Vagueando na Notícia


Participe do fórum, é rápido e fácil

Vagueando na Notícia
Vagueando na Notícia
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Garzón

2 participantes

Ir para baixo

Garzón Empty Garzón

Mensagem por Viriato Qui Abr 15, 2010 3:27 am

Garzón

Garzón Garzon

O magistrado espanhol Baltazar Garzón, personalidade com expressão mediática ganha na perseguição de algumas sinistras figuras da cena política internacional, está agora sob fogo por ter procurado contornar o compromisso histórico em que assentou a transição espanhola, tentando criminalizar o período franquista.

Pode haver legítimas razões para pensar que a iniciativa a que se propôs, que agora o coloca como alvo da Justiça que tem servido, é despropositada, desajustada no tempo, pode acicatar feridas, reavivar velhos traumas e, no fundo, desservir a democracia que a Espanha laboriosamente conquistou, por entre as tensões autonómicas e as ameaças terroristas.


Tudo isso pode ser verdade e Garzón pode estar errado. No que, a meu ver, ele não está minimamente errado é no esforço que, desde há anos, vem a fazer para impor a dignidade à escala global, colocando a Espanha na linha da frente da Justiça internacional, para saudável inquietação de muitos patifes. Garzón é um homem de bem e não tenho visto isso suficientemente sublinhado.

Postado por Francisco Seixas da Costa
Viriato
Viriato

Pontos : 16657

Ir para o topo Ir para baixo

Garzón Empty A pergunta que se impõe

Mensagem por Joao Ruiz Qui Abr 15, 2010 5:43 am

A pergunta que se impõe:

Quem tem medo de Garzón????


Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Garzón Empty Rajoy diz que apoio a Garzón "é antidemocrático"

Mensagem por Joao Ruiz Qui Abr 15, 2010 6:05 am

Rajoy diz que apoio a Garzón "é antidemocrático"

por PATRÍCIA VIEGAS
Hoje

O líder do Partido Popular, Mariano Rajoy, exigiu ontem a demissão imediata do secretário de Estado da Política Territorial, Gaspar Zarrías, depois de este ter participado na terça-feira numa homenagem a Baltasar Garzón.

Rajoy, que falava em Fontanar, perto de Guadalajara, considerou que o acto de apoio organizado pelos sindicatos UGT e CCOO "é claramente anti-democrático". O líder da oposição espanhola disse que a defesa da independência do poder judicial é "algo básico" no sistema democrático e lembrou que "todas as pessoas são iguais perante a lei. Chamem-se Garzón, chamem-se Pérez ou Fernández".

Na terça-feira, sindicalistas, alunos, professores, antigos procuradores e políticos, reformados e, pelos vistos no activo, reuniram-se na Universidade Complutense de Madrid para apoiar o juiz da Audiencia Nacional, acusado de prevaricação por se ter declarado competente para julgar crimes cometidos na Guerra Civil de Espanha e na era franquista.

Ontem, na Argentina, dois familiares de vítimas da ditadura de Franco apresentaram queixa por genocídio e crimes contra a humanidade, à luz do princípio da jurisdição universal. Este já foi várias vezes invocado por Garzón, juiz que ficou famoso por ter mandado prender em Londres Augusto Pinochet. No caso dos crimes franquistas, ordenou exumações de várias valas comuns, sendo a mais famosa a de García Lorca

In DN

Embarassed Rolling Eyes Laughing

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Garzón Empty Baltasar Garzón presta hoje declarações no Supremo

Mensagem por Joao Ruiz Qui Abr 15, 2010 6:10 am

Baltasar Garzón presta hoje declarações no Supremo

por Lusa
Hoje

Garzón Ng1280511

O juiz Baltasar Garzón presta hoje declarações perante o Tribunal Supremo (TS) espanhol como arguido num processo relacionado com dinheiro que alegadamente recebeu do Banco Santander quanto esteve na Universidade de Nova Iorque entre 2005 e 2006.

É a segunda vez que Garzón presta declarações no TS depois de ter sido ouvido em Setembro de 2009, pela sua actuação no caso da investigações do franquismo, processo pelo qual será julgado pelo mesmo tribunal e pelo qual poderá ser suspenso temporariamente pelo Conselho Geral do Poder Judicial (CGPJ).

Garzón será ouvido hoje pelo magistrado instrutor do caso, Manuel Marchena.

O processo baseia-se numa queixa de dois advogados, José Luiz Mazón e Antonio Panea, que consideram que Garzón incorreu em prevaricação e suborno por ter recebido 302 mil euros do Santander para posteriormente, quando regressou a Madrid, arquivar um processo contra responsáveis do banco espanhol, incluindo o seu presidente Emílio Botin.

Garzón considera que não esteve envolvido na gestão ou administração dos fundos com que o Santander patrocinou as suas conferências no Centro Rey Juan Carlos I da Universidade de Nova Iorque, insistindo que as suas receitas não procederam desse patrocínio.

Além deste processo, Garzón está envolvido em mais dois junto do Tribunal Supremo, um apresentado por duas organizações de extrema direita que o acusam de prevaricação por decidir investigar os crimes do franquismo.

O terceiro processo refere-se a ordens que deu para serem escutadas conversações entre alguns dos arguidos no caso Gurtel - que investiga corrupção e envolve dezenas de dirigentes e militantes do PP - e os seus advogados. Estas escutas foram posteriormente anuladas pelo Tribunal Superior de Justiça de Madrid que as considerou "ilícitas".

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Garzón Empty Re: Garzón

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos