Durão é "o retrato da mediocridade confrangedora da generalidade dos políticos", acusa Alfredo Barroso.