Vagueando na Notícia


Participe do fórum, é rápido e fácil

Vagueando na Notícia
Vagueando na Notícia
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Cuba

2 participantes

Ir para baixo

Cuba Empty Elian

Mensagem por Viriato Qua Abr 07, 2010 2:34 am

Elian

Cuba Elian

Na passada semana, Elian Gonzalez, um jovem cubano de 16 anos, participou no congresso das Juventudes Comunistas, em Havana.


Há 11 anos, Elian esteve nas bocas do mundo quando a justiça americana, com algum aparato policial e contra a vontade dos seus familares na Flórida, o fez regressar para junto do pai, em Cuba. A mãe, com quem viajava, havia morrido num naufrágio, na tentativa de chegar às costas americanas.


A opinião pública do Estado da Flórida mostrou-se muito crítica desta decisão da administração Clinton e, para muitos, isso terá feito perder imensos votos ao candidato democrata, Al Gore. George W. Bush viria a ganhar a presidência por escassímos votos, precisamente nesse mesmo Estado da Flórida.


Será Elian o "culpado" da vitória de Bush? Que teria acontecido no cenário político mundial se Gore vencesse a eleição? A História não se faz de "ses", mas é irónico especular que pode coincidir na pessoa de Elian a chave de muito do que se passou no mundo na última década.

Postado por Francisco Seixas da Costa
Viriato
Viriato

Pontos : 16657

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Re: Cuba

Mensagem por Joao Ruiz Seg Abr 12, 2010 6:42 am

Será Elian o "culpado" da vitória de Bush? Que teria acontecido no cenário político mundial se Gore vencesse a eleição? A História não se faz de "ses", mas é irónico especular que pode coincidir na pessoa de Elian a chave de muito do que se passou no mundo na última década.

Especular, pode-se sempre, mas não vejo em que é que o caso Elian possa ter tido esse papel no mundo. Eu vou mais pelo lucro político de Fidel de Castro e buona fortuna do rapaz.

Laughing

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Cuba

Mensagem por Joao Ruiz Qua Abr 21, 2010 10:36 am

A vida protegida do menino que Cuba tirou aos EUA

por SUSANA SALVADOR
Hoje

Cuba Ng1282906

Foi há dez anos que a polícia federal americana resgatou o rapaz à sua família de Miami para o devolver ao pai em Havana

Seja qual for a vida de um típico adolescente cubano de 16 anos, essa não é a rotina de Elián González. O menino balsero, que há dez anos esteve na origem de uma batalha diplomática entre EUA e Cuba, passa a maior parte do tempo a estudar para ser oficial das Forças Armadas Revolucionárias cubanas, vive rodeado de medidas de segurança e de privilégios. Há dias, o seu rosto voltou a inundar os jornais cubanos, após ter participado no Congresso da União de Jovens Comunistas, em Havana. Um rosto que já não é de menino.

A imagem tirada na madrugada de 22 de Abril de 2000 valeu o Prémio Pulitzer e é o culminar da "Batalha de Ideias", como lhe chamou Fidel Castro. Um agente federal dos EUA, armado com uma metralhadora, arrebata Elián dos braços da família, numa casa em Little Havana, Miami. O rapaz de seis anos, que tinha sido encontrado por pescadores no Dia de Acção de Graças depois da jangada onde viajava com a mãe e outras 13 pessoas se ter afundado, iniciava então a viagem de regresso à ilha de onde fugira com a mãe.

O ex-presidente Bill Clinton disse no sábado que não se arrepende de ter enviado Elián para Cuba e que ordenaria de novo a acção policial. "Fiz o que pude para solucionar o problema de forma pacífica", indicou à AP. Clinton lembrou que, se tivesse recusado repatriar Elian, "nenhum outro presidente teria tido o direito de dizer que não se podia sequestrar uma criança norte-americana" em qualquer lugar. Além disso, tinha sido uma decisão judicial que a Casa Branca não podia ignorar.

Juan Miguel González, o pai de Elián, tinha iniciado desde Cuba um processo para reaver o filho, que tinha sido entregue à família em Miami. Estes não tinham intenções de o devolver: a mãe morrera a tentar dar melhores condições de vida ao filho, diziam. A comunidade exilada juntava-se em coro a exigir que Elián ficasse, enquanto em Cuba Fidel Castro era chamado para a luta.

Os tribunais norte-americanos decidiram que o menino - a criança mais famosa do mundo - devia ficar com o pai. A recusa da família de Miami obrigou a tirá-lo à força. Elián reuniu-se com Juan Miguel no dia seguinte, na Base Aérea de Andrews, onde permaneceram até se esgotarem os procedimentos legais. A 28 de Junho, o Supremo Tribunal recusou analisar o caso e o menino foi autorizado a regressar a Cuba, onde foi recebido em festa por Fidel Castro.

O líder cubano participou em várias das suas festas de aniversário - até que se afastou dos olhares públicos. O pai de Elián, que trabalha no sector do turismo em Varadero, chegou a ser eleito deputado à Assembleia Nacional e conduz um automóvel Lada - igual aos destinados aos mais altos cargos da elite cubana, segundo o El Mundo.

O jovem anda na Academia Militar Camilo Cienfuegos e vive rodeado de um dispositivo de segurança que impede o contacto com estrangeiros. Nos tempos livres, segundo o jornal espanhol, gosta de ir ao delfinário de Varadero - onde a entrada custa 30 euros, o dobro de um ordenado médio em Cuba. Em Cárdenas, na terra natal de Elián, há já um museu com uma sala dedicada ao rapaz.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Raúl Castro cumpre promessa de transferir presos políticos

Mensagem por Joao Ruiz Qui Jun 03, 2010 9:44 am

Raúl Castro cumpre promessa de transferir presos políticos

Hoje

Cuba Ng1301161

Raúl Castro cumpriu a promessa feita aos responsáveis máximos da Igreja Católica cubana: os presos políticos começaram ontem a ser transferidos para estabelecimentos prisionais situados nas regiões de onde são originários, o que possibilita que fiquem mais perto das famílias.

Esta é uma consequência do inédito encontro mantido a 19 de Maio entre o Presidente cubano e o cardeal Jaime Ortega, que lidera a arquidiocese de Havana. No encontro participou também o líder da conferência episcopal cubana.

Os presos já transferidos são Félix Navarro, Antonio Díaz, Diosdado González, Iván Hernández Carrillo, José Luis García e Arnaldo Ramos. Todos haviam sido detidos na chamada "Primavera negra", de 2003, que conduziu aos cárceres cubanos 73 prisioneiros de consciência, entretanto condenados a penas que oscilam entre seis e 28 anos de prisão. Segundo a oposição cubana, existem actualmente cerca de 200 presos políticos nas cadeias do regime comunista, implantado em 1959.

A medida do Governo foi acolhida com natural satisfação pelos opositores, designadamente as Damas de Branco, que têm desfilado todos os domingos nas ruas da capital em protesto contra as condições de encarceramento vigentes em Cuba. "Há uma grande esperança entre nós", disse uma destas opositoras, Julia Núñez, citada pelas agências noticiosas.

Embora organizações de direitos humanos, como a Amnistia Internacional, acusem o Governo cubano de prender cidadãos por exprimirem apenas ideias políticas, Havana tem reafirmado que em Cuba só há detidos por delitos comuns.

In DN

Cuba 000204AE

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Fidel Castro volta à televisão

Mensagem por Joao Ruiz Seg Jul 12, 2010 3:46 pm

Fidel Castro volta à televisão

Hoje

Cuba Ng1317509

O ex-líder cubano vai falar sobre o perigo de um conflito nuclear

O ex-presidente cubano Fidel Castro deve reaparecer esta noite num programa de rádio e televisão no qual irá falar sobre a sua teoria de que o mundo está à beira de um conflito nuclear. A informação foi hoje avançada pelo diário oficial do Partido Comunista cubano.

Esta será a segunda vez numa semana que Fidel Castro, de 83 anos, surge em público, pois de há uns tempos para cá tem estado em casa algo debilitado devido a doença. Na última quarta-feira, o ex-líder cubano esteve numa instituição científica de Havana.

Apesar de mais ausente, Fidel mantém o hábito de escrever artigos para a imprensa estatal. Nos últimos textos abordou o risco de um conflito nuclear por causa dos conflitos entre EUA e Irão. "O império (americano) está a ponto de cometer um erro terrível, que ninguém pode parar. Está a avançar para um destino sinistro", escreveu Fidel a 5 de julho.

Em outro artigo, publicado no domingo, o ex-governante disse que o 'principal objectivo' dos seus textos é 'alertar a opinião pública internacional para o que está a acontecer".

Fidel Castro governou Cuba durante 49 anos, até adoecer em 2006 e transferir definitivamente o poder para o seu irmão Raúl, em 2008.

A reaparição de Fidel surge numa altura em que o regime comunista se prepara para libertar 52 presos políticos, todos eles detidos durante uma onda de repressão a dissidentes, em 2003, quando Fidel ainda era o presidente.

In DN

Basketball

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty De Havana para Madrid: "O exílio é o prolongar da luta"

Mensagem por Joao Ruiz Qua Jul 14, 2010 8:44 am

De Havana para Madrid: "O exílio é o prolongar da luta"

por SUSANA SALVADOR
Hoje

Cuba Ng1318197

Vinte prisioneiros de consciência já aceitaram deixar Cuba, mas haverá pelo menos seis que recusam sair da ilha

Não se sentem manipulados mas também prometem não baixar os braços, explicando que "o exílio é o prolongar da luta". Os sete primeiros presos políticos libertados por Havana, de um grupo de 52 ainda detidos desde a Primavera Negra de 2003 que devem ficar em liberdade nos próximos meses, chegaram ontem a Madrid com as famílias. Trazem a esperança de que não fique um único prisioneiro de consciência nas prisões cubanas e que a liberdade possa um dia ser a realidade em toda a ilha.

"Somos o início de um caminho que pode ser o começo de uma mudança no país", disse Ricardo González Alfonso em nome de todos (ver caixa), acrescentando que estas libertações "não são, nem de longe, o último passo". Numa conferência de imprensa ainda no aeroporto de Barajas, os sete pousaram para as fotografias fazendo o sinal de vitória com os dedos. Hoje e amanhã devem chegar mais quatro ex-detidos a Espanha, junto com as famílias.

Num comunicado, lido por Julio César Gálvez, os presos políticos lembraram que a sua libertação só "foi possível graças à luta e apoio de milhares de cubanos para com a liberdade, a democracia e a paz". Destacaram o "martírio" de Orlando Zapata (que morreu durante uma greve de fome) e Gonzalo Fariñas, que pôs fim a um protesto semelhante ao fim de 135 dias, quando foi anunciada a libertação dos 52 presos políticos. Outra palavra de agradecimento foi para a "fé inabalável" das Damas de Branco e dos cubanos no exílio, assim como para a Igreja Católica e o Governo espanhol.

O anúncio da libertação dos membros ainda detidos do chamado Grupo dos 75 ocorreu durante a visita a Cuba do ministro dos Negócios Estrangeiros de Espanha, Miguel Ángel Moratinos. E só foi possível graças à mediação que tem vindo a ser desenvolvida pelo Arcebispado de Havana, liderado pelo cardeal Jaime Ortega. Este revelou que pelo menos outros 20 presos políticos já aceitaram viajar para Espanha. Contudo, segundo a porta-voz das Damas de Branco, Laura Pollán, pelo menos seis recusam deixar a ilha.

Em Madrid, os prisioneiros e as suas famílias devem ficar nos próximos dias instalados em hotéis, até serem levados para os centros de acolhimento da Cruz Vermelha, da Comissão Espanhola de Ajuda ao Refugiado e do Accem (que trabalha com refugiados e imigrantes). Podem aí ficar seis meses, recebendo depois apoio para encontrarem a própria casa. Aqueles que o desejem poderão partir para outros países, tendo os EUA e o Chile dito que estão dispostos a recebê-los. Os presos políticos e os familiares, que chegaram em voos da Air Europa e da Iberia, vão ter autorização de residência e visto de trabalho em Espanha. Os sete não têm o estatuto de exilados políticos, podendo regressar à ilha com autorização de Havana. As famílias podem entrar e sair de Cuba livremente.

? Os sete presos políticos cubanos fazem o sinal de vitória à chegada ao aeroporto de Barajas, em Madrid. Horas antes, quando entraram nos aviões em Havana, a televisão cubana passava o primeiro vídeo de Fidel Castro em quase um ano. O ex-líder cubano falou do nuclear iraniano.

In DN

Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Cubanos deixam de ter cigarros e charutos a preços subsidiados

Mensagem por Joao Ruiz Sex Ago 27, 2010 10:21 am

.
Cubanos deixam de ter cigarros e charutos a preços subsidiados

por PEDRO CORREIA
Hoje

Cuba Ng1335048

Chávez fez visita-surpresa a Fidel no dia em que o Governo de Havana anunciou fim do apoio estatal aos consumidores de tabaco

Depois das ervilhas e das batatas, chegou a vez do tabaco. O Governo cubano anunciou, nas páginas do principal jornal ao serviço do regime, que o tabaco deixará de constar das cadernetas de abastecimento como artigos subsidiados pelo Estado. Ao contrário do que sucedia há décadas, os cubanos com mais de 55 anos terão de pagar preços de mercado por cigarros e charutos a que até agora tinham acesso por apenas 25% do seu custo real. A medida insere-se nas "etapas graduais com vista à eliminação de subsídios", como se lia no Granma, jornal que funciona como porta-voz do regime comunista cubano. Os cigarros "não são uma necessidade primária", acentua o jornal, sem fazer referência a questões de saúde.

A medida causou algum desagrado entre os cubanos mais idosos, como noticiou o correspondente da BBC em Havana. Não só entre os fumadores - que tinham acesso a quatro maços mensais quase gratuitos - mas também entre os que não fumam e revendiam os maços a que tinham direito, conseguindo algum dinheiro complementar através deste expediente num país em que muitos reformados ganham menos de oito euros mensais.

Em Novembro de 2009, produtos alimentares como as ervilhas e as batatas foram igualmente eliminados das cadernetas, subsidiadas pelo Estado cubano. Em diversos discursos, o Presidente Raúl Castro tem feito apelos à necessidade de "mudanças urgentes" na economia cubana, ameaçada de bancarrota pela sua crescente dívida externa.

Um dos maiores apoiantes externos do regime cubano continua a ser Hugo Chávez. O Presidente venezuelano esteve reunido na quarta-feira, durante cerca de cinco horas, com o líder histórico cubano Fidel Castro, que cedeu o poder ao irmão Raúl em Julho de 2006, devido a uma grave doença.

Aparentemente restabelecido, Fidel leu ontem vários excertos do segundo volume das suas memórias, intitulado La Contraofensiva Estrategica, que deverá ser publicado em breve. O primeiro volume, La Victoria Estrategica, foi posto à venda no início deste mês.

O reencontro entre Castro e Chávez - que se considera "filho espiritual" do histórico líder comunista cubano - foi "emotivo e fraternal", segundo o Presidente venezuelano, que também se reuniu em separado com Raúl Castro.

Chávez - que enfrenta eleições legislativas a 26 de Setembro e se encontra no ponto mais baixo de popularidade no seu país - congratulou-se pelo "magnífico estado" de Fidel, com quem debateu temas de política internacional.

Fidel, de 84 anos, está preocupado com a possível eclosão de uma guerra nuclear entre o Irão e os Estados Unidos. Este foi o assunto que dominou as suas conversações com Chávez. Segundo o sítio cubano Cuba debate, durante o encontro Chávez "reconheceu o destacado papel que Fidel vem desempenhando para alicerçar uma consciência universal que evite uma conflagração de incalculáveis consequências para o género humano".

Em 2009, Hugo Chávez deslocou-se a Cuba três vezes. É o estadista mundial que mais se tem encontrado com Fidel Castro.

No encontro com Raúl Castro - que acompanhou Chávez ao aeroporto José Martí - os dois líderes discutiram a cooperação bilateral. A Venezuela envia para Cuba cerca de cem mil barris diários de petróleo, enquanto Havana retribui com professores e médicos.

In DN

Embarassed Rolling Eyes Laughing

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Fidel diz ser responsável por perseguição a homossexuais

Mensagem por Joao Ruiz Qua Set 01, 2010 4:04 am

.
Fidel diz ser responsável por perseguição a homossexuais

por Lusa
Hoje

Cuba Ng1336691

O ex-presidente cubano Fidel Castro admitiu ser o "responsável último" pela discriminação que o seu governo dirigiu há quase cinco décadas contra os homossexuais em Cuba, numa entrevista publicada ontem pelo jornal mexicano La Jornada.

Na entrevista concedida em exclusivo ao jornal mexicano, Fidel Castro assume a culpa pela discriminação e marginalização de que foram alvos os homossexuais após a revolução cubana, altura em que foram acusados de serem "contrarrevolucionários" e obrigados a trabalhos forçados.

O antigo chefe de Estado cubano lamentou não ter prestado "atenção suficiente" a uma perseguição que ocorreu em momentos de "grande injustiça" e de não ter corrigido essa situação.

"Se alguém é responsável, esse sou eu. Está certo que, naquele momento, não tinha como me ocupar do assunto", afirmou o ex-presidente cubano, garantindo que pessoalmente não tem preconceitos contra os homossexuais.

O líder cubano, que depois de governar 48 anos delegou o poder ao irmão Raul, em 2006, por motivos de saúde, reconheceu o impacto negativo que a marginalização homossexual teve na imagem da revolução cubana em diversos sectores, sobretudo na Europa.

Na primeira entrevista que Castro concede a um jornal estrangeiro desde Junho, quando reapareceu em público após uma ausência de quase quatro anos, o ex-presidente explicou que os atentados de que foi alvo nos primeiros momentos da revolução o afectaram "tremendamente" e dificultaram a tomada de decisões.

"Escapar à CIA [serviços secretos dos EUA], que comprava tantos traidores, às vezes entre a minha gente, não foi coisa fácil. Mas, enfim, se há que assumir a responsabilidade, assumo a minha. Não vou culpar os outros", frisou.

Nos anos 60 e 70, muitos homossexuais em Cuba foram exilados ou encarcerados em campos de trabalho, as chamadas Unidades Militares de Ajuda à Produção (UMAP).

No entanto, a homossexualidade em Cuba foi despenalizada nos anos 90, sendo que desde 2008 é possível beneficiar, no âmbito do sistema nacional de saúde cubano, de operações gratuitas para mudar de sexo.

Por outro lado, na mesma entrevista, Fidel Castro também denuncia a continuação do embargo imposto pelos Estados Unidos contra Cuba em 1962, salientando que este "está em vigor mais do que nunca".

Na primeira parte da entrevista, que foi divulgada na segunda feira, Fidel Castro também abordou o tema sensível da sua doença: "Cheguei a morrer, mas ressuscitei num mundo de loucos."

In DN

Embarassed

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Avião emitiu alerta de emergência antes de cair

Mensagem por Joao Ruiz Sab Nov 06, 2010 8:28 am

.
Avião emitiu alerta de emergência antes de cair

por ABEL COELHO DE MORAIS
Hoje

Cuba Ng1367268

O voo 833 era o último a partir de Santiago de Cuba antes da chegada do furacão 'Tomás'

Equipas de socorro continuavam ontem à noite a macabra tarefa de retirar os cadáveres dos destroços do ATR-72 que se despenhara à tarde, numa zona de densa vegetação junto da localidade de Guasimal, no centro de Cuba, causando a morte dos 61 passageiros e dos sete membros da tripulação naquele que é o pior acidente aéreo nos últimos 21 anos nesta ilha das Caraíbas.

Até final do dia não tinham sido encontradas as caixas negras do aparelho, tendo as forças de segurança isolado o local do acidente, afastando elementos da população de Guasimal, que foram os primeiros a chegar, e interditando o acesso a jornalistas.

Os principais serviços noticiosos na televisão cubana não concederam relevância ao acidente, limitando-se a ler um comunicado em que se referia a queda do avião e a abertura de um inquérito. Apenas a lista de passageiros e tripulantes foi rapidamente divulgada, nomeadamente através do sítio oficial Cubadebate.

Segundo as autoridades, o voo 833 da companhia pública AeroCaribbean emitiu um sinal de emergência às 17.42 (hora local), perdendo em seguida contacto com os controladores aéreos. O avião partira uma hora antes de Santiago de Cuba e o voo tinha uma duração programada de uma hora e 50 minutos até Havana.

De acordo com alguns testemunhos de locais, o avião, um ATR-72 com dois motores de hélice, caiu rapidamente e incendiou-se em seguida.

"Quando o avião passou sobre Guasimal, já tinha problemas. Voava baixo e começou a rodopiar antes de cair, ouvindo-se uma explosão", disse à AFP um camponês da região. Outros testemunhos referiram que se começou a libertar fumo do avião antes deste perder altitude, confirmando, por outro lado, ter realizado uma "série de movimentos bruscos" antes da queda.

Foi aberto um inquérito oficial e embora não esteja ainda determinada a causa do acidente, foi sugerido que podia dever-se a ventos fortes resultantes da tempestade tropical Tomás, que entretanto se transformou em furacão. O avião levantara voo num momento coincidente com a aproximação da tempestade, que originou vento forte na região de Santiago de Cuba, segunda cidade do país e ponto de escala do voo 833 (ver gráfico), cujo aeroporto de origem foi Porto Príncipe, capital do Haiti.

Este era o último voo com partida marcada de Santiago de Cuba antes da chegada do furacão Tomás.

Os habitantes de Guasimal e seus arredores acorreram ao local da queda, tendo chegado muito antes das equipas de emergência, devido à natureza montanhosa e aos rudimentares acessos para veículos. A intensidade do fogo inviabilizou quaisquer esforços dos populares para tentarem salvar passageiros e tripulação.

No voo 833 seguiam 33 passageiros cubanos, mais sete elementos da tripulação com a mesma nacionalidade, além de nove argentinos, sete mexicanos, três holandeses, dois alemães, dois austríacos e um francês, um italiano, um espanhol, um venezuelano e um japonês. Não havia quaisquer portugueses a bordo.

O acidente com o ATR-72, um avião produzido por um consórcio italo-francês, é o mais grave em Cuba desde a queda de um Ilyuchine-62, a 3 de Setembro de 1989, pouco depois de ter levantado do aeroporto de Havana. No acidente morreram 115 passageiros e tripulantes, mais 40 cubanos no solo.

A queda do aparelho de fabrico russo é atribuída ao vento forte e chuva intensa de uma tempestade tropical que, no momento da descolagem, assolava a capital cubana.

In DN

Embarassed

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Começou despedimento de 500 mil funcionários públicos

Mensagem por Joao Ruiz Ter Jan 04, 2011 10:08 am

.
Começou despedimento de 500 mil funcionários públicos

por Lusa
Hoje

O secretário-geral da central sindical de Cuba informou que já começaram os primeiros despedimentos de funcionários públicos, num total que o governo quantifica em meio milhão.

Salvador Valdez Mesa, que também é membro da comissão política do partido comunista cubano, especificou que os primeiros despedimentos ocorreram nos sectores de açúcar, agricultura, turismo, saúde e construção.

Os despedimentos devem abranger 10 por cento dos funcionários públicos cubanos e prolongar-se até Março.

As eliminações de empregos fazem parte de um conjunto de reformas económicas que pretendem reduzir a despesa pública e que alargarão o espectro da iniciativa privada no país.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Fidel Castro alude a "carnificina" de cientistas iranianos

Mensagem por Joao Ruiz Sab Jan 08, 2011 11:34 am

.
Fidel Castro alude a "carnificina" de cientistas iranianos

por Lusa
Hoje

Cuba Ng1421839

O ex-presidente cubano, Fidel Castro, acusou hoje Estados Unidos, Israel e Reino Unido de organizarem uma "carnificina" de cientistas iranianos e de a terem elevado a "política oficial", divulga a Efe.

"Não me lembro de outro momento na história em que o assassínio de cientistas se tenha convertido em política oficial de um grupo de potências equipadas com armas nucleares", afirma Castro, num artigo divulgado hoje na imprensa oficial, sob o título "Que diria Einstein?"

O líder cubano refere-se aos atentados que em novembro provocaram a morte, em Teerão, do cientista nuclear iraniano Mayid Shariari e ferimentos no seu colega Fereydun Abbasi.

O governo de Teerão responsabilizou por este ataque os serviços secretos de Estados Unidos, Israel e Reino Unido e indiretamente a própria Organização das Nações Unidas.

Castro adianta ainda que "existem outros acontecimentos graves relacionados com a carnificina de cientistas, organizados por Israel, Estados Unidos e Reino Unido e outras potências contra os cientistas iranianos, sobre os quais os grandes meios de comunicação não informam a opinião mundial".

O ex-presidente de Cuba afirma ainda que "se não fosse a revolução iraniana (...) hoje seria o xá da Pérsia, dotado de armas nucleares, e não Israel, que seria o baluarte principal do império 'yankee' e da NATO nessa região tão estratégica e imensamente rica em petróleo e gás para o fornecimento seguro dos países mais desenvolvidos do planeta".

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Cuba libertou mais dois presos políticos

Mensagem por Joao Ruiz Dom Fev 13, 2011 10:48 am

.
Cuba libertou mais dois presos políticos

por Dn.pt
Hoje

Cuba Ng1451764

Héctor Maseda e Angel Moya, casados com as líderes das Damas de Branco, foram libertados no sábado.

Cuba libertou primeiro o preso político Héctor Maseda, marido de Laura Pollán, líder do grupo ospositor Damas de Branco, e que se negava a ir para o exílio em Espanha, avançou a AFP.

Maseda, jornalista e engenheiro eletrónico de 68 anos e que cumpria desde 2003 uma condenação de 20 anos, foi libertado no início da tarde e levado para sua casa, em Havana, por oficiais de segurança

Pouco depois, foi libertado mais um prisioneiro, Angel Moya, casado com a número dois das Damas de Branco.

Restam agora sete presos políticos por libertar, dos 52 que o governo e Raúl Castro prometeu tirar da prisão num histórico diálogo com a Igreja católica cubana.

Desde o último mês de Julho, quando começou o lento processo de libertações, o governo libertou 40 réus que aceitaram viajar para Espanha, enquanto um deles ficou em Cuba e outro, que saiu da prisão na última sexta-feira, espera viajar para os Estados Unidos.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Fidel confirma que já não é líder do Partido Comunista

Mensagem por Joao Ruiz Ter Mar 22, 2011 11:50 am

.
Fidel confirma que já não é líder do Partido Comunista

por Lusa
Hoje

Cuba Ng1482079

O antigo presidente cubano Fidel Castro confirmou num artigo de opinião hoje publicado que já não é o líder do Partido Comunista de Cuba.

Num artigo publicado na imprensa cubana e citado pela agência noticiosa norte-americana AP, Fidel referiu-se aos problemas de saúde de que sofreu em 2006: "Demiti-me sem hesitação de todos os meus cargos estatais e políticos, incluindo de primeiro secretário do partido... e nunca mais tentei exercer esses papéis."

Em 2006, Fidel transferiu as responsabilidades políticas para o irmão, Raul Castro. Dois anos depois, anunciou que não aceitaria um novo mandato como Presidente, com o irmão a suceder-lhe. Nunca chegou a ser feito nenhum anúncio oficial sobre o seu estatuto relativamente à liderança do Partido Comunista.

Segundo a AP, o site do PC cubano continua a referir Fidel Castro como o primeiro secretário e Raul Castro como segundo secretário.

In DN

Embarassed Laughing

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Fidel denuncia guerra fascista da NATO na Líbia

Mensagem por Joao Ruiz Ter Mar 29, 2011 11:33 am

.
Fidel denuncia guerra fascista da NATO na Líbia

por dn.pt
Hoje

Ex-presidente cubano denuncia intervenção no Cubadebate

Nas reflexões que hoje publica o site Cubadebate, Fidel Castro denuncia a guerra fascista da NATO em curso na Líbia e apela a Muammar Kadhafi para que resista à ignomínia.

"Se [Muammar]Kadhafi honrar as tradições do seu povo e decidir combater, conforme prometeu, até ao último fôlego, juntamente com os líbios que estão a enfrentar os piores bombardeamentos jamais sofridos pelo seu país, lançará na lama a ignomínia da NATO e os seus projectos criminosos", escreve El Comandante, nas reflexões hoje publicadas.

In DN

Embarassed Rolling Eyes


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Milhares celebram 50º aniversário da fracassada invasão

Mensagem por Joao Ruiz Sab Abr 16, 2011 5:04 pm

.
Milhares celebram 50º aniversário da fracassada invasão

por Lusa
Hoje

Cuba Ng1504191

Com vivas ao comandante Fidel Castro, ao presidente a Raúl Castro, à Revolução Cubana e a Cuba, milhares de cubanos marcharam hoje pela Praça da Revolução José Martí, para assinalar o 50.º aniversário da fracassada tentativa norte-americana de invadir a praia Girón, na Baía dos Porcos, a 17 de abril 1961.

O desfile começou com uma revista militar que contou com a presença do general do Exército Raúl Castro e teve ainda o propósito de assinalar o 50.º aniversário do caráter socialista da Revolução Cubana.

Acompanhando um barco em representação da marinha, raparigas vestidas de branco, com saias vermelhas, cruzaram a praça acenando lenços azuis simulando o mar, dando passo a dois canhões e outras duas viaturas militares, rodeadas por estudantes com calças e saias amarelas, que acenavam lenços vermelhos, em alusão aos acontecimentos do passado.

Do evento destinado principalmente aos jovens, fez parte um desfile militar, com integrantes dos comandos que há 50 anos derrotaram as forças invasoras, do centro de formação de oficiais, de academias navais e das Forças Armadas Revolucionárias de Cuba, entre outros.

Os atos terminaram com um longo desfile de civis representando o apoio popular ao socialismo, com a mensagem "Jovens não falharemos a revolução". Foi encerrado com milhares de bandeiras cubanas.

As celebrações foram transmitidas em direto por várias canais da televisão cubana e em Caracas pela estatal VTV, sendo visível a participação de vários venezuelanos, entre eles um jornalista e pessoas marchando com a bandeira da Venezuela.

Em abril de 1961 teve lugar aquele que é considerado o maior ataque militar a Cuba, a invasão da Baía de Porcos, conhecida também pela Batalha de Praia Girón, uma iniciativa de exilados cubanos anticastristas apoiada pelas Forçar Armadas dos Estados Unidos que procurava controlar a praia, formar um governo provisório, conseguir apoio da Organização de Estados Americanos e o reconhecimento internacional.

Em menos de 72 horas, a maioria dos invasores foi capturada pelo exército e milícias cubanos.

Pelas 16:00 locais de hoje (21:00 em Lisboa) inicia-se o VI congresso do Partido Comunista Cubano, o primeiro dos últimos 14 anos, onde mil delegados, incluindo Fidel e Raúl Castro, vão analisar, durante quatro dias, as reformas económicas do Governo cubano para reduzir as despesas públicas e fomentar a atividade privada.

O congresso vai ainda debater a sucessão de Fidel Castro, de 84 anos, que anunciou a intenção de renunciar, durante os trabalhos, ao cargo de primeiro secretário do partido, que ocupa desde a fundação do partido em 1965, prevendo-se que Raúl Castro assuma essas funções.

In DN

Embarassed

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Raúl Castro limita mandatos a dez anos

Mensagem por Joao Ruiz Seg Abr 18, 2011 7:11 am

.
Raúl Castro limita mandatos a dez anos

Cuba Ng1505585

por Helena TecedeiroHoje

Se aplicasse a medida a partir de hoje, o Presidente deixaria o poder em 2021, muito perto de fazer 90 anos.

Num discurso de duas horas e 20, Raúl Castro anunciou que os mandatos políticos em Cuba vão ser limitados a duas vezes cinco anos. Na abertura do VI Congresso do Partido Comunista Cubano, o Presidente explicou que o objectivo é o "rejuvenescimento da cadeia de comando". Até terça-feira, os mil delegados reunidos em Havana devem aprovar mais de 300 medidas para salvar a economia cubana da bancarrota.

In DN

Embarassed

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Colisão entre dois comboios causa 33 feridos

Mensagem por Joao Ruiz Qui Nov 03, 2011 9:19 am

.
Colisão entre dois comboios causa 33 feridos

por Lusa
Hoje

Trinta e três pessoas ficaram feridas, três das quais com gravidade, na sequência de um choque frontal entre dois comboios esta noite em Havana e quatro pessoas foram detidas.

De acordo com um comunicado do ministério dos Transportes, a colisão ocorreu nas imediações da cidade universitária José António Echeverría entre um comboio que transportava 110 passageiros e que fazia o trajeto entre vizinha província de Artemisa e Havana, e outro de carga que se dirigia para a província de Pinar del Rio, a mais ocidental da ilha.

A causa preliminar do acidente terá sido "a flagrante e irresponsável violação do comboio de carga ao não respeitar a ordem de interseção com o comboio de passageiros" numa estação, disse o ministério, ao indicar que o maquinista e três elementos da tripulação do comboio de carga foram detidos e "se encontram à disposição dos órgãos de instrução".

Segundo o ministério, que considera então os quatro responsáveis diretos pelo embate, foi criada uma comissão ministerial integrada nomeadamente por especialistas na área da segurança ferroviária relacionadas para "esclarecer as causas e condições" que estiveram na origem do acidente e determinar "as responsabilidades colaterais, tanto penais como civis".

No ano passado, Cuba registou 106 acidentes ferroviários, nos quais morreram 19 pessoas e outras 149 ficaram feridas, de acordo com dados oficiais que indicam que os acidentes envolvendo comboios no país têm vindo a aumentar nos últimos anos

In DN

Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Cuba autoriza compra e venda de imóveis

Mensagem por Joao Ruiz Qui Nov 03, 2011 11:17 am

.
Cuba autoriza compra e venda de imóveis

por DN.pt
Hoje

Cuba Ng1696173

A nova legislação faz parte das reformas aprovadas em Abril pelo VI Congresso do Partido Comunista para dinamizar a economia e reduzir um défice calculado em meio milhão de casas.

O governo cubano aprovou uma lei que autoriza pela primeira vez em 50 anos a compra e venda de imóveis, uma medida há muito aguardada pela população para impulsionar a economia e reduzir o défice habitacional. A notícia foi avançada pelo jornal oficial Granma e reproduzida pela agência France Press.

"As novas normas jurídicas reconhecem a compra e venda, permuta e adjudicação - por divórcio, morte ou saída definitiva do proprietário do país - de imóveis entre pessoas naturais de Cuba com domicílio no país e estrangeiros residentes permanentes na ilha", lê-se no Granma.

Mais de 80% dos cubanos são proprietários das suas casas, mas até agora não as podiam vender devido disposições legais - apenas lhes era permitido permutar.

In DN

Idea Idea

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Governo flexibiliza movimento de pessoas para a capital

Mensagem por Joao Ruiz Qua Nov 23, 2011 6:09 am

.
Governo flexibiliza movimento de pessoas para a capital

por lusa
Hoje

Cuba Ng1721307

O governo cubano flexibilizou as regras que limitam os movimentos internos dos cubanos para Havana, reduzindo a burocracia associada à migração de familiares com residência na capital.

Mulheres, filhos, pais e avós de cubanos residentes em Havana vão deixar de precisar de pedir autorização para entrar em Havana, de acordo com um decreto publicado na Gazeta Oficial, publicação oficial do governo cubano.

O decreto não altera, no entanto, as restrições às viagens ao estrangeiro.

A medida assinada pelo presidente Raul Castro modifica parcialmente a regra controversa, que determinava a multa e reenvio para as suas terras de todas as pessoas encontradas em Havana que não pudessem provar a sua residência legal ou apresentar uma justificação oficial para a sua estada na capital.

Presumivelmente, a regra mantém-se em vigor para a população sem familiares directos residentes em Havana, não sendo clara a forma de obtenção dos documentos que sirvam de prova pelos interessados.

As regras sobre os movimentos internos foram adotadas nos anos 90 com o objectivo de evitar uma migração massiva das zonas rurais para a capital, depois de o colapso da União Soviética - maior parceiro de comércio da ilha -, ter despoletado uma grave crise económica na ilha então conduzida por Fidel Castro.

In DN

Idea Arrow

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Ahmadinejad quer nova ordem mundial

Mensagem por Joao Ruiz Qui Jan 12, 2012 7:53 am

.
Ahmadinejad quer nova ordem mundial

por Dinheiro Vivo
Hoje

Cuba Ng1774951

Mahmud Ahmadinejad quer uma nova ordem mundial, que responda ao "fracasso" e à "decadência" do sistema capitalista, noticia o jornal espanhol Expansión. O Presidente do Irão falava em Cuba, onde se encontrou com Raúl Castro, no âmbito de uma visita oficial que está a realizar à América Latina.

Ahmadinejad chegou quarta-feira a Havana de se encontrar com Hugo Chávez, Presidente da Venezuela, e Daniel Ortega, da Nicarágua, outros dois líderes sul-americanos com visões "anti-imperialistas".

http://www.dinheirovivo.pt/Economia/Artigo/CIECO029555.html

In DN

Cuba Icon_mrgreen

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Cuba vai debater legalização de uniões homossexuais

Mensagem por Joao Ruiz Ter Jan 17, 2012 9:54 am

.
Cuba vai debater legalização de uniões homossexuais

por Lusa
Hoje

Cuba Ng1781806

O Parlamento cubano vai debater, em julho ou dezembro, a legalização das uniões homossexuais, anunciou na segunda-feira a sexóloga Mariela Castro, filha do presidente Raúl Castro.

"Como afirmou a ministra da Justiça, a discussão do assunto está inscrita no plano legislativo de 2012", afirmou, citada pela agência AFP, a diretora do Centro Nacional de Educação Sexual de Cuba, que dirige há vários anos uma campanha a favor do reconhecimento dos direitos dos homossexuais.

A proposta de lei em causa dirá respeito a uma união livre, e não a um casamento, entre pessoas do mesmo sexo.

O anteprojeto de alteração ao Código de Família cubano está a ser avaliado por juristas do Ministério da Justiça e profissionais da União Nacional de Juristas, adiantou Mariela Castro.

A filha do presidente cubano espera que a conferência do Partido Comunista, de 28 de janeiro, adote uma "política de não discriminação", que abre a via à votação da proposta legislativa no Parlamento, que se reúne duas vezes por ano, em julho e dezembro.

In DN

Cuba Icon_mrgreen

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Líder juvenil do PP acusado do homícidio de Paya

Mensagem por Joao Ruiz Ter Jul 31, 2012 10:23 am

.
Líder juvenil do PP acusado do homícidio de Paya

por Leonor Mateus Ferreira, editada por Patrícia Viegas
Hoje

Cuba Images?q=tbn:ANd9GcRZeAyCKhqlRkNhMl4ul59eCyaYRouWPs5cD4iYUWNdP1LJtQEoAA

Ángel Carromero, o jovem espanhol que conduzia o carro em que morreu o opositor cubano Oswaldo Payá a 22 de julho, vai ser indiciado "por acusação de assassinato", segundo noticia a publicação cubana 'Granma'.

O líder das Novas Gerações do Partido Popular (PP) em Madrid encontra-se num centro do Ministério do Interior em Havana, depois de ter sido transferido de Bayamo, local onde aconteceu o acidente. Angel Carromero e o sueco Jens Aron Modig, o líder da Liga da Juventude Democrata Cristã da Suécia, que também estava no carro, tinham confirmado ontem em comunicado que a morte de Payá fora um acidente.

Ambos ficaram ligeiramente feridos no acidente que vitimou Payá e também Harold Cepero. Os dois cubanos eram membros do Movimento de Libertação Cristão, opositor do regime de Raúl Castro. Segundo a versão do Governo cubano, as causas do acidente foram excesso de velocidade e negligência do condutor. No entanto, Ofelia Acevedo, a viúva de Payá, afirmou não aceitar a versão oficial, e reivindica falar pessoalmente com os sobreviventes.

Segundo o editorial do jornal "Granma", intitulado 'A Verdade e a Razão', Carromero não era "apenas um turista espanhol como os milhares que desfrutam da sincera e calorosa hospitalidade do nosso país. Agora sabe-se que é o vice secretário geral das Novas Gerações, setor juvenil do Partido Popular de Espanha, próximo dos famosos anticubanos José María Aznar, ex-primeiro ministro, e de Esperanza Aguirre, presidente da Comunidade de Madrid".

O 'Granma' também se refere a Modig, que classificou como "um rival do ultra conservador 'Tea Party' norte americano, e presidente da Liga da Juventude Democrata Cristã da Suécia, com ligações a outras organizações anti cubanas, como o Instituto Republicano Internacional". Ambos "entraram no nosso território a 19 de julho com vistos de turistas e, dissimuladamente, violaram o estatuto de imigração e envolveram-se em atividades políticas contra a ordem constitucional", pode ler-se. O objetivo, diz o 'Granma' seria financiar o Movimento de Libertação Cristão.

"O espanhol Ángel Carromero Barrios encontra-se indiciado pelo crime de homicídio enquanto conduzia um veículo na via pública. O sueco Jens Aron Modig está autorizado a voltar ao seu país, apesar das atividades ilegais realizadas e a violação do estatuto de imigração", afirma o jornal oficial do regime cubano.

In DN

Cuba Images?q=tbn:ANd9GcRSKyOmBujoQvIyQ7jInxk0pYcvPchF4pNf7Y6or3KVbsvOaM0mag

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Fidel Castro celebra 86 anos afastado da ribalta

Mensagem por Joao Ruiz Seg Ago 13, 2012 8:30 am

.
Fidel Castro celebra 86 anos afastado da ribalta

por Helena Tecedeiro
Hoje

Cuba Ng2071340

Há dois meses que não escreve as suas 'Reflexiones' e no último ano foram escassas as aparições pública do histórico líder cubano.

No último ano, Fidel Castro reuniu-se com vários líderes mundiais. Uma das visitas mais mediáticas que recebeu foi a do Papa Bento XVI, em março. Mas se o ex-presidente cubano, afastado do poder desde 2006 por doença, já habituou o mundo às suas fotografias com estas personalidades, não está prevista qualquer aparição pública no dia em que celebra 86 anos.

A data será assinalada com vários eventos, como uma exposição em Havana de 13 fotografias de Fidel, entre as quais uma imagem captada por Alberto Korda, e modificadas por um grupo de artistas cubanos. Noutros pontos do país, irão realizar-se feiras do livro dedicadas ao histórico líder da revolução, que chegou ao poder em 1959, depois de derrubar o regime de Fulgêncio Batista.

In DN

Cuba Images?q=tbn:ANd9GcQm8KVGzVI-oYGrSf5XK23gsJcxiROtkLexouGJAA9dlOQCkMwu__G9

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Bloguer cubana Yoani Sanchez libertada após 30 horas

Mensagem por Joao Ruiz Sab Out 06, 2012 9:44 am

.
Bloguer cubana Yoani Sanchez libertada após 30 horas

por Lusa, publicado por Helena Tecedeiro
Hoje

Cuba Ng2153385

A ativista cubana Yoani Sánchez e os jornalistas independentes Reinaldo Escobar, marido da ativista, e Agustín López, foram libertados hoje e estão em Havana, confirmou ativista através do Twitter.

"Acabamos de ser libertados!! 30 horas depois da detenção e muitas anedota que contar", escreveu Yoani Sánchez autora do blog "Geração Y", onde escreve o seu pensamento.

Yoani Sánchez, Reinaldo Escobar e Agustín López foram detidos na tarde de quinta-feira quando tentavam chegar à cidade de Bayamo, este de Cuba, para assistirem ao julgamento do espanhol Ángel Carromero, acusado de homicídio involuntário dos opositores Oswaldo Payá e Harold Cepero num acidente de automóvel em julho passado.

In DN

Cuba Images?q=tbn:ANd9GcRHsATHQ-N9btRhseRaVxlsevTGqDrynJg2SBGO5CZ82WJKuAmRGVGiyQ

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Cuba Empty Re: Cuba

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos