Gestora norte-americana é dona de 10% da dívida da Irlanda

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Gestora norte-americana é dona de 10% da dívida da Irlanda

Mensagem por Vitor mango em Seg Nov 26, 2012 1:45 am

Gestora norte-americana é dona de 10% da dívida da Irlanda

25 Novembro 2012 | 18:39

Lusa








Imprimir|
Enviar|
Reportar Erros|
Partilhar|

Votar|
Total: 0 Votos


Tamanho





A gestora de fundos
norte-americana Franklin Templeton detém cerca de oito mil milhões de
euros da dívida pública irlandesa, controlando 10% do total da dívida do
país, de acordo com a agência Bloomberg.
"A
concentração da dívida tem as suas armadilhas, no caso de quem a tem em
sua posse necessitar de vender", comentou à Bloomberg Dermot O'Leary,
economista na Goodbody Stockbroker, em Dublin, a capital da Irlanda.

Em
Maio de 2010, seis meses antes do resgate internacional à Irlanda, a
Franklin Templeton adquiriu a fatia de leão da dívida soberana irlandesa
que hoje possui, ajudando na altura à queda das 'yields' [taxas] da
mesma, mas a exposição a um único investidor tem os seus riscos.

A gestora norte-americana adquiriu as Obrigações do Tesouro irlandês com uma 'yield' próxima do máximo de 14% atingido em Junho de 2010 e, hoje, esta taxa negoceia nos 4,5%.

A Irlanda foi intervencionada pela 'troika' em Novembro de 2010, após o
fecho dos mercados internacionais de dívida que quase levou ao colapso o
sistema bancário irlandês e pretende libertar-se da sua dependência dos
empréstimos internacionais no final de 2013.

Entretanto, regressou parcialmente aos mercados este ano, com emissões de títulos de dívida.

"Quando a Irlanda tentar regressar em pleno ao mercado, o seu objetivo
deve ser o de ampliar a sua base de investidores", salientou Dermot
O'Leary.

A californiana Franklin Templeton gere activos de 750
mil milhões de euros, tendo apostado na dívida irlandesa em detrimento
da dívida dos outros países da zona euro, porque acredita que a economia
do país será mais saudável após o fim da crise da dívida europeia.

"O que vemos na Irlanda é positivo em termos da reestruturação
económica que lhe permitirá ser mais competitiva", justificou a 19 de
novembro à Bloomberg TV John Beck, director do segmento de dívida da
Fraklin Templeton, em Londres. Segundo o responsável, o ajustamento nos
outros países europeus "tem sido muito mais lento".

"A Irlanda
tem um sector exportador líquido que tem melhorado significativamente em
resultado das medidas de austeridade implementadas", realçou Beck,
sublinhando que a Franklin Templeton não detém dívida dos outros países
periféricos, como Portugal, Espanha ou Grécia.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106523

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum