ainda Junot

Ir em baixo

ainda Junot  Empty ainda Junot

Mensagem por Vitor mango em Qui Jun 21, 2012 1:27 pm

MARTIN PAGE A PRIMEIRA ALDEIA GLOBAL
em marcha forçada, com destino a França, de onde foi enviado, como «Força Legionária Portuguesa», para participar na tentativa desastrosa de Napoleão de conquistar a Rússia. Uma delegação de nobres e de bispos foi ter com Napoleão, que na altura se encontrava em Baiona, para apresentar o seu protesto. Aquele que se intitulava de imperador acedeu em recebê-los. Ficou perplexo por eles quererem permanecer portugueses, quando poderiam tornar-se franceses ou espanhóis. Porque eles se recusaram a assinar uma rendição formal, mandou-os deter e colocou-os na prisão. Passados três anos, cederam, assinaram o «tratado de paz» imposto por Napoleão e foram libertados.
De regresso a Lisboa, Junot tinha dado a si próprio o título de duque de Abrantes. Havia a ideia generalizada de que, em breve, se declararia rei. A ele se tinham juntado dois marechais franceses, Soult e Massena, parecendo agora completo o domínio de França sobre Portugal. As tropas francesas, espalhadas pelo país, levavam a cabo um plano sistemático de extorsão, pilhagem e vandalismo. Os ricos, ameaçados com facas, entregavam as suas moedtas de ouro e as suas jóias, assinando declarações de que o tinham feito voluntariamente. Nas igrejas, os soldados destruíam indiscriminadamente estátuas e ornamentos românicos, medievais, góticos, renascentistas ou barrocos. Os vasos destinados à comunhão, de prata e ouro, constituindo alguns deles autênticas obras-primas elaboradas por grandes artesãos italia- nos, eram derretidos. Rebentaram com túmulos, para levarem os anéis e outras jóias com que os mortos tinham sido enterrados. Depois, despojaram as mansões rurais dos quadros mais valiosos, das tapeçarias e do seu mobiliário requintado. Entre os exemplos mais irónicos do seu vandalismo foram os estragos provocados no Mosteiro de Alcobaça, construído pouco depois da criação da nação portuguesa por monges cistercienses franceses e, possivelmente, o mais puro e elegante exemplar que resta daquele estilo arquitectónico de origem francesa. No Mosteiro de Alcântara, as tropas francesas saquearam as suas valiosas bibliotecas, agarrando em volumes ao acaso e arrancando páginas para fazerem cartuchos de balas. As cozinhas do mosteiro primavam por ser das mais requintadas do país. Um jovem oficial francês encontrou, numa página arrancada a um livro de cozinha dos monges, uma receita em que o faisão, cozinhado com trufas, em
Enviou a receita à mãe, uma condessa, que a mostrou ao grande cozi- nheiro Auguste Escoffier. Mais tarde, no seu livro de receitas, que
q constitui um verdadeiro clássico da gastronomia, Escoffier escreveu:
i «Foi talvez a única coisa boa que os franceses ganharam com a sua desastrosa campanha.»
Enquanto, deste modo, os franceses despojavam Portugal do seu património artístico, Junot contratava soldados espanhóis para imporem a ordem na cidade do Porto. Parece que se esqueceu de lhes pagar. Os soldados espanhóis amotinaram-se e saíram juntos, a pé, da cidade, deixando-a entregue à população. Chegados a Lisboa, enquanto aguardavam, no cais da Praça do Comércio, pelos barcos que os levariam ao seu país, foram atacados por soldados franceses. Houve uma batalha encarniçada entre os dois exércitos. Para além das pesadas baixas registadas em ambos os lados, o desfecho foi o colapso do controlo militar em Lisboa.
As notícias, veiculadas por espiões ingleses em Portugal, alcançaram rapidamente Londres. O primeiro ministro, o duque de Portland, sentiu que chegara a oportunidade de acabar com os cinco anos de bloqueio das Ilhas Britânicas, imposto por Napoleão. Numa iniciativa que viria a constituir o princípio do fim do domínio francês na Europa, e a queda de Napoleão, Portland enviou um navio veloz ao Porto, com uma carta de incitamento dirigida ao presidente da Câmara e à população, acompanhada de uma avultada quantia monetária para comprar armas e equipamento. Pouco depois, um jovem
• comandante militar britânico, Sir Arthur Wellesley (mais tarde investido como duque de Wellington), desembarcou, no estuário do Mondego, com 8000 homens. Estava-se em Agosto de 1808. Mercê da surpresa do ataque, mas também devido à perícia táctica de Wellington, ele e as suas tropas irlandesas derrotaram os franceses em duas batalhas curtas, mas decisivas, obrigando-os a implorarem um cessar- -fogo.
As condições de rendição assinadas por Wellington, permitiam aos franceses não só partirem, mas ainda levarem consigo o produto do saque. Além disso, os ingleses forneceram os barcos que levaram os franceses e os seus despojos de volta ao seu país. Wellington embarcou com destino a Inglaterra, sem saber que jornalistas ingleses tinham estado em Portugal• n„.,.l, -n—

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
ainda Junot  Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 113441

Voltar ao Topo Ir em baixo

ainda Junot  Empty Re: ainda Junot

Mensagem por Vitor mango em Qui Jun 21, 2012 1:29 pm

em marcha forçada, com destino a França, de onde foi enviado, como «Força Legionária Portuguesa», para participar na tentativa desastrosa de Napoleão de conquistar a Rússia. Uma delegação de nobres e de bispos foi ter com Napoleão, que na altura se encontrava em Baiona, para apresentar o seu protesto. Aquele que se intitulava de imperador acedeu em recebê-los. Ficou perplexo por eles quererem permanecer portugueses, quando poderiam tornar-se franceses ou espanhóis. Porque eles se recusaram a assinar uma rendição formal, mandou-os deter e colocou-os na prisão. Passados três anos, cederam, assinaram o «tratado de paz» imposto por Napoleão e foram libertados.

Napoleão era mesmo bruto

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
ainda Junot  Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 113441

Voltar ao Topo Ir em baixo

ainda Junot  Empty Re: ainda Junot

Mensagem por Vitor mango em Sab Abr 06, 2013 10:30 am

amen

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
ainda Junot  Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 113441

Voltar ao Topo Ir em baixo

ainda Junot  Empty Re: ainda Junot

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum