Eu gostava que a política não fosse o que é, tantas vezes ditada pelo pragmatismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Eu gostava que a política não fosse o que é, tantas vezes ditada pelo pragmatismo

Mensagem por Viriato em Ter Fev 22, 2011 10:35 am

Eu gostava que a política não fosse o que é, tantas vezes ditada pelo pragmatismo

Mas tenho uma pergunta simples para uma certa escrita de direita que acordou para os direitos humanos, numa infantilidade mentirosa: quando é que os Governos do PSD, do PSD/CDS, enfim, quando e em que momento é que a direita cortou relações com a Líbia?

Isto é um concurso, certo?

PS (no sentido de post scriptum, ok?): quem diz Líbia, diz Egipto e por aí fora (temos de incluir Angola, essa democracia plena). Espero, pelo menos, que tanta indignação nunca tenha dado um mergulho em Sharm El Sheikh. Aí sim, a militância é espectacular. Ainda que parcial, claro.

Isabel Moreira
avatar
Viriato

Pontos : 16657

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu gostava que a política não fosse o que é, tantas vezes ditada pelo pragmatismo

Mensagem por Vagueante em Qua Fev 23, 2011 3:30 pm

Viriato escreveu:Eu gostava que a política não fosse o que é, tantas vezes ditada pelo pragmatismo

Mas tenho uma pergunta simples para uma certa escrita de direita que acordou para os direitos humanos, numa infantilidade mentirosa: quando é que os Governos do PSD, do PSD/CDS, enfim, quando e em que momento é que a direita cortou relações com a Líbia?

Isto é um concurso, certo?

PS (no sentido de post scriptum, ok?): quem diz Líbia, diz Egipto e por aí fora (temos de incluir Angola, essa democracia plena). Espero, pelo menos, que tanta indignação nunca tenha dado um mergulho em Sharm El Sheikh. Aí sim, a militância é espectacular. Ainda que parcial, claro.

Isabel Moreira

Alguns portugueses costumam ser muito generosos, de conversa.
O que acontece frequentemente com essa generosidade, é que conseguem prejudicar o país dando os negócios a outros mais pragmáticos.
Ainda não se sabe porque foi que morreu Amaro da Costa. Terá sido porque estava a negociar a venda de armas?
E quando imediatamente após o 25 de Abril, se impediu ou tentou impedir o embarque de armamento ligeiro para o Chile?
Alguém se encarregou de fornecer aquilo que Portugal não forneceu.

Vagueante

Pontos : 1698

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum