o massacre que se adivinha em gaza

Novo Tópico   Responder ao tópico

Página 2 de 11 Anterior  1, 2, 3, ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sex Nov 16, 2012 1:17 am

Relembrando a primeira mensagem :

Egypt Prime Minister Qandil arrives in Gaza

Fri Nov 16, 2012 7:7AM GMT
2



12



6


Egyptian
Prime Minister Hisham Qandil has arrived in Gaza amid Israel’s ongoing
airstrikes on the besieged territory, in order to express Egypt’s
solidarity with the Palestinians.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sab Nov 17, 2012 8:41 am

Obama e Erdogan expressam preocupação por conflito entre Israel e Gaza






16 de novembro de 2012 18h19






















  1. Notícia






















Comentar 0













O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, telefonou para
o primeiro-ministro turco, o islamita moderado Recep Tayyip Erdogan,
nesta sexta-feira, para abordar o "espiral de violência" na Faixa de
Gaza e ambos expressaram preocupação pela situação da população civil.
Obama e Erdogan concordaram em que "o contínuo espiral de violência
põe em perigo as perspectivas de uma paz duradoura para a região",
segundo um comunicado divulgado pela Casa Branca.
Além disso, Obama ressaltou seu compromisso de "avançar em direção à paz no Oriente Médio".
Os líderes compartilharam a preocupação sobre a situação da
população civil de ambos os lados e expressaram "o desejo em comum de
ver o fim da violência", detalhou a Casa Branca.
Antes de
falar com Obama, o primeiro-ministro turco criticou Israel pelos ataques
contra a Faixa de Gaza e acusou o governo do país de atuar desta forma
visando as eleições.
"Antes das eleições de janeiro, estão
disparando contra gente inocente em Gaza por razões inventadas",
manifestou Erdogan em entrevista à imprensa em Istambul.
A
violência em Gaza se recrudesceu na quarta-feira, depois que a força
aérea israelense assassinou, em um ataque aéreo seletivo, o líder do
braço armado do Hamas, Ahmad Jaabari, e anunciou que se tratava do
início de uma operação militar mais ampla chamada de "Pilar Defensivo".
Desde então, os milicianos do Hamas lançaram mais de 500 projéteis
contra território israelense, em um enfrentamento que já tirou a vida
de, pelo menos, 20 pessoas de ambos os lados.
O governo de
Obama pediu ao Egito, Turquia e alguns países europeus que peçam ao
Hamas para deter os disparos de foguetes contra Israel, indicaram nesta
quinta-feira a Casa Branca e o Departamento de Estado.
A
ofensiva israelense se produz a dois meses das eleições gerais do país e
há apenas duas semanas antes dos palestinos pedirem à Assembleia Geral
da ONU que vote seu reconhecimento como Estado observador. EFE
mb/ff

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sab Nov 17, 2012 11:19 am

Qatari emir’s visit to Gaza aimed at locating Hamas leaders: Report
Emir of Qatar Sheikh Hamad bin Khalifa Al Thani waves to the crowd as he arrives in the Gaza Strip on October 23, 2012.

Sat Nov 17, 2012 8:12AM GMT
41



658



82

Related Interviews:


Qatar’s
King Sheikh Hamad bin Khalifa Al Thani has reportedly located the
whereabouts of senior Hamas members during his recent visit to the Gaza
Strip, and later provided Israel with the information to assassinate
them.


According to a report published by the Fars news agency, the emir of
Qatar distributed a number of watches and ballpoint pens among Hamas
leaders, which could transmit low-frequency signals to Israeli
satellites.


The Israeli military officials would then use the received signals
to spot the high-ranking Hamas fighters, and launch assassination
strikes on them.


Sheikh Hamad arrived in Gaza on October 23 to become the first head
of state to visit the besieged enclave since the Palestinian resistance
movement, Hamas, took power in the territory five years ago.


Qatar’s emir has met Israeli leaders in the past, and is working
hard to boost the diplomatic clout of his small Persian Gulf country.


Gaza has been blockaded by the Israeli regime since 2007, a
situation that has caused a decline in the standard of living,
unprecedented levels of unemployment, and unrelenting poverty.


The Israeli military frequently carries out airstrikes and other
attacks on Gaza Strip, saying the actions are being conducted for
defensive purposes. However, disproportionate force is always used, in
violation of international law, and civilians are often killed or
injured.


The new wave of Israeli aggression on the Gaza Strip has claimed
more than 41 lives since November 14. Ahmed al-Ja'abari, the popular and
influential head of the Hamas military wing, the Ezzedeen al-Qassam
Brigades, was assassinated in an Israeli attack on his car on Wednesday.



On Friday, Ahmed Abu Jalal, a field commander of the Ezzedeen
al-Qassam Brigades, was also killed in an Israeli airstrike on the
central Gaza district of Maghazi.


segue-se traduçao Google

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Sab Nov 17, 2012 11:21 am

Visita emir do Qatar para Gaza objetivo de localizar os líderes do Hamas: relatório
Emir do Qatar Sheikh Hamad bin Khalifa Al Thani ondas para a multidão que ele chega na Faixa de Gaza em 23 de outubro de 2012.
Emir do Qatar Sheikh Hamad bin Khalifa Al Thani ondas para a multidão que ele chega na Faixa de Gaza em 23 de outubro de 2012.
Sáb 17 de novembro de 2012 08:12 GMT
41
658

82

Entrevistas relacionadas:

'Não sistemas de Defesa de Israel a trabalhar bem "
"Israel pretende apertar controle sobre Gaza

Rei
do Qatar Sheikh Hamad bin Khalifa Al Thani já teria localizado o
paradeiro de membros do Hamas durante a sua recente visita à Faixa de
Gaza, Israel e mais tarde com a informação fornecida para assassiná-los.


De
acordo com um relatório publicado pela agência de notícias Fars, o emir
do Catar distribuiu um número de relógios e canetas esferográficas
entre os líderes do Hamas, que poderiam transmitir sinais de baixa
frequência para satélites israelenses.

Os
oficiais militares israelenses, então, usar o sinal recebido de
detectar os lutadores de alto escalão do Hamas, e lançar ataques de
assassinato contra eles.

Sheikh
Hamad chegou na Faixa de Gaza em 23 de outubro para se tornar o
primeiro chefe de Estado a visitar o enclave sitiado desde o movimento
de resistência palestino, Hamas, tomou o poder no território, há cinco
anos.

Emir
do Catar reuniu os líderes israelenses no passado, e está trabalhando
duro para aumentar a influência diplomática de seu pequeno país do Golfo
Pérsico.

Gaza
tem sido bloqueada pobreza pelo regime israelense desde 2007, uma
situação que tem causado uma queda no padrão de vida, níveis sem
precedentes de desemprego, e inflexível.

Os
militares israelenses frequentemente realiza ataques aéreos e outros
ataques contra a Faixa de Gaza, dizendo que as ações estão sendo
realizadas para fins defensivos. Contudo,
a força desproporcional é sempre utilizado. Em violação do direito
internacional, e civis são frequentemente mortos ou feridos

A nova onda de agressão israelense na Faixa de Gaza matou mais de 41 pessoas desde 14 de novembro Ahmed
al-Ja'abari, a cabeça popular e influente do militar do Hamas asa, a
al-Qassam Ezzedeen quê. Assassinado em a ataque israelense em seu carro
na quarta-feira

Na
sexta-feira, Ahmed Abu Jalal, um comandante de campo da al-Qassam
Ezzedeen, foi morto em ataque aéreo israelense em Gaza palavras no
distrito central de Maghazi.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 18, 2012 4:06 am

AO VIVO BLOG: Iron Dome atira foguetes perto de Tel Aviv, três israelenses feridos no sul
Netanyahu com Obama e Merkel: Israel vai aceitar cessar-fogo se os foguetes de Gaza parar, mais de 460 foguetes caíram em território israelense, 33 deles em áreas construídas, uma vez que a operação começou Pilar da Defesa; Ferro sistema Dome tem abatido 243 foguetes, com taxa de sucesso de 88%.
Por Barak Ravid, Cohen Gili e Nir Hasson | Nov.18, 2012 | 12:37 | 9

Um carro danificado por estilhaços de um míssil de interceptação ao longo hólon Fajr
Um carro danificado por estilhaços de um míssil de interceptação ao longo hólon Fajr, 18 de novembro de 2012. Foto por Hatzalah porta-voz do Resgate, Gush Dan

Netanyahu aos líderes estrangeiros: Será que aceitar cessar-fogo global se o lançamento de foguetes pára
Por Barak Ravid | Nov.18, 2012 | 12:37 | 4
Um olhar sobre a defesa de Israel "Iron Dome" mísseis
Pela Associated Press | Nov.18, 2012 | 12:37 | 4
PR para a guerra de Israel em Gaza, pode ser tudo ladeira abaixo a partir daqui
Por Chemi Shalev | Nov.18, 2012 | 12:37 | 15

Como pilar de operação Defesa entrou seu quinto dia, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse aos ministros na reunião semanal do gabinete em Jerusalém faixa que Israel estava preparado para expandir significativamente sua operação na Faixa de Gaza.

O premier disse presidente dos EUA, Barack Obama, ea chanceler alemã, Angela Merkel, que estava pronto para aceitar um cessar-fogo se o fogo de foguetes a partir de Gaza vai parar.

Residentes de Jerusalém recebeu seu primeiro foguete de advertências sobre o fim de semana como grupos terroristas disparado mais mísseis no sul e em Tel Aviv.

Como Haaretz no Facebook e siga-nos no Twitter e Tumblr

Após o primeiro foguete foi disparado na área de Tel Aviv na sexta-feira, o Exército enviou uma quinta, nova, Iron Dome bateria anti-míssil na região na manhã de sábado. Dentro de duas horas, o sistema considerado mais avançado do que os quatro anteriores devido ao seu sistema mais sofisticado radar interceptou um míssil Fajr-5 disparados contra a cidade.

Mais de 70 foguetes foram disparados contra Israel desde sábado, e as IDF atacou um número similar de alvos na Faixa de Gaza. Pelo menos 10 palestinos foram mortos desde a noite de sábado, e três israelenses ficaram feridos.


Clique aqui para assinar o Haaretz por apenas R $ 1 para o primeiro mês

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 18, 2012 4:09 am

È evidente que este PM necessitava de uma guerra para consumo interno só que andou mal ao escolher o local
Porque ?
Porque esta gente em Gaza não teme a morte e adota perante a mesma uma postura religiosa...e perante esta gente o único caminho do PM é fazer mesmo um massacre total ...só que recuou e ja anda por ai a falar ao telefone
e agora ?


_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 18, 2012 8:22 am

Turquia se dispõe a trabalhar com EUA por cessar-fogo em Gaza

17 de novembro de 2012 • 08h33 • atualizado às 09h14



O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, prometeu neste sábado pressionar o grupo islamita Hamas, que governa em Gaza, para que aceite um cessar-fogo se os Estados Unidos exercerem sua influência sobre Israel para o mesmo fim.

Erdogan propôs ao presidente americano, Barack Obama, que trabalhem juntos para pôr fim aos ataques procedentes do território palestino de Gaza e à ofensiva israelense contra a Faixa, informou a agência Anadolu.

"Disse a ele que junto com nosso irmão Mohammed Mursi (presidente do Egito) garantiríamos que o Hamas adote um cessar-fogo se simultaneamente o senhor (Obama) assegurar que Israel o implante por sua parte", disse Erdogan ao descrever a conversa telefônica que teve ontem com seu colega dos EUA.

Acrescentou que também havia falado com o presidente russo, Vladimir Putin, para pedir-lhe esforços no mesmo sentido e ressaltou a necessidade de "solucionar isto nas próximas 24 horas, porque o número de mortes não para de aumentar".

Erdogan fez estas declarações no aeroporto de Istambul, momentos antes de embarcar para o Egito, onde se reunirá com Mursi e seguirá de perto o conflito de Gaza.

O primeiro-ministro turco lamentou que já tenham morrido cerca de 40 palestinos enquanto "o mundo se põe de pé pelos três mortos de Israel" quando foi este país, acrescentou, quem quebrou a trégua inicial.


_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Nov 18, 2012 10:02 am

.
O primeiro-ministro turco lamentou que já tenham morrido cerca de 40 palestinos enquanto "o mundo se põe de pé pelos três mortos de Israel" quando foi este país, acrescentou, quem quebrou a trégua inicial.

Grande lata, a deste fulano, que sabe muito bem, que Gaza jamais deixou de provocar Israel, com lançamento de rockets e mísseis. Mas quer protagonismo, a todo o custo, pouco lhe importando à custa de quê ou de quem. Impressionante!

queen

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!

Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 18, 2012 10:27 am

Joao Ruiz escreveu:.
O primeiro-ministro turco lamentou que já tenham morrido cerca de 40 palestinos enquanto "o mundo se põe de pé pelos três mortos de Israel" quando foi este país, acrescentou, quem quebrou a trégua inicial.

Grande lata, a deste fulano, que sabe muito bem, que Gaza jamais deixou de provocar Israel, com lançamento de rockets e mísseis. Mas quer protagonismo, a todo o custo, pouco lhe importando à custa de quê ou de quem. Impressionante!

queen

ha um pequeno pormenor ...um pequeno

é que os palestinianos nasceram na Palestina e os judeus vieram de fora ...logo são invasores ...lapalice nao diria melhor
eu nasci em Portugal e se fosse Judeu e fosse para Israel não tinha nenhum direito em complicar a quem la nasceu

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 18, 2012 11:31 am


Shimon Peres saúda esforços do Egito para pôr fim ao conflito em Gaza

Por Redação










O presidente de
Israel, Shimon Peres, mostrou-se grato ao seu homólogo egípcio por
querer mediar tréguas entre israelitas e os palestinianos do Hamas, mas
acusou o movimento que governa a Faixa de Gaza de apenas querer destruir
o Estado israelita.

«Também agradecemos os esforços do
presidente do Egito para alcançar um cessar-fogo. Mas até agora o Hamas
rejeitou as propostas do presidente egípcio», afirmou Shimon Peres, em
declarações à Sky News.

«O nosso objetivo é a paz, o objetivo deles é destruir Israel. Esta não é uma situação fácil», acrescentou o Chefe do Estado.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 18, 2012 2:33 pm

Portugal condena violência na Faixa de Gaza

Por Redação










A escalada de violência na Faixa de Gaza foi este domingo condenada pelo Governo português.

Em
comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros lamentou os ataques
de parte a parte e apelou a que as negociações de paz sejam retomadas.

No
documento, o ministério tutelado por Paulo Portas «condena com
veemência as ações militares que atingem civis e crianças inocentes na
Palestina» e «o disparo indiscriminado de ´rockets´ contra o território e
a população israelitas».

«O Governo Português, como outros
parceiros internacionais, apela à contenção e a uma atitude responsável
das partes para evitar uma deterioração da situação no terreno.
Expressamos o nosso incentivo às iniciativas para reduzir a tensão, em
particular a do Egito», pode ler-se na nota.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros realça a importância do regresso às negociações de paz entre Israel e a Palestina.

O
conflito bélico iniciou na última quarta-feira, altura em que a aviação
israelita atacou Gaza numa operação denominada «Pilar da Defesa».

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Nov 18, 2012 5:58 pm

.
ha um pequeno pormenor ...um pequeno

é que os palestinianos nasceram na Palestina e os judeus vieram de fora ...logo são invasores ...lapalice nao diria melhor
eu nasci em Portugal e se fosse Judeu e fosse para Israel não tinha nenhum direito em complicar a quem la nasceu

Sim?!?! E aos judeus, que também lá nasceram, faz-lhes o quê?! Expulsa-os novamente, ou extermina-os, como querem o Hamas e compadres?!

Twisted Evil


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!

Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 1:42 am

Joao Ruiz escreveu:.
ha um pequeno pormenor ...um pequeno

é que os palestinianos nasceram na Palestina e os judeus vieram de fora ...logo são invasores ...lapalice nao diria melhor
eu nasci em Portugal e se fosse Judeu e fosse para Israel não tinha nenhum direito em complicar a quem la nasceu

Sim?!?! E aos judeus, que também lá nasceram, faz-lhes o quê?! Expulsa-os novamente, ou extermina-os, como querem o Hamas e compadres?!

Twisted Evil

...uma religião não é carimbo para nenhuma opção de pátria e 90 % dos judeus vieram de diferentes países e os Palestinos que por acaso teem varias religiões basta ver Jerusalém nasceram todos la
OH My GoD não estamos na idade media onde toda a gente tinha que ser Cristão senão era queimado a fogo vivo
A Barbárie terminou no mundo civilizado

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 1:45 am



Brasil pede reunião do Conselho de Segurança da ONU
A pedido do Egito, a Presidente do Brasil pediu a convocação do Conselho de Segurança das Nações Unidas para tentar resolver o conflito entre Israel e a Palestina. Ki-moon já emitiu um comunicado pedindo o "cessar-fogo imediato".
Anabela Natário, com Lusa (www.expresso.pt)
23:38 Domingo, 18 de novembro de 2012

6 2

Aumentar Texto Diminuir Texto Link para esta página Imprimir Enviar por email
Deixe aqui o seu comentário 3 comentários

A Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, pediu hoje ao secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, que convoque o Conselho de Segurança para se encontrar uma solução para o conflito entre Israel e a Palestina que se tem agudizado nos últimos dias.

Dilma Rousseff, que se encontra em Cádis a participar na cimeira Iberoamericana, falou ao telefone com Ban Ki-moon, a pedido do mediador do conflito, o Presidente do Egito, Mohamed Mursi, segundo o jornal brasileiro "O Globo".

"Em qualquer assunto, como foi no caso do Congo, o Conselho de Segurança da ONU se reuniu imediatamente. Mas quando se trata do Oriente Médio, nada. Não dá para continuar esta inércia no tratamento do Oriente Médio!", disse ao "O Globo" Marco Aurélio Garcia, assessor especial da Presidência brasileira, não eliminando a hipótese de o Brasil participar na mediação no conflito.

Mohamed Mursi falara ao telefone, pela manhã, com a sua homóloga brasileira "não para discutir ou propor mediação", mas sim para fazer uma "consulta" sobre a posição do Brasil, segundo Marco Aurélio Garcia que criticou "a inércia do Conselho de Segurança quando se trata de Israel e Palestina".
Ki-moon pede cessar-fogo imediato

Entretanto, em comunicado, o secretário-geral das Nações Unidas insta israelitas e palestinianos a acordarem um "cessar-fogo imediato" dos ataques aéreos de Israel contra a Faixa de Gaza e do lançamento de "rockets" contra Israel por grupos armados palestinianos.

"Isto tem que acabar", afirma Ban Ki-moon, lamentando a morte de dez membros de uma família em Gaza, incluindo cinco crianças, assim como condenou o lançamento de mais "rockets" a partir da Faixa de Gaza sobre Israel.

"Insto firmemente as partes a que cooperem com todos os esforços liderados pelo Egito para alcançar um cessar-fogo imediato", acrescenta.

No comunicado, Ban Ki-moon sublinha ainda que qualquer escalada da violência "aumentará inevitavelmente o sofrimento das populações civis".

O secretário-geral das Nações Unidas concluiu finalmente que se deslocará esta semana à região "para apelar pessoalmente ao fim da violência e contribuir para os esforços colocados em marcha nesse sentido".


Ler mais: http://expresso.sapo.pt/brasil-pede-reuniao-do-conselho-de-seguranca-da-onu=f767952#ixzz2CekulgWb

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 1:47 am

Ontem o Bocas Marcelo Rebelo de Sousa garantia dizendo que não é especialista que a invasão de Gaza é só uma preparaçao para eles invadirem o Irão
Felizmente quando da invasão do Iraque este mesmo bokeiro nacional garantia na TV que a invasão do Iraque era KOISA(SIC) para durar uma semana duas semanas o máximo e depois seria feita a pacificação
ESTAVAM a anus LUX da realidade

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 1:50 am





Rei da Jordânia exige cessação da ofensiva israelense contra Gaza

18 de novembro de 2012 • 16h55 • atualizado às 17h14


Normal
Aumentar
Imprimir

Notícia
Fotos

O rei da Jordânia, Abdullah II, se reuniu neste domingo com o enviado do Quarteto para o Oriente Médio, Tony Blair, e pediu um maior esforço da comunidade internacional para conseguir "a cessação imediata da agressão israelense" contra a Faixa de Gaza.

Segundo um comunicado da Casa Real jordaniana, o monarca pediu "a colaboração dos esforços regionais e globais para assegurar uma cessação imediata da escalada militar israelense que, se continuar, representará uma ameaça perigosa para a segurança e estabilidade da região".

Durante a reunião com Blair, Abdullah II destacou a importância dos esforços do Quarteto em "impulsionar o processo de paz no Oriente Médio, a fim de encontrar uma solução duradoura baseada na visão de dois Estados".

O monarca reiterou sua postura a favor do estabelecimento de um Estado independente palestino nas fronteiras de 1967, com Jerusalém Oriental como capital.

Abdullah II se reuniu separadamente com o secretário de Estado das Relações Exteriores britânico, Alistair Burt, com quem também tratou da escalada da violência entre Israel e o movimento palestino Hamas.

A ofensiva "Pilar Defensivo", que entrou hoje em seu quinto dia, já causou a morte de 65 palestinos e deixou 550 feridos em Gaza.


_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 2:06 am

Vitor mango escreveu:Portugal condena violência na Faixa de Gaza

Por Redação




A escalada de violência na Faixa de Gaza foi este domingo condenada pelo Governo português.

Em
comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros lamentou os ataques
de parte a parte e apelou a que as negociações de paz sejam retomadas.

No
documento, o ministério tutelado por Paulo Portas «condena com
veemência as ações militares que atingem civis e crianças inocentes na
Palestina» e «o disparo indiscriminado de ´rockets´ contra o território e
a população israelitas».

«O Governo Português, como outros
parceiros internacionais, apela à contenção e a uma atitude responsável
das partes para evitar uma deterioração da situação no terreno.
Expressamos o nosso incentivo às iniciativas para reduzir a tensão, em
particular a do Egito», pode ler-se na nota.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros realça a importância do regresso às negociações de paz entre Israel e a Palestina.

O
conflito bélico iniciou na última quarta-feira, altura em que a aviação
israelita atacou Gaza numa operação denominada «Pilar da Defesa».


O Paulinho das feiras sabe bem que nao pode apoiar a matança de palestianos pelos Judeus ja que o Mundo arabe lhe iria fechar as PORTAS

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 4:59 am

Israel: 1/3 de mortos não estava envolvida em conflito






Atualizado em 19 de novembro, 2012 - 09:52 (Brasília) 11:52 GMT




























Exército israelense disse investigar mortes acidentais de civis em ataque a casa em Gaza



No sexto dia de bombardeios de
Israel contra a Faixa de Gaza, e com o total de mortos se aproximando de
cem, o Exército israelense afirmou nesta segunda-feira que trinta e
três porcento dos mortos não estavam envolvidos no conflito.

Ao menos 18 pessoas foram mortas nos ataques
nesta segunda-feira, elevando a 95 os palestinos mortos na atual onda de
confrontos entre Israel e o Hamas, grupo que controla a Faixa de Gaza.
Um míssil palestino matou 3 israelenses na quinta-feira.




Notícias relacionadas









Tópicos relacionados







O número de mortos aumentou nos
últimos dias, com mais de 50 vítimas, segundo autoridades palestinas. No
domingo, 12 pessoas de uma mesma família, incluindo quatro crianças,
foram mortas em um ataque israelense que destruiu uma casa de dois
andares em Gaza.

O Exército israelense afirmou nesta
segunda-feira que outros nove palestinos foram mortos acidentalmente em
um ataque que visava um comandante do Hamas responsável pelo programa de
foguetes do grupo.

Segundo as autoridades militares israelenses, o incidente está sendo investigado.

Foguetes interceptados


O Exército israelense afirmou ter atacado 80
locais durante a madrugada deste domingo, incluindo casas de militantes
do Hamas, depósitos de armamentos e delegacias de polícia, elevando a
1.350 o total de locais bombardeados desde quarta-feira. Fontes
palestinas afirmaram que 18 pessoas morreram na última onda de ataques.

Houve também disparos esporádicos de Gaza em direção ao território israelense, mas não há relatos de danos materiais ou vítimas.

Segundo o Exército de Israel, centenas de
foguetes foram disparados pelos militantes palestinos nos últimos dias
em direção ao território israelense, e cerca de um terço deles foi
interceptado pelo sistema israelense de defesa antimísseis.

A violência na região se intensificou na
quarta-feira, após a morte do comandante militar do Hamas, Ahmed Jabari,
em um ataque aéreo israelense.

Israel afirma que a morte de Jabari e o
bombardeio a Gaza são respostas aos disparos de foguetes por militantes
palestinos contra seu território.

Na quinta-feira, um míssil disparado de Gaza
atingiu um edifício na cidade de Kiriat Malachi, no sul de Israel,
matando três israelenses.

Pressão





Israel começou a incorporação de 31 mil reservistas ao Exército, alimentando rumores de invasão por terra



A intensificação dos bombardeios israelenses no
fim de semana aumenta a pressão internacional por um acordo de
cessar-fogo entre Israel e Hamas.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, anunciou
sua ida ao Cairo, no Egito, para participar de negociações lideradas
pelo governo egípcio para um possível acordo.

Na noite do domingo, Ban pediu que os dois lados interrompam imediatamente a violência.

O premiê israelense, Biniyamin Netanyahu, afirmou no domingo que Israel estava pronto para "expandir" a operação em Gaza.

Israel aprovou no fim de semana a convocação de
até 75 mil reservistas, aumentando os rumores sobre uma possível invasão
terrestre a Gaza. Até esta segunda-feira, 31 mil reservistas já haviam
sido efetivamente convocados - quase o triplo do número de reservistas
incorporados ao Exército durante o conflito de 2008-2009, quando o
Exército israelense invadiu a Faixa de Gaza.

O presidente do Egito, Mohammed Mursi, afirmou
que uma eventual invasão israelense a Gaza teria "repercussões graves" e
afirmou que isso não seria aceito pelo Egito "nem pelo mundo livre".

A Liga Árabe, que realizou uma reunião de
emergência no domingo para discutir a violência na região, anunciou o
envio de uma delegação ao território palestino nesta terça-feira.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 5:00 am

O presidente do Egito, Mohammed Mursi, afirmou
que uma eventual invasão israelense a Gaza teria "repercussões graves" e
afirmou que isso não seria aceito pelo Egito "nem pelo mundo livre".

A Liga Árabe, que realizou uma reunião de
emergência no domingo para discutir a violência na região, anunciou o
envio de uma delegação ao território palestino nesta terça-feira.


SERVIOS foram levados ao TPI por menos matança e odio e crimes contra a humanidade

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Joao Ruiz em Seg Nov 19, 2012 5:35 am

.
Será, que esta gente é toda doida e ainda não percebeu, que a Irmandade Muçulmana está a querer tomar conta de todo o Médio Oriente?!

Valha-me o Menino Jesus da Cartolinha!

Twisted Evil

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!

Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 10:07 am

Joao Ruiz escreveu:.
Será, que esta gente é toda doida e ainda não percebeu, que a Irmandade Muçulmana está a querer tomar conta de todo o Médio Oriente?!

Valha-me o Menino Jesus da Cartolinha!

Twisted Evil
EStive a fazer umas contas e verifico que é mentira
Iraque é invadido pela america segue-se o afeganistao ...os judeus invadem o libano o Ocidente a Libia o mundo Islamismo moderniza-se democraticamente...Tunisia Egipto Libia Siria e por ai fora
Paises beligerantes e invasores
EUA e Israel
Paises ocupados militarmente pelos Islamicos ...ZERO


Última edição por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 10:13 am, editado 1 vez(es)

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 10:12 am

quem invadiu a Siria ?

Líder diz conspirações contra a Síria visam quebrar a resistência anti-Israel
O líder da Revolução Islâmica, Ayatollah Seyyed Ali Khamenei fala em uma reunião com autoridades iranianas Hajj em 19 de novembro de 2012.
O líder da Revolução Islâmica, Ayatollah Seyyed Ali Khamenei fala em uma reunião com autoridades iranianas Hajj em 19 de novembro de 2012.
Seg 19 de novembro de 2012 13:52 GMT
2
94

16

O líder da Revolução Islâmica, Ayatollah Seyyed Ali Khamenei reafirmou posição clara do Irã sobre a questão da Síria, advertindo de parcelas por potências arrogantes para quebrar a resistência anti-Israel, visando a Síria.


"A realidade da questão Síria é que a frente arrogante pretende eliminar o elo de ligação da cadeia de resistência [contra Israel] na região, que está localizado no bairro do regime sionista usurpador", Khamenei disse em uma reunião com autoridades iranianas Hajj na segunda-feira.

O líder destacou impedindo o fluxo de armas para a Síria como a única solução para a crise do país.

Khamenei afirmou que é natural que qualquer governo para combater a oposição quando recebem braços de fora do país.


O líder destacou que se os grupos de oposição sírios depuseram as armas, seria possível para eles para exigir do governo para ouvir os seus pontos de vista e permitir-lhes expressar as suas posições.

Síria tem experimentado uma inquietação mortal desde Março de 2011 e muitas pessoas, incluindo um grande número de militares e de segurança, foram mortos no tumulto.

Damasco diz que os grupos armados são apoiados por os EUA e seus aliados na região.

Repetidamente o Irã manifestou a sua oposição a qualquer interferência estrangeira. Nos assuntos internos da Síria, pedindo diálogo inclusivo e reconciliação nacional, bem como eleições livres como a chave para a solução da crise no país

SF / SS / AZ

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 10:14 am

haaretz



Oficial egípcia cima para Haaretz: Estamos muito perto de acordo de cessar-fogo
Hamas prazo do Ministério da Saúde diz que número de palestinos mortos em Gaza chega a 100; IDF mata líder da Jihad Islâmica superior, Gaza número de mortos chega a 95, mais de 540 foguetes caíram dentro de Israel desde quarta-feira, mas todos os 35 deles em áreas abertas, enquanto ferro sistema Dome ter interceptado cerca de 320 foguetes.


_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Joao Ruiz em Seg Nov 19, 2012 11:31 am

.
EStive a fazer umas contas e verifico que é mentira
Iraque é invadido pela america segue-se o afeganistao ...os judeus invadem o libano o Ocidente a Libia o mundo Islamismo moderniza-se democraticamente...Tunisia Egipto Libia Siria e por ai fora
Paises beligerantes e invasores
EUA e Israel
Paises ocupados militarmente pelos Islamicos ...ZERO

Dá vontade de rir. Todos os países, que cita, ou estão já sob o domínio da Irmandade Muçulmana (a começar pelo Egipto, cujo presidente dela faz parte)ou em vias disso. Ou pensa, que a primavera árabe é obra de democratas?! Como está enganado, Actualize-se e deixe-se de contas mal feitas. Não falta no Google matéria sobre o assunto.

A propósito, sabia que o Hamas também pertence à panelinha?!

queen

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!

Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 1:18 pm

Joao Ruiz escreveu:.
EStive a fazer umas contas e verifico que é mentira
Iraque é invadido pela america segue-se o afeganistao ...os judeus invadem o libano o Ocidente a Libia o mundo Islamismo moderniza-se democraticamente...Tunisia Egipto Libia Siria e por ai fora
Paises beligerantes e invasores
EUA e Israel
Paises ocupados militarmente pelos Islamicos ...ZERO

Dá vontade de rir. Todos os países, que cita, ou estão já sob o domínio da Irmandade Muçulmana (a começar pelo Egipto, cujo presidente dela faz parte)ou em vias disso. Ou pensa, que a primavera árabe é obra de democratas?! Como está enganado, Actualize-se e deixe-se de contas mal feitas. Não falta no Google matéria sobre o assunto.

A propósito, sabia que o Hamas também pertence à panelinha?!

queen
houve eleiçoes e ganhou quem o povo quiz logoooooooooooooooooooooo ....e o hamas ganhou tambem eleiçoes

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 1:34 pm

6

3

Os
britânicos meios principais do córrego, que dão as autoridades do
regime israelense cada pódio eles precisam para expressar suas atitudes
tendenciosas de questões do mundo, são, principalmente dedicados e
financiado em parte por grupos pró-Israel do lobby dentro dos círculos
políticos do Reino Unido.


Bicom,
a Grã-Bretanha Israel Comunicação e Centro de Pesquisa, é um dos órgãos
criados pelos Amigos do Trabalho de Israel, um poderoso grupo de
pressão pró-israelense dentro da peça do Trabalho, que se dedica a
promover o apoio a Israel no Reino Unido.

Bicom
corre o balcão de Notícias para a British Broadcasting Corporation
(BBC), Sky News, o Financial Times (FT), e jornais como o Guardian, o
Daily Telegraph, o Espelho e organizações diversas notícias, que são
tomada propaganda oficial israelense dentro do UK.

No
ano passado, um e-mail, enviado por Lorna Fitzsimons, o diretor de
Bicom ", dedicada a criar um ambiente mais favorável para Israel na
Grã-Bretanha", vazou para a mídia alternativa e deixou o corpo vermelho
enfrentou. Ele
disse: "Durante todo o fim de semana, Bicom funcionários estavam em
contato com uma série de mesas de BBC e Sky News e jornalistas,
garantindo que a linha mais objetivamente favorável foi tomada, e
oferecendo cabeças falantes, relevantes para as histórias que se
desenrolam."

O
aparelho pró-Israel geralmente organiza delegação de mídia social de
blogueiros do Reino Unido para os israelenses territórios palestinos
ocupados e que os liga figuras-chave dentro da entidade sionista, bem
como figuras proeminentes da Autoridade Palestina. Eles são ensinados a distorcer os fatos no chão e publicar a notícia do interesse do regime israelense.

Bicom
é bem conhecido por ter políticos britânicos e outras figuras
influentes em excursões de propaganda para a Palestina ocupada para
atender figuras israelenses. Para
um exemplo, Bicom pago por Adam Werritty, o conselheiro desgraça do
ex-ministro da Defesa do Reino Unido Liam Fox em 2009 para assistir a
uma conferência de Israel para falar sobre o Irã.

Bicom,
que também é conhecido por ter anti-Irã planeja sabotagem no topo da
sua agenda, colaborou no início deste ano com o escritório estatal
britânica de Comunicação (Ofcom) para bloquear a alternativa idioma
Inglês canal Press TV no Reino Unido, e, portanto, eliminar uma voz crítica que tinha conseguido atrair um grande público dentro Grã-Bretanha.

Bicom,
por sua vez, organiza manifestações contra no Reino Unido para ofuscar
os protestos de partidários da chamada Palestina para boicote,
desinvestimento e sanções (BDS) contra as empresas cúmplices de Israel
apartheid, ocupação e militarismo.

MOL / HE

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 2:33 pm

gostei da analise do Paulo Portas sobre o medio Oriente
Diz ele que o pessoal moderado perdeu a sua força para dar lugar ao extremismo que nada de nada VAI DAR SENAO ...condenou os rockets do hamas e a bestialidade desproporcional dos Israelitas que irão sacfrificar muita gente inocente...informando que Palestianso (hamas ) e Israelias terao que conversar a serio para a cosntituiçao de dois estados livres e paralelos

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 3:07 pm

Confrontos elevam popularidade do governo israelense e do Hamas











Guila Flint

De Tel Aviv para a BBC Brasil









Atualizado em 19 de novembro, 2012 - 17:13 (Brasília) 19:13 GMT




























Manifestante pró-Hamas ergue bandeira do grupo em Ramalá



Tanto o governo israelense como o
Hamas obtiveram ganhos políticos com os confrontos iniciados há seis
dias e que já deixaram mais de 100 mortos na Faixa de Gaza e 3 mortos no
sul de Israel.

De acordo com uma pesquisa de opinião publicada pelo jornal Haaretz,
a popularidade dos dois líderes israelenses que estão à frente da
chamada Operação Coluna de Nuvem – o premiê Binyamin Netanyahu e o
ministro da Defesa Ehud Barak – aumentou em decorrência dos confrontos.





Notícias relacionadas









Tópicos relacionados







A pesquisa indica que o apoio do
público a Netanyahu e Barak subiu em 20 pontos e que 84% da população
concorda com a decisão do gabinete de lançar a ofensiva contra a Faixa
de Gaza.

Analistas palestinos afirmam que o Hamas, grupo
islâmico que governa a Faixa de Gaza, também obteve ganhos políticos
desde que os confrontos começaram.

De acordo com o analista Mahdi Abdul Hadi, para a
população palestina "tanto na Faixa de Gaza, como na Cisjordânia e em
Jerusalém Oriental", o Hamas torna-se cada vez mais o símbolo da
"resistência".

'Protagonista'


"Abu Mazen (presidente da Autoridade Palestina,
Mahmoud Abbas) agora está à margem dos acontecimentos. Ninguém mais leva
Abu Mazen a sério. O principal protagonista é o Hamas", disse Abdul
Hadi à BBC Brasil.

O Hamas, que esteve isolado desde que tomou à
força o controle da Faixa de Gaza em 2007, agora obtém mais e mais
legitimidade, principalmente por parte do novo governo egípcio.

Desde a vitória do lider da Irmandade Muçulmana,
Mohamed Mursi, nas eleições egípcias, houve uma mudança drástica na
relação do país com o Hamas.




Israel poderá lançar ofensiva terrestre conta o Hamas




O líder anterior do Egito Hosni Mobarak
colaborava com o bloqueio israelense à Faixa de Gaza, enquanto Mursi
manifesta solidariedade ao Hamas, grupo que tem afinidade ideológica com
a Irmandade Muçulmana.

O fato de que, apesar da disparidade de forças
com Israel, o Hamas tem conseguido colocar mais de 4 milhões de civis
israelenses dentro da linha de fogo, atacando inclusive Tel Aviv, é
visto pela população palestina como um êxito.

"A nova geração palestina já não acredita mais
no caminho das negociações, no qual o Fatah apostou, o processo de paz
está morto, agora o que prevalece entre os jovens é a cultura da
resistência", afirmou Abdul Hadi, que é diretor da Passia, Associação
Palestina de Estudos Internacionais.

Mensagem de solidariedade


O presidente Abbas enviou um dos líderes do
Fatah, Nabil Shaat, à Faixa de Gaza com uma mensagem de solidariedade
com os palestinos da região, que desde o dia 14 deste mes, sofreram mais
de mil bombardeios das tropas israelenses.

A vida das cidades do sul de Israel se encontra
praticamente paralisada desde o início dos confrontos e a população
desta região já foi alvo de mais de 900 foguetes lançados a partir da
Faixa de Gaza.

De acordo com porta-vozes do Exército
israelense, desde o início da operação as tropas "já destruíram grande
parte do arsenal do Hamas e mataram líderes militares importantes do
grupo".

No sexto dia desde o início da violência entre
Israel e os grupos armados da Faixa de Gaza – Hamas, Jihad Islâmico,
Comitês de Resistência Popular e grupos salafistas – o confronto se
aproxima de uma encruzilhada.

Se por um lado há a possibilidade de cessar-fogo
bilateral - que está sendo negociado principalmente com intermediação
egípcia, não se descarta também o risco de um recrudescimento da
violência.

Invasão terrestre


O Exército israelense já recrutou 40 mil
reservistas e deslocou tropas para a fronteira da Faixa de Gaza, se
preparando para uma invasão terrestre.

O vice-premiê de Israel, Moshe Yaalon, afirmou
nesta segunda-feira que Israel "quer cessar-fogo em troca de
cessar-fogo" e que se o Hamas não parar de disparar foguetes contra seu
país, "não haverá outro caminho exceto a operação terrestre".

De acordo com as últimas informações, o lider
político do Hamas, Haled Mashal, que está negociando um acordo com os
chefes da Inteligência egípcia no Cairo, exige que o cessar fogo seja
acompanhado por um alivio do bloqueio israelense à Faixa de Gaza.

O general da reserva e ex-lider do Partido Trabalhista, Amram Mitzna, defendeu um cessar-fogo imediato.

Em entrevista à radio Kol Israel, Mitzna afirmou
que "Israel já alcançou os objetivos da operação e nosso interesse
agora é parar os ataques. Acredito que, se pararmos, o Hamas também irá
parar. A invasão terrestre será um erro".

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 19, 2012 3:10 pm

"Abu Mazen (presidente da Autoridade Palestina,
Mahmoud Abbas) agora está à margem dos acontecimentos. Ninguém mais leva
Abu Mazen a sério
. O principal protagonista é o Hamas", disse Abdul
Hadi à BBC Brasil.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Joao Ruiz em Seg Nov 19, 2012 4:58 pm

.
De toda essa conversa, que não altera a realidade dos factos e não tendo eu falado de eleições mas de situações concretas, infelizmente bem anti-democráticas, o Mango respondeu , como já é seu hábito com a distorção do que sediscutia.

Mas se quer falar de eleições, vamos a isso:

O Hamas, foi eleito em 2006 e nem quer ouvir falar de novo acto eleitoral, porque já sabe, que se lhe acaba a fanfarronice; no Egipto, houve realmente eleições, mas é só olhar para o panorama político actual, para se perceber que o país vai de mal a pior.

E nem vale a pena falar da Líbia ou da Síria...

queen




_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!

Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Kllüx em Seg Nov 19, 2012 7:09 pm



Japoneses não vão de tretas



JAPÃO E MUÇULMANOS

A ser verdade, é interessante e dá que pensar….porque será que os
povos do Islão não se atiram a eles ?

JAPÃO E MUÇULMANOS

Já leu no jornal que um líder político ou um primeiro-ministro de uma
nação islâmica visitou o Japão?
Alguma vez já se deparou com a notícia de que a autoridade do Irão ou
da Arábia Saudita visitou o Japão? O Japão é um país que mantem o
Islão atrás das cortinas, e colocou restrições rígidas sobre o Islão e
todos os muçulmanos.
As razões são as seguintes:

a) O Japão é o único país que não dá cidadania para os muçulmanos.

b) No Japão residência permanente não é dada aos muçulmanos.

c) Há uma proibição forte referente à propagação do Islão no Japão.

d) Na Universidade do Japão, lingua árabe ou qualquer outra lingua
islâmica não é ensinada.

e) Não se pode importar o Corão publicado na lingua árabe.

f) De acordo com dados publicados pelo governo japonês, houve visto de
residência temporária para apenas 2 lakhs Muçulmanos, que precisam
seguir a lei japonesa.
Estes muçulmanos devem falar japonês e realizar seus rituais
religiosos em suas casas.

g) O Japão é o único país do mundo que tem um número insignificante de
embaixadas dos países islâmicos.

h) Os japoneses não são atraídos para o Islão em nada.

i) Os muçulmanos residentes no Japão são somente funcionários de
empresas estrangeiras.

j) Mesmo hoje, vistos não são concedidos aos médicos muçulmanos,
engenheiros ou administradores enviados por empresas estrangeiras.

k) A maior parte das empresas consta em seus regulamentos que somente
não muçulmanos devem se candidatar a um emprego.

l) O governo japonês é de opinião que os muçulmanos são
fundamentalistas e até mesmo na era da globalização, eles não estão
dispostos a mudar suas leis muçulmanas.

m) Os muçulmanos não podem sequer pensar em obter um apartamento
alugado no Japão.

n) Se alguém vem a saber que seu vizinho é um Muçulmano, então toda a
vizinhança permanece alerta.

o) Ninguém pode iniciar uma célula islâmica ou árabe Madarsa no Japão.

p) Não há lei (Sharia) no Japão.

q) Se uma mulher japonesa se casa com um muçulmano, então ela é
considerada uma pária para sempre.

r) De acordo com o Sr. Komico Yagi (Chefe de Departamento da
Universidade de Tóquio) há uma mentalidade no Japão de que o Islão é
uma religião muito intolerante e que se deve ficar longe dela.

Kllüx

Pontos : 11149

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: o massacre que se adivinha em gaza

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:48 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 11 Anterior  1, 2, 3, ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum