Lula o Choco com ou sem tinta a fogo brando

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Lula o Choco com ou sem tinta a fogo brando

Mensagem por Vitor mango em Seg Abr 18, 2016 12:40 am

Estava no Brasil quando do "Impedimento " do Collor de Melo

A votação era transmitida em direto coisa que agora não sei se será ja porque me chega aos ouvidos que toda a historia da Dilma é um conto do vigário

N altura do Collor de Melo e os deputados ou eleitores sabendo que milhões assistiam aproveitava as câmaras para

- Daqui envio uma beija á minha prima Likas e aos meus amigos de peito e... Voto SIM



O Brasil sempre foi e é um enorme pais que fala o português puro ) que não sei o que seja but...e onde nós Lusitanos que desenhamos aquele pais ou somos Manel ou Maria e ainda temos carros de bois nas aldeias e bebemos azeite Galo

...Só que as coisas mudaram quando os emigrantes e a integração na Europa nos fez voltar as costas ás ex colónias 
Os jesuítas dividiram o Brasil em capitanias dando ás zonas mais pobres maior peso político

Ora são os três estados do Brasil os que gerem quase toda a economia (abaixo de S. Paulo )
Ora mais natural que esses mesmos estados queiram ser livres e deixar para lá os pobres e descamisados

...Só que o "exercito " cheira o tema e quando ferve a água aparece na banca

- Alto e paira do baile !
Ora eu assisti a uma declaração de independência com bandeira própria quando fazia o meu caminho de Curitiba para o SUL 
Foi mal de pouca dura

Foi la o exercito e arriou a bandeira e se calhar também o calhau 


e por aqui me fico apesar de não gramar a Dilma )nada tenho quanto á senhora mas ...porra não gosto da pinta da madame




_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lula o Choco com ou sem tinta a fogo brando

Mensagem por Vitor mango em Seg Abr 18, 2016 1:00 am

A "emboscada do FBI", como descreve Lewinsky ao The Guardian, aconteceria em 1998... com Linda Tripp como cúmplice da polícia federal norte-americana. O relatório Starr, que incluía todos os pormenores do total dos nove encontros sexuais entre Lewinsky e Clinton, tornou-se do domínio público. Da televisão e da internet, na altura um meio tão novo quanto procurado. "Em 1998 e 1999, senti como se cada camada da minha pele estivesse a ser arrancada. É uma espécie de esfolamento. Sentimo-nos incrivelmente inexperientes e assustados. Mas também acho que a vergonha se cola a nós como alcatrão", explica Lewinsky a Jon Ronson.
Lewinsky foi o motor de arranque do pedido de impeachment de 1998, que quase tirou Clinton da Casa Branca. A frase do então presidente dos EUA, "I did not have sexual relations with that woman" ("Não tive relações sexuais com essa mulher"), proferida a 26 de janeiro de 1998, tornou-se uma das mais ouvidas, repetidas, satirizadas, da época. A frase foi usada pelos republicanos como mote do pedido de impeachment, que acusaram Clinton de perjúrio e obstrução à justiça. Monica Lewinsky continuaria a ser, para o público, "essa mulher".
Ao The Guardian, Lewinsky admite que esteve "muito perto" de cometer suicídio. "Acho que muitos jovens não veem o suicídio como um fim mas sim como um recomeço", explica.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ

Vitor mango

Pontos : 106508

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum