PS PHOdignado com reuniões entre Governo e FMI sobre reforma do Estado

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

PS PHOdignado com reuniões entre Governo e FMI sobre reforma do Estado

Mensagem por Vitor mango em Qui Nov 01, 2012 8:15 am

PS indignado com reuniões entre Governo e FMI sobre reforma do Estado
01 Novembro 2012 | 12:51
Lusa


O deputado socialista Pedro Marques comparou hoje o convite para o diálogo dirigido pelo Governo ao PS a "uma farsa", manifestando "indignação" por técnicos do FMI estarem a estudar cortes, que passam pelas "funções sociais do Estado".
"É uma farsa com um mau guião. O Governo diz que quer convidar o PS para um diálogo sério e afinal sabemos que já estão em Portugal os técnicos do FMI e até se conhecem com detalhe áreas onde cortar a despesa, que, na grande maioria têm a ver com cortes nas funções sociais do Estado", disse Pedro Marques à Lusa.

O deputado socialista referiu-se à informação veiculada pelo ex-presidente do PSD Luís Marques Mendes, na TVI24, na quarta-feira à noite, de que o Governo está a preparar a reforma do Estado anunciada pelo primeiro-ministro com técnicos do Fundo Monetário Internacional (FMI) que já estão em Portugal, tendo tido reuniões nos ministérios da Administração Interna e Defesa.

Já hoje, um membro do Governo confirmou à Lusa que o Governo português começou há uma semana um conjunto de reuniões com alguns técnicos do Fundo Monetário Internacional (FMI) para preparar a reforma do Estado: "Estão a ser realizadas reuniões com os ministérios para análise das principais áreas de despesa e para percepção do que pode ser feito em matéria de reformas", explicou à Lusa a fonte governamental, que precisou que se trata de "uma missão técnica preparatória para a sexta revisão do programa de ajustamento, sobretudo para recolha de informação e realização de um primeiro diagnóstico sobre a composição da despesa pública", que se iniciou há uma semana.

Na TVI 24, Marques Mendes disse que a reforma passará por várias concessões a privados, avançando como exemplos as florestas, centros de saúde e os transportes públicos e implicará rescisões com funcionários ou a mobilidade especial desses trabalhadores da Administração Pública.

"É mais do mesmo mas provoca sempre grande indignação", disse Pedro Marques.

Para o deputado socialista, perante um "Orçamento do Estado que já estava derrotado junto dos portugueses, o Governo tentou agora uma fuga para a frente e transformou um corte na despesa numa suposta refundação do memorando".

"Estão a estão a tentar chamar o PS a esta encenação, muito tarde, quando, afinal já definiram os principais termos dessa encenação. Tudo isto é uma forma de fugir da discussão do Orçamento do Estado e tentar colocar o PS numa atitude de radicalização", sustentou.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106519

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum