Arvores que não ardem – e o encolher de ombros da irresponsabilidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Arvores que não ardem – e o encolher de ombros da irresponsabilidade

Mensagem por Vitor mango em Ter Jun 20, 2017 9:54 am

Arvores que não ardem – e o encolher de ombros da irresponsabilidade



Artigo de J. Monteiro Diário Leiria em 2003



 

De repente sinto-me no Inferno .

Abro a televisão é Fogo !

Ligo  o telefone e descrevem-me os horrores no Centro e Norte de Portugal

Um estrangeiro puxa-me pela manga do casaco .

Ouve foguetes , insiste comigo qual o melhor caminho para fugir – associa os foguetes a explosões de botijas de casas

a arder .

 A fuligem invade tudo .

Realmente assusta .

Alguém insiste comigo para escrever um comentário rápido sobre o fogo por causa da morte dos chilenos,  país onde fiz trabalhos em floresta .

 

Vamos falar das arvores que não ardem

 

São choupos !

A quantidade de água na sua constituição impede-as de arder . Uma tonelada de madeira de choupo verde pesa 800 quilos mas seca ao ar perde mais de metade do peso .

O ar em volta de um choupal tem coeficientes de humidade inimagináveis neste dia de canícula . Como ocupam vales , um choupal é sempre uma poderosa barreira para cortar fogos . O Fogo por mais violento que seja pára aí

É raro ,  muito raro um choupo arder .

Choupos , salgueiros e amieiros ocupam lugares sagrados ao longo dos rios e nos vales bordejando linhas de água . Não foi por acaso que a natureza os colocou aí

Todas as três arvores contribuem para funções especificas

 

O negocio do Fogo ?

 

Em tudo isto a quem já alguém chamou negocio ,  eu chamo outra coisa .

Educação ambiental

É frequente vermos condutores a conduzir de beata fora da janela. O cigarro atirado fora  rola até á berma onde existem folhas secas e aí temos um incêndio  

O nosso condutor aflito com o calor pára na primeira cervejaria para pedir uma cerveja fresquinha e ao ouvir a sirene dos bombeiros em loucas correrias , nem sonha que o fogo foi ateado pela sua imprevidência .

Pois! Todas as estradas nacionais deviam ter ALERTAS de fogo indicado 5 graus conforme a humidade relativa do ar e temperatura – Existe em muito país . Olhem até no Chile !

A zona de Leiria entrou já há muito em colapso ambiental

Um novo riquismo e um desprezo por tudo ligado ao ambiente instalou-se irremediavelmente

Meus amigos, aqui  a nascente mais importante do Vale do Horto – chamado do Brejo foi destruída com buldozer por um  construtor civil . Fiz 23 participações e envolvi todos os responsáveis pelo cumprimento das leis ,  para impor o que a lei obriga a respeitar . O assunto enrola-se em burocracia .

Esta fonte é nada mais nada menos que o Ex-libris da aldeia do vale do Horto . O presidente da Junta encolheu o ombro neste acto de vandalismo . Sua excelência o Presidente da Câmara tem feito tudo o que lhe tem sido possível . O antigo Governador civil escrevia cartas para que o ambiente actuasse rapidamente .

Tratou-se de um acto de vandalismo puro onde interesses imobiliários se borrifam para causas ambientais ,  desde que o caso lhe traga dividendos

 

Portugal já está a arder porque o Ambiente deixou de actuar , não só na agua ,  no mau cheiro das pocilgas , nos erros de urbanização mas no encolher de ombros .

O ano passado e com três meses de antecedência alertei TODAS as entidades ligadas á agua que Leiria iria sofre sérios problemas com a água – do meu lado foi um acto de civismo .

Leiria ficou sem água durante uma semana .

Na altura indicava os caminhos a seguir

Só 6 meses depois alguém me respondeu

Quando se mexe no  ambiente instala-se o medo de actuar ,  pela voz grossa da ignorância nos locais de decisão .

Por isso iniciei por conta e risco a decisão de falar sobre ecologia nesta jornal todas as terças feiras

Corria riscos pessoais de vários sectores da cidade não gostarem  do que escrevia

Depressa verifiquei o contrario . Suinicultores a virem ter comigo para lhes explicar como se reconvertia a mijaceira em criação de peixes . Outros admiradíssimos com o potencial das propriedade de uma simples arvores na cidade .

Outros a telefonarem-me para abordar determinado tema ecológico

Alertei aqui , para o ridículo de colocarem placares ,  na cidade numa chamada de atenção da conclusão das obras, quando seria vital envolver as crianças nesta luta em assuntos mais prementes

Como por exemplo ;

- O estado da águas nos rios e ribeiras  , da poluição do ar , dos lixos deve fazer-se através das crianças , nunca nas camadas com vícios já instalados .

 

Escrevo este artigo com uma raiva incontida Ao meu lado toca um telemóvel oiço  noticias dramáticas

Dizem-me :

- a  minha irmã é bombeira foi rodeada pelo fogo juntamente com repórteres de TV . Eles choravam  como crianças a pedirem para os tirarem  dali . O profissionalismo dos bombeiros abrindo torneira ,  esticando mangueiras resultou  Em poucos minutos controlam o que poderia ser hoje o drama da abertura dos telefonais com a morte de repórteres .

Foi ontem para lá de Castelo Branco .

 

 O turismo neste Fogo

 

 

O mau cheiro insuportável das suinicultoras que rodeiam a Batalha impestam tudo num triângulo turístico das mais importantes do país . Num distrito onde para o ano vamos ter milhares de visitantes e a levarem  todo este pivete como recordação

Porque acontece esta situação ?

 MEDO ! Medo de actuação das entendidas pela envolvencia de rendimentos familiares de pequenas explorações .

Vou á ribeira da Várzea para meter uma motobomba  para tirar água .

Sábados Domingos e fora do horário dos fiscais ela a água  vem negra. Mesmo assim e á falta de melhor solução filtro-a decanto-a volto a filtra-la para aproveitamento humano Tenho agua pura a 200 metros enrolada numa burocracia castrante . Com fogos a poucos quilómetros ela a água cristalina e preciosa nesta canicula – PERDE_SE  . São 50.000 litros de água pura nascendo ao longo de 1 km de arvoredo . Depois  perde-se sem ninguém a aproveitar .

Em qualquer país onde as leis fossem aplicadas este acto de puro vandalismo teria a justiça em cima em poucos dias  .

 

Voltemos novamente ao Fogo

 

Gritam mais uma vez por mim , oiço choros . Parece que para os lados das Fontes  a aldeia corre sérios perigos .

 

Na radio escuto que morreram 2 chilenos especialistas em fogos .

Na zona da Chamusca , mais mortes

Porque morreram Chilenos ?

Não sei ! Conheço o Chile onde fiz importantes trabalhos florestais e onde tenho clone da minha autoria . Uma forte colonização alemã contribui para uma organização agrícola invejável , com bons profissionais e disciplina Talvez por isso os fomos buscar.

 

Estupidamente oiço foguetes por todo o lado das aldeias em festa .

 Porque não se proíbem de vez ? Pois ! Não contrariar  a inércia instalada !

Não se percebe !

Novamente o MEDO de actuar !

 

 

 

 

Meus amigos eu dou a cara todas as terças feiras neste jornal tento ser didáctico , e por isso utilizo uma linguagem acessível a todos

Outros jornais viram que o tema vende bem e toca agora de arranjar á pressa quem  tenha conhecimentos da natureza .

 O publico agora exige !.

As associações de ambiente começam a levantar a cabeça . As autoridades olham para onde podem reforçar a sua autoridade .

 

 

Voltamos ao Brasil onde nunca vi foguetes mas sim balões que são proibidos por lei e que há uns bons anos eram frequentes nas aldeias portuguesas

Todas as zonas florestais que vi no estado do Paraná eram bem planeadas e os fogos controláveis porque o clima a isso permite

 

Estudos sobre o Fogo foram feitos na Universidade de Coimbra onde existem altos especialistas na matéria .

Com Portugal a arder a gente pergunta

Porquê especialistas ?

A pergunta que se faz é ridícula . para que altos estudos sobre o Fogo se o Governo não dá aos bombeiros o elementar ?

Faltam  bombas , camiões cisternas , planeamento de limpeza de matas , ruas , corta fogos , alertas gerais ,

 

Escrevo de improviso como se estivesse numa mesa de café a falar sobre fogos .

 É urgente abanar toda a região de Leiria ouvir a voz do leitor que me lê neste momento . Não tenha medo de falar,  a sua voz é sempre ouvida , basta convencer um vizinho  e  se a sua mensagem for valida ELA  não vai  morrer .

 Não diga mal dos políticos , tal como eu não digo , porque a culpa não é deles .

A culpa é sempre do nosso encolher de ombros .

 

Lembre-se !

Educação ambiental precisa-se

Já!

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108847

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arvores que não ardem – e o encolher de ombros da irresponsabilidade

Mensagem por Vitor mango em Ter Jun 20, 2017 11:12 pm


_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108847

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arvores que não ardem – e o encolher de ombros da irresponsabilidade

Mensagem por Vitor mango em Seg Ago 21, 2017 12:15 am

amen

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108847

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arvores que não ardem – e o encolher de ombros da irresponsabilidade

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum