente havia problemas nessas questões da Liga poder alterar regulamentos que por vezes colidiam com os da Federação. Com o novo regime jurídico isso não vai acontecer, porque a Liga vai actuar por delegação de competências da própria FPF", revelou.
Relativamente às eleições, Gilberto Madaíl não abriu o "jogo". "Um sucessor? Não sei. Isto não é nenhuma monarquia. Vamos ver quem vai aparecer para que possa ser aproveitado muito trabalho que foi feito nos últimos 12 anos. Alguém terá de aparecer", concluiu.

In DN




Última edição por João Ruiz em Sex Jul 16, 2010 6:10 am, editado 2 vez(es)

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo


Com sorte e engenho, holandeses entram a ganhar

Mensagem por Joao Ruiz em Seg Jun 14, 2010 8:04 am

Com sorte e engenho, holandeses entram a ganhar

por Rui Marques Simões
Hoje


A Holanda venceu a Dinamarca, esta segunda-feira, por 2-0, no jogo inaugural do Grupo E do Mundial 2010. A "laranja mecânica" dominou a organizada equipa nórdica, mas valeu-se de um auto-golo de Poulsen para se adiantar no marcador. Depois, Kuyt fez o 2-0.

Na primeira parte, os dinamarqueses, muito organizados, fecharam bem os caminhos para a sua baliza. Os holandeses iam tentando a sua sorte, principalmente de fora da área (com Rafael van der Vaart muito activo), mas a ocasião de maior "frisson" acabou por surgir ao minuto 27, com uma cabeçada de Bendtner, ao lado da baliza de Stekelenburg. Apesar disso, o intervalo chegou com o 0-0 no marcador.

Com a segunda parte, chegou o golo holandês, mesmo sem que a "laranja mecânica" fizesse muito por isso. Aos 46', Robin van Persie cruzou para a área dinamarquesa e Simon Poulsen cabeceou para a própria baliza - num lance confuso em que a bola ainda bateu nas costas de Daniel Agger.

Depois da sorte, voltou o engenho holandês: futebol rendilhado, bola de pé para pé, mesmo sem grandes efeito práticos. E o jogo continuou numa toada morna. Aos 60', van der Vaart, novamente, obrigou Sorensen a esticar-se par auma boa defesa.

E a Holanda manteve o "sinal +" - que se intensificou após a entrada em campo do criativo Eljero Elia (do Hamburgo) aos 67'. Ao minuto 82, Sneijder atirou à barra da baliza de Sorensen. E, aos 85', surgiu, com naturalidade, o 2-0. Marcou Dirk Kuyt, na recarga a um remate cruzado de Eljero Elia (após um passe longo de Sneijder).

Com a vitória, por 2-0, a Holanda passa a liderar o grupo E, com três pontos. Às 15.00 (SIC e Sport TV1) disputa-se o outro jogo do grupo, o Japão-Camarões, que será apitado pelo português Olegário Benquerença.


In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Defesa segura nipónica estraga tradição aos Camarões

Mensagem por Joao Ruiz em Seg Jun 14, 2010 10:46 am

Defesa segura nipónica estraga tradição aos Camarões

Hoje


Um Japão defensivo acabou por vencer os Camarões, com um golo solitário de Honda ainda na primeira parte, em Bloemfontein. Foi a primeira vez que os africanos perderam o jogo inaugural de um Mundial, que teve uma arbitragem serena do português Olegário Benquerença.

No dia em que faziam exactamente oito anos da última vitória do Japão em fases finais de um Mundial, os nipónicos resolveram estragar o dia aos Camarões, que nunca tinham perdido o jogo inaugural na mesma prova. Contra uma defesa segura, os africanos tiveram dificuldades em conseguir rematar, apesar da maior posse de bola durante a partida (55%).

Foi após um cruzamento da direita desviado por um central camaronês que o Japão conseguiu a vitória. Honda, estratégicamente colocado ao segundo poste, recebeu com calma e colocou a bola no fundo da baliza (38m).

A partir daí foi ver os Camarões a tentarem alterar o rumo do jogo, contra uma sólida parede japonesa e quase fizeram o empate três minutos após os 90, com o remate de Webo a ser travado pelo guardião Kawashima. Nem se deu por Olegário, que apenas mostrou dois amarelos no fim do jogo.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Campeões do mundo começam com empate

Mensagem por Joao Ruiz em Seg Jun 14, 2010 3:32 pm

Campeões do mundo começam com empate

por R. F.
Hoje


A Itália empatou com o Paraguai no jogo de abertura do Grupo F do Mundial2010. Alcaraz (ex-Beira-Mar) deu vantagem aos paraguaios na primeira parte, mas De Rossi salvou os campeões do mundo da derrota na estreia.
CRÓNICA

A campeã do mundo iniciou a defesa do título ao pé coxinho. No jogo de abertura do grupo F, valeu um golo de De Rossi na segunda metade, aos 63 minutos, para evitar a derrota da Itália frente ao Paraguai.

A selecção sul-americana fez pairar a surpresa sobre o estádio Green Point, na cidade do Cabo, quando o ex-defesa do Beira-Mar Alcaraz colocou o Paraguai em vantagem, aos 39 minutos, na sequência de um livre. O central superiorizou-se a Cannavaro e bateu, de cabeça, Buffon.

Ao intervalo, Buffon ficaria no balneário, substituído por Marchetti na baliza italiana - o guarda-redes da Juventus terá contraído alguma lesão.

Na segunda metade, a Itália assumiu o controlo do jogo em busca da baliza paraguaia e chegou ao empate aos 63 minutos, por De Rossi, que beneficiou de uma saída em falso do guarda-redes paraguaio Villar.

Nos últimos 15 minutos o seleccionador paraguaio lançou o benfiquista Cardozo - cuja utilização estava em dúvida devido à lesão no tornozelo contraída ao serviço do campeão português - para tentar contrariar o ascendente dos italianos, que, apesar do 'forcing' final, não conseguiram estrear-se com uma vitória neste Mundial da África do Sul.

FILME DO JOGO

- 76 minutos. Benfiquista Cardozo entra em campo para o último quarto de hora da partida, substituindo Valdez, numa altura em que a Itália carrega para tentar chegar á vitória.

- GOLO ITÁLIA. 1-1. Aos 63 minutos, De Rossi resgata a Itália e repõe a igualdade na cidade do Cabo. O médio marcou num canto, aproveitando uma má saída do guarda-redes paraguaio Villar.

- Recomeça o jogo com uma substituição na baliza da Itália. Entra Marchetti para o lugar de Buffon. Desconhecem-se os motivos da saída de Buffon.

- Intervalo chega com surpresa. Num jogo com muitas preocupações defensivas de parte a parte e com pouco futebol, o Paraguai aproveitou a única oportunidade de golo e adiantou-se no marcador frente à Itália. O golo de Alcaraz, ex-Beira-Mar, empurra contra as cordas a campeã do mundo em título.

- GOLO PARAGUAI. 0-1. Aos 39 minutos, Alcaraz, ex-defesa do Beira Mar, dá vantagem ao Paraguai. O central deu a melhor sequência a um livre, ao superiorizar-se à defensiva italiana e bater Buffon com um cabeceamento imparável.

A Itália, por regra, começa mal as grandes competições e vai crescendo à medida que a prova avança, o que adensa a expectativa em torno do desempenho dos tetracampeões do Mundo, que não têm sido incluídos no lote de grandes favoritos deste Mundial.

Quanto ao Paraguai, que fez uma brilhante campanha de qualificação na zona sul-americana e se afigura um adversário complicado para os campeões mundiais, iniciou o jogo sem o avançado do Benfica Óscar Cardozo, que está no banco depois da polémica sobre a lesão no tornozelo contraída em Portugal.

Equipas:

Itália - Buffon; Zambrotta, Cannavaro, Chiellini, Criscito; Montolivo, D. Rossi, Marchisio; Pepe, Gilardino, Iaquinta.

Paraguai - Villar; Bonet, Alcaraz, Da Silva, Morel; V. Cáceres, Riveros, E. Vera, A. Torres; Valdez, Barrios.

Árbitro: Benito Archundia (México)

Além do Itália-Paraguai, disputaram-se hoje mais dois jogos do Grupo E, o Holanda-Dinamarca (2-0) e o Japão-Camarões (1-0), jogo dirigido pelo árbitro português Olegário Benquerença.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Uma nação em suspenso por causa de Didier Drogba

Mensagem por Joao Ruiz em Ter Jun 15, 2010 3:20 am

Uma nação em suspenso por causa de Didier Drogba

por RUI MARQUES SIMÕES
Hoje


Capitão recupera de braço partido e só decidirá se joga "depois de almoço"

Didier Yves Drogba Tébily deixou em suspenso, nos últimos dias, a Costa do Marfim. O avançado, de 32 anos, é o capitão, estrela maior e melhor marcador de sempre da selecção costa-marfinense. Mas arrisca falhar o jogo de hoje, frente a Portugal, devido a uma fractura no cúbito (osso do antebraço). Joga ou não? A decisão está nas suas mãos, mas só será tomada "depois de almoço", revelou ontem o seleccionador Sven-Göran Eriksson.

"O Didier fez um bom treino ontem [domingo] e vai treinar hoje [ontem]. Mas ainda não sei. Só vamos tomar a decisão depois de almoço. Espero que sim, mas não sei. Penso que o único que pode dizer sim ou não é ele próprio", explicou o hesitante treinador sueco, em conferência de imprensa. Ontem - dez dias depois de partir o braço, num jogo particular com o Japão - Drogba treinou sem limitações. E Eriksson está seguro de que vai contar com ele no Mundial 2010. Só não sabe se será já hoje. "Não chamámos mais nenhum jogador, o que quer dizer que estamos confiantes", disse o técnico.

Se puder jogar hoje, Drogba terá de receber autorização do árbitro Jorge Larrionda para entrar em campo. O juiz uruguaio tem de autorizar que o avançado use a tala que ajuda à recuperação do braço direito. "O árbitro é que tem de atestar que a tala de protecção cumpre todas as disposições regulamentares, para não prejudicar o próprio jogador nem os adversários", explica Pekka Odriozola, porta-voz da FIFA, à agência noticiosa DPA.

Assim, resta aos "Elefantes" esperar que os deuses estejam do seu lado e lhes devolvam o capitão. "Ele é demasiado importante para nós. É capitão, jogador da selecção há muitos anos e fez uma grande temporada no seu clube [foi o melhor marcador da Premier League inglesa, pelo Chelsea]", lembra Eriksson.

Os irmãos Touré também esperam pela recuperação do seu capitão. "É o nosso melhor jogador, um grande artilheiro que sempre esteve connosco nas situações difíceis", explicou Kolo Touré, defesa do Man. City, ao site da FIFA. Enquanto isso, Yaya Touré, médio do Barcelona resume tudo em duas palavras: "Precisamos dele"

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

"Bola do Mundial vai ajudar Cristiano Ronaldo"[/size]

Mensagem por Joao Ruiz em Ter Jun 15, 2010 3:27 am

"Bola do Mundial vai ajudar Cristiano Ronaldo"

por GONÇALO LOPES,
Hoje


Andy Harland, desenhador da 'Jabulani', diz que o já polémico esférico beneficia os jogadores que mais rematam e cruzam

Andy Harland é um dos criadores da tão polémica bola Jabulani, propriedade da multinacional Adidas. Ao contrário, contudo, da grande maioria, o engenheiro inglês, que também foi um dos pais da Roteiro, utilizada no Campeonato da Europa de 2004, em Portugal, entende que esta é a "melhor bola de sempre". Testada em todas as superfícies e sob as melhores e piores condições climatéricas, Harland diz que a Jabulani proporcionará espectáculo. E jogadores como Ronaldo vão sair a ganhar.

"É uma bola feita para o espectáculo. As bolas evoluem e a Jabulani é a melhor. Depois de uma adaptação, os jogadores vão comprovar que podem fazer maravilhas com ela. Por exemplo, Cristiano Ronaldo e outros futebolistas com esse valor vão sair a ganhar. Os dribles vão sair melhor, os remates também, haverá, com certeza, mais golos. A bola beneficia mais os passes, os remates", disse Andy Harland ao DN, através de respostas enviadas via e-mail.

Quanto às recentes críticas de jogadores e técnicos, que relatam que a bola é demasiado leve e imprevisível na sua trajectória, Harland desculpou-se com a altitude. "Já tínhamos alertado que a altitude poderia afectar a Jabulani. Mas não é só esta bola, qualquer uma é afectada por essa situação. Acredito, no entanto, que no final da prova as críticas vão desaparecer."

E, na véspera dos primeiros remates com a nova bola, Ronaldo reafirmou a opinião de que Portugal não é favorito, mas que os festejos até podem acontecer. "Não somos favoritos. Mas isso não quer dizer que as equipas menos favoritas não possam ser campeãs. Julgo que algumas das selecções que estão neste Mundial têm algo mais do que Portugal, isso não é segredo, mas nós vamos dar uma luta enorme e, assim, qualquer coisa pode acontecer", disse em entrevista ao site da FIFA.

O capitão português destacou ainda o espírito de boa camaradagem que existe na selecção: "Corre tudo às mil maravilhas. Somos um grupo de grandes camaradas, grandes amigos, uma verdadeira família."

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Nova Zelândia - Eslováquia (0 - 1)

Mensagem por Joao Ruiz em Ter Jun 15, 2010 10:17 am

Nova Zelândia - Eslováquia (0 - 1)

por Lusa
Hoje


A Eslováquia vence a Nova Zelândia por uma bola a zero devido a um lance de Robert Vittek. O golo foi marcado aos 49 minutos

A Eslováquia e a Nova Zelândia, muito longe do lote dos habituais candidatos, estreiam-se hoje no Mundial de 2010, na África do Sul, com a ambição de surpreenderem a tribo do futebol.

A formação europeia, que cumpre em solo africano o primeiro Mundial como nação independente - após o fim da Checoslováquia, em 1993 - diz-se preparada para a estreia, mas a Nova Zelândia, de regresso após 18 anos de ausência, também se declara pronta para abrir com uma vitória.

"Este não é, certamente, um grupo fácil", considerou o seleccionador eslovaco, Vladimir Weiss, em alusão ao Grupo F, que inclui igualmente o Paraguai e a campeã do Mundo em título Itália, com confronto marcado para hoje.

Weiss, experiente treinador, descreveu a Nova Zelândia como um "adversário muito difícil" e declinou anunciar a equipa a apresentar, já que, com surpresa "as possibilidades de vencer serão maiores".

Ricki Herbert, seleccionador da Nova Zelândia e que em 1982, na única presença do país em mundiais, representava o conjunto da Oceânia como defesa central, reconheceu o poderio de Itália e Paraguai.

Destemido, contudo, Herbert quer melhor que no Mundial realizado em Espanha: então, a Nova Zelândia, sofreu três pesadas derrotas na fase de grupos (2-5 com a Escócia, 0-3 com a União Soviética e 0-4 com o Brasil).

"Estamos mais competitivos, sobre isso não há dúvidas. Mas a Eslováquia é uma equipa forte, bem organizada. Vamos dar tudo por tudo", garantiu.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Resultado final: Portugal empata 0-0 com a Costa do Marfim

Mensagem por Joao Ruiz em Ter Jun 15, 2010 10:24 am

Resultado final: Portugal empata 0-0 com a Costa do Marfim

Hoje


Portugal e Costa do Marfim empataram, a zero, na estreia do Grupo G do Mundial 2010. A selecção nacional começou bem, com um remate ao poste de Ronaldo, mas quase não criou mais perigo. A Costa do Marfim soltou-se mais na segunda parte, mas também foi incapaz de desfazer o 0-0.


--- Ciristiano Ronaldo foi eleito o melhor em campo pela FIFA. O avançado português foi dos jogadores mais activos em campo e esteve ligado ao principal lance de perigo do encontro: um remate ao poste, ao minuto 12. O jogador do Real Madrid fez três remates à baliza, sofreu cinco faltas e percorreu 9577 metros durante o jogo.

--- Estatísticas no final do jogo:
Costa do Marfim-Portugal
Remates: 5-7.
Remates à baliza: 1-2.
Faltas: 18-13.
Posse de bola: 50%-50%.
Foras-de-jogo: 2-1.
Cantos: 6-4.
Cartões amarelos: 2-1.
Distância percorrida: 52 457m-55 975m

--- O jogo acabou com um empate 0-0 cujo real valor, para ambas as selecções, só se vai saber após os próximos encontros. Portugal entrou com todo o gás, com o remate ao poste de Ronaldo (aos 12'), mas depois quase não voltou a ser capaz de furar a teia defensiva dos costa-marfinenses. A equipa africana apostou no contra-ataque e foi mais ofensiva na 2a parte, mas também nada fez para justificar a vitória.


--- O jogo acabou com muito frisson junto da área de Portugal. Já depois dos 90', Drogba ficou "na cara" de Eduardo, mas preferiu cruzar para algum colega... e ninguém apareceu. Depois, Ricardo Carvalho e Pedro Mendes foram o "pronto-socorro" da defesa nacional, fazendo cortes preciosos, em lances de muita tremideira.


--- Perto do final, Carlos Queiroz optou por refrescar o miolo do terreno. Aos 85', trocou Raul Meireles por Ruben Amorim. É a primeira internacionalização do médio do Benfica, chamado à última hora à selecção nacional, para substituir Nani. Entretanto, aos 88', a Costa do Marfim também esgotou as substituições, trocando Eboué por Romaric.


--- Aos 82', Keita substitui Gervinho, na Costa do Marfim.


--- Portugal vai tentando aproximar-se da baliza rival, mas não cria ocasiões de perigoso. Aos 80', num livre directo, Ronaldo atira por cima da baliza de Barry.


--- Antevê-se uma terceira substituição, de pendor defensivo, na equipa portuguesa: Rolando, Ricardo Costa começaram a fazer exercícios de aquecimento, depois juntou-se-lhes Pepe.


--- Já chove no Nelson Mandela Bay, em Port Elizabeth. A chuva parece ter tirado a emoção ao jogo, que voltou à toada morna da primeira parte.


--- A aposta de Sven-Göran Eriksson, para os 25 minutos finais, é Didier Drogba. Ao minuto 66', o avançado costa-marfinense entra em campo, para o lugar de Kalou. Passam apenas 11 dias desde que partiu o cúbito (osso do antebraço) num jogo particular contra o Japão.

--- Entra em campo mais um jogador do Atlético de Madrid, ao minuto 62: é Tiago, que vem substituir Deco, no comando das operações do meio-campo português.


--- Os primeiros 15 minutos da segunda parte ficam marcados por uma mudança de atitude da selecção africana, muito mais ofensiva e perigosa. O jogo está mais animado, de parte a parte. E Gervinho, avançado do Lille, que substitui Drogba no onze, está a ser a principal dor de cabeça para a defesa nacional.


--- A jogada mais perigosa de Portugal na segunda parte surge com perfume da América do Sul: aos 58', Deco cruza da esquerda e Liedson cabeceia, obrigando Boubacar Barry a agarrar, em esforço.


--- Entra Simão Sabrosa e sai Danny na selecção portuguesa. A estreia do luso-venezuelano, numa grande competição, pela selecção nacional durou 55 minutos... Agora é Simão Sabrosa que tem de mostrar trabalho, depois de uma longa época no Atlético de Madrid


--- A Costa do Marfim entra mais perigosa na segunda parte. Aos 46', Gervinho tirou Ricardo Carvalho do caminho e rematou de pé esquerdo, obrigando Eduardo a defender a soco.


--- Não houve substituições ao intervalo. Após o recomeço, Didier Drogba começa a fazer exercícios de aquecimento, entusiasmando os adeptos costa-marfinenses.


--- Estatísticas ao intervalo:
Costa do Marfim-Portugal
Remates: 2-2.
Remates ao lado: 2-1.
Faltas: 8-7.
Posse de bola: 48%-52%.
Foras-de-jogo: 0-1.
Cantos: 2-1.
Cartões amarelos: 2-1.
Distância percorrida: 52 457m-55 975m


--- O intervalo chegou com o 0-0 no marcador. Portugal está mais dominador, tem mais posse de bola (52%-48%), embora tenha perdido algum predomínio nos últimos minutos, mas pouco remata.


--- Antes da saída para intervalo, o suplente Simão Sabrosa começa a aquecer.


--- Nos últimos 15 minutos da primeira parte, a equipa das quinas mostra-se incapaz de furar a defesa costa-marfinense. Há muitos passes falhados na saída para o contra-ataque.


--- A meia hora de jogo chega com Portugal com mais posse de bola (64-36), mas sem mais ocasiões claras de golo, depois da bola enviada ao poste por Ronaldo, aos 12'.


--- E o primeiro cartão amarelo para um português no Mundial 2010 vai para... Cristiano Ronaldo. Aos 20', avançado desentendeu-se com Demel, depois de uma falta do costa-marfinense, que não foi assinalada. O árbitro uruguaio Jorge Larrionda resolveu a questão com um cartão amarelo para cada um.

--- Apesar do poder de fogo que tem na frente (Kalou, Gervinho e Aruna Dindane), a Costa do Marfim prefere jogar na expectativa, tentando apanhar Portugal desprevenido em rápidas saídas para o contra-ataque. Até agora, o melhor que conseguiu foi um remate por cima de Tiote (16').


--- Ronaldo disse que os golos são como o ketchup e já começa a agitar o frasco. Aos 12', fez um forte disparo de fora da área, só travado pelo poste direito da baliza de Boubacar Barry.

--- Ao minuto 7, Cristiano Ronaldo "arrancou" o primeiro cartão amarelo para um jogador da Costa do Marfim. Didier Zokora derrubou o português numa rápida jogada de contra-ataque e acabou amarelado.

--- O seleccionador nacional, Carlos Queiroz, apostou em Fábio Coentrão e Danny no onze titular. É o primeiro jogo oficial de ambos numa grande competição. Duda e Simão foram remetidos para o banco de suplentes.

--- Didier Drogba teve autorização da FIFA para jogar com uma tala de protecção, mas vai ficar no banco da Costa do Marfim.

Onzes iniciais:
Portugal: Eduardo; Paulo Ferreira, Bruno Alves, Ricardo Carvalho e Fábio Coentrão; Pedro Mendes, Raúl Meireles e Deco; Ronaldo, Liedson e Danny.
Costa do Marfim: Barry; Demel, Kolo Touré, Zokora, Eboué; Tiene, Tiote, Yaya Touré; Kalou, Gervinho e Dindane

http://dn.sapo.pt/desporto/mundial2010/interior.aspx?content_id=1593862

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Brasil vence Coreia do Norte (2-1)

Mensagem por Joao Ruiz em Ter Jun 15, 2010 4:09 pm

Brasil vence Coreia do Norte (2-1)

por Lusa
Hoje

O Brasil ganha à Coreia do Norte por duas bolas a uma. Aos cinquenta e cinco minutos Maicon faz o primeiro golo do Brasil e Elano faz o segundo golo aos setenta e dois minutos. O golo da Coreia do Norte é marcada por Ji Yun Nam aos oitenta e nove minutos.

Kaká garantiu hoje que está recuperado da pubalgia, mas não sabe se aguentará jogar 90 minutos na estreia do Brasil frente à Coreia do Norte, em Joanesburgo, em jogo do Grupo G do Mundial de futebol.

"Espero jogar 90 minutos", afirmou o colega de Cristiano Ronaldo no Real Madrid, acrescentando: Agora chegou a hora de jogar. Fiz tudo o que podia ter feito para recuperar".

Kaká foi acometido de fortes dores na zona pública durante grande parte da temporada e, na fase de arranque dos trabalhos do Brasil, voltou a ser afectado por um edema no músculo da perna esquerda.

Instado a comentar os riscos que os pentacampeões mundiais correm no jogo de estreia, Kaká sublinhou que eles serão mínimos se "o Brasil for o Brasil".

O guarda-redes Júlio César também sublinhou estar completamente recuperado da lesão na região lombar, sofrida no particular com o Zimbabué, no dia 02 de Junho.

"Não foi nada de grave. Estou a 100 por cento", afirmou Júlio César, colocando ponto final nas especulações de alguma imprensa brasileira, que chegou a sugerir um alegado problema na coluna do guarda-redes do Inter de Milão.

"Chegaram a dizer no Rio de Janeiro que tinha uma hérnia discal e que seria operado. Podiam ter-me prejudicado com essas afirmações", referiu, admitindo que há três anos foi operado, mas a uma hérnia inguinal.

O Brasil integra o Grupo G do Mundial2010, estreando-se frente aos norte-coreanos, no dia em que Portugal dá o pontapé de saída frente à Costa do Marfim.

http://dn.sapo.pt/desporto/mundial2010/interior.aspx?content_id=1593991

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Deco arrasou Queiroz mas depois recuou nas críticas

Mensagem por Joao Ruiz em Qua Jun 16, 2010 3:43 am

Deco arrasou Queiroz mas depois recuou nas críticas

por Dn.pt
Hoje


Deco reagiu ao empate de Portugal diante da Costa do Marfim (0-0), no primeiro jogo das equipas no Mundial 2010, criticando de forma veemente as opções de Carlos Queiroz na segunda parte.

Após o forte impacto mediático das críticas do médio, este emitiu um comunicado a garantir que não tem “qualquer problema” com o treinador e que não quis “colocar em causa” o seleccionador nacional.

"A maneira de abordar o jogo depois do intervalo não foi a correcta. Aliás, fui colocado mais no lado direito e toda a gente sabe que não sou extremo, nem nunca fui um extremo. As alterações também não foram as melhores, mas o treinador é que decide", disse ontem o jogador luso-brasileiro, que mostrou desagrado quando foi substituído por Tiago.

Já esta noite, o site da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) emitiu um comunicado no qual Deco quis deixar alguns esclarecimentos: “nunca tive e não tenho qualquer problema como o treinador e jamais foi minha intenção colocar em causa a liderança e as decisões do professor Carlos Queiroz. As minhas palavras foram proferidas a quente, e sem o melhor discernimento, pois o jogo tinha terminado há pouco e sentia-me profundamente frustrado por não ter ajudado a equipa a ganhar”, garantiu o médio.

Deco explicou a sua frustração: “a primeira parte do jogo não correu bem. Na segunda parte havia mais espaço e eu estava convencido de que poderia ajudar a equipa. Nenhum jogador gosta de ser substituído e eu muito menos. Acreditava que a qualquer momento podia fazer uma assistência ou até um golo que decidisse o jogo. Daí a minha frustração. Motivada principalmente por não poder ajudar a minha equipa. Mas em momento algum quis por em causa o treinador.”

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Honduras - Chile (0-0)

Mensagem por Joao Ruiz em Qua Jun 16, 2010 6:16 am

Honduras - Chile (0-0)

por Lusa
Hoje


O seleccionador chileno de futebol garantiu que o "ataque continuado" é a única forma de encarar o embate que já acontece com as Honduras, no primeiro jogo do Grupo H do Mundial da África do Sul.

Marcelo Bielsa, treinador argentino ao serviço da selecção chilena, explicou que o Chile "vai atacar o máximo que puder".

"Só pensamos em atacar", afirmou Bielsa, que deverá colocar Matias Fernandez, do Sporting, a titular no primeiro jogo do Mundial2010.

O seleccionador tem, contudo, uma dúvida, tendo hoje revelado que apenas perto da hora do jogo decidirá se oferece a titularidade a Humberto Suazo, do Saragoça.

"É um jogador muito importante, com uma qualidade especial para marcar golos. Habitualmente não corro riscos, mas vamos ver", sintetizou.

Do lado das Honduras, o seleccionador Reinaldo Rueda assegurou que o facto de estar castigado pela FIFA (vai assistir ao jogo da bancada) não influenciará o desempenho da equipa, preparada "para esforços extra para garantir uma vitória".

"Este grupo tem sido fantástico e leal. E amanhã (quarta feira) estarão onze treinadores em campo. A equipa está bem entregue e queremos vencer", assegurou.

Treinador colombiano, Reinaldo Rueda não tem dúvidas quanto a importância de David Suazo na evolução da selecção hondurenha, mas esclareceu, mas tal como o seu homólogo do Chile, preferiu deixar para o dia do jogo a decisão quanto à sua utilização.

"Está no bom caminho, voltámos hoje a fazer exames, mas ainda nada decidimos", disse Rueda, em alusão ao jogador que alinhou no Benfica em 2008/09, por empréstimo do Inter de Milão.

Espanha e Suíça, as outras duas equipas do grupo H, entram em campo também esta tarde às 15:00.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

"Desilusão" de Figo em destaque na imprensa chinesa

Mensagem por Joao Ruiz em Qua Jun 16, 2010 6:39 am

"Desilusão" de Figo em destaque na imprensa chinesa

por Lusa
Hoje


O antigo capitão da selecção portuguesa Luís Figo mostrou-se "muito desiludido" com a exibição de Portugal frente à Costa do Marfim (0-0), no Mundial2010 em futebol, afirmando que a equipa "não tem ataque", nem meio campo.

"Se Portugal jogar assim contra o Brasil dificilmente ganhará pontos", escreveu Luís Figo num comentário publicado hoje na primeira página do principal jornal desportivo chinês, o semanário "Ti Tan".

"Fei Ge" (Figo, em chinês) diz que não é crítico de futebol e admite que a táctica do treinador, Carlos Queiroz, "estará certa", mas lamenta a falta de ataque evidenciada no jogo de terça feira, no arranque do Grupo G do Mundial da África do Sul.

"Não compreendo porque é que num jogo de 90 minutos não se ouse fazer um ataque", diz o antigo capitão português.

Segundo Luís Figo, na primeira parte "a Costa do Marfim controlou o meio campo e a circulação da bola".

"Há muitos anos que a selecção portuguesa não tem um Rui Costa!" e "com o medo de perder, a selecção recuou no terreno", comentou.

Após a entrada de Tiago e Simão, observou ainda Figo, Portugal "retomou o meio campo", mas continuou sem atacar.

O jogo Portugal-Costa do Marfim foi transmitido em direto pelo canal de Desporto da CCTV (Televisão Central da China).

Embora a China não tenha conseguido qualificar-se para a fase final do Mundial, a CCTV transmitirá todos os jogos e, pela primeira vez, uma empresa chinesa, a Yingli Solar, é um dos patrocinadores do campeonato

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Espanha-Suíça, 0-1 (final)

Mensagem por Joao Ruiz em Qua Jun 16, 2010 10:34 am

Espanha-Suíça, 0-1 (final)

por Lusa
Hoje


Aí está a primeira grande surpresa do Mundial 2010. Os suíços colocaram ponto final a uma série de 12 vitórias consecutivas dos campeões europeus.

Terminou! A Suíça venceu a Espanha por 1-0 graças a um golo de Gelson Fernandes aos 52 minutos. Com este resultado, acaba a série de 12 vitórias consecutivas dos campeões europeu e fica consumada a primeira grande surpresa do Mundial 2010, precisamente no último jogo da 1.ª jornada.

A partida chega ao intervalo com 0 - 0 , mas com a Espanha a dominar em absoluto a partida, prova disso é o facto de terem conseguido 67 % de posse de bola e um total de sete remates contra apenas um dos suíços.

A Espanha está a apresentar o seguinte onze: Casillas; Sergio Ramos, Piqué, Puyol e Capdevilla; Sergio Busquets; Xabi Alonso, Xavi e Iniesta; David Silva e David Villa.

Por sua vez, os suíços alinham com Diego Benaglio; Lichtsteiner, Senderos, Grichting e Ziegler; Barnetta, Inler, Huggel e Gelson Fernandes; Derdiyok e NKufo.

O conjunto helvético também se qualificou com facilidade, no topo do seu agrupamento, para garantir o seu nono Mundial - segundo seguido -, contando com três presenças nos quartos de final ( 1934 , 1938 e 1954 ).

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Honduras - Chile (0-1)

Mensagem por Joao Ruiz em Qua Jun 16, 2010 10:58 am

Honduras - Chile (0-1)

por DN.pt com Lusa
Hoje


O Chile volta a realizar uma vitória num campeonato do Mundo 48 anos depois. A selecção chilena faz a festa naquele que foi o primeiro jogo do grupo H, garantindo três pontos ao vencer as Honduras por uma bola marcada aos 34 minutos por Jean Beausejour, autor do segundo golo da selecção chilena em 28 partidas internacionais.

O Chile estreou-se hoje na edição 2010 do Mundial de futebol com um triunfo por 1-0 sobre as Honduras, em encontro da ronda inaugural do Grupo H, disputado em Nelspruit.

Um golo do avançado Jean Beausejour, aos 34 minutos, selou o triunfo do "onze" comandado pelo argentino Marcelo Bielsa, brilhante segundo classificado da zona sul-americana de qualificação, apenas atrás do pentacampeão Brasil.

A formação chilena, de regresso ao Mundial depois de ter falhado as duas últimas edições, dominou o encontro por completo, com o médio sportinguista Matias Fernandez (viu o cartão amarelo aos 19) em campo durante os 90 minutos.

Com este resultado, o Chile, que não vencia um encontro na fase final desde que foi anfitrião da prova, em 1962 (1-0 à Jugoslávia, no jogo do "bronze", a 16 de Junho), isolou-se provisoriamente na liderança do agrupamento.

A primeira jornada do Grupo H completa-se ainda hoje, com o embate entre a Espanha, detentora do título europeu, e a Suíça, em Durban, a partir das 16:00 locais (15:00 em Lisboa).


Ataque continuado

O seleccionador chileno de futebol já tinha garantido ontem que o "ataque continuado" era a única forma de encarar o embate com as Honduras, no primeiro jogo do Grupo H do Mundial da África do Sul.

Marcelo Bielsa, treinador argentino ao serviço da selecção chilena, explicou que o Chile "vai atacar o máximo que puder".

"Só pensamos em atacar", afirmou Bielsa, que deverá colocar Matias Fernandez, do Sporting, a titular no primeiro jogo do Mundial2010.

O seleccionador tem, contudo, uma dúvida, tendo hoje revelado que apenas perto da hora do jogo decidirá se oferece a titularidade a Humberto Suazo, do Saragoça.

"É um jogador muito importante, com uma qualidade especial para marcar golos. Habitualmente não corro riscos, mas vamos ver", sintetizou.

Do lado das Honduras, o seleccionador Reinaldo Rueda assegurou que o facto de estar castigado pela FIFA (vai assistir ao jogo da bancada) não influenciará o desempenho da equipa, preparada "para esforços extra para garantir uma vitória".

"Este grupo tem sido fantástico e leal. E amanhã (quarta feira) estarão onze treinadores em campo. A equipa está bem entregue e queremos vencer", assegurou.

Treinador colombiano, Reinaldo Rueda não tem dúvidas quanto a importância de David Suazo na evolução da selecção hondurenha, mas esclareceu, mas tal como o seu homólogo do Chile, preferiu deixar para o dia do jogo a decisão quanto à sua utilização.

"Está no bom caminho, voltámos hoje a fazer exames, mas ainda nada decidimos", disse Rueda, em alusão ao jogador que alinhou no Benfica em 2008/09, por empréstimo do Inter de Milão.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Carta aberta ao seleccionador

Mensagem por Joao Ruiz em Qui Jun 17, 2010 6:33 am

Carta aberta ao seleccionador

por JOÃO MARCELINO
Hoje


A equipa de futebol que o senhor dirige, sem brilho há dois anos, mais uma vez desiludiu. Isso apenas se torna um apaixonante assunto de debate porque essa equipa é nacional e, sendo assim, pertence um pouco a todos aqueles que, como eu, gostam de futebol. Não é ilegal, acredite, nem temos de lhe pedir autorização. Mas não tenho dúvidas, pelo que lhe conheço, de que a esta hora mais uma vez se acha um injustiçado, uma vítima de um edifício futebolístico nacional que não tem por si a veneração de que o senhor se acharia credor depois de ter condescendido a voltar ao convívio desta triste comunidade após inúmeros feitos alcançados no futebol internacional. Passo por cima desse complexo que o faz desconfiar da própria sombra, às vezes até das pessoas com quem trabalha, porque me quero centrar numa mensagem e num pedido.

A mensagem é esta: ninguém lhe debita o empate com a Costa do Marfim. Como este Mundial tem demonstrado, as equipas estão a ficar muito iguais. Já depois do soporífero espectáculo que o senhor produziu e realizou em Port Elizabeth, o Brasil apoquentou-se com a Coreia do Norte. A Espanha perdeu com a Suíça. Antes a Inglaterra empatara com os Estados Unidos, e a Itália, campeã do mundo, com o Paraguai. Não é pelo resultado que se ouviram mais uma vez as críticas. O problema está na forma como esse empate foi conseguido.

A equipa portuguesa, goste ou não o senhor das palavras, actuou de forma cobarde durante demasiado tempo. Se de início se compreenderam as cautelas e alguma tónica na segurança, face à delicadeza do jogo, ao intervalo esse período esgotou-se. A sua equipa não fez nada para ganhar e essa responsabilidade cabe-lhe a si. É por isso que neste momento o senhor ouve tantas críticas.

José Mourinho, antes do Mundial começar, Jorge Jesus, ontem (ao referir-se à dinâmica de jogo de Deco), Manuel José hoje, aqui nas páginas do DN, até lhe fizeram, e fazem, um favor. Disseram coisas simples e verdadeiras. Toda a gente vê. O senhor é que complica colocando à equipa fasquias que ela não pode alcançar a não ser por milagre. Este é o conjunto mais fraco de jogadores da última década. Ricardo Carvalho já o reconheceu sem drama. O seu treinador não pode dizer o mesmo, obviamente, mas escusa de falar em ser campeão mundial. Não conheço ninguém que lhe peça isso, homem! Deixe o ranking do exagero para José Sócrates que, mês sim mês não, nos anuncia o fim da crise económica e social. As pessoas que gostam de futebol e se divertem com estas coisas lúdicas querem é que a equipa seja determinada, solidária, e ambiciosa em cada jogo e actue no limite das suas possibilidades.

Contra a Costa do Marfim, como o senhor bem sabe, apesar das desculpas do costume e das promessas artificiais com que vai perdendo credibilidade, aquilo não foi nada "inteligente". Antes pelo contrário, foi estúpido. Inteligente, e justo, e corajoso, seria o senhor dispensar o Deco que num jogo no Europeu de 2004, com Scolari, acabou a defesa-direito durante quase meia hora e não tugiu nem mugiu. Mas pelos vistos já houve comunicadozinho organizado pelo agenciador de ambos, seu e do Deco, e a afronta vai passar em claro. Sabe qual é problema? É que o senhor é "o professor" para meia dúzia de estagiários de jornalismo e "o Carlos" para quase todos os seus comandados. Olhe que ganharia muito em ser ao contrário…

Há outra coisa que lhe quero dizer, para terminar: quando voltar a falar de Drogba não seja provinciano e pequeno. Deixe o homem jogar e, pelo contrário, dê até os parabéns à FIFA por ser solidária com um atleta que pela sua força de vontade fez os possíveis e impossíveis para representar o seu país. Drogba deve ser apontado como um exemplo e não acredito que nenhum dos jogadores portugueses que o senhor comanda tenha gostado de o ouvir dizer aquilo que disse. Esse país dos instintos primários que bateria palmas ao ouvi--lo criticar a protecção do braço de Drogba e a autorização da FIFA para jogar, ou não existe ou felizmente é ultraminoritário.

Pense grande, s.f.f., e sobretudo contra a Coreia do Norte - é esse o pedido - faça jogar em grande. Arrisque! Faça por ganhar. Peça concentração e segurança, mas exija ambição e coragem. Se Portugal tiver de sair precocemente do Mundial que saia com a consciência tranquila. Dando tudo. Arriscando no limite. O que por aqui se não quer é assistir a mais uma tristeza exibicional e depois no fim vê-lo prometer, sempre sem convicção, de que no próximo (com o Brasil) é que vai ser! Poupe-nos a isso porque nem sempre há uma Bósnia-Herzegovina à nossa espera e uma FIFA a dar uma ajuda: ou já não se lembra da história dos cabeças de série que condicionaram à última da hora o sorteio dos play-off? O senhor sabe isso, eu sei que sabe…

In DM


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

A primeira vitória grega em Mundiais

Mensagem por Joao Ruiz em Qui Jun 17, 2010 12:02 pm

A primeira vitória grega em Mundiais

por R. F.
Hoje


Salpingidis fez o primeiro golo da Grécia na história dos Mundiais, Torosidis consumou o primeiro triunfo, num jogo em que os gregos até começaram a perder. Mas a Nigéria não resistiu à expulsão de Kaita, que deixou a selecção africana a jogar com 10 durante uma hora.

CRÓNICA

A expulsão do nigeriano Kaita, aos 33 minutos, abriu caminho à Grécia para fazer história. A selecção helénica, que na única participação anterior em Mundiais (EUA 94) não tinha conseguido qualquer ponto nem tão pouco qualquer golo, venceu a Nigéria por 2-1, depois de ter estado a perder desde o minuto 16.

Nese minuto, o nigeriano Uche também entrou para os registos deste Mundial ao marcar o primeiro golo de livre directo da prova, num lance em que a bola sobrevoou toda a área e surpreendeu o guarda-redes grego Tzorvas.

Mas aos 33 minutos surgiu o lance que mudou a história da partida, com o nigeriano Kaita a agredir um jogador grego, recebendo a respectiva ordem de expulsão.

A partir daí a Grécia tomou o controlo do jogo e mudou o rumo dos acontecimentos. Aos 44 minutos, Salpingidis fazia o empate... e o primeiro golo grego na história da competição. Já na segunda parte, aos 71 minutos, Torosidis aproveitou um erro do guarda-redes nigeriano Eneyama para fazer, numa recarga, o golo que dá o primeiro triunfo à Grécia num Mundial.

A Grécia está agora empatada com a Coreia do Sul (com quem perdeu na estreia da prova, por 0-2) no segundo lugar deste grupo B, com três pontos cada, enquanto a Argentina lidera com seis e a Nigéria está no último lugar, com duas derrotas em dois jogos.

------------------------

FILME DO JOGO

- FINAL. Está consumada a primeira vitória da Grécia em Mundiais de futebol.

- GOLO. 2-1 Grécia. 71 min. Torosidis coloca a Grécia na frente do marcador, numa recarga a aproveitar uma defesa deficiente de Eneyama. Os gregos chegam enfim à vantagem, materializando a superioridade evidenciada nesta segunda metade. A Nigéria, recorde-se, joga com dez desde o minuto 33

- INTERVALO

- GOLO. 1-1 Grécia. 44 min. Salpingidis empata para a Grécia, após assistência do ex-benfiquista Katsouranis. É o primeiro golo grego na história dos Mundiais, já que na anterior participação da Grécia, no Mundial 1994, a selecção saiu com três derrotas e zero golos marcados.

- EXPULSÃO. 33 min. Kaita agride um adversário com um pontapé e é expulso, deixando a Nigéria a jogar com 10.

- GOLO. 0-1 Nigéria. 16 min. Livre de Uche que sobrevoa a área sem que ninguém toque na bola e engana o guarda-redes Tzorvas. É o primeiro golo de livre directo neste Mundial e o primeiro desde que David Beckham marcou um golo da Inglaterra frente ao Equador, na segunda ronda do Mundial 2006.

- Num jogo entre equipas derrotadas na primeira jornada do grupo B, Nigéria e Grécia procuram não perder o comboio do apuramento para os oitavos-de-final da prova, numa altura em que a Argentina lidera já com seis pontos, após a vitória de hoje frente à Coreia do Sul, enquanto os coreanos têm três.


- Equipas iniciais:

Grécia -Tzorvas; Kyrgiakos, Vyntra, Papadopoulos, Torosidis; Sokratis, Tziolis, Katsouranis; Karagounis, Gekas, Salpingidis.


Nigéria - Eneyama; Odiah, Yobo, Shittu, Taiwo; Kaita, Etuhu, Haruna, Uche; Odemwingie, Yakubu.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

México vence a França por 2-0

Mensagem por Joao Ruiz em Qui Jun 17, 2010 3:26 pm

México vence a França por 2-0

Hoje


90 m - Ouvem-se "olés" nas bancadas! A festa é mexicana!

78 m - México faz o 2-0 por grande penalidade.

69 m - Substituição na França de Govou por Valbuena

63 m - (0-1) Golo do México: Javier Hernandez, isolado perante Lloriz faz o primeiro para o México.

49 m - Cartão amarelo para Moreno
Falta sobre Malouda.

48m - Cartão amarelo para Juárez
Empurrou Malouda pelas costas, com o jogo parado.

45 m - Cartão Amarelo para Jérémy Toulalan (França). Por impedir um contra-ataque do México conduzido por Franco.

39 m - Remate de Giovani dos Santos (México)

33 m - Barrera quase que faz golo na primeira vez que toca na bola. O cruzamento da esquerda é de Salcido, Lloris sai-se e a bola ressalta na cabeça do mexicano, saindo ao lado.

32 m - Substituição (México) de Carlos Vela por Barrera.

27m - Grande jogada de Salcido (México) no lado esquerdo, a passar por Sagna e a rematar à frente de Gallas, à figura de Lloris, que afasta como pode.

19 m - Remate de Salcido (México). O lateral surge isolado no corredor esquerdo e com o pé esquerdo rematar cruzado, com muito perigo.

11 m - Remate de Anelka (França). O avançado flecte da direita para a zona frontal da área, desferindo remate com o pé esquerdo que faz a bola passar ao lado do alvo.

4 m - Cartão Amarelo para Guillermo Franco (México). Por impedir um jogador francês de cobrar um livre.

Os gauleses nunca perderam com o México, sendo mais uma vez favoritos. Em 6 partidas, a França venceu 5 jogos e empatou um, com 15 golos marcados e apenas 4 sofridos.

FRANÇA: Lloris; Sagna, Gallas, Abidal e Evra; Toulalan e Diaby; Govou, Ribéry e Malouda; Anelka.

MÉXICO: Perez; Osorio, Moreno, Rodriguez e Salcido; Juarez, Márquez e Torrado; Dos Santos, Franco e Vela.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Eslovénia-Estados Unidos, 2-2

Mensagem por Joao Ruiz em Sex Jun 18, 2010 10:20 am

Eslovénia-Estados Unidos, 2-2

Hoje


A Eslovénia é líder, à condição, do Grupo C, com quatro pontos, após a igualdade (2-2) diante dos Estados Unidos, segundos da geral, também à condição, com dois pontos e mais um jogo cumprido na competição.

- Golo mal anulado a Edu, dos Estados Unidos, ao minuto 86, após livre da direita de Landon Donovan.

- Michael Bradley, ao minuto 82, restabelece o empate para os Estados Unidos da América: 2-2!

- Grande defesa de Tim Howard ao minuto 89, a negar o terceiro golo à Eslovénia.

- Os Estados Unidos pressionam a Eslovénia, numa tentativa clara de, no mínimo, empatarem o encontro a dois golos.

- Já se joga o segundo tempo do Eslovénia-Estados Unidos. Eslovenos continuam a ganhar, mas agora por 2-1. Landon Donovan, ao minuto 48, reduziu para os norte-americanos.

- Entrada fortíssima dos Estados Unidos nos segundos 45 minutos. Ao minuto 51, os norte-americanos estiveram muito perto do 2-2, no seguimento de um pontapé livre indirecto.

- No final da primeira parte, a Eslovénia, tremendamente eficaz no capítulo da concretização, vence os Estados Unidos, equipa que dispôs de duas boas oportunidades para marcar, por 2-0.

-Liubijankic, ao minuto 42, bem assistido por um companheiro e em posição regular, faz o 2-0 na sequência de um remate rasteiro e cruzado. Tim Howard, uma vez mais, nada podia ter feito.

- Aos 41 minutos, Landon Donovan só não restabelece a igualdade no encontro porque um jogador da Eslovénia cortou a bola para canto.

- Torres, aos 36 minutos, quase empata o jogo na marcação de um pontapé livre. Grande defesa do guarda-redes da Eslovénia.

- Birsa, com um remate espectacular com o pé esquerdo, coloca a Eslovénia a vencer os Estados Unidos por 1-0 ao minuto 13. Grande golo, num lance sem hipóteses para Tim Howard.


- Uma vitória coloca a selecção dos balcãs com um pé nos 'oitavos'. Os norte-americanos somaram um ponto na primeira jornada frente à Inglaterra.


- No Estádio Elis Park, em Joanesburgo, África do Sul, vai ter início a segunda jornada do Grupo C do Mundial 2010.

- Um triunfo da Eslovénia deixa as portas abertas dos oitavos-de-final à selecção treinada por Matjaz Kek. Os Estados Unidos, que empataram com a Inglaterra na primeira ronda (1-1), estão obrigados a vencer.

- Sob a arbitragem de Koman Coulibaly, do Mali, as equipas vão alinhar da seguinte forma:

- Eslovénia: Handanovic; Brecko, Suler, Cesar, Jokic; Birsa, Koren, Radosavljevic, Kirm; Ljubijankic, Novakovic.

- Estados Unidos: Tim Howard; Cherundolo, Demerit, Onyewu, Bocanegra; Donovan, Torres, Bradley, Dempsey; Altidore, Findley.

In DN



Última edição por João Ruiz em Sex Jun 18, 2010 11:33 am, editado 1 vez(es)

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Stojkovic defende penálti que segura vitória da Sérvia

Mensagem por Joao Ruiz em Sex Jun 18, 2010 10:37 am

Stojkovic defende penálti que segura vitória da Sérvia

por B.A.Hoje


O guarda-redes do Sporting, emprestado ao Wigan na última temporada, segurou a vitória da Sérvia frente à Alemanha, após asneira de Vidic a imitar a falta, que também deu penalti, no jogo contra o Gana. Primeira derrota da Alemanha numa fase de grupos desde 1986.

Dois momentos definiram a vitória da Sérvia frente à Alemanha: a expulsão de Klose que, desorientada, permitiu o golo de Jokanovic aos 38 minutos e o penálti que Stojkovic defendeu enquanto Vidic tinha um nó na garganta depois da asneira que fez.

O jogo foi equilibrado, com a posse de bola dividida entre as duas equipas. Apesar de jogar com 10 desde os 36 minutos, foram os germânicos a ter mais remates à baliza. Houve até três bolas ao poste, duas para a Sérvia (Jokanovic aos 65' e Zigic aos 74') e uma para a Alemanha (Khedira ao terminar a primeira parte).

Num jogo bastante amarelado, o árbitro espanhol Alberto Undiano mostrou algum excesso de zelo ao mostrar o cartão a Klose na falta que ditou a sua expulsão. O minuto a seguir (66') deu o golo da Sérvia.

Stojkovic foi o homem do jogo ao defender o penálti de Podolski e Vidic ainda deve estar a pensar porque foi meter a mão à bola. Não aprendeu com a falta semelhante de Kuzmanovic no jogo com o Gana, que ditou a vitória dos africanos. A Alemanha não perdia na fase de grupos de um Mundial desde 1986, quando foi batida pela Dinamarca.


Alemanha alinhou de início com: Neuer; Lahm, Mertesacker, Friedrich, Badstuber;- Khedira, Schweinsteiger ; Müller, Özil, Podolski; Klose

Sérvia alinha de início com: Stojkovic ; Ivanovic, Subotic, Vidic, Kolarov; Kuzmanovic, Stankovic; Krasic, Jovanovic, Ninkovic; Zigic

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Austrália passa 75m com dez mas empata Gana (1-1)

Mensagem por Joao Ruiz em Sab Jun 19, 2010 3:20 pm

Austrália passa 75m com dez mas empata Gana (1-1)

por R.M.S
.Hoje


No jogo que fechou a 2.ª jornada do Grupo C, este sábado, Gana e Austrália empataram 1-1, em Rustemburgo. Os australianos entrararam a ganhar, mas ficaram reduzidos a dez, viram o Gana tornar-se dominador e só conseguiram salvar o empate.

Os primeiros minutos não tiveram lances de grande perigo, mas ficaram marcados por uma queda do australiano Harry Kewell, na área ganesa, ao minuto 3. O atacante do Galatasaray pediu penálti, mas nada foi assinalado.

Aos 11', sem que ninguém o tivesse justificado, surgiu o primeiro golo. Marcou Brett Holman, na recarga a um livre directo que o guarda-redes ganês, Richard Kingson, não conseguiu segurar e defendeu para a frente. Deslize do guardião ou desfeita da volátil bola Jabulani? Talvez ambas... mas a verdade é que a Austrália se pôs na frente do marcador.

O golo do empate surgiu ao minuto 25. Kewell estava sobre a linha de golo e evitou, com o braço, o 1-1. O árbitro assinalou penálti e expulsão o australiano. E, na transformação, Gyan não deu hipóteses a Schwarzer, fazendo o 1-1.

Com a Austrália reduzida a dez, os ganeses continuaram a dominar, à procura do 2-1. No lance mais perigoso, aos 44', Kevin Prince-Boateng rematou cruzado, para uma bela defesa de Schwarzer. Mas o 1-1 manteve-se até ao intervalo.

E a segunda parte continuou na mesma toada: os ganeses a pressionar e Schwarzer a evitar o golo. Assim foi, por exemplo, aos 50', com o guardião do Fulham a defender um remate rasteiro de Gyan.

Apesar de estarem em inferioridade numérica, os australianos não se limitaram a tentar segurar o empate - até porque ele os deixa praticamente afastados do Mundial. Nos últimos 20 minutos, Kingston voltou a ter trabalho. Aos 72', teve de se esforçar, por duas vezes, para defender remates perigosos de Wilkshire e Kennedy.

Ainda assim, o melhor em campo terá sido mesmo Schwarzer, o principal responsável por uma aguerrida Austrália ter aguentado o empate apesar dos 75 minutos em inferioridade numérica.

O 1-1 final deixa o Gana no 1.º lugar do Grupo C e a Austrália no último. Classificação: 1.º Gana - 4 pontos; 2.º Alemanha - 3; 3.º Sérvia - 3; 4.º Austrália - 1.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Holanda-Japão 1-0

Mensagem por Joao Ruiz em Sab Jun 19, 2010 3:28 pm

Holanda-Japão 1-0

por Tiago Silva Pires
Hoje


A Holanda derrotou este sábado em Durban o Japão, por 1-0, com um golo de Sneijder na segunda parte. Os holandeses somam agora seis pontos no Grupo E e estão muito perto de carimbar o passaporte para os oitavos-de-final do Mundial.

- Este sábado, pelas 19.30, e também para o Grupo E, vão medir forças as selecções da Dinamarca e dos Camarões.

- Apesar da derrota, o Japão criou enormes dificuldades à Holanda e podia ter, inclusivamente, empatado o encontro já muito perto do final. Os nipónicos, com três pontos em dois jogos, mantêm-se, pese embora o desaire, na corrida pelo acesso aos oitavos-de-final do Campeonato do Mundo de futebol que decorre na África do Sul.

- Sorte para a Holanda ao minuto 90. Okasaki, na sequência de um excelente remate com o pé esquerdo, num pontapé cruzado, esteve muitíssimo perto de empatar o jogo. A bola saiu ligeiramente por cima da trave da baliza dos japoneses.

- Ao minuto 88, Afellay volta a ver um golo ser-lhe negado pelo guarda-redes do Japão.

- Ao minuto 85, guarda-redes do Japão, com uma magnífica intervenção, impede Afellay de colocar a Holanda a ganhar
por 2-0.

- Okubo, o mais inconformado da selecção japonesa, remata ao lado do poste esquerdo da baliza à guarda de Stekelenburg, ao minuto 65.

- Grande atitude do Japão após ter sofrido o golo de Sneijder. Nipónicos partem para cima da Holanda na tentativa de chegar ao empate. Okubo destaca-se na selecção do Japão.

- Reacção japonesa ao minuto 56, com um remate de fora da área, em posição frontal, da autoria de Okubo, mas para defesa fácil do guarda-redes da Holanda.

- Sneijder abre o activo para a Holanda ao minuto 53, na sequência de forte remate com o pé direito, de fora da grande área. Guarda-redes não ficou isento de culpas. Reacção pronta do Japão.

- A Holanda imprime um ritmo mais forte ao jogo nos instantes iniciais dos segundos 45 minutos, perante um Japão que continua, ainda assim, a dar uma excelente réplica ao adversário.

- Van Persie, com a cabeça, após cruzamento da esquerda de Van Bronckhorts, remata para defesa segura do guarda-redes do Japão. O cabeceamento acabou por sair fraco.

- Holanda e Japão defrontam-se este sábado em Durban, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Campeonato do Mundo. Ao intervalo, empate (0-0). Já se joga o segundo tempo.

- No final dos primeiros 45 minutos, holandeses e japoneses empatam sem golos, numa partida em que a Holanda, com mais bola, tem tido muitas dificuldades para se acercar com perigo da grande área dos nipónicos. Mérito do Japão, uma selecção que se está a revelar muito pressionante e que tem conseguido anular os futebolistas mais influentes da Holanda.

- Boa jogada colectiva da selecção japonesa, concluída com um remate em posição frontal, de fora da grande área, para uma defesa ainda assim fácil do guarda-redes da Holanda, Stekelenburg, à passagem do minuto 38.

- O Japão não permite que a Holanda crie grandes oportunidades e se aproxime da grande área nipónica com perigo. Ainda não houve ocasiões flagrantes de golo para qualquer uma das selecções.

- Holanda entrou mais forte no jogo, mais dominadora, mas o Japão também já rematou à baliza holandesa.

- Ambas as selecções somaram triunfos na ronda inaugural do Grupo E do Mundial. A Holanda derrotou a Dinamarca, por 2-0, ao passo que o Japão venceu os Camarões por um tangencial 1-0.

- Dinamarca e Camarões são as duas outras equipas do agrupamento. Dinamarqueses e africanos jogam também este sábado.

- Arjen Robben continua de fora na selecção holandesa devido a lesão. Uma baixa de peso para a formação dos Países Baixos, pois Robben costuma, por norma, fazer a diferença, pois é, na realidade, um jogador acima da média.

- Sob a arbitragem do argentino Hector Baldassi, Holanda e Japão apresentam-se com os seguintes onzes iniciais, em jogo que se realiza no Estádio Moses Madiba, em Durban, África do Sul.

- Holanda - Stekelenburg; Van der Wiel, Heitinga, Mathijsen, Van Bronckhorst; Van Bommel, De Jong, Sneijder, Van der Vaart; Van Persie e Kuyt.

- Japão - Kawashima; Komano, Nakazawa, Tanaka, Nagatomo; Abe, Matsui, Hasebe, Endo, Okubo; Honda.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

FIFA mantém amarelo a Cristiano Ronaldo

Mensagem por Joao Ruiz em Sab Jun 19, 2010 4:28 pm

FIFA mantém amarelo a Cristiano Ronaldo

por Lusa
Hoje


FPF tinha pedido despenalização do cartão visto pelo capitão português frente à Costa do Marfim

A FIFA negou provimento ao recurso da Federação Portuguesa de Futebol que solicitou a despenalização do cartão amarelo exibido a Cristiano Ronaldo frente à Costa do Marfim (0-0), na estreia lusa no Mundial2010 de futebol.
"Fomos informados hoje [sábado]. Eles poderiam ter alterado se tivesse havido erro de facto, mas se houve foi erro de direito", revelou o assessor Onofre Costa.

O recurso da FPF tinha por base "uma disparidade na amostragem dos cartões, uma vez que o jogador africano, que rasteirou e agrediu o jogador português, foi advertido com cartão amarelo e o jogador português, que apenas tentou afastar-se da situação, foi igualmente admoestado".

Aos 20 minutos do desafio em Port Elizabeth, Demel desarmou Cristiano Ronaldo e, em seguida, os atletas desentenderam-se: o árbitro uruguaio Jorge Larrionda, que decidiu não ter havido falta do jogador costa-marfinense, optou por mostrar cartão amarelo aos dois atletas.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Portugal vai jogar de braçadeira preta com a Coreia

Mensagem por Joao Ruiz em Sab Jun 19, 2010 4:34 pm

Portugal vai jogar de braçadeira preta com a Coreia

por I. A.
Hoje


FIFA autorizou luto pela morte de José Saramago

A FIFA acedeu ao pedido da Federação Portuguesa de Futebol para jogar com uma lista preta, em sinal de luto pela morte de José Saramago, no jogo com a Coreia, na segunda-feira.

Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dinamarca 'elimina' Camarões e coloca Holanda nos oitavos de final

Mensagem por Joao Ruiz em Sab Jun 19, 2010 4:45 pm

Dinamarca 'elimina' Camarões e coloca Holanda nos oitavos de final

por Lusa
Hoje


A Dinamarca derrotou hoje os Camarões por 2-1, em jogo do Grupo E do Mundial de futebol de 2010, a decorrer na África do Sul, e permitiu à Holanda ser a primeira qualificada para os oitavos de final.

Com seis pontos, graças a triunfos sobre a Dinamarca e ao Japão, a Holanda está antecipadamente na próxima fase, enquanto os Camarões, sem qualquer ponto, após derrotas com nipónicos e holandeses, já não podem seguir em frente.

No Estádio Loftus Versfeld, em Tshwane, a equipa africana até foi a primeira marcar, graças a uma desatenção da defesa nórdica bem aproveitada por Samuel Eto'o, que fez o 1-0 aos 10 minutos.

No entanto, Niklas Bendtner empatou antes do intervalo, aos 33, na conclusão de um lance rápido conduzido na direita por Dennis Rommedaahl.

Na segunda parte, o mesmo Rommedahl resolveu a questão a favor da Dinamarca, aos 61 minutos, com um remate de pé esquerdo, que acabou com as esperanças dos africanos, que defrontam a apurada Holanda na última jornada.

Dinamarqueses e japoneses decidem no terceiro encontro quem faz companhia à selecção 'laranja' na próxima fase.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Coentrão é a prioridade dos olheiros mundiais

Mensagem por Joao Ruiz em Sab Jun 19, 2010 4:50 pm

Coentrão é a prioridade dos olheiros mundiais

por GONÇALO LOPES
Hoje


Lateral-esquerdo do Benfica chegou cheio de confiança ao Mundial. Titularidade veio aguçar a cobiça internacional.

Cristiano Ronaldo é a principal figura da selecção nacional. Os olhos do público e dos amantes de futebol estão virados para ele a cada jogo de Portugal neste Campeonato do Mundo. No entanto, os olheiros dos principais clubes têm outro português sob mira: Fábio Coentrão.

"Cristiano Ronaldo é, neste momento, um objectivo impossível para qualquer equipa. Dos novos talentos Fábio Coentrão é quem suscita mais interesse. Falou-se do interesse do Real Madrid e é natural agora que os grandes clubes procurem alguma informação. É um bom jogador, tem mercado em Espanha pelo que sei", referiu ao DN José Tamargo, agente FIFA espanhol, responsável, entre outros, pela carreira do avançado David Villa, recentemente transferido para o Barcelona.

Mas não é só no país vizinho que Coentrão está a ser seguido atentamente. "É um dos muitos jovens do campeonato português que conheço. Tem muito valor. Talvez do grupo que Portugal tem no Mundial seja aquele que mereça mais relatórios de empresários e olheiros, até porque tem estado a jogar. Portugal tem grandes jogadores, mas é um grupo que agora mais velho. Coentrão foge a esse perfil e os grandes clubes procuram talentos com margem de progressão, como ele", disse ao DN Francis Cacigao, um dos olheiros do Arsenal.

Em Itália também já surgiram notícias sobre o interesse de clubes como o Inter ou a Fiorentina. Franco Rossi, agente dos campeões mundiais Pirlo e Gattuso, diz que nunca lhe pediram informações sobre ele, salientando, no entanto, conhecer já a fama do internacional português. "Sei que fez um grande ano no Benfica e vi o jogo de Portugal. Tem muito talento. Os principais jogadores de Portugal são objectivos quase impossíveis, dado que estão em grandes clubes europeus. O Fábio está no Benfica, é um grande jogador e há clubes interessados com maior poder económico que o Benfica. O Mundial é uma grande montra e o Fábio poderá ser o jogador de Portugal mais procurado neste momento por clubes de nomeada", afirmou.

Refira-se, no entanto, que Fábio Coentrão já revelou esta semana que pretende ficar mais uma temporada ao serviço do Benfica. O agora lateral-esquerdo, aposta pessoal de Jorge Jesus, tem uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lesão de Deco e vírus assustaram Queiroz

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Jun 20, 2010 5:44 am

Lesão de Deco e vírus assustaram Queiroz

por GONÇALO LOPES,
Hoje


Técnico passou o pior dia desde que chegou à África do Sul e pensou que ficaria privado de Deco e Eduardo para amanhã.

A tarde de sexta-feira e o início da manhã de ontem foram os piores dias para Carlos Queiroz desde que Portugal chegou à África do Sul, no passado dia 6. Até pior que o empate inaugural (0-0) com a Costa do Marfim, neste Grupo G do Campeonato do Mundo, na última terça-feira. Primeiro pela lesão de Deco e depois devido a um vírus que atacou os guarda-redes Eduardo e Daniel Fernandes. A poucas horas do embate com os coreanos, o seleccionador teve algumas horas de preocupação.

O luso-brasileiro lesionou-se já quase no final do treino de sexta--feira, tendo saído da Bekker High School, onde diariamente a turma das quinas treina, com queixas na coxa esquerda.

Ontem, pela manhã, no derradeiro apronto antes da viagem, ao final da tarde, o médio nem sequer subiu ao relvado, tendo ficado pelo trabalho de ginásio. Um comunicado da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) dava conta de "fortes queixas" por parte do internacional português, mas, segundo o DN apurou, Deco estará operacional para a partida de amanhã com a Coreia do Norte, ainda que hoje realize um derradeiro teste para saber da extensão da lesão na coxa esquerda.

Além de Deco, também Simão Sabrosa não participou no treino, remetendo-se ao trabalho de ginásio no Hotel Valley Lodge, na companhia do colega luso-brasileiro. Contudo, no caso do futebolista do Atlético de Madrid, esta opção foi por mera precaução, e Simão Sabrosa fará parte do onze que amanhã subirá ao relvado do Green Point, ganhando o lugar a Danny, que não conseguiu dar sequência no encontro com a Costa do Marfim, na última terça-feira em Port Elizabeth, à boa exibição realizada com Moçambique.

Quanto aos guarda-redes, Eduardo e Daniel Fernandes tiveram problemas gastrointestinais, tudo devido a uma virose que atacou no Valley Lodge, em Magaliesburg. E foi este realmente o problema que mais inquietou o seleccionador Carlos Queiroz, de acordo com informações recolhidas. Tudo porque o treinador português temeu que este problema pudesse arrastar-se para os restantes jogadores, isto a pouco mais de 60 horas do encontro de segunda-feira com os norte-coreanos. Segundo o DN apurou, contudo, ontem, à hora do fecho desta edição, os dois guarda-redes já se sentiam melhores e o vírus ainda não tinha alastrado a qualquer outro futebolista.

E Carlos Queiroz já dormiu mais descansado.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dunga ou Eriksson, quem ganhará jogo do esconde esconde?

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Jun 20, 2010 5:50 am

Dunga ou Eriksson, quem ganhará jogo do esconde esconde?

por ISAURA ALMEIDA
Hoje


Seleccionador do Brasil fecha os treinos e esconde a táctica, enquanto o sueco não abre o jogo sobre titularidade de Drogba.

Isto interessa a Portugal. Do resultado de hoje entre o Brasil e a Costa do Marfim depende, e muito, a vida da selecção portuguesa no Mundial. Com ou sem Drogba? Drogba com ou sem protecção? Estas são questões que só às 19.30 (SIC e Sport TV) vão ter resposta.

"Vamos decidir amanhã [hoje], depois de falar com ele e com o médico", explicou Eriksson, que utilizou o avançado durante 25 minutos frente a Portugal. Mas para Dunga isso não é um problema: "Ele [Drogba} pode marcar muitos golos, conhecemos as suas qualidades, mas também vamos marcar os outros avançados."

Eriksson e Dunga encontram- -se hoje em bancos opostos depois de o sueco ter treinado o brasileiro na Fiorentina. E já nessa altura lhe reconhecia "espírito de liderança". Mas o técnico da cana- rinha não retribuiu a gentileza e assumiu de vez o estilo agressivo e severo que valeu o apelido de sargentão a Scolari, em 2002, quando foi campeão do Mundo na Coreia/Japão. Ele mostra cara feia aos jornalistas que fazem perguntas "sem cabimento" e dá o troco: os treinos são fechados. Por isso, só ontem confirmou que Gilberto Silva estava Ok para hoje e que Kaká ainda não pode jogar 90 minutos.

A comissão técnica da selecção brasileira admitiu contestar, na reunião prévia com a FIFA (ontem), o uso da protecção que o avançado marfinense usou frente a Portugal. " Se for de metal não pode ser usada. Isso é que nós vamos averiguar na reunião", disse o médico José Luís Runco.

Alheio a tudo isso está o próprio Diddier Drogba. "Acho que o mundo inteiro viu que dei o meu melhor contra Portugal. A partir do momento em que entro em campo, esqueço-me da lesão e da dor. Não tenho medo de nada, sinto- -me muito bem física e psicologicamente", disse ao site da FIFA.

Além de elogiar Eriksson, que "soube reforçar o estado de espírito de forma muito positiva", o jogador falou da admiração pela "lenda viva, Nelson Mandela". E um dia talvez Diddier Drogba tenha o seu capítulo na história da Costa do Marfim, como o homem que acabou com a guerra civil (2001/06).

Em 2005, após ter conseguido a qualificação para o Campeonato do Mundo de 2006, Drogba pegou no microfone de uma equipa de televisão, que entrou no balneário, ajoelhou-se e disse, em directo, ao país: "Marfinenses, ao qualificarmo-nos para o Mundial mostrámos que toda a Costa do Marfim pode partilhar os mesmos golos. Prometemos que os festejos vão voltar a unir toda a gente. Rogo-vos, de joelhos, para que deixem cair as armas e organizem eleições livres." Hoje pedem-lhe que marque golos ao Brasil.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Centro de imprensa evacuado devido a falso alarme

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Jun 20, 2010 7:23 am

Centro de imprensa evacuado devido a falso alarme

por Lusa
Hoje


Uma falsa suspeita de material explosivo levou hoje a que o centro de imprensa do Estádio Green Point, na Cidade do Cabo, fosse evacuada.

Em causa estava a mala de um dos profissionais da RTP que mereceu um especial cuidado do faro dos cães da polícia: em pouco tempo o local foi selado e as pessoas impedidas de entrar ou sair do perímetro. De imediato chegou uma brigada de minas e armadilhas que em pouco tempo percebeu que se tratava de falso alarme.

Entretanto, no centro de imprensa tinha ecoado o pedido para que os profissionais da comunicação social abandonassem a tenda, algo que foi feito a ritmo lento e a conta gotas, sendo que nem toda a gente saiu, perante a passividade dos voluntários, algo confusos.


Desde o começo da alegada situação crítica até à sua resolução não passaram mais de 15 minutos: alguém ouviu que já era possível voltar ao trabalho, passou a palavra e os jornalistas reentraram na tenda.

Segunda feira, o Estadio Green Point é o palco do desafio entre Portugal e Coreia do Norte, na segunda jornada do Grupo G do Mundial 2010 de futebol.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Cinzenta Eslováquia cai ante Paraguai dominador: 0-2

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Jun 20, 2010 7:31 am

Cinzenta Eslováquia cai ante Paraguai dominador: 0-2

Hoje


Noventa minutos de dominio paraguaio terminaram com dois golos (Vera e Riveros) e uma clara vitória sul-americana, sobre a Eslováquia (0-2), no jogo de abertura da 2.ª jornada do Grupo F do Mundial 2010.

Logo nos primeiros minutos (4'), o Paraguai criou perigo por Roque Santa Cruz que, com um remate cruzado, obrigou Mucha a uma grande defesa. Apesar do rótulo de "Itália da América do Sul", a selecção "guarani" controlou a posse de bola e dominou claramente os primeiros 25 minutos. Aos 27', chegou o golo do 0-1. Roque Santa Cruz lançou Barrios, o avançado de ascendência argentina assistiu Vera, e o médio atirou, de trivela, para o fundo da baliza de Mucha.

Mesmo a perder, a Eslováquia continuou sem conseguir responder ao controlo total dos sul-americanos. O único remate à baliza dos europeus, em toda a primeira a parte, surgiu da cabeça de Salata, após um canto de Kozak (aos 38').

Na segunda parte, o ritmo de jogo ainda baixou mais. O Paraguai optou por gerir o resultado e a Eslováquia continuou incapaz de criar perigo. Até foram os sul-americanos a estar mais perto do golo quando Vera cabeceou com perigo, pouco por cima da baliza eslovaca (72'). E o 0-2 acabaou por surgir, 15 minutos depois, quando Riveros disparou à entrada da área, sem hipóteses para Mucha.

Onzes iniciais:

Eslováquia: Mucha; Pekarik, Skrtel, Salata e Durica; Sestak, Strba, Hamsik e Weiss; Kozak e Vittek
Paraguai: Villar; Bonet, Da Silva, Alcaraz e Morel; Vera, Caceres e Riveros; Santa Cruz, Lucas e Valdez

Siga a partida, ao minuto, em http://dn.sapo.pt/Desporto/JogosEmDirecto/

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Maradona imita bolas paradas de Mourinho

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Jun 20, 2010 7:44 am

Maradona imita bolas paradas de Mourinho

Hoje


Argentina utilizou estratégia do Inter, no canto que valeu o golo de Heinze contra a Nigéria. Estratégia continua a render frutos.

De barba aparada e fatos de fino corte, o treinador da Argentina, Diego Maradona, é um homem novo. E imita José Mourinho - não apenas no visual. A receita de sucesso do lances de bola parada da selecção alviceleste (como o golo de Heinze contra a Nigéria) é uma imitação da utilizada pelo técnico português no Inter de Milão.

A revelação surgiu na imprensa argentina. O golo da vitória 1-0 sobre a Nigéria - canto de Verón para a zona central, com Samuel a prender os defesas e Heinze a vir de fora da área em corrida e a mergulhar de cabeça, para o 1-0 - foi inspirado num lance semelhante do Inter. A 23 de Setembro de 2009, na vitória 3-1 sobre o Nápoles, foi Sneijder a bater da esquerda, Samuel a prender os defesas e Lúcio a vir, de fora da área, para o cabeceamento fatal.

O lance foi tentado outras vezes pelo Inter de Milão, sem tanto sucesso. Mas, na Argentina, a estratégia funcionou à primeira. Então, Verón até veio elogiar Maradona, dando-lhe todo o mérito. "Diego preparou a jogada e nós praticámos com Heinze durante algumas horas. Marcámos na primeira tentativa que fizemos", celebrou o médio. De resto, a jogada treinada voltou a funcionar contra a Coreia do Sul: Messi cobrou o canto e Demichelis veio de fora... mas o golo foi de Park Chu Young, que atirou para a própria baliza.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Campeã mundial escorrega com Nova Zelândia

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Jun 20, 2010 11:32 am

Campeã mundial escorrega com Nova Zelândia

Hoje


A Nova Zelândia impôs um empate à Itália (1-1), na segunda jornada do Grupo E. O agrupamento é liderado pelo Paraguai, com quatro pontos. Itália e Nova Zelândia têm dois pontos e estão completamente empatados em golos. A Eslováquia tem apenas um ponto

- Concluída que está a segunda jornada do Grupo E, está tudo em aberto, ou seja, as quatro selecções do agrupamento, Paraguai (quatro pontos), Itália (dois), Nova Zelândia (dois) e Eslováquia (um) têm hipóteses de chegar aos oitavos-de-final do Mundial. Na derradeira ronda, o Paraguai jogará com a Nova Zelândia e a Itália com a Eslováquia.

- Ao minuto 88, guarda-redes da Nova Zelândia volta a negar o golo à Itália, desta feita após um excelente remate de Mauro Camoranesi.

- Chris Wood, ao minuto 83, quase faz o 2-1 para a Nova Zelândia. Remate com o pé esquerdo, com a bola a sair ligeiramente ao lado do poste esquerdo da baliza de Itália.

- Aos 70 minutos, Montolivo, com um grande remate, força o guarda-redes da Nova Zelândia a fazer uma grande defesa.

- Aos 63 minutos, a Nova Zelândia, na sequência de um remate fortíssimo, podia ter regressado à vantagem no marcador.

- Já se joga o segundo tempo entre a Itália e a Nova Zelândia, da segunda jornada do Grupo E do Mundial. Mantém-se o empate a uma bola.

- No final dos primeiros 45 minutos, Itália e Nova Zelândia empatam (1-1), num jogo em que os transalpinos, após sofrerem o golo, assumiram o controlo da partida e criaram mais oportunidades.

- De Rossi, ao minuto 45, obriga o guarda-redes da Nova Zelândia a efectuar uma excelente defesa.

- Iaquinta, ao minuto 29, empata o jogo para a selecção italiana, na transformação de uma grande penalidade. Remate para um lado, o esquerdo, guarda-redes lançou-se para a direita.

- Remate de Montolivo ao poste direito da baliza da Nova Zelândia, ao minuto 27.

- Zambrotta, aos 22 minutos, com um remate de fora da grande área, atira ligeiramente por cima.

- Grande falha de Cannavaro permite ao avançado Smeltz inaugurar o marcador para a Nova Zelândia com sete minutos de jogo. Itália reage de pronto e já enviou uma bola ao poste.

- No primeiro ataque com cabeça, tronco e membros, a Nova Zelândia inaugura o marcador com um tento de Smeltz. O veterano Cannavaro fica muito mal na fotografia.

- Itália e Nova Zelândia procuram primeiro triunfo na prova depois dos empates alcançados na jornada inaugural diante de Paraguai e Eslováquia, respectivamente.

- No único encontro entre as duas equipas, a Itália triunfou por 4-3. Refira-se que a Itália joga de luto pela morte de Roberto Rosato, campeão Europeu em 1968 e finalista do Mundial de México em 1970.

In DN


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mundial de Futebol 2010

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum