Romney culpa políticas de Obama pelo caos no Oriente Médio

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Romney culpa políticas de Obama pelo caos no Oriente Médio

Mensagem por Vitor mango em Dom Set 30, 2012 1:38 am

Romney culpa políticas de Obama pelo caos no Oriente Médio






29 de setembro de 2012 18h47

atualizado às 19h24







Comentar 2












O candidato à Casa Branca Mitt Romney atacou novamente as
políticas externas de Barack Obama neste sábado, culpando a "passividade
e a negação" pelo caos no Oriente Médio. O candidato republicano
criticou Obama por dizer que a violência e o conflito eram obstáculos no
meio do caminho, acrescentando que a "avaliação informal desses eventos
chocantes revela que o presidente não entende a gravidade dos desafios
que estamos enfrentando no Oriente Médio."

No podcast semanal, apenas 38 dias antes das eleições americanas do dia 6
de novembro, Romney argumentou que a vitória de 2008 de Obama foi
baseada não em seus recordes de desempenho, mas em seus argumentos de
que uma postura mais humilde traria maior respeito no exterior e
encorajaria a economia americana e o moral.

"Quatro anos depois, cada um desses argumentos se mostraram errados,"
disse Romney, citando os violentos conflitos que estão ocorrendo no
Oriente Médio e que levaram à morte de quatro americanos, incluindo o
embaixador dos EUA na Líbia.

"A teoria de Obama, de que um recuo na liderança americana acalmaria a
raiva contra nós e nos favoreceria, não apenas fracassou, mas trouxe
mais caos," disse Romney. "A política externa de Obama é de passividade e
negação e coloca os Estados Unidos, nossos amigos e aliados à mercê dos
acontecimentos e daqueles que pretendem nos prejudicar."

O podcast marcou o retorno da campanha republicana aos ataques à forma
como o governo de Obama lidou com os conflitos, um dia depois de Romney
dizer que era prematuro julgar Obama sobre os acontecimentos na Líbia.
A política externa é um tema central na corrida eleitoral, apenas quatro
dias antes do primeiro debate presidencial, no dia 3 de outubro.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108841

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Romney culpa políticas de Obama pelo caos no Oriente Médio

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Set 30, 2012 3:32 am

.
"A teoria de Obama, de que um recuo na liderança americana acalmaria a
raiva contra nós e nos favoreceria, não apenas fracassou, mas trouxe
mais caos," disse Romney. "A política externa de Obama é de passividade e
negação e coloca os Estados Unidos, nossos amigos e aliados à mercê dos
acontecimentos e daqueles que pretendem nos prejudicar."


Inteiramente de acordo!

Twisted Evil

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Romney culpa políticas de Obama pelo caos no Oriente Médio

Mensagem por Vitor mango em Dom Set 30, 2012 12:06 pm

Joao Ruiz escreveu:.
"A teoria de Obama, de que um recuo na liderança americana acalmaria a
raiva contra nós e nos favoreceria, não apenas fracassou, mas trouxe
mais caos," disse Romney. "A política externa de Obama é de passividade e
negação e coloca os Estados Unidos, nossos amigos e aliados à mercê dos
acontecimentos e daqueles que pretendem nos prejudicar."


Inteiramente de acordo!

Twisted Evil

Nao alinho com a conversa do Republicano que encerra sempre missel e gatilho e a politica actual nao navega por ai Obama e lucido e muito mais eficaz porque navega na diplomacia de gabinetes e tal como aqui tenho dito OUVE ( verbo Ouvir de ouvidos ) a Turquia
E ate por acaso o Haaretz acaba de publicar esta noticia que vem confirmar o que aqui tenho esticado em lençois


Turquia e Egito denunciar regime sírio, o apoio para a causa palestina promessa
Turco PM e chamada do Egito novo presidente da Rússia, China e Irã a parar de apoiar Assad regime; Erdogan diz que a Turquia determinada a falar contra Israel "terrorismo de Estado".
Pela Associated Press | Sep.30, 2012 | 17:41 | 5

Erdogan e Morsi em Ancara - AP - 30 de setembro de 2012
Nesta foto fornecida pela Imprensa Primeiro-Ministro turco Serviço, turco, Recep Tayyip Erdogan PM, à direita, e do Egito, o presidente Mohammed Morsi em Ancara, 30 de setembro de 2012. Foto por AP

Buscando Síria paz, "Quarteto islâmico 'se reúne no Egito pela primeira vez desde o lançamento
Pela Associated Press | Sep.30, 2012 | 17:41
Apoio do Irã para a Síria dificulta relações com o Egito, adverte Morsi
Pela Associated Press | Sep.30, 2012 | 17:41

Turquia e Egito procurou aumentar a sua aliança em uma região turbulenta no domingo, desencadeando duras críticas do regime sírio e prometendo apoio conjunto à causa palestina.

Novo presidente do Egito, Mohammed Morsi, dirigiu uma grande congresso do partido primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdogan no poder, em meio a sinais de que uma parceria entre os dois países está a surgir, e disse que tanto o plano de ficar por palestinos e do povo sírio.

"Nosso objetivo comum é o de apoiar outras pessoas que se levantam contra suas administrações ou regimes, para apoiar a Palestina e os sírios em seus esforços", disse Morsi.

"Os eventos na Síria são a tragédia do século", disse Morsi. "Nós vamos estar do lado do povo sírio até o derramamento de sangue termina, o regime cruel é ido e povo sírio alcançar seus justos direitos."

Em seu discurso no congresso, que está marcando a Justiça decisão e década de Desenvolvimento partido no poder, Erdogan prometeu que a Turquia, que é anfitrião de alguns refúgios 88.000 sírio, bem como grupos de oposição sírios, iria continuar a apoiar o povo sírio que querem derrubar o regime do presidente Bashar Assad.

Ele apelou para a Rússia, China e Irã a parar de apoiar o regime.

"Exortamos a Rússia, a China, assim como o Irã:. Reveja sua postura A história não perdoará aqueles que estão juntos com regimes cruéis", disse ele.

Com Khaled Meshaal, o líder do grupo militante islâmico palestino Hamas também presente, Erdogan disse que a Turquia está determinada a falar contra o que chamou de "terrorismo de Estado" de Israel na região e elogiou Morsi por seu apoio aos palestinos.

"Através da liderança Morsi, nossos irmãos palestinos em Gaza e em todas as outras cidades palestinas são capazes de respirar facilmente", disse ele.

Erdogan disse que a Turquia não iria se reconciliar com o ex-aliado de Israel, até que ele levanta o bloqueio de Gaza e pede desculpas por um ataque em 2010 que matou nove turcos em sua maioria ativistas pró-palestinos em um ataque a uma flotilha que tentou romper o bloqueio.

Israel se recusou a pedir desculpas, mas lamentou a perda de vidas. Ele insiste tropas abriram fogo depois de vir sob o ataque de ativistas.

Durante a sua visita de 12 horas à Turquia, Morsi vai tentar fortalecer os laços econômicos com a Turquia - um país seus pontos de vista da Irmandade Muçulmana do grupo como uma história de sucesso islâmica, a mistura de uma economia forte, com laços ocidentais e de piedade islâmica.

Ministro dos Negócios Estrangeiros turco Ahmet Davutoglu visitou o Cairo no início deste mês e prometeu US $ 2 bilhões em ajuda para aumentar a confiança em uma economia muito abalada por uma queda do turismo, greves e protestos em curso desde a queda do autoritário líder Hosni Mubarak, em uma revolta no ano passado.

Mais cedo, Erdogan disse aos delegados no congresso que a era dos golpes militares no país é longo e que a Turquia é um modelo para outros países muçulmanos para emular.

O Partido da Justiça e Desenvolvimento, que chegou ao poder em 2002, tem mantido sistema Turquia décadas de idade secular, mas ao mesmo tempo tem reduzido o poder dos militares, que encenou três golpes desde 1960 e forçou um governo islâmico de escritório em 1997.

No início deste mês, um tribunal condenou mais de 300 policiais militares para longas penas de prisão por tentativa de derrubar o governo em 2003.

"A era dos golpes neste país nunca voltará novamente", disse Erdogan. "Qualquer um que intervém ou tenta intervir na democracia, mais cedo ou mais tarde vai na frente dos tribunais as pessoas e ser feita a conta."



Última edição por Vitor mango em Dom Set 30, 2012 12:18 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108841

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Romney culpa políticas de Obama pelo caos no Oriente Médio

Mensagem por Vitor mango em Dom Set 30, 2012 12:12 pm

Com Khaled Meshaal, o líder do grupo militante islâmico palestino Hamas também presente, Erdogan disse que a Turquia está determinada a falar contra o que chamou de "terrorismo de Estado" de Israel na região e elogiou Morsi por seu apoio aos palestinos.

E consultarem velhos Post do el Mango verao que nunca apoiei a artilharia ou os voos picados de carne humana em nenhuma ocasião e chamei pelos nomes o quarteto que ensanguentou o Iraque que diziam os assassinos que estavam carregados de metralha e macias
Avisei a tempo que Mubarak iria ser destituido pelos seu povo porque apoiava os judeus que matavam seus irmãos e..garanti que a Turquia tinha dado ao ocidente 60 anos de pax e tinha servido de travão ao avanço dos arabes ...para alem de que tinha sido o mais fiel amigo de Israel ate que o imbecil do Ministro judeus ter mandado desta para o alem de 9 turcos a navegar em, aguas internacionais

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108841

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Romney culpa políticas de Obama pelo caos no Oriente Médio

Mensagem por Vitor mango em Ter Out 02, 2012 1:36 am

e

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108841

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Romney culpa políticas de Obama pelo caos no Oriente Médio

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum