Vagueando na Notícia


Participe do fórum, é rápido e fácil

Vagueando na Notícia
Vagueando na Notícia
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Lula fala de economia e oculta diálogo nuclear

Ir para baixo

Lula fala de economia e oculta diálogo nuclear Empty Lula fala de economia e oculta diálogo nuclear

Mensagem por Joao Ruiz Seg Maio 17, 2010 10:27 am

Lula fala de economia e oculta diálogo nuclear

Hoje

Lula fala de economia e oculta diálogo nuclear Ng1294552

O motivo oficial da visita de Lula da Silva ao Irão é simples: reforçar as relações económicas entre Brasil e República Islâmica. E participar na cimeira dos não-alinhados que decorre hoje em Teerão. Mas todos sabem que a questão do programa nuclear iraniano estava na agenda de Lula, que ontem se reuniu com o homólogo Mahmud Ahmadinejad. No entanto, no final do encontro, nem uma palavra sobre este assunto. Apesar de um membro da delegação brasileira ter garantido à AFP que Lula está "optimista".

"O Presidente continua optimista em relação às negociações sobre o dossier nuclear. Esta estão a decorrer" e só devem terminar hoje, explicou a mesma fonte.

Antes de se reunir com o guia supremo do Irão, o ayatollah Ali Khamenei, Lula falou longamente com Ahmadinejad. Mas a única referência, velada, à questão nuclear que passou para o público foi a de que o Presidente iraniano agradeceu a Lula "a sua defesa do direito da nação iraniana e as suas posições para reformar a ordem mundial".

O dossier nuclear opõe Teerão à comunidade internacional. Esta, sobretudo os Estados Unidos, acusa o regime iraniano de estar a desenvolver a bomba atómica ao abrigo de um programa nuclear civil. O Irão rejeita estas acusações.

A mediação brasileira surge num momento em que a comunidade internacional se prepara para debater o reforço das sanções ao Irão. E a visita de Lula a Teerão era vista como "a última hipótese" para encontrar uma solução diplomática antes da adopção pelo Conselho de Segurança da ONU dessas mesmas sanções.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Lula fala de economia e oculta diálogo nuclear Empty O reencontro luso-brasileiro

Mensagem por Joao Ruiz Qui Maio 20, 2010 8:50 am

O reencontro luso-brasileiro

por HUGO FILIPE COELHO
Hoje

Lula fala de economia e oculta diálogo nuclear Ng1295697

Lula da Silva e José Sócrates anunciaram uma nova era na cooperação baseada no interesse económico

"Estou feliz porque finalmente Portugal e Brasil se reencontraram." Foi com estas palavras que Lula da Silva anunciou ontem uma nova era nas relações entre os dois países irmãos. "Não é mais aquela coisa só sentimental. É compreender a posição que Portugal representa para o Brasil e o potencial que o Brasil tem para ajudar a alavancar a economia portuguesa", disse o Presidente brasileiro, ao lado de José Sócrates.

A X Cimeira Luso-Brasileira ficou marcada pela assinatura de sete acordos de cooperação e empresariais, que, segundo o primeiro-ministro português, "marcam um novo momento desta relação". "É uma cooperação que assenta nos domínios críticos para o sucesso económico", como os sectores de energia, ciência e tecnologia, mas também na difusão da língua portuguesa.

Sócrates não escondeu o orgulho na ascensão económica do Brasil e elogiou a internacionalização das suas empresas que "deixam marca em Portugal". Lula respondeu dizendo que os empresários portugueses já tinham desco- berto o Brasil e que agora são os empresários brasileiros que estão a descobrir Portugal.

O Presidente brasileiro lembrou os casos da Embraer - empresa de defesa que vai abrir duas fábricas de alta tecnologia em Portugal - e da Petrobras. A petrolífera brasileira assinou ontem um acordo com a sua congénere portuguesa, Galp, para exploração de petróleo a grande profundidade ao largo da costa portuguesa.

Com o humor que lhe é habitual contou que o Brasil está a retirar petróleo de uma profundidade de sete mil metros - "quase do outro lado do mundo" -, mas que o está a "fazer com todo o cuidado, não vá aparecer um japonezinho na sonda".

Mas a boa disposição do Presidente brasileiro não se ficou por aqui. Lembrando um outro acordo na área dos biocombustíveis, Lula disse que grande parte do óleo de palma produzido na Amazónia brasileira vai ser refinado em Portugal e daqui vendido para o resto da Europa. E vendeu o seu produto: "Quando ligar o carro com biocombustível não vão mais sentir aquele cheiro insuportável. Mas vão experimentar o cheiro de um óleo mais gostoso e vão pensar que estão fritando uma batatinha."

Dias depois de a PT ter recusado vender a sua participação na Vivo à espanhola Telefónica, Lula defendeu que era importante discutir com a empresa portuguesa como crescer no mercado brasileiro, latino-americano e africano.

Na sua curta passagem por Lisboa, Lula, que termina o mandato no final do ano, fez um balanço muito positivo da sua presidência. E, ao lado de José Sócrates, lembrou os seus momentos mais difíceis.

"O ajuste fiscal que fiz em 2003 foi o mais duro que o Governo já fez", disse. "Muitos colegas de partido e de Governo ficaram nervosos comigo e disseram que era um programa de direita. Mas eu fui obrigado a fazê-lo para colher o que colho hoje". O Brasil hoje vive "um momento mágico" na sua economia. "Dizem que eu tenho sorte porque tudo dá certo, mas também trabalho muito."

In DN

Lula fala de economia e oculta diálogo nuclear Cheer

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos