Cresce número de drusos que se recusa a servir exército israelense

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cresce número de drusos que se recusa a servir exército israelense

Mensagem por Vitor mango em Sex Mar 29, 2013 11:22 am

Cresce número de drusos que se recusa a servir exército israelense



Serviço militar obrigatório para homens drusos é resultado de um acordo de 1956 entre líderes drusos e governo israelense






















Arquivo pessoal
O número de refuseniks está crescendo dentro da minoria religiosa dos drusos em Israel, de acordo com Samer al-Sakleh, um jovem de 20 anos que se recusou a servir o exército israelense. “Cerca
de 70% dos drusos do meu vilarejo vão para o exército”, disse
al-Sakleh, nativo de Meghar, um vilarejo da Galileia. Ainda assim, ele
espera que seu protesto, e o de outros drusos, encorajem mais jovens a
se tornarem objetores de consciência.

[al-Sakleh: maioria enfrenta as mesmas barreiras econômicas e políticas que o restante das minorias palestinas]

Meghar é também onde vive Omar Saad,
um músico druso que recebeu atenção internacional no ano passado por
sua decisão de não prestar o serviço militar. Como Saad, al-Sakleh
cresceu em uma família que rejeita a noção da lealdade inabalável dos
drusos a um estado que sistematicamente discrimina os palestinos.

“Eu venho de uma família comunista. Meu pai estudou na União Soviética e
nós fomos criados em um ambiente esquerdista que rejeita militarismos
como o de Israel”, afirmou al-Sakleh à Electronic Intifada. O pai dele foi mantido por quatro meses em uma prisão israelense por se recusar a servir o exército.

“Eu me considero palestino. Eu sou palestino, é claro, e eu sou parte
da cultura, da sociedade e da civilização palestinas, e os palestinos
que ocuparam a Cisjordânia e a Faixa de Gaza são parte do meu povo. Eu
não vou servir um exército que continuadamente os mata”.

“Nós nos identificamos como palestinos”

Diferentemente de muitos objetores de consciência drusos, al-Sakleh não
foi preso. Em vez disso, ele falhou de propósito em um teste de
recrutamento obrigatório e o estado o dispensou baseando-se na presunção
de que ele é mentalmente incapaz para o serviço militar. “Eu fingi que
sou louco, em outras palavras, mas fiz isso por razões morais e
políticas”, explicou.

O serviço militar obrigatório para os homens drusos é o resultado de um
acordo de 1956 através do qual os líderes da comunidade buscavam
melhorar as condições para a sua minúscula minoria e o governo
israelense buscava controlar os palestinos fabricando a discórdia entre
diferentes porções das minorias palestinas de Israel. Sempre existiram
objetores, no entanto, que veem o acordo como de mão única, que não vale
o que lhes custa.

“A maioria de nós enfrenta as mesmas barreiras econômicas e políticas
que o restante das minorias palestinas em Israel”, contou al-Sakleh.
“Nós somos majoritariamente pobres e nossos vilarejos, comumente
divididos com palestinos cristãos e muçulmanos, carecem de
infraestrutura”, como resultado da falta de vontade do governo em
investir em áreas não judias.

O estado submeteu os refuseniks drusos a severas punições.
Mesmo assim, “um número crescente de nós entende que nós nos
identificamos como palestinos – há mais de cinco ou dez anos,
certamente”, diz al-Sakleh.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cresce número de drusos que se recusa a servir exército israelense

Mensagem por Vitor mango em Sex Mar 29, 2013 11:23 am

Os drusos (em árabe: درزي, pl. دروز, transl. darazī, pl. durūz; em hebraico: דרוזים‎, transl. druzim) são uma pequena comunidade religiosa autónoma que reside sobretudo no Líbano, Israel, Síria, Turquia e Jordânia (pequenas comunidades expatriadas existem ainda nos Estados Unidos, Canadá, América Latina, Austrália, e Europa). Eles usam a língua árabe e seguem um modelo social muito semelhante ao dos Árabes da região. Não são considerados muçulmanos pela maioria dos muçulmanos da região, apesar de alguns drusos dizerem que a sua religião é islâmica.
A maioria dos drusos considera-se árabe, apesar de alguns drusos
israelenses não se considerarem como tal. Existem cerca de um milhão de
drusos em todo o mundo, a maioria dos quais vivendo no Médio Oriente.

Os drusos auto-intitulam-se em árabe como Ahl al-Tawhīd "o povo do monoteísmo". A origem do nome druso é debatida, mas costuma ser ligada com Maomé al-Darazi, um antigo mensageiro da comunidade, que é considerado um herético pelos drusos hoje em dia.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum