B de Beterraba

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

B de Beterraba

Mensagem por Vitor mango em Sex Maio 10, 2013 6:37 am











Dicionário dos Alimentos


B de Beterraba









09.05.2013

Por Pedro Carvalho, nutricionista





Baixa a pressão arterial e sobe a resistência.





Olhando para uma tabela de composição de alimentos, a beterraba
parece-nos um hortícola como tantos outros: baixo valor calórico,
razoável quantidade de fibra e um vasto leque de vitaminas e minerais,
sem nenhum que sobressaia propriamente dos demais (podemos abrir
eventualmente uma excepção para o ácido fólico). Nem mesmo a sua
pungente cor tem o equivalente em carotenos (uma vez que esta lhe é
atribuída pela betanina), nem tão pouco se traduz num extraordinário
potencial antioxidante em comparação com outros legumes.

Assim, a beterraba é um belo exemplo de que por vezes, mais do que
olhar para o que uma tabela de composição de alimentos tem, é necessário
olhar para o que ela não tem. É que aquilo que torna a beterraba
especial não é nenhuma vitamina nem mineral. É sim um ião e chama-se
nitrato (não confundir com nitrito ou nitrato orgânico, esses sim com
riscos para a saúde).

A investigação acerca do papel dos nitratos alimentares na nossa saúde é
ainda uma criança, mas bastante promissora diga-se. Também o seu
metabolismo é digno de uma história infantil começando esta viagem na
nossa cavidade oral onde os nitratos da beterraba são transformados em
nitritos pelas bactérias nela existentes e já na corrente sanguínea se
dá a passagem a óxido nítrico, sendo este o composto responsável pela
vasodilatação e relaxamento vascular que justificam o seu papel benéfico
na diminuição da pressão arterial. Logicamente que este efeito é
moderado, mas possui a vantagem de ser observado poucas horas depois da
ingestão de beterraba.

Uma outra vantagem é que, quando se fala de hipertensão, todos temos
ideia do que não devemos comer, mas já não sabemos muito bem o que de
facto podemos comer para a contrariar! A este nível a beterraba, para
além da sua riqueza em nitratos, é também uma boa fonte de potássio, o
“bom da fita” nesta relação nem sempre pacífica com o sódio / sal.

Já no âmbito desportivo, o sumo de beterraba tem merecido amplo
destaque pela sua capacidade de redução do consumo de oxigénio durante o
exercício aumentando assim a tolerância ao mesmo (sobretudo quando em
altitudes elevadas). De resto, quer em exercícios de endurance quer em intermitentes de alta intensidade, foram já observadas melhorias na performance, algo que faz do sumo de beterraba o alimento/suplemento ergogénico da “moda”.

Em suma, apesar do seu sabor não ser para todos os gostos, a beterraba
renasceu das cinzas com as recentes notícias, podendo (e devendo) ser
uma lufada de ar fresco e de cor na monotonia ainda presente em muitos
pratos e saladas.



Assistente Convidado da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto
pedrocarvalho@fcna.up.pt

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108814

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum