IKEA criticado por apagar mulheres no catálogo da Arábia Saudita

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

IKEA criticado por apagar mulheres no catálogo da Arábia Saudita

Mensagem por Vitor mango em Ter Out 02, 2012 2:07 am

IKEA criticado por apagar mulheres no catálogo da Arábia Saudita


1 de Outubro, 2012
Clique na imagem para ver mais fotos



Se
compararmos a versão que foi distribuída na Suécia e a versão
distribuída na Arábia Saudita do mais recente catálogo do IKEA, depressa
constatamos que a presença da mulher foi apagada de muitos dos retratos
em família presentes na revista que promove a colecção sazonal da
empresa. O caso já está a levantar questões sobre o compromisso da
gigante sueca em torno dos valores de respeito e igualdade de género.Foi
o jornal sueco de distribuição gratuita Metro que, esta segunda-feira,
chamou a atenção para o sucedido. Na capa, publicou duas fotografias
idênticas, em jeito de ‘descubra as diferenças’. O desafio era fácil:
uma tinha o suposto pai, a mãe e o filho, e a outra ficava-se apenas
pelo pai e pelo filho. Faltava a mulher.
Na Arábia Saudita as
mulheres são incitadas a manter o corpo e os cabelos escondidos, a não
conduzir, não viajar nem estudar sem a permissão masculina. Na
publicidade, aparecem apenas vestidas com roupas compridas e lenços a
cobrir-lhes as mãos, braços e pescoço. Em revistas importadas, é
frequente algumas partes do corpo da mulher serem de alguma forma
removidas da imagem.
Numa das imagens do catálogo IKEA podemos ver
uma família na casa de banho, aparentemente a preparar-se para ir para a
cama. Na versão sueca do catálogo, a mãe aparece junto do filho a lavar
os dentes, enquanto na versão árabe o filho aparece sozinho.
Outro
exemplo é uma mesa de jantar. Na versão da Arábia Saudita, a mesa
publicitada encontra-se decorada mas sem ninguém a utilizá-la. Já na
versão sueca, um grupo de mulheres desfruta alegremente de uma refeição.
Na
sequência do publicado, o IKEA divulgou um comunicado onde lamentava a
situação: «Devíamos ter percebido logo que excluir a imagem da mulher do
catálogo da Arábia Saudita chocava com aqueles que são os valores
defendidos pelo Grupo IKEA».
O Grupo disse ainda que a produção
das várias versões do catálogo está a cargo de empresas de franchising
exteriores ao próprio IKEA.
SOL

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 107608

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum