Passos diz que caso de Loureiro é incómodo para Cavaco

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Passos diz que caso de Loureiro é incómodo para Cavaco

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 23, 2008 2:47 am

Passos diz que caso de Loureiro é incómodo para Cavaco

PAULA SÁ
BPN. O ex-candidato à liderança do PSD critica o "embaraço" do seu partido com o caso que envolve antigos dirigentes. Na oposição só Louçã pede a demissão de Dias Loureiro do Conselho de Estado. Entretanto, o PS volta atrás na recusa do esclarecimento do caso no Parlamento e viabiliza comissão de inquérito proposta pelo CDS

Passos diz que caso de Loureiro é incómodo para Cavaco
O ex-candidato à liderança do PSD Pedro Passos Coelho admitiu ontem ao DN que o caso BPN é, neste momento, um "incómodo" para o Presidente da República. Isto depois de o seu conselheiro de Estado Manuel Dias Loureiro ter sido desmentido publicamente por António Marta, ex-vice-governador do Banco de Portugal (BdP). "Há um conjunto de polémicas que apontam para que alguém não está a falar verdade e isso é, de facto, um incómodo para a Presidência."

Na sexta-feira à noite, numa entrevista à RTP1, Dias Loureiro, que foi administrador executivo da Sociedade Lusa de Negócios, detentora do banco, revelou ter alertado em Abril de 2002 António Marta, que detinha o pelouro da supervisão bancária, para o modelo de gestão do grupo e lhe pediu "atenção especial" ao BPN. Em declarações ao Expresso, António Marta desmente o teor da conversa: "Ele veio perguntar- -me porque é que o Banco de Portugal andava tão em cima do BPN."

Dias Loureiro reiterou também ao DN as declarações feitas na "Grande Entrevista" de Judite Sousa e adiantou que, na altura, o supervisor do BdP até lhe garantiu: "Estaremos atentos [ao BPN] e a porta estará sempre aberta para si."

Mal viu a primeira página do semanário e o desmentido do ex-vice-governador do BdP, o antigo ministro da Administração Interna de Cavaco Silva ligou a outro antigo colega de governo, Miguel Beleza (que chegou a ser governador do banco central) e pediu-lhe que confirmasse que fora através dele que a conversa com Marta tinha sido marcada. E Miguel Beleza confirmou mesmo à Lusa que tratou do encontro entre Dias Loureiro e António Marta, mas sem dar garantias da sua realização por não ter estado presente.

"Estou tranquilo porque falo verdade!"- afirmou Dias Loureiro quando questionado se vai manter o seu lugar no Conselho de Estado. "O meu lugar está sempre à disposição do sr. Presidente da República que me nomeou. Cavaco Silva trabalhou comigo durante 11 anos. Conhece a minha competência e a minha conduta."

Apesar do "incómodo", Pedro Passos Coelho não defende a demissão de Dias Loureiro do órgão de consulta do chefe do Estado. "Não tendo sido objecto de qualquer averiguação ou investigação não vejo razão para isso." E dos partidos da oposição, só o BE, pela voz de Francisco Louçã, exigiu a sua demissão. O DN tentou contactar antigos ministros, ex-dirigentes do PSD, incluindo Santana Lopes, sem sucesso. E os que atenderam o telefone escusaram-se a comentar o caso BPN. A direcção do PSD adoptou semelhante posição, apenas defendendo o esclarecimento do caso no Parlamento.

É precisamente esse esclarecimento que Pedro Passos Coelho não entende que não tenha sido solicitado imediatamente pelo seu partido, tendo deixado o CDS conduzir o processo de pedido de uma comissão de inquérito parlamentar. "O PSD devia ter tomado a iniciativa de viabilizar uma comissão de inquérito. Ao não fazê-lo pode dar a ideia errada que protege alguma informação."

Na sua opinião, é importante realçar que não existe qualquer relação política entre o BPN e o PSD e que o partido não deve mostrar "embaraço" relativamente ao facto de no caso estarem envolvidos antigos dirigentes do partido e membros dos seus governos, incluindo Oliveira e Costa.|
avatar
Vitor mango

Pontos : 108830

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passos diz que caso de Loureiro é incómodo para Cavaco

Mensagem por Vitor mango em Dom Nov 23, 2008 2:52 am


Na sua opinião, é importante realçar que não existe qualquer relação política entre o BPN e o PSD e que o partido não deve mostrar "embaraço" relativamente ao facto de no caso estarem envolvidos antigos dirigentes do partido e membros dos seus governos, incluindo Oliveira e Costa.|

poisssssssss
avatar
Vitor mango

Pontos : 108830

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passos diz que caso de Loureiro é incómodo para Cavaco

Mensagem por Vitor mango em Qua Out 03, 2012 4:27 am

amen

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108830

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passos diz que caso de Loureiro é incómodo para Cavaco

Mensagem por Vitor mango em Qua Out 17, 2012 5:33 am

amen

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108830

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Passos diz que caso de Loureiro é incómodo para Cavaco

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum