Italianos vão às urnas em eleições gerais marcadas por incertezas

Ir em baixo

Italianos vão às urnas em eleições gerais marcadas por incertezas

Mensagem por Vitor mango em Seg Fev 25, 2013 4:29 am

UROPA

24/02/2013 - 12h42 | Redação | São Paulo






Italianos vão às urnas em eleições gerais marcadas por incertezas



Coalizão de centro-esquerda aparece como favorita, mas ela deve encontrar dificuldades para formar um governo






















Agência Efe

Feministas protestaram contra o ex-premiê Silvio Berlusconi enquanto ele votava neste domingo

Os italianos começaram na manhã deste domingo (24/02) a irem às urnas
nas eleições gerais cujo resultado é considerado imprevisível pela
imprensa local. Até esta segunda-feira (25/02), 47 milhões de pessoas
devem votar para escolher 630 deputados, 315 senadores e o novo
presidente da República.

O principal mistério diz respeito a qual partido conseguirá formar uma
nova coalizão de governo para substituir o primeiro-ministro Mario
Monti, responsável pela antecipação do pleito em dois meses devido à sua
renúncia, em dezembro.

Como a legislação italiana proíbe a divulgação de pesquisas nos 15 dias
que antecedem as eleições, há grande incerteza sobre quem sairá
vencedor. Além disso, os indecisos estão estimados em 30% da população.

O líder da coalizão de centro-esquerda, Pier Luigi Bersani, do Partido
Democrático, aparecia como favorito nos últimos levantamentos. No
entanto, em segundo lugar estava o comediante Beppe Grillo, do movimento
Cinco Estrelas, que faz crítica ao sistema político do país. De acordo
com as pesquisas, Grillo ultrapassou em intenção de voto a coalizão de
direita do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

O atual sistema eleitoral da Itália, porém, permite à coalizão
ganhadora para o Senado em cada região atribuir-se 55% das cadeiras. Por
isso que é especialmente importante, sobretudo, o voto da populosa
Lombardia, habitual reduto de votos de Berlusconi, que já votou na manhã
de hoje e foi alvo de protestos de feministas.

O principal tema discutido na campanha diz respeito à importância de
implementar uma reforma fiscal no país e de não desperdiçar o aumento de
confiança dos investidores, conquistado durante a gestão de Monti.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 110510

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum