Médio Oriente: Enviado do Papa à região impressionado com refugiados sírios

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Médio Oriente: Enviado do Papa à região impressionado com refugiados sírios

Mensagem por Vitor mango em Ter Nov 13, 2012 1:28 am

Médio Oriente: Enviado do Papa à região impressionado com refugiados sírios

Cardeal Robert Sarah esteve no Líbano para coordenar a ação humanitária da Igreja Católica


D.R.
Cidade do Vaticano, 12 nov 2012 (Ecclesia) – O cardeal Robert
Sarah, enviado do Papa ao Líbano para coordenar a ação humanitária da
Igreja na Síria, manifestou-se impressionado com os “sofrimentos
inauditos” dos refugiados.

“Uma mãe queria confiar-me o filho de 4 meses, porque deixou o marido
na Síria e não sabe quando o voltará a ver; alguns refugiados cristãos
pediram-me para solicitar ao Papa que os ajude a voltar a casa”, disse
ao jornal do Vaticano o presidente do Conselho Pontifício ‘Cor Unum’,
após o regresso da visita quatro dias, entre quarta-feira e sábado.

Segundo o cardeal africano, que esteve perto da fronteira entre o
Líbano e a Síria, a Igreja Católica procura “garantir a sobrevivência”
da população atingida pelo conflito que se iniciou em março de 2011,
após a repressão dos protestos populares contra o regime de Bashar
al-Assad.

O enviado do Papa reuniu-se com representantes de 26 organizações de
caridade, membros das Igrejas locais e os representantes diplomáticos da
Santa Sé em Damasco e Beirute.

Segundo o jornal do Vaticano, a viagem procurou “reafirmar a
proximidade da Igreja às populações atingidas pelo novo conflito que
ameaça comprometer o equilíbrio já precário da região”.

O cardeal Sarah levou um donativo de 1 milhão de dólares (cerca de
780 mil euros) para as populações, montante recolhido durante o último
Sínodo dos Bispos (7-28 de outubro, Vaticano), com uma contribuição
pessoal de Bento XVI.

O representante do Papa esteve no Líbano com a missão de “manifestar a
sentida participação da Santa Sé e de toda a Igreja” no processo de
pacificação da Síria” e “reforçar o compromisso humanitário da Igreja
Católica na região”.

A intenção original era a de enviar uma delegação a Damasco, com um
grupo de representantes dos participantes no último Sínodo dos Bispos e
da diplomacia da Santa Sé para “exprimir a solidariedade do Santo Padre”
à população síria e a “proximidade espiritual às comunidades cristãs do
país”.

“Várias circunstâncias e desenvolvimentos não permitiram o
desenvolvimento da missão nas modalidades previstas”, admitiu o padre
Lombardi, porta-voz do Vaticano.

A violência na Síria já provocou a morte de cerca de 35 mil pessoas,
na maioria civis, segundo dados do Observatório Sírio dos Direitos
Humanos (OSDH), uma organização não-governamental.

O Conselho Pontifício 'Cor Unum' [um só coração, em português],
instituído em 1971 por Paulo VI, é o organismo executivo dos Papas
quando empreendem iniciativas humanitárias em caso de calamidade ou no
âmbito da promoção humana.

OC

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106472

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum