Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por ricardonunes em Sab Set 04, 2010 7:18 am

Lisboa e Porto são palco hoje, sábado, de manifestações de solidariedade com a população cigana e de protesto contra as medidas desencadeadas pela França, à semelhança do que vai suceder em diversas cidades europeias.

"O objectivo principal é protestar pela situação em França, denunciar as expulsões da comunidade cigana em França. É claramente um atentado contra os direitos humanos porque se trata da expulsão maciça de pessoas e cujo único critério é a sua etnia. É claramente algo que só é comparável ao que foi o regime nazi", referiu à Lusa Ana Cruz, responsável pelo SOS Racismo, uma das organizações envolvidas na iniciativa.

Na capital, a concentração de "repúdio pelas políticas securitárias do Governo de Sarkozy" está convocada para as 15.30 horas junto à embaixada de França, na calçada Marquês de Abrantes. No Porto, e à mesma hora, decorrerá um protesto junto ao consulado francês, na avenida da Boavista. Os subscritores associam-se assim às manifestações "que vão decorrer em muitas cidades francesas".

A iniciativa internacional teve no início a adesão de uma professora da Universidade do Minho, que de seguida estabeleceu diversos contactos, organizou uma rede de solidariedade e assegurou diversos apoios.

"Já estão envolvidas diversas associações ciganas. No total, já aderiam mais de 14 organizações, que fazem a convocatória por elas próprias", esclarece Ana Cruz.

As convocatórias, promovidas por "um grupo de cidadãs e cidadãos e muitas Associações ciganas e de defesa dos Direitos Humanos", justificam esta acção de protesto pela "actual situação da comunidade cigana em toda a Europa, nomeadamente o que está a ocorrer em França, com o Governo de Sarkozy a expulsar centenas de romenos de origem cigana do território francês, fazendo tábua rasa dos mais elementares direitos humanos de que a UE não se cansa de proclamar".

Além do SOS Racismo, o texto é subscrito pela Associação Cigana de Braga, Associação Cigana Canto e Dança Cigana (Porto), pelas Associações Ciganas de Coimbra, Espinho, Gondomar, Matosinhos, Os Vikings (Porto), Pedro Bacelar Vasconcelos (Braga), Associação Desportiva dos Ciganos do Porto, AMUCIP (Seixal), APODEC (Lisboa), Centro de Estudos Ciganos (Figueira da Foz), Ciganos d' Ouro, Gipsy Produções Associação Cultural (Águeda) e União Romani. As associações Olho Vivo e Solim (Solidariedade Imigrante) também apoiam a convocatória.

As acções de protesto vão ainda decorrer em diversos países europeus, com destaque para a França, onde foram convocadas para sábado manifestações em Paris e em muitas outras cidades.

O apelo foi emitido pelas centrais sindicais, diversas associações e por todos os partidos da esquerda francesa.

JN

ricardonunes

Pontos : 3302

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por ricardonunes em Sab Set 04, 2010 7:19 am

Cambada de palhaços jocolor

ricardonunes

Pontos : 3302

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por ricardonunes em Sab Set 04, 2010 7:30 am

Morto à facada apenas por olhar
Camionista assassinado em estação de serviço da A23. Nelson Ferreira, 37 anos, seguia de Salvaterra de Magos para França. Parou para tomar café e foi atacado por grupo. Dois presos e um entregou-se.

Uma simples troca de olhares, que por qualquer razão não caiu bem a um grupo de homens, terá despoletado o ataque ao motorista Nelson Ferreira, de 37 anos, que foi assassinado com uma facada certeira no coração, pelas 06h00 de ontem, na área de serviço de Abrantes da A23. Dois suspeitos, de 30 anos, foram detidos ainda de manhã. Um terceiro suspeito entregou-se à tarde na PSP e a PJ de Leiria avaliava ontem a sua responsabilidade no crime para efectivar a detenção.
Nelson Ferreira, que saíra de casa, em Salvaterra de Magos, pelas 04h00, com destino a França, fez uma breve paragem na área de serviço da A23 para tomar um café.
'Ao entrar na cafetaria olhou para eles [os atacantes], sem ter havido sequer uma troca de palavras. Tomou o café e ao sair levou logo duas bofetadas', contou uma testemunha, adiantando que o motorista 'tentou fugir para o camião, mas eles já não o largaram'. 'Parece que anda tudo doido', comentou a mesma pessoa, que pediu para não ser identificada, por 'receio' de ser atacada.
O esfaqueamento ocorreu já no exterior da cafetaria e o motorista ainda conseguiu caminhar até junto da zona de abastecimento de combustíveis, onde caiu morto.
O homicídio é atribuído a elementos de uma família muito conhecida de feirantes em Abrantes, tendo sido detidos dois deles pouco tempo depois, junto à zona industrial daquela cidade, após perseguição por uma patrulha do sub-destacamento de Trânsito de Abrantes da GNR.
Nelson Ferreira trabalhava há pouco tempo como motorista de uma empresa de transportes em frio, com sede em Arruda dos Vinhos, e seguia com o camião carregado de carcaças de animais congeladas com destino a uma fábrica de rações em França. A viagem de 20 horas acabou ao fim da primeira centena e meia de quilómetros, de uma forma que ninguém consegue compreender.
Morte na Área de Serviço da A23: Novo suspeito detido

O terceiro suspeito de co-autoria material do homicídio qualificado na Área de Serviço da A23, perto de Abrantes, foi detido.

Segundo a Polícia Judiciária, esta nova ordem de detenção surge após as outras duas “já efectuadas em flagrante delito”. Além disso, “durante a realização de diligências probatórias, entre outros objectos, foi localizada e apreendida a arma branca com que foi cometido o crime”, na madrugada desta terça-feira.
Os detidos, com 18, 22 e 23 anos de idade, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial.

Tal como refere o CM na sua edição desta quarta-feira, a vítima mortal é Nelson Ferreira, de 37 anos, camionista que seguia de Salvaterra de Magos para França.
Parou para tomar café e foi atacado pelo grupo agora apanhado.

Pai de assassino esmurra dois GNR

Quando a GNR detinha um dos três homicidas do motorista na área de serviço de Abrantes da A23, o pai de um deles reagiu com violência. Atacou dois militares a murro, pontapé e com empurrões. O homem, de 40 anos, que ainda injuriou os guardas, acabou também por ser detido, por resistência à autoridade, e arrisca até cinco anos de cadeia.

Os militares da GNR de Abrantes tiveram de ser assistidos no hospital a escoriações e arranhões, sobretudo nos braços, em resultado do confronto físico.
"Eles os dois – pai e filho – trataram muito mal os guardas que os apanharam", contou ao CM Virgínia de Jesus, uma moradora na rua Vale das Morenas, que assistiu, através da janela da sala da sua casa, à perseguição e às detenções que se seguiram. "Não deixaram por dizer nenhum palavrão. Acho que ‘palhaço’ foi o menos grave de todos", contou.
Depois de interrogado em tribunal, ontem de manhã, por ter agredido e insultado os militares da GNR, o pai do homicida de 18 anos, feirante, foi libertado, aguardando, apenas com Termo de Identidade e Residência, o inquérito e a marcação do julgamento.
Os três homicidas estavam a tomar o pequeno-almoço na cafetaria da área de serviço da A23, Abrantes, pelas 06h00 de terça-feira, depois de uma "noitada com muita cerveja", quando o motorista de Salvaterra de Magos, Nelson Ferreira, de 37 anos, entrou para tomar um café. Sem qualquer razão aparente, dado que houve apenas uma troca de olhares entre eles, agrediram-no com duas bofetadas e mataram-no com uma facada no coração, quando tentou fugir.
Os suspeitos de homicídio qualificado, de 18, 22 e 23 anos, foram ontem presentes ao Tribunal de Abrantes e, para evitar qualquer perturbação do interrogatório ou alteração da ordem pública, a PSP montou um forte dispositivo de segurança. Continuavam a ser interrogados ao princípio da noite.


ricardonunes

Pontos : 3302

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por ricardonunes em Sab Set 04, 2010 7:32 am

"Família teve 45 minutos para fugir

Pai, mãe e dois filhos menores estão fugidos de casa, há mais de uma semana, na sequência de uma rixa com elementos de um grupo de jovens. Temem pela vida, mas não tiveram direito a protecção policial.

Rui (nome fictício), a mulher e os dois filhos, de 16 e 10 anos, tiveram «apenas 45 minutos para juntar alguma roupa e documentos e fugir de casa». Esta família de Abrançalha de Cima, Abrantes, está em parte incerta desde 7 de Agosto, há mais de uma semana. A PSP «aconselha-nos a ficar onde estamos porque não podem garantir-nos protecção», contou Rui ao PortugalDiário.

Na origem da fuga estão agressões em que pai e filho se envolveram com um grupo de jovens, no centro comercial Millenium, em Abrantes.

Tudo aconteceu na noite de segunda-feira da semana passada, 6 de Agosto, refere o «Jornal de Notícias». O jovem de 16 anos, filho de Rui, foi abordado por outro rapaz que lhe perguntou as horas. Ao afirmar que não tinha relógio, este último desafiou-o a consultar o telemóvel. O caso terminou à pancada. Rui acorreu em ajuda do filho e este «ao ver o pai a ser agredido por cinco jovens, acabou por desferir um golpe com um pequeno canivete num dos rapazes», conta.

Todos receberam tratamento hospitalar e Rui sofreu fracturas numa costela e hematomas diversos. No dia seguinte, perto do meio-dia, dirigiu-se à esquadra da PSP de Abrantes, a fim de apresentar queixa-crime. Ao sair, verificou que três carros andavam no seu encalço e regressou à esquadra, tendo sido transportado até ao Tribunal para solicitar protecção policial. «A doutora do Ministério Público disse-me que não podia garantir-nos segurança», prossegue.

«Já havia uma cova para mim e para o meu filho»

Ainda dentro do tribunal, Rui recebeu o telefonema de um amigo a avisar que corria perigo. «Disse que um grupo queria atacar-nos e que já havia uma cova para mim e para o meu filho».

Desorientado, Rui foi a casa e em «45 minutos» saiu com a família. «A GNR escoltou-nos até à A1», de onde partiram para local desconhecido.

A «sova» que lhe estava destinada acabou por abater-se sobre os sogros de Rui. «Na mesma terça-feira em que fugimos, um grupo foi a minha casa, por volta das 17 horas, e agrediu os meus sogros com um taco», conta, acrescentando que «a sogro até levou 12 pontos na cabeça» e a sogra «ficou com a face massacrada», tendo ambos sido assistidos no hospital.

«Ainda nem sequer estivemos com eles. Vimos os ferimentos pelas fotos que nos enviaram para o telemóvel», acrescenta.

Sem emprego e quase sem dinheiro

O emprego que Rui tinha na central termoeléctrica «já foi à vida. Estava a termo certo a reparar as chaminés, mas já meteram outra pessoa no meu lugar, porque o trabalho não pode parar». Rui está muito «revoltado». «Já tenho dívidas, prestações de casa e do carro para pagar, estou a gastar o dinheiro até às últimas e ainda tive de fugir porque, pelos vistos, eu é que sou o criminoso».

Os agressores, por seu lado, «não trabalham e até recebem ajudas da assistência social», lamenta.

Rui vai pedir outra vez protecção

«Ainda hoje liguei para a PSP de Abrantes: disseram-me que não garantiam a nossa segurança e aconselharam-me a continuar onde estou», conta. Rui vai agora enviar uma carta à PSP que deverá seguir para o Ministério Público e onde, uma vez mais, solicita protecção policial.

Os agressores continuam a rondar a casa da família de Abrançalha de Cima. O filho mais velho não quer regressar e «o mais pequenino está muito assustado».

Contactada pelo PortugalDiário, fonte do comando da PSP de Santarém referiu que a protecção policial tem de ser pedida ao Ministério Público e é determinada por um juiz. Quanto aos sogros de Rui, que já foram agredidos, fonte da GNR de Abrançalha de Cima referiu que é «humanamente impossível providenciar-lhes segurança pessoal», mas que «a GNR intensificou o patrulhamento na zona de residência».

O PortugalDiário tentou ouvir o magistrado do Ministério Público e o Juiz de turno no Tribunal de Abrantes, mas sem sucesso."

ricardonunes

Pontos : 3302

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por ricardonunes em Sab Set 04, 2010 7:35 am

Só espero que os manifestantes não venham um dia a torcer o nariz!


ricardonunes

Pontos : 3302

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por ricardonunes em Sab Set 04, 2010 12:28 pm


Uma centena de pessoas protestam contra política de Sarkozy em Lisboa

A antiga secretária de Estado da Educação socialista Ana Benavente e Luís Fazenda e João Teixeira Lopes, do Bloco de Esquerda, integraram hoje uma manifestação de cerca de uma centena de pessoas que protestou em Lisboa contra a expulsão de ciganos romenos e búlgaros em França

«Não à xenofobia» , «não ao racismo» e «direitos para todos os imigrantes» foram frases proferidas em uníssono pelos manifestantes nesta acção de rua que levou os agentes da Polícia de Segurança Publica (PSP) a criar um perímetro de segurança diante da Embaixada de França em Lisboa.

Representantes de associações de ciganos e de defesa dos Direitos Humanos, como o SOS Racismo, estiveram presentes neste protesto para expressar o seu repúdio pela política do Governo de Sarkozy em expulsar centenas de romenos de etnia cigana do território francês, atitude que está também a abalar a coesão do executivo gaulês.

Lusa / SOL

ricardonunes

Pontos : 3302

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por ricardonunes em Sab Set 04, 2010 12:36 pm

Uma centena de manifestantes sempre podia albergar e sustentar (em vez do contribuinte) uma centena de famílias ciganas!








ricardonunes

Pontos : 3302

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por Vagueante em Dom Set 05, 2010 4:49 pm

Tanto quanto sei, Sarkozy não devolveu os ciganos à procedência por serem ciganos mas porque não estavam legalizados e não tinham qualquer outra actividade para além de pedirem esmola nas ruas.
Infelizmente, também em Portugal existem, senão milhares, pelo menos umas centenas de indivíduos de origem romena, que não sei se são ou não ciganos, que não fazem outra coisa que não seja viver à conta do alheio, seja pela pedincha seja por outros processos mais violentos.
É uma vergonha para Lisboa, presenciar às portas do metropolitano mulheres com crianças ao colo que "dormem" durante todo o dia e outros que atacam os automobilistas nos semáforos conspurcando os vidros dos automóveis e depois exigem ao automobilista que lhes faça um pagamento pela sujidade que puseram nos vidros e não haja nenhuma autoridade que os identifique e encaminhe para onde deviam ir, e que são as suas terras de origem.
Precisamos de imigrantes que trabalhem, não de parasitas como aqueles que acabo de enunciar.
Como diz e muito bem, Ricardo Nunes, esta centena de manifestantes, a bem da resolução deste problema, deveriam, cada um, sustentar um imigrante destes.
Em todo o caso, depois da propaganda que foi feita desta manifestação, é sintomático que só tenham surgido uma centena de indivíduos dispostos a protestar.
Lembremos que na Grande Lisboa vivem cerca de 2.000.000 de habitantes.

Vagueante

Pontos : 1698

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por Viriato em Dom Set 05, 2010 5:42 pm

Vagueante escreveu:Tanto quanto sei, Sarkozy não devolveu os ciganos à procedência por serem ciganos mas porque não estavam legalizados e não tinham qualquer outra actividade para além de pedirem esmola nas ruas.

O facto de serem ciganos foi coincidência???? Como dizia o humorisra "Cadê os outros??"

Viriato

Pontos : 16657

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por Vitor mango em Seg Set 06, 2010 1:30 am

Viriato escreveu:
Vagueante escreveu:Tanto quanto sei, Sarkozy não devolveu os ciganos à procedência por serem ciganos mas porque não estavam legalizados e não tinham qualquer outra actividade para além de pedirem esmola nas ruas.

O facto de serem ciganos foi coincidência???? Como dizia o humorisra "Cadê os outros??"

uxatu da genti miter rotulos é ke daki a poucos somos todos xiganus pah
eu como v. exas sabem destesto enao vou á bola com gente que nao é capaz de se agregar e de se diluir numa sociedade
PUriçu eu aponto o exemplu dos portugueses em paris pah
perfeitamente integrados ate ja veem a Portugal kuma linguagem nova pah
n<ao vou falar em judeus senao o joao manda-me para a romenia pah e quem me tira o Car Taxu tira-me o tinto o sangue lusitano da sapo IN Cia encia
pah

Vitor mango

Pontos : 106477

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por Vitor mango em Seg Set 06, 2010 1:32 am

manos eu sei quer voces nao sao racistas mas nao metem os fites no forum do anarca porque aquilo esta cheio de merda caca e spam
Ora quando somos amigos dos nossos amigos a gente esquecem o pi (3,1416) PIVETE e entra limpa o tampo da mesa e grita
Oh anarca traz ai pah umas santolas e umas bejecas pag ke tou xeiu de seca

Vitor mango

Pontos : 106477

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por Viriato em Seg Set 06, 2010 5:17 am

INSÂNIA

A Europa está a ficar perigosa. Quando homens como Thilo Sarrazin deixam cair a máscara e, a fazer fé nas sondagens, têm 18% da opinião pública do seu lado, algo apodreceu de vez.

Quem é Sarrazin? É o autor de Deutschland schafft sich ab, livro que chegou às livrarias no passado 30 de Agosto. Nele, Sarrazin defende que a alta taxa de fertilidade dos muçulmanos imigrados na Alemanha fez baixar o coeficiente de inteligência da sociedade alemã. Tanto bastou (e bem) para que na última sexta-feira fosse demitido do conselho executivo do Bundesbank. A decisão foi tomada por unanimidade. O SPD, partido de que é militante, também prepara a sua expulsão. Não admira que Merkel, Wulff, Lammert e Gabriel (a chanceler, o presidente da República, o presidente do Parlamento e o presidente do SPD) tenham reagido energicamente ao destrambelho. Um Estado que se queira dar ao respeito não pode tolerar teses racistas. Isto não tem nada a ver com liberdade de expressão. Ninguém proibiu o livro, ninguém o impede de escrever outros, ou de fazer um blogue e de promover as suas ideias. Não pode é enxovalhar a Alemanha a partir dos cargos que ocupa.

posted by Eduardo Pitta

Viriato

Pontos : 16657

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por ricardonunes em Seg Set 06, 2010 11:47 am

Assalto a loja de bebidas fornece casamento cigano

Assaltos a alfarrobeiras lançam terror

Há mais de seis anos, a população da zona de Paderne, situada no interior do concelho de Albufeira, vive num ambiente de insegurança, sobretudo durante o mês de Setembro, devido a assaltos a moradias e terrenos agrícolas onde se encontram toneladas de alfarrobas. Com o homicídio de um jovem na semana passada, o medo cresceu e a GNR regista denúncias verbais, mas a maioria dos lesados nem apresenta queixa.
A morte do jovem André Paiva, de 19 anos, alvejado com dois tiros, um na cabeça e outro numa perna, há uma semana, no quintal da casa onde vivia, na zona de Cerro do Roque, após uma discussão envolvendo indivíduos de etnia cigana, quando cuidava do seu avô paterno, de 86 anos e acamado, contribuiu ainda mais para aumentar o sentimento de terror nesta época do ano.


ricardonunes

Pontos : 3302

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por Vitor mango em Seg Set 06, 2010 12:12 pm

Voces todos sabem que o mango é um fanatico pela raça arrasada Portuguesa
nada tenho a ver ou cheirar com outras raças ariana cigana judaica alaratica e por ai fora
tenho amigos que quando se fala em arabes ficam mais vermelhos de raiva e medo que gritam logo

AO ATAQUE
mas porque todos nos temos clubites diferentes eu coloco aqui uma pergunta
Onde esta o vanaço dos arabes no ocidente ?

SIM !

Ou melhor eu vou dar um exemplo
O Irao invadia a inglaterra porque tinha armas macias e matavam 650.000 ingles e destruia toda a estrutura administrativa . Depois iam á Irlanda e com a Nato ( arabe p.e ) e toma la disto

E DEPOIS

Agora tomem la um guardanapo e limpem-se nele porque quem esta a ser invadido sao os arabes e pelo Ocidente

Vitor mango

Pontos : 106477

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por Viriato em Seg Set 06, 2010 12:39 pm

Madrugada violenta na noite de Lisboa

Facadas e tiros marcaram esta madrugada as discotecas Dock's e Kremlin em Lisboa. Seguranças de ambos os estabelecimentos estiveram envolvidos nos confrontos, avança o Diário de Notícias


Por volta das 6h00 na discoteca Docks’s, três clientes que terão sido expulsos responderam à pedrada, quebrando um dos vidros da discoteca.

Um dos seguranças terá então esfaqueado um dos homens que havia expulsado da casa nocturna. O indivíduo, com um ferimento ligeiro, terá sido encaminhado de ambulância para o Hospital de S.José, tendo saído da ambulância a meio do caminho, de acordo com o Público.

Por volta das 7h30, um grupo de clientes do Kremlin em Lisboa envolveu-se em confrontos com os seguranças da discoteca. Os indivíduos terão vandalizado o carro de um dos seguranças, que respondeu a tiro, escreve o jornal. Ferido numa perna, um homem de 28 anos deu entrada no Hospital de S.José.

Os incidentes à porta do Kremlin são recorrentes. Ainda em Fevereiro passado três pessoas foram baleadas e uma atingida com uma garrafa na cabeça.

SOL


Estranho. Não diz que eram ciganos. Mas não tenho dúvidas que foi falha do jornalista....

Viriato

Pontos : 16657

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por Vitor mango em Seg Ago 27, 2012 11:22 am

amen

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106477

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por Vitor mango em Qua Jul 31, 2013 10:44 am

amen

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106477

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Manifestações em Lisboa e Porto contra o repatriamento de ciganos

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 11:03 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum