A Espanha, seleção campeã do mundo, e sua vice, a Holanda, deveriam ser suspensas por 8 anos de qualquer competição esportiva por darem um mau nome ao futebol. De resto, não há resto.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Espanha, seleção campeã do mundo, e sua vice, a Holanda, deveriam ser suspensas por 8 anos de qualquer competição esportiva por darem um mau nome ao futebol. De resto, não há resto.

Mensagem por Vitor mango em Ter Jul 13, 2010 6:55 am


Uma pequena prorrogação

Ivan Lessa

Colunista da BBC Brasil

Ivan Lessa em ilustração de Baptistão

A Espanha, seleção campeã do mundo, e sua vice, a Holanda, deveriam ser suspensas por 8 anos de qualquer competição esportiva por darem um mau nome ao futebol. De resto, não há resto.

***

Houve apenas alguns momentos interessantes. Quando as duas equipes cantaram seus hinos e as vuvuzelas no estádio em Joanesburgo, por alguns minutos, se calaram em sinal de respeito, não podendo prever o horror que ainda estava por vir.

Eu disse “cantaram” e disse-o mal. Só a seleção holandesa cantou. A espanhola limitou-se a olhar com um ar blasé os acontecimentos ainda por vir, uma vez que o outrora belicoso país ibérico, é o único do mundo a ter um hino nacional sem letra.

Tantas expedições ultra-marinas, tantas conquistas, tantos índios, astecas, maias e ainda por serem identificados, mortos, tantos mouros indo e vindo, e sendo expulsos na ponta da espada, tantos reis e rainhas dando joias para italianos como Cristóvão Colombo saírem mundo afora descobrindo e abocanhando terras, tantos conflitos e, até hoje, não apareceu ninguém para botar uma letra no hino nacional espanhol.

Curiosa a pátria de Cervantes e Garcia Lorca. Sim, sabemos, letra de hino nacional é como exemplar de tabloide especializado em crimes: é sangue, revolução, guerra, morte, liberdade e uma nesga de sol por tudo quanto é compasso. Mas, a pátria de Albéniz e de Falla não conseguiu um letrista à altura. Pedro Almodóvar está aí dando sopa e ainda há tempo de se levar um papo com o homem para ver se, para daqui a 8 anos, não se pode dar um jeito nessa história.

Os espanhóis deveriam se mirar no exemplo da eterna perdedora Holanda e seu hino nacional. A letra é como a de todos os outros hinos: pau puro. Mas, a uma certa altura, há o seguinte trecho: “Minha alma se atormenta, povo fiel, vendo como te afronta o espanhol cruel.” Afinal, a Espanha mandou nos Países Baixos até que os holandeses se revoltaram, no século 16.

Talvez date daí a mudez dos outrora seguidores de Franco. São discretos. E sabem esperar até um 11 de julho de 2010. No hino da Holanda, ainda desfilam, e os jogadores cantaram bonitinho, feitos esplêndidos de sua rica história, tais como A Guerra das Tulipas, A Revolução dos Tamancos e O Levante dos Moinhos. Pena que não mencionem Maurício de Nassau, só para que nós, canarinhos, pegássemos uma beiradinha para pensar no que poderia ter sido nossa história e nosso hino.

***

Mas não há de ser nada. Deus é brasileiro e, tudo correndo bem, nem Espanha nem Holanda deverão participar dos festejos de 2014. Com a Copa no Brasil, sem as duas vexaminosas seleções, com ela, virão e vai dar muito tutu e muitas notas pretas como o ébano (não, não mencionarei continente algum).

Ao que parece já se encontram em fase de preparação, além de estádios e facilidades, algumas músicas preparadas especialmente para a auspiciosa ocasião. Os primeiros acordes da Marcha dos Empreiteiros e da Canção das Licitações já foram encomendadas. Pena Miguel Gustavo, que nos legou a imortal Pra Frente, Brasil, de 1970, não esteja mais entre nós. Seu espírito, e tudo que representa, continua vivo, tenho a certeza.

***

E o Paul alemão? Paul, o polvo profeta. Talvez a figura que mais tenha se destacado nesta Copa campeã da mediocridade. O onisciente cefalópode octópode bateu bem e certinho até a hora final. Uma vuvuzelada para ele que ele merece, como diria outro grande desaparecido, o Chacrinha.

***

Por falar em vuvuzela. Esta foi a segunda figura a brilhar, ou azucrinar, como queiram, esta Copa de 2010. Fez muito bem. Apareceu afinal um infeliz dizendo-se inventor do ubíquo (de agora em diante universal e danem-se os torcedores globais) instrumento. Chama-se Freddie Maake e alega que o seu momento de inspiração data de mais de 35 anos.

O bom Freddie, ao contrário de muita ex-esposa ou companheira, não quer cobrar patente ou pensão alimentícia. Apenas, como acontece com as grandes almas, quer que lhe façam justiça. De meu canto, faço e louvo. Pena que sejam só três notas. Nós, brasileiros, nunca fazemos por menos de 36, cada uma indo para um lado, fazendo parte ou não de uma charanga. Uma espécie de hino nacional espanhol, só que em verde e amarelo.

***

Garantem os comentaristas realmente técnicos que o goleiro Bruno está fora de cogitações para 2014. Parece-me justo. Não sei o que Dunga achará.

***

E os ingleses? Falou em ruindade técnica, claro que não poderiam deixar de faltar a uma final de uma Copa dessas. Um trio terrível, composto de um juiz careca e dois bandeirinhas cabeludos, contribuíram para manter o baixíssimo nível da contenda, agora felizmente encerrada e com prorrogação disciplinar (cruzemos os dedos) de oito anos, conforme a praga ou desejo expressos nos primeiros minutos ou linhas deste relato.
avatar
Vitor mango

Pontos : 109298

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Espanha, seleção campeã do mundo, e sua vice, a Holanda, deveriam ser suspensas por 8 anos de qualquer competição esportiva por darem um mau nome ao futebol. De resto, não há resto.

Mensagem por Vitor mango em Ter Jul 13, 2010 6:56 am

o jogo foi tao rasca que desisti de ver todo
Gostei sim do arbitro
avatar
Vitor mango

Pontos : 109298

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Espanha, seleção campeã do mundo, e sua vice, a Holanda, deveriam ser suspensas por 8 anos de qualquer competição esportiva por darem um mau nome ao futebol. De resto, não há resto.

Mensagem por Joao Ruiz em Ter Jul 13, 2010 8:16 am

Vitor mango escreveu:o jogo foi tao rasca que desisti de ver todo
Gostei sim do arbitro

Só o jogo?!?

Foi tudo rasca, a partir do momento que houve a decisão de levar uma selecção ao colo - a espanhola.

Não sei se começou com o golo off-side, validado, contra Portugal, mas sei que houve sempre episódios de favorecimento dessa selecção nos jogos subsequentes, imcluindo o da final! E que a sarrafada foia constante dos ditos.

Uma selecção, campeã por mérito, não devia precisar de favores!


Twisted Evil


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Espanha, seleção campeã do mundo, e sua vice, a Holanda, deveriam ser suspensas por 8 anos de qualquer competição esportiva por darem um mau nome ao futebol. De resto, não há resto.

Mensagem por Vitor mango em Ter Jul 13, 2010 8:54 am

ja sabem que o mango foi international pela Lusitania pah

E do Desporto aprendi a melhor coisa que me acompanha pela vida
- Saber perder !
saber perder é or ter com o adversário e cumprimentar o artista
Parabens !
- Eh pah na proxima a gente pede a desforra

O futebol ja nem desporto é ...é um espetaculo mafiosos cheio de manhas e dinheiros por debaixo da mesa
avatar
Vitor mango

Pontos : 109298

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Espanha, seleção campeã do mundo, e sua vice, a Holanda, deveriam ser suspensas por 8 anos de qualquer competição esportiva por darem um mau nome ao futebol. De resto, não há resto.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum