Umberto Eco só lia jornais com 6 meses de atraso ...eu nem isso

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Umberto Eco só lia jornais com 6 meses de atraso ...eu nem isso

Mensagem por Vitor mango em Sab Jan 21, 2017 1:14 am

Aviso o pessoal que Umberto Eco não joga em nenhum clube até porque ja atou as botas e caneleiras seria dificílimo ...era um escritor e mandou para as prateleiras O "Nome da Rosa "
Ora isto de ler noticias com 6 meses de idade avisa-me que o FraçiBruki que envia para reciclagem posts com u8m ano de idade
- O mal ? Pois é sempre a tentativa da gente adivinhar se chover ou faz chuva quando o céu está claro
Todo este paleio emborca no pessoal da especialidade e nos amadores a tentarem agarrar os Tomates do Trampas enquanto as madames se embebedam na elegância do vestido da esposa do Trampas
Quando é assim eu recuo no tempo e vejo Salazar nas calmas a responder a uma pergunta de Hitler a que o Antonio respondeu

- Tomates (!!!) ... não vos digo o significado que é porno porque nao me visto com essa roupa

Pois !
...e como li bibliografia do Churchill e do Salazar antes dos alemães e ingleses se meterem na refrega anoto para V. Exas que so0 leiem a Bola que...
- O Unico pensamento do António Salazar era salvar as "Colonias " e ele negociava com ingleses e alemães o tema
Churchil não gostava do Salazar e o Hitler nem sabia onde ficava Portugal e muito menos Angola ou Moçambique pese embora os tres dias de luto que o Ditador luso mandou a nação ter de luto pela morte do António Alemão (facto aberrante que ninguém percebeu ...nem vocês caragoh )

Esta obsessão António pelas colónias deu em derrocada porque ele meteu o exercito a tentar resolver um problema que era politico

...O POVO UNIDO ...Bla Bla ...nem mais um soldado para bala bla ...essas merdas

A URSS caiu podre a america pasmou no Vietname e não ganha uma guerra ...bla bla

Hoje a gente percebe que nos metemos na CE onde manda a Alemanha a Inglaterra cavou a Italia resmunga a grecia L~e os discursos de Sócrates e pasme-se

O Costa ...O Costa Pah mete-se a milhas e vai até `*a India ...India carago...Goa ... e diz o meu pai era Indiano e eu  que tenho passaporte Luso que tem representa o Mundo é um Portugues





Ele O Guterres !




Última edição por Vitor mango em Sab Jan 21, 2017 1:29 am, editado 1 vez(es)

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 107606

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Umberto Eco só lia jornais com 6 meses de atraso ...eu nem isso

Mensagem por Vitor mango em Sab Jan 21, 2017 1:24 am

Umberto Eco fecha o livro


Umberto Eco, no corredor da sua casa em Milão

  |  João Céu e Silva


Pub

A morte de Umberto Eco surpreendeu milhões. É a despedida de um dos maiores intelectuais europeus, perseguido pelo sucesso do romance 'O Nome da Rosa'
Da janela do apartamento de Umberto Eco vê-se bem um dos principais monumentos de Milão, o Castelo Sforzesco. Coincidentemente, será nessa fortificação onde até terça-feira o seu corpo estará a ser velado, após o anúncio da sua morte que esta sexta-feira surpreendeu milhões de leitores em todo o mundo. Talvez por se confrontar com o Castelo Sforzesco em cada amanhecer milanês, Eco utilizara as suas catacumbas como elemento de inspiração no mais recente romance, Número Zero, para situar alguns dos factos inexistentes que apimentam a narrativa sobre um falso jornal. O escritor gostava de sobremaneira criar essas mentiras, tanto como apreciava mostrar os exemplares de livros falsos que tinha na sua biblioteca de 30 mil volumes nesse apartamento e mais 20 mil na casa de praia, em Rimini.
"Fazer da cultura a máxima das ficções"



Falsidades que estavam também em O Pêndulo de Foucault, romance que lhe levou oito anos a escrever e que, não tendo o sucesso esperado, o deixou algo triste. Aliás, a intriga de O Pêndulo passava por Portugal, mais precisamente pelo Convento de Cristo, em Tomar, aonde o escritor se deslocou no período de investigação do romance, deixando o monumento com "a mente em chamas" face ao que observara.
A diretora do Convento, Andreia Galvão, recordou isso mesmo ontem, tal como o facto de ele ter posto num dos personagens que andava ao engano sobre os mistérios dos Templários toda a emoção vivida em Tomar: "Comovera-se ao entrar na Charola, o templo octogonal que reproduz o do Santo Sepulcro." Ora se Umberto Eco levou com este romance, como assinala a câmara de Tomar, o nome da cidade a "milhões de leitores por todo o mundo", também não deixou de colocar em causa o que era verdade e o que se tornava mito ao longo dos séculos na Ordem dos Cavaleiros Templários. Tal como o fizera no penúltimo romance, o Cemitério de Praga, ao deixar o protagonista proferir um longo rol de falsidades históricas, daquelas que deixava o leitor em dúvida sobre o que seria afinal verdade ou mentira.




E aqui chegamos a muito do que marca todo o trabalho ensaístico e literário do filósofo e romancista ateu, o de estar sempre apostado em criar uma dúvida em quem o lia ou ouvia. Uma pose de intelectual que se tornou conhecida em todo o mundo e que o pensador português, Eduardo Lourenço, define como sendo um "caso extraordinário e dos mais representativos de quem fez da cultura a máxima das ficções".
Se bem que na última entrevista que deu ao DN, em 2015, Umberto Eco estivesse pouco satisfeito com o impacto futuro de alguns dos grandes temas que dominaram os anos 60, 70 e 80, e que nortearam muitos dos seus trabalhos, considerando que era temas "muito mal compreendidos", como era o da Guerrilha Semiológica: "Na discussão sobre a comunicação dos anos 60 pensava-se sempre em como passar a mensagem. A solução era mudar a mentalidade face à influência da televisão e era preciso que em frente a cada aparelho estivesse alguém que explicasse. Isso era a Guerrilha Semiológica, que provocou até conflitos com os militares."Entre as situações mais polémicas estava o modo como abordava as questões, tanto assim que chegou a escrever um ensaio sobre James Bond. "Um tema de comunicação de massas...", disse ao DN. Que os seus colegas académicos não apreciaram, questiona-se: "Naquela época, nos anos 60/70, não apreciaram assim tanto, mas depois recebi 42 doutoramentos honoris causa, o que quer dizer que os meus colegas não percebiam a realidade."
Eco nunca se preocupou com a opinião pública sobre a sua rebeldia e quando passeava pelas ruas de Milão gostava de ser reconhecido ou até ser questionado sobre a sua obra, mesmo que após O Nome da Rosa os temas se focassem mais nesse livro e menos na semiótica ou outros termos impenetráveis para o cidadão comum. Era aqui que residia a diferença de Umberto Eco para com os seus contemporâneos, pois utilizava o que as pessoas percebiam como material ensaístico. Em nome da semiótica surgiam nos livros símbolos, conceitos, palavras, desenhos, bem como a religião, a moda, ou até a música, que as pessoas conheciam. Nada que fosse apenas matéria-prima para ensaio, mas também para os romances que escreveu e onde decalcava muitas preocupações - e provocações - académicas.
Leia mais pormenores na edição impressa ou no e-paper do DN

  •  
    0


_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 107606

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Umberto Eco só lia jornais com 6 meses de atraso ...eu nem isso

Mensagem por Vitor mango em Sab Jan 21, 2017 1:25 am

busca no GOOGLE ora veja

Resultados da procura

Óbituário - Umberto Eco fecha o livro - Diário de Notícias

www.dn.pt/artes/interior/umberto-eco-fecha-o-livro-5040251.html
21/02/2016 - A morte de Umberto Eco surpreendeu milhões. ... do filósofo e romancista ateu, o de estar sempre apostado em criar uma dúvida em quem o lia ou ouvia. ... Administrativos do SEF iniciam hoje greve de seis meses ... 6Ira Sachs: "O que gosto mais no cinema é da intimidade e de uma boa história" · 7Um ...

http://vagueando.forumeiros.com/t42912-umberto-eco-so-lia-jornais ...


https://plus.google.com/101477698647160330356/posts/YLS3CLgj7wm
PASTILHA Vitor
há 5 minutos - http://vagueando.forumeiros.com/t42912-umberto-eco-so-lia-jornais-com-6-meses-de-atraso-eu-nem-isso. Umberto Ecolia jornais com 6 meses de atraso ...eu ...

Umberto Eco – Wikipédia, a enciclopédia livre

https://pt.wikipedia.org/wiki/Umberto_Eco
Umberto Eco (Alexandria, 5 de janeiro de 1932 — Milão, 19 de fevereiro de 2016) foi um escritor, filósofo, semiólogo, linguista e bibliófilo italiano de fama ...

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 107606

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Umberto Eco só lia jornais com 6 meses de atraso ...eu nem isso

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum