in Expresso ...tremoço como fungicida

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

in Expresso ...tremoço como fungicida

Mensagem por Vitor mango em Sab Ago 28, 2010 2:15 am


Do prato ao campo. Investigadores portugueses descobriram que o tremoço , aperitivo muito popular nos países mediterrânicos, tem uma proteína de alto valor nutritivo com propriedades fungicidas, de toxicidade zero para os humanos.

Novo fungicida amigo do ambiente já está a ser produzido, em fase piloto, pela CEV- Consumo Verde Biotecnologia das Plantas SA, empresa situada no parque industrial do Seixal criada para este fim.

O produto que não contamina os lençóis freáticos nem provoca danos à saúde humana - considerado revolucionário pela grande capacidade de resistência ao calor e aos raios ultra violeta -, foi apresentado no 28º Congresso Mundial de Horticultura , que decorreu esta semana em Lisboa com a participação de 110 países.
Fase de certificação

Por enquanto, estão a ser produzidas apenas as quantidades necessárias do tremoço fungicida para demonstrar a não toxidade e a eficácia - sendo um fitofarmacêutico necessita de certificação na Europa e EUA - e, também, para testes em clientes-piloto.

A proteína blad do tremoço, de onde é extraído o novo fungicida, foi descoberta em 1991 pelos cientistas Ricardo Ferreira, do Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITBQ), e Virgílio Loureiro, do Instituto Superior de Agronomia (ITBQ).

Segundo a engenheira agroindustrial Sara Monteiro, diretora técnica da CEV, o novo fungicida poderá ser a solução para a saúde dos campos de relva, em especial dos estádios de futebol e campos de golfe, contribuindo também para revitalizar a cultura do tremoço em Portugal.
avatar
Vitor mango

Pontos : 108820

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: in Expresso ...tremoço como fungicida

Mensagem por Vitor mango em Sab Ago 28, 2010 2:16 am

Segundo a engenheira agroindustrial Sara Monteiro, diretora técnica da CEV, o novo fungicida poderá ser a solução para a saúde dos campos de relva, em especial dos estádios de futebol e campos de golfe, contribuindo também para revitalizar a cultura do tremoço em Portugal.

Oh my god o ganda problema dos relvado é o Musgo que invade e mata a relva e para quem nao sabe parece que o relvado esta cheio de sede
basta aplicar um pouco de sulfato de ferro para o musgo ser morto
avatar
Vitor mango

Pontos : 108820

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: in Expresso ...tremoço como fungicida

Mensagem por Vitor mango em Sab Ago 28, 2010 2:19 am

eis um artigo no diario Leiria Mango


ecologia
...

To: diarioleiria@diarioleiria.pt
Tremoço – O marisco do Povo

A frase pertence a um conhecido jogador de futebol a
atribuir ao tremoço o substituto do marisco
A partir dos anos 60 o tremoço passa a acompanhar
quase sempre a cerveja
Esta leguminosa só é consumida em bares ,Portugal no
Sul da França e na Argélia onde é conhecido com o nome
de tramousos
O tremoço era já conhecido no Egipto e várias sementes
foram encontradas em túmulos mas o seu destino era
outro, dado que o tremoço concentra veneno conhecido
por “lupinose” que afecta o aparelho respiratório.
Só que existem varias espécies de Tremoços. O branco,
o azul , o amarelo e outras
O tremoço branco tem o nome de “ Lupinus álbuns “e é
originário e cultivado em todo o mediterrâneo.Sucede
ainda que ao longo das centenas de anos se conseguiu
separar cultivares criando um tremoço doce, o nosso .
Quanto ao ser marisco , para alem da ironia é bom
destacar, que na preparação do tremoço ele tem que ser
passado por diversas aguas e depois ser preparado em
salmoura (portanto esta preparação confere-lhe o tal
gostinho a marisco) Mas o tremoço é muito mais
importante para alem de acompanhar a cerveja
Em 18 de Maio de 1980 o Vulcão do Monte de Santa
Helena no Nordeste dos USA, explodiu arrasando
completamente tudo em seu redor e esterilizando o que
era vida. Vinte anos depois um biólogo vai estudar o
ressurgimento da vida neste local desolado,e encontra
uma planta de tremoço a viver no meio das cinzas. Como
foi possível esta semente certamente transportada por
uma ave crescer aqui em detrimento de todas as outras?
Há efectivamente um segredo. Nas raízes do tremoço
existem e crescem bactérias capazes de extrair o
nitrogénio da atmosfera e fornece-lo á planta. Este
fertilizante é vital para o crescimento de qualquer
planta. Estas bactérias criam nas raízes pequenos
nódulos que dão ao tremoço um crescimento rápido e
saudável. Com novas sementes criadas a partir desta em
pouco tempo toda a área ficou coberta de uma intensa e
verde vegetação e a vida instalou-se de imediato.
O mesmo sucedeu nos Açores a partir do seculo XVI
quando foi necessário dar nova vida aos terrenos
cansados e esgotados pelas diferentes culturas

A adubação VERDE

Um amigo meu , nada conhecedor das leis da natureza
vinha outro dia escandalizado por ver um agricultor
entrar num campo de tremoço e com uma grade de discos
destruir todo a colheita . Depois para cumulo passou
com uma charrua e enterrou tudo. Na óptica deste
admirado amigo o agricultor não regulava bem da
cabeça. Então ele criava uma cultura verdejante e no
fim destruía e nada aproveitava?
Ora, esta pratica é das mais antigas para dar nova
vida á terra dando dois factores essenciais a que
chamamos C\N que não vamos explanar muito para não
tornar esta conversa muito científica
Toda esta massa vegetativa enterrada para alem de
estabilizar o factor já indicado vai servir de esponja
para absorve mais agua e vai arejar a terra alem de ao
apodrecer deixar canais , aonde as suas raízes vão
buscar alimentos já perdido até 1,20 metros deixando
um caminho fácil para as raízes de culturas anuais.
Curioso é a indicação do tremoço para uma dieta de
quem queira perder uns quilos dado o seu fraco poder
calórico. Só que não pode ser servida com cerveja mas
sim petiscada durante o dia para enganar a fome
A outra utilização pratica é a jardinagem visto que a
floração de algumas espécies é surpreendente bonita e
de fácil cultivo
O tremoço só tem um inconveniente, as cascas. É fácil
verificar o nível de um bar se olhar para o chão. Se
vir cascas de tremoço fica de imediato a ver que o
asseio do dono do bar não é famoso e é frequentado por
clientes pouco educados

Também vi estrangeiras comer tremoços com casca e tudo
perante a admiração do empregado á procura das cascas
e da aflição dos visitantes que julgavam que o petisco
era para ser ingerir inteiro com a cerveja.
avatar
Vitor mango

Pontos : 108820

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: in Expresso ...tremoço como fungicida

Mensagem por Vitor mango em Sab Ago 28, 2010 2:26 am

ja agora gramen la outro artigo ka du boy


ecologia
...

To: diarioleiria@diarioleiria.pt
As plantas podem morrer de pneumonia ?

Bem , não vamos misturar , mas comparar duas situações

No Homem , os pulmões fazem parte do sistema de
purificador do sangue retirando do ar o oxigénio que
vai transformar o sangue venoso em arterial
Nas plantas , essa função, faz-se através das folhas
onde existem milhares de “bocas “e a troca é inversa
do sistema humano .
As bactérias atacando os pulmões provocam doenças
como as pneumonias tão badaladas na comunicação
social por causa das ditas bactérias serem
resistentes á maioria dos antibióticos conhecidos
–caso do Hospital de Pombal .
Nas plantas os fungos e não bactérias , entram através
dessas “bocas “situadas nas folhas e invadem-na toda e
esta cai. Se o ataque atingir mais de 90% de folhas a
planta sofre efectivamente a morte . Se olharmos para
o interior das folhas atacadas elas estão invadidas
pelas raízes ( micelio ) dos fungos
Esta doença não se chama pneumonia ( porque não há
pulmões ) mas sim o nome conforme o Fungo ( ou bolor )
.
Em ambos os casos o ataque dá-se como se viu no
sistema respiratório

Vamos aos Fungos

Nas suas plantas de casa ( e não só ) o leitor vê
pequenas manchas castanhas que secaram ou leves
verrugas ou simples pintas que parecem visitas de
moscas .
Para si , isto é chinês mas para um técnico que queira
fazer as coisas com rigor para um diagnostico ele
recolhe primeiro uma amostra do mal olha através do
microscópico e tenta encontrar esporos .
Vamos ver o que é um esporo !
Se eu mostrar ao leitor uma semente de milho , um
feijão ou uma ervilha o amigo sabe o nome e até pode
conhecer a planta . Nos Fungos ou bolores as “
sementes “ são tão pequeninas que só um perito as
consegue ver observar e catalogar .
E como se trata o mal ?
Bem arranjamos uma papa que metemos num frasco de
vidro totalmente isolado e colocamos numa estufa para
vermos em poucas horas o fungo a crescer . Ao lado
preparamos um pires ( placa de petri ) com o mesmo
preparado mas onde colocamos pequenas rodelas de papel
embebidos cada uma ,em diferentes fungicidas
Ao fim algum tempo basta olhar para a placa de vidro e
ver aonde o fungo não cresceu e morreu
Assim nós tomamos conhecimento qual o melhor remédio
para combater o mal

Bactérias

Para controlar as bactérias que provocaram a pneumonia
o sistema é parecido apenas com as variantes em que as
rodelas de “ papel” contem diferentes antibióticos .
Em pouco tempo o medico ou o laboratório sabe
exactamente qual o remédio a aplicar para a cura .

A penicilina
No Homem , as pneumonias e a generalidades das doenças
bacterianas eram combatidas pela Penicilina . Ora a
penicilina é um fungo que o leitor bem conhece através
das laranjas que ficam azuladas e podres
Só que há milhares de “ variedades “ de penicilina que
foram isoladas até se chegar hoje aos antibióticos que
já nada têm a ver com as primárias penicilinas .

Para se dar um ataque quer de uma planta quer de uma
pessoa é necessário que existam condições para que
esse ataque se dê
Eu não vou falar de medicina que não é o meu ramo mas
sim em plantas .

Controlar doenças em plantas

O sistema até é simples e prático
Suponha o amigo que tem uma vinha ou um pomar e quer
controlar as doenças que os atacam normalmente
Arranjam-se uns vidrinhos com uma especie de cola que
se distribuem por todo o pomar – pendurados ao sabor
do vento e aí ficam presos tudo o que é esporo .
Periodicamente , esses vidrinhos , são recolhidos e
postos no microscópico para observação
Olha-se através das lentes e contam-se o números de
esporos ( sementes ) que andam no ar por centímetro
quadrado

Ora as doenças atacam como os lobos , em grupos ou
alcateias
Quando o numero de esporos sobe rapidamente
accionamos uma pulverização no pomar e conseguimos
travar o ataque antes dele ter entrado nas folhas pela
ditas “ bocas “.

Como viu até parece fácil .
E é ! Só é preciso é saber

Um dia destes vou falar aqui da criação de Hospitais
de plantas .
Uma ideia gira que os Espanhóis já possuem
Espero que o leitor vá aprendendo umas coisas, nestas
terças feiras, de temas ligados á ecologia e que
agora começam a estar na moda .
Sabe porque estão na moda ?
Porque a cidade de Leiria nunca ligou ao Ambiente e á
Harmonia entre o Homem e a Natureza
Viu que uma pneumonia e uma planta se completam ?
O homem precisa respirar oxigénio mas os seus
pulmões estão atacados por bactérias ; as plantas ,
para alem de fabricarem o oxigénio ainda conseguem
fornecer aos médicos o remédio para a cura de certas
doenças .
Viu a razão porque eu quero Parques e jardins para as
crianças com muitas arvores e ao pé do seu rio e não
vou em futebois ?
Como já lhe expliquei noutro artigo um carro a andar
na cidade de Leiria gasta 2 milhões de litros de
oxigénio por hora , e aqueles parques automóveis ao pé
do rio é de fugir .Dá Deus nozes a quem não tem dentes
!

Todos os erros cometidos em Ambiente se pagam mais
cedo ou mais tarde .
Acredite !
avatar
Vitor mango

Pontos : 108820

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: in Expresso ...tremoço como fungicida

Mensagem por Vitor mango em Ter Jun 19, 2012 11:37 am

amen

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108820

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: in Expresso ...tremoço como fungicida

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum