A URTIGA ou ORTIGA, essa maravilhosa "mal-amada"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A URTIGA ou ORTIGA, essa maravilhosa "mal-amada"

Mensagem por Vitor mango em Dom Maio 16, 2010 3:45 am



A URTIGA ou ORTIGA, essa maravilhosa "mal-amada"
(do
latim "Urtica dioica")






Urtiga
(no meu jardim em Portugal)


História: Originária da Europa e da Ásia, a
urtiga foi talvez das plantas que mais cedo começaram a ser utilizadas
pelo Homem,
pois desde a idade do bronze (4000-3000 a.C.) que se
empregaram as fibras de urtiga no fabrico de vestuário; mais tarde
igualmente no de papel.

Dizem que os soldados romanos, estacionados nas
regiões setentrionais, cultivavam aí a urtiga, para depois se esfregarem
com ela, a fim de suportarem melhor o frio.
Aliás, o nome botânico da planta vem do latim urere,
que significa "queimar" e tem a ver com o seu carácter urticante. Ainda
na Roma antiga,
o escritor Plínio o Jovem, que viveu no primeiro século
da nossa era, dizia-se um grande apreciador de urtigas, e comia-as
cozinhadas como se fossem espinafres

Mais tarde, o cultivo da planta foi continuado em
países como a Noruega, a Dinamarca e a Escócia, que com ela fabricavam
fatos grosseiros para os marinheiros e também redes de pesca.
Mesmo depois do linho ter começado a ser mais apreciado, o
fabrico de fibras de urtiga continuou até ao século XIX, especialmente
na Escócia.
Segundo as próprias palavras do poeta escossês Thomas
Campbell - que viveu nos fins do século XVIII, princípios do XIX: "na
Escócia, comi urtigas, dormi em lençóis de urtigas, e jantei sobre uma
toalha de urtigas.
Quando ainda é nova e tenra, a urtiga é um legume
excelente... e lembro-me que a minha mãe dizia que, na sua opinião, os
fatos de urtiga eram bastante mais resistentes do que os de linho".
Também o escritor dinamarquês Christian Andersen, que
viveu no século XIX, refere no seu conto "A princesa e os sete cisnes"
que são feitos de urtiga os mantos que a princesa tece para libertar os
irmãos do feitiço da madrasta.

Cultivo: A urtiga aficiona os terrenos húmidos,
frescos, não muito expostos ao sol em chapa. Encontra-se por toda a
parte, sobretudo nos terrenos incultos, nos bosques, nos atalhos dos
campos.
Planta vivaz e muito rústica (resiste até 45 negativos!),
mal se lhe toca liberta uma substância urticante, que está na origem do
seu nome. A urtiga multiplica-se por semente, divisão dos pés, ou por
estaca.
A distância entre as plantas deve ser de 30-60 cm.

Utilizações: Sendo a Escócia um dos países onde
a urtiga foi, desde sempre, muito apreciada e cultivada, não é para
admirar que um dos seus pratos tradicionais seja à base de urtigas; a
que se junta alho francês, brócolos e arroz.
Também na Rússia se emprega a urtiga para confeccionar o
conhecido "chtchi". No fabrico de queijos, há quem use a urtiga em vez
de coalho: embora a coagulação não dê o mesmo grau de satisfação, o
queijo tem no entanto um gosto bastante agradável e muito especial.

Segundo parece, ainda hoje em dia os aborígenas da
Austrália utilizam um unguento à base de urtigas para friccionar os
entorses, e com as folhas fervidas fazem cataplasmas.
Na Ucrânia, as urtigas servem para pintar de verde os
ovos da Páscoa.

Para quem goste de jardinagem, esta planta - à
primeira vista "indesejável" - é um maravilhoso auxiliar, especialmente
na cultura biológica.
Efectivamente, com uma decocção à base de urtiga podemos
desembaraçar as outras plantas de doenças como o míldio, e também de
parasitas como o piolho.
A urtiga é também óptima para activar a decomposição do
estrume orgânico, e alguns cientistas afirmam que o teor de óleos
essenciais das plantas cultivadas na proximidade de urtigas é superior
ao normal.

A urtiga é igualmente cultivada para a extracção da
clorofila e como forragem para o gado bovino, para as aves, e para os
coelhos.

As virtudes das urtigas: A urtiga é riquíssima
em vitaminas, sobretudo as do grupo B, em minerais, oligo-elementos,
aminoácidos e proteínas.
É maravilhosa para combater a queda do cabelo e a
fragilidade das unhas, devido à presença do ferro, do silício e das
vitaminas B2 e B5, pelo que tem um excelente poder de remineralização.
Como é igualmente rica em vitamina C, indispensável para
uma boa absorção do ferro, torna-se um forte inimigo da anemia e dos
problemas circulatórios, sendo recomendada para um bom equilíbrio
feminino aquando da menopausa.

Verificou-se ainda que a planta estimula a secreção
láctea, reduz o teor de ácido úrico e também o de açúcar no sangue, e
tem um papel eficaz no alívio das artroses, crises de gota e artrites,
bem como outras manifestações reumáticas.
As cataplasmas de folhas de urtiga têm grande efeito
sobre os eczemas e outras doenças da pele.

A urtiga tem ainda propriedades depurativas do sangue,
fazendo baixar o teor de glucose no sangue e estimulando a irrigaçãoo
sanguínea de todas as partes do corpo.
É uma planta indispensável ao metabolismo e à saúde do
sistema vegetativo. Combate também o entorpecimento dos membros.

A minha própria experiência: Por volta dos 50
anos comecei a beber infusões de ortiga. Devo prevenir que é uma bebida
muito sem gosto, mas bebi-a como se fosse outro remédio.
Depois acostumei-me e há já muito que não me afecta o seu
gosto sensaborão. O meu pequeno "sacrifício" valeu a pena, pois apesar
de descender de uma família em que as descalcificações e osteoporoses
são hereditárias, o meu médico dizia-me, por volta dos meus sessenta
anos, que eu tinha um esqueleto "mais sólido do que muitas mulheres de
quarenta anos".
Verifiquei igualmente uma melhoria sensível quanto aos
meus cabelos, que têm aspecto mais saudável agora do que quando eu era
jovem, por muito estranho que isso possa parecer, mas cujas fotografias
da época podem comprovar.

Aplicações práticas das urtigas:

Para substituir o coalho no fabrico
de queijo

1/4 l de infusão de urtiga, bem concentrada
50 g de sal
Utilizar 1 colher de sopa desta infusão por cada 2 litros
de leite.


© Dulce Rodrigues
avatar
Vitor mango

Pontos : 108402

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum