Italianos vão às urnas em eleições gerais marcadas por incertezas

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Italianos vão às urnas em eleições gerais marcadas por incertezas

Mensagem por Vitor mango em Seg Fev 25, 2013 4:29 am

UROPA

24/02/2013 - 12h42 | Redação | São Paulo






Italianos vão às urnas em eleições gerais marcadas por incertezas



Coalizão de centro-esquerda aparece como favorita, mas ela deve encontrar dificuldades para formar um governo






















Agência Efe

Feministas protestaram contra o ex-premiê Silvio Berlusconi enquanto ele votava neste domingo

Os italianos começaram na manhã deste domingo (24/02) a irem às urnas
nas eleições gerais cujo resultado é considerado imprevisível pela
imprensa local. Até esta segunda-feira (25/02), 47 milhões de pessoas
devem votar para escolher 630 deputados, 315 senadores e o novo
presidente da República.

O principal mistério diz respeito a qual partido conseguirá formar uma
nova coalizão de governo para substituir o primeiro-ministro Mario
Monti, responsável pela antecipação do pleito em dois meses devido à sua
renúncia, em dezembro.

Como a legislação italiana proíbe a divulgação de pesquisas nos 15 dias
que antecedem as eleições, há grande incerteza sobre quem sairá
vencedor. Além disso, os indecisos estão estimados em 30% da população.

O líder da coalizão de centro-esquerda, Pier Luigi Bersani, do Partido
Democrático, aparecia como favorito nos últimos levantamentos. No
entanto, em segundo lugar estava o comediante Beppe Grillo, do movimento
Cinco Estrelas, que faz crítica ao sistema político do país. De acordo
com as pesquisas, Grillo ultrapassou em intenção de voto a coalizão de
direita do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

O atual sistema eleitoral da Itália, porém, permite à coalizão
ganhadora para o Senado em cada região atribuir-se 55% das cadeiras. Por
isso que é especialmente importante, sobretudo, o voto da populosa
Lombardia, habitual reduto de votos de Berlusconi, que já votou na manhã
de hoje e foi alvo de protestos de feministas.

O principal tema discutido na campanha diz respeito à importância de
implementar uma reforma fiscal no país e de não desperdiçar o aumento de
confiança dos investidores, conquistado durante a gestão de Monti.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106528

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum