Ás vezes gosto de VPV

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ás vezes gosto de VPV

Mensagem por Viriato em Dom Jun 12, 2011 5:25 am

Vasco Pulido Valente, O renascimento da oratória, hoje no Público, excerto, sublinhados meus:


«À falta de melhor, os portugueses sempre gostaram de oratória. [...] Os voos líricos de Barreto não nos fizeram compreender melhor a situação do país, nem propuseram nada de prático ou de útil. [...] Em contrapartida, esclareceu que se deve mudar a Constituição, que, na opinião dele se tornou “anacrónica, barroca e excessivamente programática”, uma ideia que não fica mal a ninguém e que se distingue pela sua absoluta impossibilidade. E voltou também à sua obsessão de infância, o círculo uninominal, a que atribui virtudes miraculosas. Nunca lhe ocorreu que o círculo uninominal iria entregar a Valentim Loureiro e à sua estirpe a escolha e o domínio do Governo, como já entregou as câmaras [...] e os partidos [...] Mas presumo que Barreto não liga a esses pormenores terrenos. Um homem que acaba um discurso oficial tratando Portugal por “tu”, numa longa fuga lírica e tremelicante, está com certeza destinado à santidade cívica



posted by Eduardo Pitta
avatar
Viriato

Pontos : 16657

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum