o massacre que se adivinha em gaza

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 5 de 11 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 16, 2012 1:17 am

Relembrando a primeira mensagem :

Egypt Prime Minister Qandil arrives in Gaza

Fri Nov 16, 2012 7:7AM GMT
2



12



6


Egyptian
Prime Minister Hisham Qandil has arrived in Gaza amid Israel’s ongoing
airstrikes on the besieged territory, in order to express Egypt’s
solidarity with the Palestinians.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Qui Nov 22, 2012 2:38 pm

'Terrorismo Israel cometeu em Gaza usando armas não-convencionais'
Qui 22 de novembro de 2012 16:12 GMT


Download | Integrar
Entrevistas relacionadas:

'Terrorismo Israel cometeu contra Gaza "
"A grande mídia, jornalismo farsa '

Pontos de vista relacionados:

Canadá, Israel conspiram contra o Irã

Um ativista político diz que o regime israelense cometeu um ato de terrorismo, usando armas não convencionais contra a população civil da Faixa de Gaza, imprensa TV.


"Israel tem usado fósforo branco, que foi confirmado no último par de dias. Israel bombardeou a Faixa de Gaza com ataques de terra, mar e ar de forma consistente há mais de uma semana e agora os palestinos sofrem com esse terrorismo de Estado, ativista "Medo e cineasta Harry disse em entrevista à Press TV na quinta-feira.

Ele passou a dizer que Israel matou dezenas de civis inocentes, incluindo mulheres e crianças em Gaza que indica que Tel Aviv "trata os palestinos como se eles não são seres humanos."

"Israel acha que os palestinos não são seres humanos, que é a única idéia para explicar por que Israel usará esta força em uma grande parte da população mundial indefesos Terceiro aqui em Gaza," Medo observou.


Em 14 de novembro, o regime israelense lançou uma ofensiva mortal na bloqueada Faixa de Gaza, que matou mais de 160 palestinos e feriu cerca de 1.200 outros.

"Temos visto crianças ... e como você aludiu a al-Dalou massacre, que ocorreu no fim de semana, quatro crianças foram mortas, quatro mulheres foram mortos, mulheres grávidas foram mortas, dezenas de homens idosos foram mortos, dezenas de crianças foram mortas e é bastante difícil entender o que Israel espera que o povo palestino que fazer quando se inflige este tipo de danos colaterais para a população civil ", disse o ativista com sede em Gaza disse.


Ele observou ainda que o povo palestino não vai desistir de sua luta por seus direitos e pela justiça, apesar das contínuas brutais ataques israelenses contra a Faixa de Gaza sitiada.

"Há um apoio unificado civil real aqui em Gaza para os grupos de resistência, que tem feito um trabalho forte para repelir a agressão israelense, que está de acordo com os palestinos e vários mais aqui", afirmou temas.

TNP / SS / IS

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 1:03 am


Médio Oriente: todos clamam vitória



22/11 19:51 CET





Play/stop Video









smaller_text larger_text


|



|
More Sharing Services





Outras Notícias







Mal a poeira assentou em Gaza, depois da interrupção
inicial da trégua anunciada, o Hamas celebrou toda a noite uma alegada
vitória.



Apesar do recurso a intermediários, o acordo de cessar-fogo com
Israel, confere ao Hamas uma legitimidade que, até agora, lhe foi sempre
negada.



No Cairo, o líder do Hamas, Khaled Meshaal, afirmou que Israel
sofreu uma grande derrota, sublinhando que, depois da “agressão
traiçoeira”, Israel sucumbiu.



O escritor israelita Uri Avnery, fundador do Movimento para a Paz
Gush Shalom, afirmou ao correspondente da euronews, Luis Carballo, que o
cessar-fogo deu mais força ao Hamas no mundo árabe.



“O Hamas foi boicotado pela comunidade internacional, pelo mundo
árabe, e agora é anfitrião dos chefes de Estado que visitam a Faixa de
Gaza. É o herói do momento”.



Israel também se regozija pela trégua como um claro triunfo da
ofensiva militar ‘Pilar de Defesa’, que, insiste, cumpriu todos os
objetivos definidos.



Segundo o ministro da Defesa, Ehud Barack, o arsenal do Hamas sofreu
danos consideráveis e o famoso sistema antimísseis interceptou 84% dos
mísseis lançados da Faixa de Gaza.



Para Uri Avnery, os políticos hebreus sentem-se obrigados a fazer demonstrações de força neste período eleitoral.


Uri Avnery:


“Não é por acaso que esta guerra tenha começado dois ou três meses
antes das eleições. A última guerra também eclodiu poucas semanas antes
das eleições”.



A maioria dos analistas considera que o grande perdedor nesta guerra
foi Mahmud Abbas, que era o interlocutor do Ocidente no processo de
paz.



Apesar do concurso de esforços dos diferentes interlocutores
diplomáticos nesta região, quem ganha os louros da vitória é,
indiscutivelmente, o presidente egípcio, Mohammed Morsi.



euronews – Benvindo Hasni Abidi, analista e especialista em assuntos
do mundo árabe e diretor do Centro de Pesquisa e Estudos sobre o mundo
árabe e Mediterâneo, em Genebra. Israel assinou ontem uma trégua com as
fações palestinianas depois de uma semana de confrontos sangrentos em
Gaza. Quem são os vencedores e os vencidos deste acordo?



Hasni Abidi – Certamente o movimento Hamas é o grande vencedor, que
regressa hoje à cena internacional mais forte do que nunca tanto no
plano militar como diplomático. O movimento soube impor-se desde o
início como um parceiro importante nas negociações. Mas podemos dizer
igualmente que o governo egípcio, e também Mohamed Morsi, apesar das
diversas dificuldades internas, conseguiu mostrar ao mundo que continua a
ser um parceiro incontornável no conflito israelo-árabe. Eu não
acredito que o primeiro ministro israelita Netanyahu tenha saído
vencedor deste conflito pois não conseguiu atingir os objetivos a que
aspirava. Mas o maior derrotado é Mahmoud Abbas que surgiu mais
marginalizado e excluído do que nunca e mais distante das três partes
deste conflito, ou seja, Israel, o Hamas e a autoridade egípcia.



euronews – O que pensa daqueles que dizem que a posição egípicia evoluiu apenas na forma, ao nível do discurso?


HA – É verdade que a posição do Egito não mudou no plano político,
mas a novidade é a visita a Gaza do primeiro-ministro egípcio, algo
inédito até hoje comparado com a época do antigo presidente Hosni
Mubarak. No plano diplomático, Morsi está consicente de que não pode e
não possui as capacidades políticas e militares para assumir outra
postura ou para entrar em conflito com Israel ou como os Estados Unidos,
ainda mais quando o Cairo encontra-se em negociações importantes com os
Estados Unidos e as instituições monetárias internacionais.



euronews – Esta trégua terá hipóteses de evoluir como uma plataforma que levará a cabo as futuras negociações de paz?


HA – Esta questão é a essência do conflito israelo-árabe.
Infelizmente a trégua não é a paz. O ocidente, quando se mobilizou para
socorrer Israel e igualmente os civis de Gaza, esqueceu-se que o fundo
do problema é o conflito israelo-árabe e que existe também um parceiro
importante deste conflito que é a autoridade palestiniana cuja ação,
baseada numa aproximação jurídica e pacífica, via as Nações Unidas,
terminou num fracasso e não conseguiu ser ouvida nem pela comunidade
internacional nem pelos Estados Unidos.



euronews – Quais são, no seu entender, as repercussões da crise
síria e das tensões entre o Irão e o Ocidente sobre o programa nuclear
de Teerão, no futuro da trégua entre israelitas e palestinianos?



HA – O facto de que o Irão reconheceu ter fornecido armas aos
combatentes de Gaza, de uma forma direta ou indireta via o Hezbollah,
mostra que estamos perante uma mensagem dirigida aos Estados Unidos. Uma
mensagem que diz: se até agora não conseguem lidar com o movimento
Hamas, o que fariam com o Irão no caso de decidirem lançar um ataque
contra o país? Sobre o plano internacional e regional, Damasco e Teerão
conseguiram beneficiar das tensões em Gaza.

Mais informação sobre Cessar-fogo, Faixa de Gaza, Hamas, Israel, Política egípcia

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 1:06 am

Apesar do recurso a intermediários, o acordo de cessar-fogo com
Israel, confere ao Hamas uma legitimidade que, até agora, lhe foi sempre
negada.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 1:06 am

que estamos perante uma mensagem dirigida aos Estados Unidos. Uma
mensagem que diz: se até agora não conseguem lidar com o movimento
Hamas, o que fariam com o Irão no caso de decidirem lançar um ataque
contra o país?

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 1:08 am

A maioria dos analistas considera que o grande perdedor nesta guerra
foi Mahmud Abbas, que era o interlocutor do Ocidente no processo de
paz.


ja aqui o tinha dito muitoooooooooooooooo antes desta encrenca ...mas calma agora os EUA e IOsrael terao que lhe dar rebuçados senao ficam a nadar no vazio

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 5:35 am

Ferro de mísseis interceptores Deviates Dome, terras em Ashdod: mídia israelense
Autos de fotos no míssil israelense que está sendo lançado a partir do escudo antimísseis Iron Dome.

Sex 23 de novembro de 2012 07:38 GMT


21 meios de comunicação israelenses dizem que a Iron Dome míssil disparado para interceptar grau foguetes palestinos errou o alvo e caiu perto de uma das mais movimentadas rodovias da cidade israelense de Ashdod em novembro


O Iron Dome escudo antimísseis marcou outro fracasso como seu míssil foi na direção errada em direção a uma estrada movimentada em vez de ir para cima, para os foguetes palestinos, e causou uma explosão de apenas 30 metros da estrada, a mídia afirmou.

No Egito, mediada por acordo de cessar fogo na quarta-feira pôs fim a oito dias de ataques israelenses na Faixa de Gaza sitiada, que matou mais de 160 palestinos e feriu cerca de 1.200 outros.

Entretanto, o ministro israelense para Assuntos Militares, Ehud Barak ameaçadas na quarta-feira que o regime de Tel Aviv foi preparado para retomar os ataques mortais em Gaza se o cessar-fogo não conseguiu segurar.

O Iron Dome escudo antimísseis interceptados cerca de 420 das cerca de 1,500 foguetes disparados pelos combatentes da resistência palestina para as cidades israelenses.


Os combatentes da resistência dispararam foguetes e mísseis incessantemente para as terras ocupadas durante a guerra de oito dias de Israel em Gaza, matando pelo menos cinco israelenses. Em retaliação pelos ataques fatais no território palestino sitiado

MKA / HSN / AZ

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 6:37 am

Netanyahu estava tentando convencer falcões israelenses ganhou a Gaza
É preciso muita coragem para ficar na frente de seus eleitores quando estão com raiva de você e não te entender. Eles pareciam ter pensado Netanyahu foi o que ele disse que era, mas eles provavelmente irão se acalmar até 22 de Janeiro,
Yossi Verter por 10:05 | 23:11:12 | 31

A noite depois de, na noite de quarta para quinta de manhã, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu tem dormido oito horas. Durante os sete noites de Pilar Operação de Defesa, ele fez questão de dormir pelo menos cinco horas por noite, caso contrário, ele não confia em si mesmo. "Eu preciso de conduzir", disse ele, usando a palavra hebraica que compartilha a mesma raiz de "liderar"
.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 6:40 am


Cisjordânia. Israel detém mais de 50 “afiliados a grupos terroristas”
Por Diogo Vaz Pinto, publicado em 23 Nov 2012 - 03:10 | Actualizado há 10 horas 21 minutos

Cessar-fogo entre forças israelitas e Hamas, que controla a Faixa de Gaza, entrou em vigor ontem depois de oito dias de ataques mútuos
Share on printImprimir Share on tweetEnviar



Imagem

Celebração do cessar-fogo

O cessar-fogo entre Israel e o Hamas parece estar a ser respeitado, ainda que, segundo os media israelitas, 12 rockets tenham sido lançados ontem da Faixa de Gaza já depois das 21h (19h em Lisboa) de quarta-feira – hora em que a trégua foi oficialmente declarada.

Soaram sirenes em várias regiões de Israel, incluindo Eshkol, Sderot e Hof Ashkelon, onde alguns dos rockets caíram. Foram as rádios israelitas que primeiro noticiaram a queda de rockets depois do cessar-fogo, informação que seria depois confirmada pelas autoridades. Os ataques não causaram feridos ou danos, com a maioria dos rockets a atingir zonas desabitadas no Sul. Um deles foi interceptado pelo Iron Dome – sistema antimísseis israelita – na região de Ashdod, pelas 22h30 locais.

Nenhuma explicação foi avançada até ontem quanto aos rockets vindos de Gaza, aos quais as forças armadas israelitas (IDF) não responderam. “As IDF não prosseguiram com ataques à Faixa e só abrirão fogo se forem postas em perigo. Os objectivos da operação [Pilar de Defesa] foram atingidos. O Hamas sofreu um duro golpe e atravessa um momento de graves dificuldades. Assim que os líderes da organização saiam dos seus esconderijos vão testemunhar a extensão da destruição”, disse o porta-voz das IDF. Yoav Mordechai fez ainda questão de frisar que as IDF se mantêm “prontas e alerta” numa altura em que a trégua é ainda frágil.

Minutos após o anúncio de cessar-fogo, as IDF afirmaram ter “eliminado um esquadrão terrorista que se preparava para disparar rockets contra Israel”. Na madrugada de quinta-feira, de acordo com a mesma fonte, as IDF terão detido “55 agentes do terror” na Cisjordânia, no que caracterizaram como esforço para “restaurar a calma”.

O plano de cessar-fogo acordado entre ambas as partes na capital do Egipto, Cairo, põe termo a um conflito armado de uma semana que terminou com cinco mortos do lado israelita e mais de 150 do lado palestiniano. Imediatamente após a declaração de cessar-fogo, ambos os lados assumiram a vitória no conflito. O líder exilado do Hamas, Khaled Meshaal, disse que a ofensiva israelita “fracassou” e que o acordo respondia às principais exigências do governo de Gaza.

Sob o acordo, Israel comprometeu-se a acabar com operações hostis e homicídios de militantes palestinianos, além de libertar as fronteiras da Faixa, permitindo a livre circulação de pessoas e bens. Por sua vez, as facções palestinianas ficam obrigadas a pôr fim aos disparos de rockets contra Israel e aos ataques através da fronteira.

Entretanto, o Conselho de Segurança da ONU disse esperar que Israel e Hamas honrem o acordo, elogiando o presidente egípcio, Mohammed Mursi, pelo papel que desempenhou nos esforços para negociar a paz.

A trégua levou os residentes da Faixa – que passaram os últimos dias abrigados dos ataques aéreos israelitas – a encherem as ruas em celebração. Em Israel, a população não parecia tão satisfeita, e algumas pessoas participaram em pequenos protestos em cidades do Sul, como Kiryat Malachi, onde três pessoas morreram no conflito.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Joao Ruiz em Sex Nov 23, 2012 7:56 am

.
Oh my God o Hamas perdeu mais de 80% do territorio e diz-se que eles querem usurpar

Explique lá, sff, como o Hamas pode perder percentagem de um todo, que não possui?!?!

Laughing

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!

Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vagueante em Sex Nov 23, 2012 10:01 am

Não falei em expansão de ninguém. Apenas disse que o Hamas deveria repensar a sua actuação.
Quem falou de expansão foi o João Ruiz mas, como todos sabemos, um poderoso travão à expansão do mundo muçulmano, tem sido Israel que acaba por ser uma lança no mundo muçulmano.
Mas os muçulmanos não estão a dormir no que diz respeito ao Grande Califado. Se houvesse dúvidas, as palavras pronunciadas por KADAFI pouco tempo antes de morrer, tiravam as dúvidas a quem as tivesse.
Disse ele, mais ou menos isto: Não será necessária nenhuma guerra para que os muçulmanos conquistem a Europa. A demografia encarregar-se-á disso e é previsível que, no ano 2050, a Europa seja maioritariamente muçulmana.
Costuma-se dizer que "vozes de burro não chegam ao Céu". Todavia, se a Europa continuar com a sua política permissiva em relação aos prosélitos do Corão, não custa admitir que tal aconteça ou que acabe por haver mais uma guerra religiosa dentro da própria Europa para evitar essa desgraça.

Vagueante

Pontos : 1698

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 10:36 am

Vagueante escreveu:Não falei em expansão de ninguém. Apenas disse que o Hamas deveria repensar a sua actuação.
Quem falou de expansão foi o João Ruiz mas, como todos sabemos, um poderoso travão à expansão do mundo muçulmano, tem sido Israel que acaba por ser uma lança no mundo muçulmano.
Mas os muçulmanos não estão a dormir no que diz respeito ao Grande Califado. Se houvesse dúvidas, as palavras pronunciadas por KADAFI pouco tempo antes de morrer, tiravam as dúvidas a quem as tivesse.
Disse ele, mais ou menos isto: Não será necessária nenhuma guerra para que os muçulmanos conquistem a Europa. A demografia encarregar-se-á disso e é previsível que, no ano 2050, a Europa seja maioritariamente muçulmana.
Costuma-se dizer que "vozes de burro não chegam ao Céu". Todavia, se a Europa continuar com a sua política permissiva em relação aos prosélitos do Corão, não custa admitir que tal aconteça ou que acabe por haver mais uma guerra religiosa dentro da própria Europa para evitar essa desgraça.
Sou capaz de ser Muito mais anti arábico do que as vozes que aplaudem de pé e voz sonora os judeus
Uma guerra combate-se com cabeça antes de puxarmos o gatilho ou disparamos o missal
O que Israel tem feito é dar fanfarra Bandeira e hino aos árabes borrifar-se para tudo o que da Onu sai e de que eles não gostem
A única motivação "legal " para os judeus garantirem o seu território seria manter-se dentro das linhas definidas em 1947 ...e para alem de se armarem em colonos e colonatos apresentam na sua sociedade um modelo acabado de aparthaid racismo assassinato9s políticos e por ai fora
e ao fim de 60 anos não conseguiram na maioria dos piases vizinhos impor uma solução

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 10:39 am

Joao Ruiz escreveu:.
Oh my God o Hamas perdeu mais de 80% do territorio e diz-se que eles querem usurpar

Explique lá, sff, como o Hamas pode perder percentagem de um todo, que não possui?!?!

Laughing

Conversas de gagos não please
Então não foi a Onu que delimitou parte da Palestina ...Uma parte para o lado Judeus e outra para os palestianos ...o Hamas nao foi eleito por votação democrática
DEpois as colonizações que são no fundo assaltos como o PCP fazia no alentejo nerm seq eur sao recomnhecidos pela Comunidade internacional ...ou melhor ...nhão ha um UNICO pais a apoiar

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 10:43 am

meninos e meninas Ovam

Ontem no Daily Show o Jon Stuart ( judeus assumido ) cdhamou ábaile fanaticos republicanos danados porque os brancos perderam a sua condição de maioritários ( suponho nas votações
O apresentador recorreu da imagem de Irlandeses sujos porcos bêbados e atrasados quando entraram na america...e que depois foram aceites pela sociedade ...o mesmo dos negros latino americanos e por ai fora
Esta tendência de os bem instalados na vida morrerem para quem quer melhores condições de vida ...bla bla

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 23, 2012 10:47 am

Um Gaza mortos, vários feridos em fogo israelense a leste de Khan Yunis
Rússia pede ação conjunta contra a agressão israelense
Ministro do Exterior russo, Sergei Lavrov (foto de arquivo)
Sex 23 de novembro de 2012 16:03 GMT


O Quarteto precisa ... para trabalhar em conjunto com os representantes da Liga Árabe e encontrar soluções juntos ... para reiniciar as negociações entre israelenses e palestinos. "

Ministro do Exterior russo, Sergei Lavrov

Entrevistas relacionadas:

Clinton visita a Gaza, infrutífera
"Netanyahu tem medo de conflito real '

Pontos de vista relacionados:

Gaza, Israel era truque para fugir fraqueza

Moscou pediu à Liga Árabe e do Quarteto do Oriente Médio Composta por Rússia, União Europeia (UE), ONU e EUA, a trabalhar juntos para acabar com a agressão israelense contra os palestinos freqüente.


"O Quarteto precisa ... para trabalhar em conjunto com os representantes da Liga Árabe e encontrar soluções juntos ... para reiniciar as negociações entre israelenses e palestinos", ministro do Exterior russo, Sergei Lavrov, disse na sexta-feira.

Lavrov fez as declarações depois de pelo menos um palestino foi morto e outros sete ficaram feridos por fogo israelense no sul de Gaza Faixa sobre apesar Egito mediada acordo de cessar fogo entre os dois lados na quarta-feira.


Mais de 160 palestinos, incluindo mulheres e crianças, foram mortas e cerca de 1.200 ficaram feridas nos ataques israelenses em Gaza que foram realizadas durante o período de oito dias começando em 14 de novembro

Em retaliação, os combatentes da resistência palestina dispararam foguetes e mísseis em cidades israelenses, matando pelo menos cinco israelenses.

O ministro russo teve assim em 15 de novembro atacou o Quarteto do Oriente Médio por seu fracasso em estabelecer a paz na região.

Israel frequentemente realiza ataques aéreos e outros ataques contra a Faixa de Gaza, dizendo que os atos de agressão estão sendo realizados para fins defensivos. No entanto,. Em violação do direito internacional, força desproporcional é sempre usado e civis são frequentemente mortos e feridos

Os ataques raiva em enquanto Israel mantém o bloqueio à Faixa de Gaza incapacitante, que impôs sobre o enclave em 2007.


MAM / HMV / SS

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sab Nov 24, 2012 12:52 am

Livre de ADM Médio Oriente conferência cancelada por preocupações israelenses
Ogivas nucleares (foto de arquivo)
Ogivas nucleares (foto de arquivo)
Sáb 24 de novembro de 2012 07:03 GMT

Nós não iria apoiar uma conferência # em que qualquer Estado regional estaria sujeita a pressão ou o isolamento. "

Estado dos EUA Departamento porta-voz Victoria Nuland

Entrevistas relacionadas:

"EUA e Israel buscam desculpas para com o Irã foi '
"Diminuir a influência dos EUA em todo mundo

Pontos de vista relacionados:

Israel ofendido pelos EUA sobre "aliança" russa

Uma grande conferência Destinado a proibição de armas nucleares no Oriente Médio foi cancelada devido a preocupações de que a crítica a Israel isolar ainda mais o regime de Tel Aviv.


O evento principal já teria sido limpo com preocupações dos EUA que seu aliado de longa data na região, o regime israelense, viria sob o fogo como o possuidor apenas de armas nucleares no Oriente Médio.

"Nós não iria apoiar uma conferência # em que qualquer Estado regional estaria sujeita a pressão ou isolamento", porta-voz do Departamento de Estado Victoria Nuland disse, aludindo ao regime israelense.

Israel é amplamente conhecido por possuir entre 200 e 400 ogivas nucleares.


Nuland, no entanto, mencionado na sexta-feira as condições atuais no Oriente Médio como a razão por que a conferência, prevista para ser realizada em Helsínquia, Finlândia, provavelmente em meados de dezembro, foi cancelada.

"Como co-patrocinadora da conferência proposta ... os Estados Unidos lamenta anunciar que a conferência não pode ser convocado por causa das condições atuais no Oriente Médio eo fato de que os Estados da região não chegaram a acordo sobre condições aceitáveis ​​para um conferência ", disse Nuland em comunicado.

Ela acrescentou: "Os Estados Unidos acreditam que uma lacuna conceitual profunda persiste na região em abordagens para a segurança regional e acordos de controle de armas.

"Essas diferenças só pode ser superada através de contactos directos e acordo entre os Estados da região. Fora os Estados não podem impor um processo na região mais do que eles podem ditar um resultado."

Grã-Bretanha e Rússia, como outros grandes patrocinadores da conferência, insistiu que todos os países da região. Especialmente de Israel para participar da reunião e parece que a recusa de Tel Aviv tem, de acordo com relatos, levou ao cancelamento do evento principal

O regime israelense rejeita todos os acordos internacionais nucleares reguladoras - o Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP), em particular - e se recusa a permitir que suas instalações nucleares para vir sob inspeções regulatórias internacionais.


MP / MA

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sab Nov 24, 2012 12:56 am

Preparando-se para anterior de Israel, não era a sua paz ao lado
Pilar Operação da Defesa apresentou muitos dos pontos fortes do exército, enfatizando a frustração de lutar contra organizações terroristas.
Por Amir Oren | 11/24/12 06:23 | 9

em o aspecto militar da Coluna de Defesa - que desde o início foi lançada em termos cautelosos, modestas - nem realizações da cirurgia para cima (um general sênior grande falando francamente disse ontem que não há garantia de hostilidades não será retomada dentro de semanas) pode cobrir fracasso político do operacional, que voa em face das pretensões primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sab Nov 24, 2012 1:08 am

manos manas e gatos pingados indiferentes tesos e milionários
...durante este conflito que se anunciava massacrante tive o cuidado de varrer todas as fontes de informação que iam desde Israel ao Irão Turquia BBC Lisboa e arredores e claro o meu cheiro nesta matéria fruto maduro de longa experiência
e ha um facto evidente
MEDO
O Netamiado teve medo da opinião publica mundial ( apesar do imbecil do seu ministro ao seu lado gritar mata mata massacre da cabo desses cabrões sangue sangue ..l.
Telefonou ate ao Passos Coelho e a resposta sabe-se ou avalia-se
- Xou Coelho estamos a ser misselados e gostaríamos de varrer da terra estes Filhos da puita ...o que pensa ?
-º Xou Ministro ou senhor esta a fazer humor negro ? se entrar a varrer nao vai resolver nada vai matar milhares de pessoas e vai ter o mundo em cima dois judeus e ate os mortos das campos do holocausto lhe chamarão Filho duma ganda ?????
Então o que faço ?
- Para ja deixe de apagar em cima do Abbas e deixe de o aldrabar com mentiras e assuma-se com dignidade por alguém que não recorre á violência ...o xou já poderia ter feito a pax mas não tem tomates para travar os colonatos
...e se eu invadir o Irão ?
Xou Miado o senhor esta a fazer humor negro ou esta a meter-se com os diplomas do Relvas ?
- Quer dizer que Portugal não alinha em caboiadas
- Não meu caro amigo porque não cometemos o mesmo erro do aznar que se meteu no Iraque e apanhou 200 mortos terroristas por se ter armado em cagao
- Se me permite Sr Coelho tenho m,ais um pedido
Diga diga
- O Sr permitia que os nossos colonos se instalassem nas herdades do alentejo???
- Sr Miado com um pedido desses nós temos uma resposta pronta
- Vai pro Carvalho

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vagueante em Sab Nov 24, 2012 5:21 am

Se me permite Sr Coelho tenho m,ais um pedido
Diga diga
- O Sr permitia que os nossos colonos se instalassem nas herdades do alentejo???
- Sr Miado com um pedido desses nós temos uma resposta pronta
- Vai pro Carvalho


Aqui não se permitem más criações.
Carvalho é no Norte.
No Alentejo são sobreiros e cabrões.

Vagueante

Pontos : 1698

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Joao Ruiz em Sab Nov 24, 2012 9:36 am

.
Conversas de gagos não please
Então não foi a Onu que delimitou parte da Palestina ...Uma parte para o lado Judeus e outra para os palestianos ...o Hamas nao foi eleito por votação democrática
DEpois as colonizações que são no fundo assaltos como o PCP fazia no alentejo nerm seq eur sao recomnhecidos pela Comunidade internacional ...ou melhor ...nhão ha um UNICO pais a apoiar

Sem gaguejar, não há maneira de eu perceber, como é que alguém pode perder parte do que não é seu. O Hamas é um movimento fundamentalista islâmico palestino, não a Palestina e o facto de ter ganho umas eleições, nos idos de 2006, não lhe confere o estatuto de dono do pedaço.

Depois, vai uma grande distância entre os colonatos e os assaltos comunistas às herdades alentejanas, no tempo dos amanhãs, que cantariam, mas que nunca chegaram.

Twisted Evil

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!

Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sab Nov 24, 2012 2:59 pm

O Hamas é um movimento fundamentalista islâmico palestino,

como não sou gago eu exp'lico
Fazem parte do hamas toda a gente nascida na Palestina e Palestina é um vasto território abrangente e quem la nasceu chama-se Palestiano
JUdeus é uma religião onde podem ter nascido em NY Patagónia malfarelos ou e3m Segovia ...que agarraram no smoking meteram duas madeixas em cada lado da cabeça e foram para a Palestina onde ja la estava Palestianos
LOGO quem nao pode reclamara A palestina para si são pessoal de fora

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sab Nov 24, 2012 3:03 pm

Netanyahu Gaza foi usado para aumentar a chance de reeleição: analista
Sáb 24 de novembro de 2012 05:56 GMT

Ninguém está falando sobre a razão por que isso está acontecendo porque quando você está em apuros, iniciar uma guerra - que é Bibi. Eu sou. Com problemas então vamos começar uma guerra e vamos deixar que as pessoas saibam que eu estou aqui protegendo-os, não só do Irã, mas a partir de Gaza contra militantes que são realmente combatentes da liberdade Qualquer coisa para me reeleger. "

Allen Roland, colunista on-line
Entrevistas relacionadas:

Hamas não tem medo de ataques israelenses
"Gaza foi a falha de inteligência de Israel '

Pontos de vista relacionados:

Guerra em Gaza e mudança nas equações

Um analista político diz que o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu lançou a Gaza recente foi a fim de aumentar suas chances de reeleição, imprensa TV.


"Ninguém está falando sobre a razão por que isso está acontecendo porque quando você está em apuros, iniciar uma guerra - que é Bibi. Eu sou. Com problemas então vamos começar uma guerra e vamos deixar que as pessoas saibam que eu estou aqui protegendo-os, não só do Irã, mas a partir de Gaza contra militantes que são realmente combatentes da liberdade Qualquer coisa para me reeleger ", Allen Roland, colunista online em, disse Press TV na segunda-feira.

Em 14 de novembro, o regime israelense lançou uma ofensiva mortal na bloqueada Faixa de Gaza, que matou mais de 160 palestinos e feriu alguns outros 1.200.

Em retaliação pelos ataques fatais no território palestino sitiado, os combatentes da resistência dispararam foguetes e mísseis para as terras ocupadas matando pelo menos cinco israelenses.

Ferro de Israel Dome escudo antimísseis interceptado apenas cerca de um terço dos foguetes disparados pelos combatentes da resistência palestina para as cidades israelenses.

"Essa é a primeira vez que mísseis de longo alcance ameaçaram Israel", Roland apontou.


Ele chegou a dizer que o regime israelense usou a Gaza foi como um ensaio para testar seu sistema de mísseis contra os foguetes da resistência palestina Hamas.

"Lembre-se que não foi há muito tempo que os Estados Unidos e Israel tinham um exercício militar conjunto ... em relação a um possível ataque ao Irã". Afirmou o analista


"Mas, basicamente, isso não vai funcionar, porque toda a questão do Irã e Israel foi intensificada, eu sinto, porque o Irã tem desempenhado um papel importante nesta batalha", Roland observou.


TNP / SS / IS

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sab Nov 24, 2012 3:05 pm

Trabalho de Israel Partido ataques Livni tem planejado para jogar na corrida eleitoral
Livni pode anunciar a criação do novo partido na quinta-feira, à espera de uma ocasião oportuna sem uma notícia para roubar seu trovão.
Por Jonathan Lis | 24/11/12 19:22 | 2

O Partido Trabalhista de Israel está se preparando para a eventualidade de Tzipi Livni vai anunciar a criação de um novo partido político, sob sua liderança na próxima semana. Pesquisas de prever o novo partido irá receber alguns assentos no Knesset ª, não puxando em votos da direita, mas tomando os eleitores longe Yesh Yair Lapid de Atid, o Kadima eo Partido Trabalhista.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sab Nov 24, 2012 4:16 pm


[Aumentar] [Normal] [Diminuir]
AIPAC, decapitators dentro do governo dos EUA: analista de inteligência
Sáb 24 de novembro de 2012 19:21 GMT

Por Gordon Duff

Atrás dos conspiradores são cartéis de drogas que atingiram o governo dos EUA, lobistas anteriores que foram movidos para o governo durante a administração Bush, e agora são suspeitos de estar envolvidos em uma tentativa de golpe ".

Setenta horas atrás, nesta escrita, enquanto no Air Force One, o presidente Barak Obama emitiu um comunicado de imprensa que foi totalmente ignorada pela imprensa ocidental.


O presidente anunciou abertamente um movimento contra conspiradores violentos dentro do governo dos EUA e agentes de espionagem. Ele não usa os termos "AIPAC" ou "o lobby de Israel", mas é altamente improvável que ele poderia estar se referindo a qualquer outra coisa.

Na verdade, podemos pensar em nenhum outro grupo.

Eu estava privada informado sobre algumas das razões por trás deste documento. No que é conhecido, não "supôs", vou explicar:

Há, atualmente, dentro do Exército dos EUA, o ramo executivo do governo e entre os "donos do poder" extremistas nos Estados Unidos um plano ativo para "alterar" a forma americana de governo por meio de "decapitação".

Deixe-me ser claro. Quando o memorando, impresso na íntegra abaixo, refere-se a "violento", que significa "assassinato" de muitos líderes na América, incluindo, mas não limitado ao Presidente, Vice-Presidente, Secretário de Estado, Secretário de Defesa e outros.

O enredo faz uso dos recursos de grandes empreiteiras privadas de defesa e sua inteligência e pessoal de operações especiais. Houve recrutamento ativo que foi observado e é por isso que o memorando foi lançado e por que muitos membros das forças armadas foram submetidos a investigação.


O ataque foi planejado Benghazi e financiado por este grupo.

Muitos escritores nas mídias alternativas têm notado muito do que está acontecendo, mas não todos. Alguns mostraram o acesso a fontes conhecem muito bem.

Atrás dos conspiradores são cartéis de drogas que atingiram o governo dos EUA, lobistas anteriores que foram movidos para o governo durante a administração Bush (43) e, agora, são suspeitos de envolvimento em uma tentativa de golpe.

Não há evidência direta de subordinação qualquer governo estrangeiro para este lote embora a maioria são "fanáticos" alinhados com os Likudists militantes em Israel sob o regime de Netanyahu.

Abaixo do Presidente texto, inédito:
A Casa Branca
Gabinete do Secretário de Imprensa
Para Divulgação Imediata
21 de novembro de 2012

Memorando Presidencial - Política de ameaça nacional de iniciados e Requisitos Mínimos para a Poder Executivo Programas ameaça interna

Memorando para os chefes dos departamentos executivos e agências

Assunto: Política de ameaça nacional de iniciados e Requisitos Mínimos para a Poder Executivo Programas ameaça interna

Este Memorando Presidencial transmite a Política Nacional de Ameaças de iniciados e Padrões Mínimos para Poder Executivo Programas ameaça interna (Padrões Mínimos) para fornecer direção e orientação para promover o desenvolvimento de programas eficazes de ameaças internas dentro dos departamentos e agências para dissuadir, detectar e mitigar ações de funcionários que pode representar uma ameaça à segurança nacional. Estas ameaças abranger espionagem potencial, atos violentos contra o Governo ou a Nação, e divulgação não autorizada de informação classificada, incluindo vastas quantidades de dados sigilosos disponíveis no interligados Estados Unidos Governo redes de computadores e sistemas.

Os requisitos mínimos fornecer departamentos e agências com os elementos mínimos necessários para estabelecer programas de ameaças efetivas internas. Esses elementos incluem a capacidade de reunir, integrar e centralmente analisar e responder a informações sobre ameaças relacionadas com chave; uso do monitor empregado de redes classificadas; fornecer a força de trabalho com insider treinamento de conscientização ameaça e proteger as liberdades civis e privacidade de todos os funcionários.

As capacidades de ameaças resultantes insider irá reforçar a protecção das informações classificadas em todo o Poder Executivo e reforçam nossas defesas contra os dois adversários e insiders que abusam de seu acesso e pôr em perigo a nossa segurança nacional.

Barack Obama

Uma ameaça muito real para a estabilidade do mundo

Para alguns, à primeira vista, isso pode realmente soar como uma resposta a vazamentos dentro da CIA e da Casa Branca, exceto para alguma linguagem extraordinária. Por favor, tome nota muito especial o seguinte:

"... Para impedir, detectar e mitigar ações por empregados que podem representar uma ameaça para a segurança nacional ... Essas ameaças incluem ... atos violentos contra o Governo e da Nação ..."

Por favor, note que se referem a "atos violentos" e falar tanto de "governo" e "nação".

Por "governo", eles estão acusando, sem "espaço de manobra", planos de assassinato.

Por "nação", eles podem muito bem estar se referindo ao terrorismo de bandeira falsa que pode muito bem incluir o uso de armas de destruição em massa.
Grã-Bretanha foi sujeito a uma ameaça durante os Jogos Olímpicos de Londres, que nunca teria sido superados com sucesso sem a ajuda de jornalistas que se colocam em grande risco.

Espionagem

O governo dos EUA teve uma moratória 12 anos contra a detenção e acusação de espiões dentro do nosso governo e outros militares do que aqueles que podem ser ligados a China.


O mais famoso "espião" chinês foi Wen Lee Ho, um cientista nuclear em Los Alamos Labs. Ele foi preso em 1999, mantido em confinamento solitário por um ano e depois liberado.

A fim de obter uma imagem precisa liguei para dois amigos, um sénior FBI operativas contra-inteligência e outra muito alto oficial de inteligência do Exército EUA.

A pergunta que fiz antes deles, enquanto comer, foi:
"Por favor, liste as nações que representam a maior ameaça de espionagem contra os Estados Unidos e, que as nações, em ordem, são acreditados para representar a" ameaça de penetração "que o presidente Obama está se referindo."

Do FBI, não a sua avaliação destinado à "cultura pop" da mídia:
"Nossa maior ameaça direta é Israel e do lobby de Israel. Eles têm sistematicamente penetrou todos os aspectos do governo e dos militares e, se eles não podem obter documentos daqueles ramos, amigos em congresso lhes dará acesso a qualquer coisa que ramo tem disponível.
Depois disso é a Índia, com todas as facilidades de pesquisa em risco de RAW (Inteligência indiana) penetração e depois Cuba, México e Turquia.

Os usuários finais primários dessa inteligência, os "clientes", são a Rússia ea China. "

Do Exército dos EUA:

"Eu concordo com Israel e com o resto, mas não tivemos a Turquia em nosso radar. Os utilizadores finais óbvias são, é claro, a Rússia e a China com base na capacidade.

O problema que tenho é como um comunicado de imprensa presidencial, uma extraordinária e quase "draconiana" documento foi sem alvoroço do Congresso e ampla cobertura da imprensa. Quem tem o poder para suprimir informação em algo como isso, no entanto, eu sei que você vai dizer que é Israel, eu gostaria prova.

Embora tenha havido nenhuma notificação oficial deste, eu sou a impressão de que nós consideramos agora qualquer menção de espionagem israelense a ser altamente classificado. Apenas a Rússia ea China são oficialmente listados, inteiramente com a preocupação de não ofender lobistas cujos sentimentos superam problemas reais de segurança nacional. "

Então eu ligar a minha televisão, hora após hora de programas de TV sobre espionagem e terrorismo. Tanto TV americana e britânica são os mesmos.

Todos os espiões são de Irã e Paquistão; nações que nossas agências de inteligência indicam reais representam nenhuma ameaça de espionagem para falar.

Na verdade, nas minhas duas entrevistas sábado manhã de telefone, que podem, naturalmente, ser confirmada por Homeland Security, que tem aproveitado os meus telefones, tenho refletido com grande precisão.
Assim, pedimos-lhe que leia o que o presidente Obama realmente não disse "entre as linhas", a mensagem é bastante clara.

Nós não vemos um ajuntamento de espiões AIPAC, não como nos primeiros dias da administração Bush, embora o procurador-geral John Ashcroft anulou essa investigação.

O que estamos vendo é um caça de traidores dentro do governo americano e militares, alguns dos quais está a trabalhar o seu caminho para a notícia.

A questão do momento, porém, é esta:
"Como pode um presidente dos Estados Unidos anunciar que o governo está infiltrada com terroristas e espiões e nenhuma forma de jornal, rede de televisão ou outra mídia de avisos?"

GF / JR



Gordon Duff é um veterano do Vietnã Marine, um soldado de infantaria de combate, e editor sênior no Veterans Today. Sua carreira inclui uma vasta experiência no setor bancário internacional, juntamente com diversas áreas, como consultoria em contra-insurgência, tecnologias de defesa ou atuando como representante diplomático para os esforços de desenvolvimento da ONU humanitárias e econômicas. Gordon Duff viajou para mais de 80 nações. Seus artigos são publicados em todo o mundo e traduzido em várias línguas. Ele é regularmente na TV e no rádio, um convidado popular e às vezes controversa. Mais artigos Press TV por Gordon Duff
222 45

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Joao Ruiz em Sab Nov 24, 2012 5:38 pm

.
como não sou gago eu exp'lico
Fazem parte do hamas toda a gente nascida na Palestina e Palestina é um vasto território abrangente e quem la nasceu chama-se Palestiano
JUdeus é uma religião onde podem ter nascido em NY Patagónia malfarelos ou e3m Segovia ...que agarraram no smoking meteram duas madeixas em cada lado da cabeça e foram para a Palestina onde ja la estava Palestianos
LOGO quem nao pode reclamara A palestina para si são pessoal de fora

O Hamas engloba palestinos e não só, tal como os outros grupelhos islamistas fanáticos, todos donos de nada e muito menos formados por TODOS OS PALESTINOS.

E como parece desconhecer a realidade palestina, aí vai este texto, para o ajudar:


A Palestina, sendo um estreito trecho de favorável passagem entre a África e Ásia, foi palco de um grande número de conquistas, pelos mais variados povos, por se constituir num corredor natural para os antigos exércitos.

Em meados do século XV a.C. a região é conquistada pelo faraó Tutmósis III, mas será perdida antes de completar 18 dinastia, para ser novamente reconquistada por Seti I e por Ramsés II. Com o enfraquecimento do poder egípcio em finais do século XIII a.C., a região será invadida pelos Povos do Mar.

Um destes povos, os filisteus, fixa-se junto à costa onde constroem um poderoso reino. Contemporânea a esta invasão é a chegada das tribos hebraicas, lideradas por Josué. A sua instalação no interior gerou guerras com os filisteus, que se recusam a aceitar a religião hebraica.

As tribos hebraicas decidem então unir-se para formar uma monarquia, cujo primeiro rei é Saul. O seu sucessor, David (início do I milénio a.C.) derrota finalmente os filisteus e fixa a capital do reino em Jerusalém. Durante o reinado do seu filho, Salomão, o reino vive um período de prosperidade, mas com a sua morte é dividido em duas partes: a norte, surgirá o reino de Israel (com capital em Samaria) e a sul, o reino de Judá (com capital em Jerusalém).

Abrevie-se para afirmar que, salvo breves intervalos, a região foi dominada por outras potências tais como a Assíria (722 a.C.), os babilônicos (fins do século VII a.C.), os persas aquemênidas (539 a.C.), os greco/macedónios (331 a.C. permanecendo em poder dos ptolomaicos de 320 a 220 a.C. e dos Selêucidas de 220 a 142 a.C.) passando por uma retomada pelos locais Asmoneus que dominaram daí até o ano de 63 a.C. quando sobreveio o domínio romano.

No ano de 66 d.C. inicia-se uma rebelião dos judeus que foi fortemente reprimida pelos romanos com a destruição do templo de Iavé no ano de 70, e só no ano de 131 a pax romana foi novamente abalada por rebeliões ao fim das quais o imperador Adriano tornou Jerusalém na Colonia Aelia Capitolia.

Passando pela divisão do Império Romano, a região viveu entre 324 d.C. e 638 d.C., extrema prosperidade e crescimendo demográfico, sendo de se considerar que a esta altura a população era de maioria cristã, aliás, religião oficial do Império Bizantino.

No ano de 614 a região acaba de ser ocupada pelos persas Sassânidas que mantém seu jugo até o ano de 628 e no ano de 638 toda a região está sob o domínio árabe muçulmano.

De 1517 a 1917 o Império Otomano controla toda região (incluindo Síria e Líbano).

No século XIX (1880 em diante), judeus começam a migrar para a região comprando terras.

Durante a 1ª Guerra Mundial, o Império Otomano que apoiava a Alemanha é derrotado e expulso do oriente médio pelos povos árabes e pelas tropas aliadas, o que teria-lhes garantido o direito internacional para reconstituição de um estado árabe totalmente independente da Turquia garantido por uma "promessa" de ajuda dos Aliados. Na sequência do final da 1ª Guerra Mundial (1917), a parte sul do Império Otomano foi atribuído à Grã-Bretanha (Jordânia e região correspondente a Palestina à França (Líbia e Síria) que teria ao sul dos montes libaneses outra comunicação com o mediterrâneo.

Em 1923 a Grã-Bretanha divide a sua zona em dois distritos administrativos, separados pelo rio Jordão, sendo que os Judeus apenas seriam permitidos na zona costeira, a oeste do rio (cerca de 25% da parte britânica). Os árabes dessa zona rejeitam a divisão, receando tornar-se uma minoria e incitados pelo crescente nacionalismo árabe no médio oriente, assim como apoiando-se no acordo pós 1ª Guerra Mundial.

A Grã-Bretanha entrega a resolução do problema às Nações Unidas em 1947. A Assembleia Geral das Nações Unidas determina a partilha da Palestina (os 25% em disputa) entre um Estado Judeu e outro Estado Árabe baseado na concentração das populações, através da resolução 181. A 14 de Maio desse ano os israelitas declaram a constituição do estado de Israel, levando à declaração de guerra por parte de Egipto, Jordânia, Síria, Líbano, Arábia Saudita, Iraque e Iémen. Nos 19 meses seguintes, na chamada Guerra da Independência, Israel acabaria por perder cerca de 1% da sua população, mas sairia vencedora, formando um pais maior que o inicialmente proposto pelas Nações Unidas dois anos antes. Egipto e Jordânia ocupam o território restante.

Em 1967, Egipto, Jordânia e Síria mobilizam os seus exércitos, com vista à destruição do estado Israelita. Naquela que ficaria conhecida como Guerra dos seis dias, Israel derrotou os três exércitos em outras tantas frentes, ocupando a península do Sinai (Egipto), Colinas de Golã (Síria) e Cisjordânia (Jordânia), incluindo o total controlo sobre Jerusalém. Desde esse ano Israel adoptou uma política destinada a promover a instalação de colonatos civis israelitas, expropriando terras aos palestinianos e construindo as casas para os seus cidadãos. Esta atitude é uma violação da Convenção de Genebra, que proíbe os vencedores de uma guerra de colonizar terras estrangeiras anexadas.

O presidente americano Jimmy Carter, em 1978, juntou o presidente egípcio (Sadate) e o primeiro-ministro israelita (Begin) em Camp David, a fim de estabelecer o primeiro tratado de paz de sempre entre israelitas e árabes. Foi aqui acordada a devolução da península do Sinai, retirando os colonatos aí existentes, bem como o restabelecimento de laços políticos e económicos.

No ano de 1982, Israel devolve a península do Sinai ao Egipto.

In Wikipédia


Como vê, há muito quem possa reclamar-se como palestino (se quiser), mas nunca como dono da área e muito menos um movimento, que a não abrange.

queen

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!

Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Kllüx em Sab Nov 24, 2012 5:51 pm



queen




Kllüx

Pontos : 11149

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 25, 2012 3:02 am


  • Você quer adicionar uma nota ou uma pessoa?



_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 25, 2012 3:11 am

LI todos pos calha,maços do Churchill e guardei esta foilha about Palestina pelo que nao preciso de consultar os Wilikiqualquer coisa
Fico na minha
Palestina é tudo o que la nasceu sejam maricas criostaops novos velhos judeus amarelos pretos ou encardidos
JUDEU é uma "Raça " especial made in GOD no além que como raça eleita pelos céuis nao se mistura com a ralé pé descalço e tem autorizaçao de roubar fanar e ensacar tudo ...não se deu em nenhum pais do mundo de onde a malta quiando os viu porta fora tirou as trancas na porta
ahh ahhh ahh ,mas nos EUA vivem felizes
Poizzzzzzzzzzzzzzzzz tambem quando entraram em Portugal no King João II eram lindos depois quando o povo não achou piada á quartada lhe deu um xunutrasdeiro
Ala ala ala ..ala ...
Nos EUA ja começou a malta a afinar a musica e vi com os meus Olhos ( tenho dois e dois ouvidos no Congresso do Obama quando havia uma votação para meter no book que Jerusalem era a capital dos judeus SONoRAMENTE a sala disse Não por tres vezes ...e ate ja os russos os avisam para eles se deixarem de caboiadas quando os Tuircxos e do Egipto ja nem pintados os, podem ver

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 25, 2012 3:16 am

nota importante
A Xou Merkel inaugurou vai para dias um museu ao Ciganos que na IIGG foram mortos como moscas e karago a comunidade internacional nao lhe deu o quintal da Joao Ruiz ou as traseiras da AR
Pois Hitler achou que Ciganos Judeus homosexuais "Hungaros " não eram gente e so a raça ariana descendente dop SOL tinham direito á posse de terra e ...de imediato invadiu tudo em redor matava os cabecilhas e dizia
Biba Hitlert

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 25, 2012 3:50 am

Israel acusa Oriente morador de Jerusalém de espionagem para o Hezbollah
Ordem
de mordaça levantou revela Azam Mash'hara supostamente informados
organização militante libanês em sites importantes da capital, incluindo
o Knesset, complexo do governo.
Por Gili Cohen | Nov.25, 2012 | 11:38 | 2

Protesto em Beirute
Líbano
partidários do Hezbollah agitavam bandeiras palestinas e do Hezbollah
durante uma manifestação contra a operação militar de Israel na Faixa de
Gaza, em frente à sede da ONU em Beirute, 17 de novembro 2012th Foto por Reuters

Israel árabe cobra homem de espionagem para o Hezbollah
Por Hovel Revital | Nov.25, 2012 | 11:38

Segurança
de Israel obriga prendeu um morador de Jerusalém Oriental, mais
suspeitas de que ele entregou inteligência sobre os principais locais da
capital para os agentes do Hezbollah, levantou uma ordem de mordaça
revelou no domingo.

De
acordo com as novas informações reveladas, Mash'hara Azam, que reside
na aldeia de Jabel Mukaber, aprovada em material relativo à Knesset, os
campus da Universidade Hebraica, de Jerusalém complexo do governo, bem
como os hospitais da capital.

Fontes
de segurança indicaram que Mash'hara preso depois de ser recrutado pelo
que o Hezbollah carga junho, acrescentando que ele admitiu a passar
sobre a informação durante seu interrogatório.

Além
disso, o Shin Bet acrescentou que Mash'hara admitiu estar informado
pela operatório Hezbollah durante uma recente visita ao Líbano, momento
em que ele foi instruído a retornar a Israel e permanecer em contato
através da internet.

Uma
acusação contra o morador de Jerusalém Oriental foi submetido ao
Tribunal do Distrito de Jerusalém na sexta-feira, # em que ele é acusado
de entrar em contato com um agente estrangeiro, entregando informações
para o inimigo, e visitar um Estado inimigo sem licença.

Os procuradores da República solicitaram que Mash'hara ser detido para a duração dos processos judiciais contra ele.

No
mês passado, um motorista de caminhão de 26 anos de idade, de Majdal
Krum no norte do que acusado de espionagem para o Hezbollah, fazendo
contato com um agente estrangeiro, conspirando para ajudar o inimigo e
de pertencer a grupo ilegal.

Milad Khatib foi preso em setembro. A ordem de silêncio sobre a investigação foi removido no mês passado, a pedido do Gabinete do Procurador Distrital de Haifa. As acusações foram feitas em Haifa District Court

Segundo
a acusação, Khatib. Estava em contato com um homem chamado Barhan, um
agente do Hezbollah, que operava em nome do grupo terrorista em vários
locais da Europa Os
dois supostamente se reuniu várias vezes entre 2007-2009 na casa Barhan
na Dinamarca, com todas as despesas Khatib, incluindo hotelaria,
alimentação e entretenimento, coberto por Barhan.

Durante
essas reuniões, os dois discutiram o conflito israelense-palestino e da
resistência do público israelense durante os ataques do Hezbollah com
mísseis na Segunda Guerra do Líbano, em 2006.

Kati
advogado, Hussein Abu Hussein, disse que o Kati informações
supostamente passadas sobre o que não classificados e não constitui
espionagem.

"O
acusado é um comerciante que se encontrou por acaso alguém na
Dinamarca, que começaram a perguntar-lhe sobre todos os tipos de lugares
que aparecem no chargesheet, como se isso é um indicador de
espionagem", disse Abu Hussein. "Se eles foram classificados, eles não seriam divulgados, quer nos meios de comunicação ou na acusação.

"Não há qualquer transferência de informações aqui que as pessoas não sabem", continuou ele. "Esta é uma acusação muito branda e estranha. Pode ser que o contato com o inimigo é em si uma violação, mas eles estão tentando inflar os detalhes. "

Segundo
o pedido de prisão preventiva apresentado ao tribunal, Kati admitido
tanto a agência de segurança Shin Bet e à polícia que ele havia se
encontrado com Barhan no exterior, e que ele concordou em se tornar
ativo no Hezbollah, principalmente através da recolha de informações.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 25, 2012 4:02 am

Alguns dias depois da guerra das Malvinas onde morreram aviadores argentinos contra o poderio naval inglês eu estava na argentina num congresso da Fao IPC com o aval da multi e calculem onde estava hotelado
Exactamente no Hotel da força aérea
Vierram as palestras as tectónicas o paleio e veio o que toda a gente quer o jantar de encerramento onde eu de fato completo e sapato de biqueira aguardava a entrada de 30 pratos de vaca tendo ao meu lado outra vaca mas esta era americana com um cagueiro de meter medo a quem eu delicadamente apontava as virtualidades lusitanas mas...cojm uma parte chata ...a gaja era tao gorda que eu para sair só pelo colo da madame
mas estavam no congresso escoceses e eu aguardava que iria haver molho quando entrasse,e ai a vaca er5a uma trincheira para me esconder atras das saraivadas e chistes
só que a porta abriu-se e os escoceses entraram de saias e trajados a vigor e rigor e op pessoal gostou
eu adorei porque percebi que o povo percebeu que eu Guerra e sempre estúpida e eles infgleses mostravam na pratica que guerra e guerra bagaço é bagaço

depois seguis-se a parte de tango
aó bye bye ...uma desorganização total com o gira disco empenado a madame de perna ao leu e o castiço macho ja saturado da espera
No meu prato os restos de uma colecção de vaca que nao consegui digerir

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:37 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 11 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum