Vagueando na Notícia


Participe do fórum, é rápido e fácil

Vagueando na Notícia
Vagueando na Notícia
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Egipto

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Egipto

Mensagem por Joao Ruiz Sex Dez 03, 2010 8:52 am

Relembrando a primeira mensagem :

.
Tubarão atacou turistas no Egipto


Hoje

Egipto - Página 3 Ng1393582

As vítimas, russas, foram levadas de helicóptero da estância balnear no mar Vermelho para o Hospital do Cairo

Quatro turistas russos foram atacados, em momentos diferentes, por um tubarão quando mergulhavam no mar Vermelho, não longe da costa da popular estância balnear egípcia de Sharm el- -Sheikh. Os responsáveis egípcios proibiram de imediato a prática de desportos náuticos junto a Sharm el-Sheikh enquanto o tubarão não fosse encontrado.

Um dos turistas encontra-se em estado crítico no hospital do Cairo, segundo revelou a BBC. De acordo com este órgão de informação, os responsáveis egípcios consideravam tratar-se de um tubarão-branco adulto que queriam apanhar vivo e libertá-lo numa área remota do golfo de Suez. No entanto, o animal em causa acabou por ser apanhado por um pescador.

O tubarão, segundo várias fontes, atacou em dois momentos e sempre casais de russos. No primeiro ataque, que terá ocorrido na quarta-feira, o turista russo perdeu um dos braços enquanto procurava distrair o animal para que a mulher fugisse. O segundo ataque ocorreu ontem e o animal visou as pernas do homem e da mulher; esta teve mesmo de ser reanimada. Hassan Salem, instrutor de mergulho, afirmou ter tentado afastar o tubarão mas quando percebeu que não o conseguia alertou todos os mergulhadores para abandonarem rapidamente a água.

As vítimas foram levadas de helicóptero para o Hospital do Cairo, onde ainda se mantêm.

Os responsáveis egípcios afirmaram que normalmente há dois ataques de tubarões por ano na área e que o número das vítimas tem aumentado porque também tem aumentado o número de nadadores e mergulhadores no local.

Há dois anos, um golfinho salvou um casal, que nadava na mesma região onde ocorreram estes ataques, ao distrair um tubarão que se aproximava.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo


Egipto - Página 3 Empty Outono violento ameaça Primavera Árabe no Egipto

Mensagem por Joao Ruiz Qua Nov 30, 2011 11:29 am

.
Outono violento ameaça Primavera Árabe no Egipto

11 Outubro 2011

Egipto - Página 3 Ng1668839

A raiva contra os militares dominava ontem os milhares que participaram nos funerais dos coptas mortos nos confrontos de domingo, que fizeram 25 mortos.

À porta do hospital copta da capital egípcia e junto à catedral copta de Abbasiya, a tensão era ontem latente.

Tudo começou no domingo com um protesto da minoria cristã contra o incêndio de uma igreja. ONU, EUA e UE criticaram pior episódio de violência desde a queda de Mubarak.

In DN

Egipto - Página 3 00020115

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Cerca de 80 feridos em confrontos na praça Tahrir

Mensagem por Joao Ruiz Qua Nov 30, 2011 11:36 am

.
Cerca de 80 feridos em confrontos na praça Tahrir

por lusa
Hoje

Egipto - Página 3 Ng1729672

Setenta e nove pessoas ficaram feridas hoje no Egipto na sequência de confrontos entre vários manifestantes e vendedores ambulantes na praça Tahrir, informou o ministério da Saúde, após o pacífico desfecho da primeira volta das históricas eleições no país.

Os conflitos eclodiram quando os manifestantes, que ocupam a praça Tahrir há cerca de duas semanas, tentaram expulsar os vendedores ambulantes do local. A tensão agravou-se, terminando com as duas partes a trocarem pedras e 'cocktails Molotov', de acordo com o relato de testemunhas.

Vinte e sete pessoas foram hospitalizadas, indicou o ministério da Saúde.

Os actos violentos ocorreram poucas horas depois do fecho da primeira volta das eleições, cujo processo se vai prolongar por vários meses.

A campanha eleitoral tem sido marcada por protestos de milhares de pessoas no Cairo e também no resto do país que exigem a saída dos militares do poder que assumiram desde o derrube de Hosni Mubarak

In DN

Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty 10 mortos, 500 feridos e 180 detidos em 3 dias de confrontos

Mensagem por Joao Ruiz Dom Dez 18, 2011 11:47 am

.
10 mortos, 500 feridos e 180 detidos em 3 dias de confrontos

por Lusa
Hoje

Egipto - Página 3 Ng1748411

Pelo menos dez mortos, quase 500 feridos e mais de 180 pessoas foram detidas em três dias de confrontos entre manifestantes civis e polícias e militares no centro do Cairo.

A violência instalou-se na capital egípcia, onde manifestantes se opõem à liderança militar, no poder desde o derrube do presidente Hosni Mubarak.

Nos últimos três dias, pelo menos dez pessoas morreram e perto de 500 ficaram feridas nos confrontos que decorrem sobretudo junto ao parlamento e ao conselho de ministros, perto da Praça Tahrir, centro nevrálgico do movimento popular que, apoiado pelos militares, conduziu ao derrube do regime de Mubarak, em fevereiro.

Fontes de segurança detalharam à agência espanhola Efe que já foram detidas 181 pessoas, apanhadas em flagrante na posse de cocktails Molotov, atacando as forças policiais e militares e assaltando edifícios governamentais.

A agência de notícias estatal egípcia Mena noticiou, por seu lado, que 164 pessoas foram acusadas e levadas a tribunal por participação em ataques contra membros das forças armadas e da polícia e por resistência às autoridades.

Manifestantes civis e forças da ordem trocam acusações mútuas de instigação à violência, brutalidade e vandalismo.

Estes confrontos são os mais graves desde os que se registaram poucos dias antes de 28 de Novembro, data em que começaram a realizar-se as primeiras eleições legislativas no país desde a queda de Mubarak, causando 42 mortos, na maioria no Cairo.

O Conselho Supremo das Forças Armadas (CSFA), que dirige o país desde a saída de Mubarak, publicou no Facebook e no YouTube imagens de pilhagem de um edifício governamental.

Segundo relata a agência francesa AFP, manifestantes entraram hoje no Instituto Egípcio, palco de um incêndio no sábado, sobre o qual ambos os lados do conflito rejeitam responsabilidade, para extrair manuscritos antigos, queimando uma grande parte.

O ministro da Cultura, Chakar Abdal Hamid, qualificou o incêndio no edifício histórico de "catástrofe para a ciência", pois ali se encontravam "manuscritos muito importantes e livros raros dos quais será difícil voltar a encontrar um equivalente".

O primeiro-ministro, Kamal al-Ganzuri, assinalou que está em curso uma "contrarrevolução", que não é feita pelos "jovens da revolução", e assegurou que "nem o exército nem a polícia abriram fogo" contra os manifestantes.

Os manifestantes reclamam o fim do poder militar, enquanto prossegue a segunda fase das legislativas. A primeira fase, realizada em um terço do país, deu 65 por cento dos votos aos partidos islamistas, dos quais 36 por cento para a Irmandade Muçulmana e 24 por cento para os fundamentalistas salafitas.

In DN

Embarassed Rolling Eyes Twisted Evil Evil or Very Mad

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Minnie de burka acaba em tribunal

Mensagem por Joao Ruiz Ter Jan 10, 2012 9:54 am

.
Minnie de burka acaba em tribunal

por DN.pt
Hoje

Egipto - Página 3 Ng1772513

Imagem que criou polémicaImagem de Mickey e Minnie vestidos como árabes publicadas no twitter de magnata copta (cristão) e líder do partido Egípcios Livres foram consideradas ofensivas.

Naguib Sawiris publicou no seu twitter imagens de Mickey e Minnie vestidos como árabes. Mickey teve direito a uma longa barba e a um "kefiyeh", enquanto Minnie aparece de burka. A utilização das personagens da Disney não agradou ao grupo islamita Gammaa al Islamiya, que considera a montagem como uma ofensa ao islão.

O responsável pelas imagens é um magnata copta (cristão) e líder do partido liberal Egípcios Livres. Sawiris - um dos homens mais ricos daquele país - irá agora a tribunal, no dia 14 de Fevereiro, pois de nada lhe valeu o pedido de desculpa que entretanto já apresentou.

Mamduh Ismail, advogado do grupo islamita Gammaa al Islamiya, considera que Sawiris cometeu um crime ao "rir-se" do islão. Citado pelo ABC, diz ainda que não foi o único a denunciar o sucedido. "Existem mais de mil denúncias. Não aceitamos que alguém insulte as religiões."

In DN

Egipto - Página 3 0002042B

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Milhares de pessoas assinalam 1.º aniversário da revolta

Mensagem por Joao Ruiz Qua Jan 25, 2012 9:37 am

.
Milhares de pessoas assinalam 1.º aniversário da revolta

por Lusa
Hoje

Egipto - Página 3 Ng1794514

Dezenas de milhares de pessoas voltaram hoje a concentrar-se na emblemática praça Tahrir, no centro do Cairo, para celebrar o primeiro aniversário do início da revolução popular que ditou a queda do regime do ex-Presidente egípcio Hosni Mubarak.

Entre os manifestantes encontravam-se muitos islamitas, a maioria envergando as insígnias da Irmandade Muçulmana, mas também numerosas famílias com crianças, segundo testemunharam jornalistas da agência espanhola EFE.

Num ambiente festivo, a praça Tahrir, um dos símbolos da revolta popular, encheu-se de cartazes e faixas com várias palavras de ordem que comprovam que o sentimento de reivindicação ainda persiste no povo egípcio.

"A revolução vai continuar até que as nossas exigências sejam cumpridas" lia-se numa grande faixa no centro da praça, onde também regressaram algumas tendas.

"Não à Constituição, abaixo o Governo militar" ou "Prisão para os 'felul' [antigos membros do regime de Mubarak]" eram outras das palavras de ordem escritas em cartazes.

O candidato presidencial Amr Musa recordou as vítimas da revolta popular, que "sacrificaram os seus espíritos para o êxito da revolução". "A revolução continua e não será vencida", gritou Musa, no meio de milhares de pessoas que entoavam a frase "Viva o Egito".

O candidato presidencial, que figura entre os favoritos, insistiu na necessidade de a Junta Militar, que assumiu o poder após a queda de Mubarak, em fevereiro de 2011, entregar o poder antes de julho a um "poder eleito" para que o país não se transforme numa nova ditadura.

Outros grupos de manifestantes concentraram-se em outros pontos da capital egípcia, nomeadamente perto de mesquitas, igrejas e universidades, com o objetivo de se juntarem mais tarde ao grande protesto na praça Tahrir.

Apesar do carácter pacífico da jornada, foram registados alguns momentos de tensão entre jovens revolucionários e apoiantes da Junta Militar, que se manifestavam no bairro de Abasiya.

Entretanto, as autoridades egípcias vão hoje libertar cerca de três mil prisioneiros, por ocasião do primeiro aniversário da revolta popular.

Os responsáveis dos serviços de segurança indicaram, em declarações à agência noticiosa francesa AFP, que 1.959 prisioneiros iriam ser libertados, depois de terem recebido uma amnistia no sábado passado pelo marechal Hussein Tantaoui, chefe do Conselho Supremo das Forças Armadas.

"Outros mil prisioneiros, presos por atos criminosos, também serão libertados por bom comportamento", disse um dos responsáveis.

Entre os prisioneiros libertados consta o 'bloguer' Maikel Nabil, que foi condenado a dois anos de prisão por criticar as forças armadas.

In DN

Egipto - Página 3 Notsure

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Deputado demitido por fazer operação estética ao nariz

Mensagem por Joao Ruiz Ter Mar 06, 2012 11:14 am

.
Deputado demitido por fazer operação estética ao nariz

por DN.pt
Hoje

Egipto - Página 3 Ng1849961

Um deputado salafista egípcio foi expulso do partido depois de ter feito uma operação estética ao nariz. Anwar al-Balkimy começou por dizer que tinha sido agredido, mas o cirurgião plástico contou a verdade.

Para tentar esconder a cirurgia, proibida pela doutrina religiosa do salafismo, Anwar al-Balkimy disse que tinha sido agredido e roubado. A história foi divulgada nos meios de comunicação social do Egito, que aproveitaram para realçar a falta de segurança no país após a revolução do ano passado.

Segundo Balkimy, cinco homens roubaram-lhe 100 mil libras (cerca de 12 500 euros) e tentar levar o carro, mas o deputado resistiu e acabou por ser violentamente agredido. Até foi publicada uma fotografia deste com as ligaduras na cara. A recuperar da suposta agressão, Balkimy até recebeu a visita de uma delegação parlamentar, que quis inteirar-se pessoalmente do estado de saúde do deputado salafista.

A história corria bem até que um dos cirurgiões do hospital onde esteve Balkimy contou os factos. O deputado acabou por confirmar que tinha feito a operação, mas realçou que foi na sequência das agressões. O partido é que não gostou e em comunicado disse que Balkimy era livre para demitir-se ou então essa decisão seria tomada pela comissão.


In DN

Egipto - Página 3 HystericalEgipto - Página 3 HystericalEgipto - Página 3 HystericalEgipto - Página 3 HystericalEgipto - Página 3 HystericalEgipto - Página 3 Hysterical

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Criança morre em confrontos com adeptos do Masry

Mensagem por Joao Ruiz Sab Mar 24, 2012 11:23 am

.
Criança morre em confrontos com adeptos do Masry

por Lusa
Hoje

Um jovem de 13 anos morreu hoje atingido a tiro durante confrontos que envolveram adeptos do clube Masry e a polícia em Port Said, Egito, revelou o diário Ahramonline.

Grupos de adeptos do Masry, furiosos com uma pena de dois anos impostas pela federação egípcia de futebol após os incidentes de 01 de fevereiro que provocaram 74 mortos no final do jogo contra o Ahly, manifestaram-se nas ruas de Port Said.

A criança, atingida com um tiro nas costas, ainda foi levado ao hospital, mas os médicos apenas declararam o óbito.

O diário refere que os confrontos provocaram dezenas de feridos.

In DN

Twisted Evil

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Dez candidatos excluídos pela comissão eleitoral

Mensagem por Joao Ruiz Qua Abr 18, 2012 8:32 am

.
Dez candidatos excluídos pela comissão eleitoral

Hoje

Egipto - Página 3 Ng1905242

Omar Souleiman, o chefe dos serviços secretos de Hosni Mubarak, e outros nove candidatos às presidenciais foram afastados da corrida pela comissão eleitoral.

A cinco semanas da primeira volta das eleições presidenciais egípcias, a comissão eleitoral anunciou na noite de terça-feira a exclusão de dez candidatos, entre os quais está o ex-chefe dos serviços secretos de Hosni Mubarak, seu vice-presidente e homem de confiança de Israel, Omar Suleiman, e os islamitas Khairat al-Chater e Hazem Abou Ismail.

A comissão justificou o afastamento destes dez candidatos alegando a existência de irregularidades nos dossiês de candidatura e deu-lhes 48 horas para contestarem a decisão.

Entre os candidatos que se mantêm na corrida está Amr Moussa, ex-chefe da Liga Árabe, o ex-membro dos Irmãos Muçulmanos. Abdelmoneim Aboul

In DN

Egipto - Página 3 Islam

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Irmãos Muçulmanos reivindicam presidência do Egito

Mensagem por Joao Ruiz Seg Jun 18, 2012 4:46 am

.
Irmãos Muçulmanos reivindicam presidência do Egito

por DN.ptHoje

Egipto - Página 3 Ng1989241

O candidato islamita, Mohammed Morsi, reivindicou a vitória nas presidenciais egípcias , pouco depois da decisão do exército de assumir vastos poderes, o que já está a ser denunciado como um "golpe" pelos adversários do poder militar.

O seu rival, Ahmad Chafiq, o último primeiro-ministro de Hosni Mubarak, o homem que a 11 de fevereiro de 2011 foi derrubado pela revolta popular após três décadas no poder, garantiu por seu lado que os resultados, ainda provisórios, o colocam à frente no escrutínio de domingo.

A vitória de Morsi, se se confirmar, levará pela primeira vez um islamita à chefia do Estado do Egito, o mais populoso país do mundo árabe, com 82 milhões de habitantes.

O novo presidente, seja ele quem for, terá, contudo, uma margem de manobra reduzida, perante a junta militar quer comanda o país desde a queda de Mubarak, que assumiu vastos poderes antes do encerramento das urnas no domingo.

In DN

Egipto - Página 3 Icon_mrgreen

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Presidente afasta ministro da Defesa

Mensagem por Joao Ruiz Dom Ago 12, 2012 9:53 am

.
Presidente afasta ministro da Defesa

por Lusa, publicado por Elisabete Silva
Hoje

O presidente egípcio, Mohamed Morsi, ordenou a passagem à reforma do ministro da Defesa, marechal Hussein Tantaui, e do chefe de Estado-Maior das Forças Armadas, general Sami Anan, anunciou hoje a agência oficial MENA.

O novo ministro da Defesa é Abdel Fattah al-Sissi, segundo a televisão estatal.

Um porta-voz da presidência disse na televisão que Morsi nomeou como vice-presidente do Egito Mahmud Mekki.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcTZBrQuMTcM2IEjyaTQ1l6wDqB84bFRHzaSqxluhoeEhU-u-xmGvqhK

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Cristãos egípcios receiam aumento de violência

Mensagem por Joao Ruiz Dom Set 23, 2012 10:49 am

.
Cristãos egípcios receiam aumento de violência

por Lusa, publicado por Leonor Mateus Ferreira
Hoje

Egípcios cristãos temem que o filme anti-Islão produzido pelos cristão coptas nos Estados Unidos possa aumentar a perseguição desta comunidade no Egito, que se queixa regularmente de discriminação.

As igrejas egípcias foram das primeiras a condenar o filme "A Inocência dos Muçulmanos" que satiriza o profeta Maomé e que desencadeou protestos violentos em vários países islâmicos. A comunidade cristã no Egito representa entre seis a 10 por cento dos 82 milhões de habitantes.

A Igreja ortodoxa copta divulgou um comunicado em que declara o lançamento do filme como um "plano malicioso destinado a difamar as religiões e a causar divisões entre o povo egípcio".

Mas a condenação não impediu manifestações contra a comunidade cristã no Egito. Um religioso, o sheik Abu Islam apelou à queima da biblia durante protestos junto à Embaixada dos Estados Unidos.

"Os receios dos cristãos egípcios aumentaram devido às reações violentas de alguns extremistas islâmicos", disse Mona Makram Ebeid, membro do Conselho Nacional para os Direitos Humanos.

Um tribunal egípcio condenou esta semana um cristão copta a seis anos de prisão por ofensas ao profeta Maomé e ao presidente Mohamed Morsi na rede social Facebook, informou fonte judicial.

Os protestos contra o filme começaram no passado dia 11 na Líbia e no Cairo e alargaram-se a todo o mundo muçulmano, tendo causado já mais de 30 mortos, entre os quais o embaixador norte-americano na Líbia.

No Cairo, pelo menos uma pessoa morreu e mais de meia centena de outras ficaram feridas durante os protestos junto à embaixada norte-americana.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcSCMOLjkROW52s0athVfWsg70nHXOC3yWrgyzhUETtR7Jx0n05YZdZhOw

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Quatro mortos e 32 feridos em acidente com comboios

Mensagem por Joao Ruiz Dom Nov 11, 2012 8:32 am

.
Quatro mortos e 32 feridos em acidente com comboios

por Lusa, publicado por Aldara Rodrigues
Hoje

Pelo menos quatro pessoas morreram e 32 ficaram feridas, na noite de sábado, no choque de dois comboios na cidade de Fayum, a 150 quilómetros a sudoeste do Cairo, informaram hoje fontes da companhia ferroviária egípcia.

As fontes explicaram à agência noticiosa espanhola EFE que o acidente ocorreu quando um dos comboios, que viajava de Alexandria para Fayum, ultrapassou o limite de velocidade e não respeitou os semáforos.

O comboio chocou de frente com outro, que fazia o trajeto entre Fayum e a cidade de Al Wasti, na mesma província.

Entre os mortos, encontra-se o maquinista que não respeitou os semáforos, acrescentaram.

Os acidentes ferroviários e de trânsito são habituais no Egito devido ao mau estado dos veículos e das estradas, a imprudência dos condutores ou a má sinalização das vias.

A maior tragédia ferroviária da história do Egito ocorreu em 2002, num incêndio de um comboio que fazia o trajeto entre o Cairo e Luxor, em que morreram 376 pessoas.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcRMMlQ1FfQisdTfT7XrNlbVGXld4BTZENlBKNRF_NM1uh8UEmr2Vp4e6w

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Oposição egípcia acusa Morsi de agir como "novo faraó"

Mensagem por Joao Ruiz Qui Nov 22, 2012 4:26 pm

.
Oposição egípcia acusa Morsi de agir como "novo faraó"

por Catarina Reis da Fonseca
Hoje

O Presidente egípcio emitiu uma declaração que reforça os seus poderes, levando o líder da oposição, Mohamed ElBaradei, a lançar-lhe duras críticas. Procurador-geral foi afastado do cargo.

Mohamed Morsi, eleito em junho na sequência da revolta que derrubou Hosni Mubarak, emitiu nesta quinta-feira uma declaração constitucional que reforça os seus poderes e impede que as suas decisões sejam contestadas. A declaração determina ainda que, a partir de agora, nenhum tribunal está autorizado a dissolver a assembleia constituinte, órgão que está a redigir a nova Constituição.

"O Presidente pode tomar qualquer decisão ou medida para proteger a revolução", anunciou o porta-voz da presidência, Yasser Ali. "As declarações constitucionais, decisões e leis emitidas pelo Presidente são definitivas e não podem ser sujeitas a recurso", acrescentou.

Reagindo à declaração emitida por Morsi, o líder da posição, Mohamed ElBaradei, lançou no seu Twitter duras críticas ao Presidente. "Morsi usurpou todos os poderes de estado e autonomeou-se o novo faraó do Egito", escreveu o Nobel da Paz de 2005. "Este é um duro golpe para a democracia, que poderá ter consequências", disse.

Morsi decidiu afastar o procurador-geral, Abdel Meguid Mahmud, que será substituído por Talaat Ibrahim Abdullah. O Presidente já tinha tentado afastar Mahmud do cargo no mês passado ao nomeá-lo embaixador do Egito no Vaticano sem justificar a sua decisão. No entanto, o procurador rejeitou a nomeação e voltou ao trabalho, escoltado por juízes e advogados. Em outubro, Mahmud ilibou oficiais que, alegadamente, estiveram envolvidos em ataques a manifestantes durante a revolução. Esta decisão provocou novos confrontos na praça Tahrir.O novo procurador, Talaat Abdullah, irá agora tomar conta do caso e voltará a questionar as pessoas que tinham sido ilibadas por Mahmud.

A assembleia constituinte, que deveria apresentar a nova Constituição no próximo mês, vai, por ordem de Morsi, dispor de dois meses adicionais para completar a sua tarefa. A composição da assembleia está a ser alvo de um processo no Tribunal Constitucional. Contudo, as novas diretivas do Presidente deverão invalidar o caso.Morsi, um islamita moderado que durante as eleições foi apoiado pela Irmandade Muçulmana, detém o poder executivo e legislativo. Este último esteve nas mãos dos militares até à dissolução do Parlamento em junho.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcTK-pNndN4raPFylYYQDwVVsWbQ88hwDQDtL1QIPd9A37UXtspg4g

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Adversários do Presidente egípcio voltam a sair à rua

Mensagem por Joao Ruiz Ter Nov 27, 2012 6:07 am

.
Adversários do Presidente egípcio voltam a sair à rua

por Lusa, publicado por Aldara Rodrigues
Hoje

Os adversários do Presidente egípcio, Mohamed Morsi, voltam a promover hoje manifestações em todo o Egito, após os apoiantes do chefe de Estado terem decidido desconvocar as suas ações de rua, previstas em simultâneo, "para evitar confrontos".

Ao início da noite de segunda-feira, um dirigente do Partido da Liberdade e da Justiça (PLJ), o braço político da Irmandade Muçulmana, o movimento islamita de onde provém o chefe de Estado, anunciou a desconvocação das manifestações de apoio a Morsi.

A realização de protestos paralelos estava a fazer aumentar os receios de novos tumultos, que desde sexta-feira já provocaram um morto e cerca de 450 feridos.

Na praça Tahrir, no centro do Cairo, onde na sexta-feira foram erguidas dezenas de tendas para exigir a retirada das medidas presidenciais que reforçam os poderes do chefe de Estado, uma faixa indica "Proibido à Irmandade Muçulmana".

Na quinta-feira, através de um decreto presidencial Morsi, que já acumula poderes executivos e legislativos, assumiu a prerrogativa de adotar as medidas que considere necessárias "para a defesa da revolução", uma formulação vaga que para os seus opositores pode perspetivar uma deriva ditatorial.

Perante a vaga de contestação, o chefe de Estado repetiu no domingo que os seus poderes excecionais são "temporários" e vão terminar com a adoção da nova Constituição, que deve ser redigida até meados de fevereiro e submetida a referendo, antes da eleição de uma Assembleia.

Os apoiantes de Morsi consideram que estes poderes vão permitir a concretização de reformas políticas, sociais e económicas indispensáveis para cumprir as promessas feitas durante a revolta popular de dezembro de 2010 e janeiro de 2011 que derrubou o ex-Presidente autocrático Hosni Mubarak, e acelerar um processo de transição considerado "longo e caótico".

In DN

Egipto - Página 3 Nunu

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Egito deu "passo no processo de transição política"

Mensagem por Joao Ruiz Qua Dez 26, 2012 6:48 am

.
Egito deu "passo no processo de transição política"

por Lusa, publicado por Graciosa Silva
Hoje

O Governo chinês disse hoje que o Egito "deu um importante passo no processo de transição política" ao aprovar a primeira Constituição após a queda do regime de ex-presidente Hosni Mubarak.

"Esperamos que este país mantenha a estabilidade política e social e continue a impulsionar o processo de transição sem obstáculos", disse, em conferência de imprensa, o porta-voz para os Negócios Estrangeiros da China, Hua Chunying.

Cerca de 64 por cento dos egípcios que participaram na consulta sobre a nova Constituição votaram favoravelmente o texto num referendo envolto em polémica e denúncias de fraude.

Na consulta, realizada a 15 e a 22 de dezembro, participaram apenas 32,9 por cento dos egípcios, de acordo com dados oficiais.

A China tem sido prudente nas declarações em relação às revoluções árabes, mas estabeleceu desde o início contactos diplomáticos e políticos com as oposições de países como o Egito, Líbia e Síria.

In DN

Egipto - Página 3 Icon_farao

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Tribunal decide voltar a julgar ex-presidente Mubarak

Mensagem por Joao Ruiz Dom Jan 13, 2013 8:57 am

.
Tribunal decide voltar a julgar ex-presidente Mubarak

por Lusa, texto publicado por Isaltina Padrão
Hoje

Egipto - Página 3 Ng2322877

O Tribunal de Recurso do Egipto revogou hoje a sentença contra o ex-presidente do país Hosni Mubarak, condenado a prisão perpétua pela morte de manifestantes, e ordenou um novo julgamento.

Mubarak, de 84 anos, governou o Egito durante três décadas e foi forçado a sair do poder em fevereiro de 2011, sob pressão popular e manifestações de protesto durante 18 dias.

A 02 de junho de 2012, foi condenado a prisão perpétua pela repressão à revolta popular contra o seu governo, que provocou centenas de mortos.

O tribunal decidiu ainda aceitar os recursos apresentados pelo ex-ministro do Interior Habib al Adli, os dois filhos Alaa e Gamal e seis responsáveis dos serviços de segurança.

O julgamento vai ser repetido num tribunal penal e, enquanto isso, os acusados vão permanecer em prisão preventiva, à exceção dos antigos assistentes de Al Adli, que estão em liberdade, de acordo com a agência de notícias estatal Mena.

A defesa do ex-presidente alega que o tribunal que emitiu a sentença contra Mubarak a 02 de junho de 2012 não se apoiou em provas suficientes.

Desde 27 de dezembro que Mubarak está no Hospital Militar de Maadi devido aos ferimentos sofridos na cabeça e no peito, na sequência de uma queda na casa de banho da prisão de Tora.

No início deste ano, uma comissão de inquérito, criada pelo atual presidente egípcio, Mohamed Mursi, apresentou os resultados da investigação à morte de manifestantes durante a revolução e forneceu novas provas de que alegadamente Mubarak viu pela televisão o que estava a acontecer.

De acordo com a comissão, isto prova que o ex-presidente teve responsabilidade direta na morte de manifestantes, porque testemunhou o que aconteceu.

In DN

Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Manifestantes começaram a chegar ao centro do Cairo

Mensagem por Joao Ruiz Sab Jan 26, 2013 10:16 am

.
Manifestantes começaram a chegar ao centro do Cairo

por Lusa, publicado por Graciosa Silva
Ontem

Egipto - Página 3 Ng2345434
A contestação centra-se na lentidão das reformas por parte do Governo eleito. Fotografia © Mohamed Abd El Ghany/Reuters

Manifestantes começaram a chegar hoje de manhã ao centro do Cairo, no Egito, no dia em que a oposição egípcia marcou uma jornada de contestação ao Presidente Mohamed Morsi e à Irmandade Muçulmana, com epicentro na emblemática Praça Tahrir.

Alguns manifestantes passaram a noite na Praça, epicentro da revolução popular de 2011 que culminou com o derrube do Presidente Hosni Mubarak.

Na noite de quinta-feira, manifestantes e polícia envolveram-se em confrontos.

Os manifestantes exigiam a demissão do Presidente islamita, Mohamed Morsi, e tentaram desmontar uma barreira construída com blocos de betão, que bloqueava a entrada numa rua que dá para a Praça Tahrir.

As barreiras foram erguidas em 2012 para proteger vários edifícios governamentais e dos serviços de segurança na área.

O ministro do Interior indicou, citado pela agência France Presse, que cinco polícias ficaram feridos nos confrontos e apelou aos manifestantes para que evitem mais conflitos com as forças da ordem.

Mohamed Morsi, que pertence à irmandade Muçulmana, discursou na quinta-feira, para marcar o aniversário do profeta muçulmano Maomé, tendo apelado aos egípcios para assinalaram os dois anos da revolução egípcia de uma "forma pacífica e civilizada".

Dezasseis partidos da oposição marcaram para hoje concentrações para quatro locais distintos da capital egípcia que deverão depois convergir na Praça Tahrir.

A contestação centra-se na lentidão das reformas por parte do Governo eleito e de Morsi, apoiado pela Irmandade Muçulmana, nomeadamente no que diz respeito ao combate à corrupção, justiça social e combate à pobreza.

A Constituição aprovada em referendo em dezembro de 2012 é outro tema que divide a sociedade egípcia, polarizada no apoio aos islamitas e na contestação aos poderes eleitos.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcQ6Qst412hjBI2LJA3tVWL2y25yClmIQldSY9WVZ2WEx-TTwSk64x_4uw

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Polícia dispara gás lacrimogéneo contra manifestantes

Mensagem por Joao Ruiz Sab Jan 26, 2013 10:24 am

.
Polícia dispara gás lacrimogéneo contra manifestantes

por Lusa, texto publicado por Sofia Fonseca
Ontem

Egipto - Página 3 Ng2346277
Fotografia © REUTERS/Asmaa Waguih

A polícia egípcia disparou gás lacrimogéneo contra manifestantes no Cairo, Alexandria e na zona do Suez, onde foi incendiada uma sede do partido da Irmandade Muçulmana, num segundo aniversário da revolução marcado por protestos contra o Presidente Mohammed Morsi.

Segundo os serviços de emergência egípcios, cerca das 16:00 (hora de Lisboa) registavam-se 110 feridos nos confrontos com a polícia por todo o país.

No Cairo, manifestantes que se opõem aos poderes eleitos juntaram-se junto ao edifício da televisão estatal, onde está também instalado o Ministério da Informação, e a polícia disparou granadas de gás lacrimogéneo para os dispersar.

Na cidade de Ismailia, no Suez, viam-se chamas negras a sair das janelas da sede do Partido da Liberdade e Justiça, segundo uma correspondente da agência France Presse que viu manifestantes que apedrejavam o edifício a serem perseguidos por habitantes locais.

Junto da sede do partido ouviram-se também tiros de origem desconhecida.

Em Alexandria, a polícia usou gás lacrimogéneo contra manifestantes que queimavam pneus e no Suez, interveio para dispersar manifestantes que apedrejavam a sede do governo local.

"Há muito fumo por causa dos pneus queimados mas veem-se pessoas no chão que não conseguem respirar por causa do gás lacrimogéneo, disse á France Presse um habitante de Alexandria.

Na emblemática praça Tahrir, na capital egípcia, concentraram-se milhares de pessoas para reclamar "uma nova revolução", uma reivindicação que ilustra o descontentamento com a falta de reformas profundas no país desde a queda do regime de Hosni Mubarak.

Polícia e manifestantes enfrentaram-se em algumas ruas adjacentes à praça que é o símbolo da revolução de janeiro 2011 e que tem sido palco das principais manifestações populares desde então.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcRMD7e1BblqRiT6NHQAHb_ZJgX7v-DdGBIGG2L_RcTZSPdiYINfcljf

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty 22 mortos e mais de 200 feridos em Port Said

Mensagem por Joao Ruiz Sab Jan 26, 2013 10:42 am

.
22 mortos e mais de 200 feridos em Port Said

por Lusa e AFP, editado por Ana Meireles e RSF
Hoje

Egipto - Página 3 Ng2347281
Anúncio da sentença de morte para 21 pessoas provocou confrontos violentos Fotografia © REUTERS/Asmaa Waguih(ATUALIZADA)


Vinte e duas pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas hoje em confrontos em Port Said, nordeste do Egito, segundo novo balanço do Ministério da Saúde.

Os confrontos foram provocados pelo anúncio da sentença de morte para 21 envolvidos no massacre num estádio de futebol e começaram quando familiares dos condenados, adeptos radicais do clube local Al Masry, tentaram invadir a prisão onde estes se encontram detidos.

Testemunhas dão conta que desconhecidos abriram fogo e atiraram "cocktail molotov" contra a polícia, que ripostou com gás lacrimogéneo. A violência alastrou às ruas próximas da cadeia, o que levou ao encerramento do comércio local.

O massacre no estádio de futebol ocorreu em fevereiro do ano passado e culminou com a morte de 74 pessoas.

O exército egípcio enviou tropas para a cidade para restabelecer a calma e proteger as instalações públicas, disse o general Ahmed Wasfi à agência de notícias oficial Mena.

Esta é a segunda cidade para onde são destacadas unidades das Forças Armadas do Egito, depois da chegada, hoje de manhã, de tropas à localidade de Suez.

Este novo foco de violência acontece um dia depois de nove pessoas terem morrido e 584 terem ficado feridas, segundo o último balanço do Ministério da Saúde, nos distúrbios registados um pouco por todo o país quando se assinalava o segundo aniversário da revolução popular que afastou Hosni Mubarak do poder.

Oito pessoas morreram na cidade de Suez e outra na localidade próxima de Ismailiya, enquanto o maior número de feridos se registou na província do Cairo (172), seguida de Alexandria (102), Suez (89) e Ismailiya (77).

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcTOHpVUEJqZk_2cNLzLips__pv2r_XGp0QrIBm-3Zub8ex1rMfr

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Explosão de balão provoca 19 mortos no Egito

Mensagem por Joao Ruiz Ter Fev 26, 2013 10:27 am

.
Explosão de balão provoca 19 mortos no Egito

por Lusa, texto publicado por Paula Mourato
Hoje

Egipto - Página 3 Ng2404088

Um balão de ar quente explodiu quando sobrevoava a cidade de Luxor, no Egito, causando a morte de 19 pessoas, incluindo turistas franceses, britânicos, japoneses e de Hong Kong, indicou um responsável de segurança.

"Dezanove pessoas morreram", disse a fonte à AFP, acrescentando que turistas franceses, ingleses, japoneses e da antiga colónia britânica estão entre as vítimas do incidente.

O balão transportava 21 pessoas e estava a 300 metros sobre Qurna, na margem ocidental de Luxor, quando se incendiou e explodiu, disse o mesmo responsável.

Os dois sobreviventes, incluindo o piloto do balão, foram transportados para o hospital, acrescentou.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcSWiRkXADhnJp0L78i1iZbar5ASGKf3spa2nu1Z1b-IXuesDAngUmQu

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Irmandade Muçulmana fala em mais de 100 mortos

Mensagem por Joao Ruiz Sab Jul 27, 2013 4:15 pm

.
Irmandade Muçulmana fala em mais de 100 mortos

por Lusa
Hoje

Egipto - Página 3 Ng2680132
Irmandade Muçulmana fala em mais de 100 mortos
Fotografia © Reuters

Mais de cem pessoas morreram e mil outras ficaram feridas nos confrontos entre a polícia e partidários do Presidente egípcio deposto, Mohamed Morsi, num subúrbio no Cairo, de acordo com um balanço da Irmandade Muçulmana, citado pela Efe.

De acordo com a agência Efe, a Irmandade Muçulmana, que cita fontes do hospital de campanha instalado na praça Rabea al Adauiy, indicou que os confrontos tiveram lugar perto da ponte 06 de outubro, no centro da capital.

Também esta manhã, em declarações à agência noticiosa AFP, Murad Mohammed Ali, da Irmandade Muçulmana, acusou a polícia egípcia de ter aberto fogo real contra manifestantes islamitas apoiantes do Presidente deposto Mohamed Morsi, matando 23 pessoas e ferindo mais de 600.

In DN

Egipto - Página 3 Islam

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Apoiantes de Morsi apelam a "marcha de um milhão"

Mensagem por Joao Ruiz Seg Jul 29, 2013 10:40 am

.
Apoiantes de Morsi apelam a "marcha de um milhão"

por Lusa, publicado por Ricardo Simões Ferreira
Hoje

Egipto - Página 3 Ng2682965
Apoiantes de Morsi no Cairo Fotografia ©️ REUTERS/Khaled Abdullah
Apoiantes de Morsi no Cairo

Os apoiantes do Presidente egípcio deposto Mohamed Morsi apelaram a uma "marcha de um milhão de pessoas" na terça-feira para reclamar o regresso daquele ao poder.

"Apelamos a uma marcha de um milhão de pessoas sob o lema 'os mártires do golpe de Estado'", refere em comunicado uma coligação de grupos islamitas apoiantes de Morsi, deposto a 03 de julho pelo Exército depois de grandes manifestações para reclamar a sua saída do poder.

In DN

Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Irmandade Muçulmana quer regresso de Morsi ao poder

Mensagem por Joao Ruiz Dom Ago 04, 2013 8:19 am

.
Irmandade Muçulmana quer regresso de Morsi ao poder

por Lusa, publicado por Ana MeirelesHojeComentar

A Irmandade Muçulmana garantiu hoje que vai continuar a insistir no regresso ao poder do Presidente egípcio deposto Mohamed Morsi, depois de conversações com o subsecretário de Estado norte-americano, William Burns.

A visita de Burns ao Egito, que se segue a uma deslocação ao país da chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, e do ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Guido Westerwelle, surge quando a comunidade internacional está a pressionar os apoiantes de Morsi e o Governo interino a chegarem a acordo.

Em comunicado divulgado hoje, a Irmandade Muçulmana salienta estar comprometida com a "legitimidade, que determina o regresso do Presidente, com a Constituição e com o Conselho Shura", referindo-se à câmara alta do parlamento.

A nota do Partido da Justiça e da Liberdade refere que uma delegação de representantes da coligação dos grupos islamitas que defendem o regresso de Morsi ao poder reuniu-se com Burns no sábado.

"Damos as boas-vindas a quaisquer soluções políticas propostas com base na legitimidade constitucional e rejeição do golpe", acrescenta o comunicado.

Os apoiantes de Morsi insistem que não aceitarão qualquer resolução para a crise que o Egito atravessa se esta não incluir o seu regresso ao poder.

Morsi está detido pelo Exército num local secreto desde 03 de julho.

In DN

Egipto - Página 3 Islam

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Mais de 100 mortos nos confrontos de hoje

Mensagem por Joao Ruiz Dom Ago 18, 2013 10:29 am

.
Mais de 100 mortos nos confrontos de hoje

por Lusa, publicado por Ana Meireles
16 agosto 2013

Egipto - Página 3 Ng2713258
Apoiantes de Morsi transportam um manifestante que foi atingido a tiro Fotografia ©️ REUTERS/Amr Abdallah Dalsh

A Irmandade Muçulmana anunciou que mais de cem pessoas morreram hoje nos confrontos entre partidários e opositores do deposto Presidente Mohamed Morsi, no Cairo, números bastante acima dos avançados pelo Ministério da Saúde, que adianta 17 em todo o país.

A Irmandade Muçulmana responsabiliza as forças do Ministério do Interior e do Exército pelos mortos.

Anteriormente, os islamitas tinham anunciado que mais de setenta pessoas tinham morrido nos confrontos no bairro Ramsés, no centro da capital.

O Ministério da Saúde, por outro lado, confirmou para já a morte de 17 pessoas e 82 feridos em todo o país.

Na cidade de Alexandria, a televisão estatal adiantou que pelo menos 16 pessoas morreram e 140 ficaram feridas nos confrontos

A agência de notícias estatal Mena, por seu lado, deu conta de três mortos e de 35 feridos na província do Suez, com base em fontes médicas.

Entretanto, pelo menos 262 pessoas foram detidas hoje por alegadamente estarem implicadas nos atos de violência registados no Egito, indicaram fontes das autoridades policiais egípcias, que acrescentaram que entre os presos há um afegão e um sírio.

De acordo com a agência Mena, os detidos estão a ser investigados pelas autoridades, tendo a polícia apreendido 16 armas de fogo e sete granadas de produção caseira.

O Egito foi hoje palco de violentos confrontos em várias partes do território durante as manifestações convocadas pelos islamitas depois da oração do meio-dia.

A Irmandade Muçulmana, à qual pertencia Mohamed Morsi antes de se tornar chefe de Estado, organizou os protestos de hoje em resposta à carga policial de quarta-feira que desmantelou os seus acampamentos.

Nos protestos de hoje voltaram a exigir que o Presidente deposto volte a estar à frente dos destinos do país.

Segundo o Governo, os confrontos de quarta-feira causaram a morte a quase 600 pessoas e provocaram ferimentos noutras quatro mil.

Mohamed Morsi foi deposto na sequência de um golpe de estado militar a 03 de julho, depois de vários protestos, nos dias anteriores, a pedir eleições presidenciais antecipadas.

In DN

Embarassed

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Polícia cerca mesquita no Cairo

Mensagem por Joao Ruiz Dom Ago 18, 2013 10:38 am

.
Polícia cerca mesquita no Cairo


por Lusa, publicado por Ana Meireles
Ontem

Egipto - Página 3 Ng2713872
Polícia cerca mesquita no Cairo
Fotografia © REUTERS/Amr Abdallah Dalsh

A polícia egípcia cercou na noite de sexta-feira uma mesquita no Cairo, onde se encontravam vários islamitas, ouvindo-se disparos, anunciaram responsáveis da área da segurança.

Este incidente ocorre no final de um dia em que as forças da ordem dispersaram, de forma violenta, manifestações de apoio ao Presidente derrubado Mohamed Morsi, em vários locais do Egito.

Os apoiantes de Morsi, que foi destituído pelas forças armadas, acusam a polícia de disparar sobre a mesquita al-Fath, onde foi instalada durante o dia uma morgue provisória com pelo menos vinte cadáveres.

As forças da ordem, por sua vez, acusam os islamitas de terem disparado quando se aproximaram deste local de culto.

A violência fez na sexta-feira, em todo o Egito, dezenas de mortos, com a Irmandade Muçulmana, próxima de Morsi a anunciar mais de uma centena.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcRp0F3CmwYZp2qOU1VdZmrIKrrKUjrwESjOQm5T2fBbSB89xoNfcw

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Cadeia Al Quds filmou o homem do tanque do Egito

Mensagem por Joao Ruiz Dom Ago 18, 2013 10:49 am

.
Cadeia Al Quds filmou o homem do tanque do Egito

por H.T.
Ontem

Egipto - Página 3 Ng2714063

Sediada em Gaza, nos territórios palestinianos, a cadeia de televisão Al Quds divulgou um vídeo no qual se vê um manifestante pró-Morsi a colocar-se diante de um tanque para travar o seu avanço. Acaba por ser abatido a tiro.



Num momento a fazer lembrar o homem do tanque de Tiananmen, o jovem que em 1989 se colocou diante de uma coluna de tanques durante os protestos estudantis pela democracia em Pequim e os obrigou a desviarem-se do seu caminho, um homem avançou ontem para um tanque no Egito.

O indivíduo demarcou-se do grupo que protestava contra as forças de segurança e avançou em direção ao tanque. Parou. Levantou as mãos, mas rapidamente caiu, abatido com um tiro pelas costas.

Segundo o locutor, cujas palavras foram traduzidas pelo diário espanhol El Mundo, o incidente terá tido lugar em Ismailya.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcS61rRbjcS9qzgmsUkysGk3IZgwex27sw2M-URlccemW2J2FOZUyg

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Polícia retira manifestantes da mesquita de Al Fateh

Mensagem por Joao Ruiz Dom Ago 18, 2013 10:58 am

.
Polícia retira manifestantes da mesquita de Al Fateh


por Lusa e AFP
Ontem

Egipto - Página 3 Ng2714342
Polícia retira manifestantes da mesquita de Al Fateh
Fotografia © Reuters

As forças de segurança do Egito retiraram hoje todos os manifestantes da Irmandade Muçulmana que se encontravam barricados no interior da mesquita de Al Fateh no Cairo desde sexta-feira.


De acordo com a Agência France Press os apoiantes islamitas de Mohamed Morsi foram "arrastados" para o exterior da mesquita.

A presidência do Egito considerou hoje que o país está "em guerra contra o terrorismo" e acusou os manifestantes islâmicos de serem parte do que classificou "forças extremistas".

Em conferência de imprensa, o assessor presidencial para Assuntos Políticos, Mustafa Higazi, disse que o povo egípcio saiu às ruas para se levantar contra o "fascismo teocrático" da Irmandade Muçulmana, acrescentando que foram os líderes da organização que impediram uma solução negociada para a crise.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcTx4ABYcfDu1w1yDc8s7SkkxI9YA2beEmJ-_h3edPmEpmKigeD_

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Irmão do líder da Al-Qaeda al-Zawahiri preso no Cairo

Mensagem por Joao Ruiz Dom Ago 18, 2013 11:03 am

.
Irmão do líder da Al-Qaeda al-Zawahiri preso no Cairo


por Lusa
Ontem

Um irmão do líder da Al-Qaeda, foi preso hoje durante distúrbios no Cairo, disse à EFE uma fonte das forças de segurança do Egito.


A fonte disse que Mohamed al Zawahiri, um dos irmãos do líder da Al-Qaeda, Ayman al Zawahiri, já esteve preso anteriormente, mas não forneceu mais pormenores sobre a detenção registada hoje.

Ligado aos ataques contra objetivos norte-americanos, entre os quais o atentado de 11 de setembro de 2001 em Nova Iorque, Ayman al Zawahiri é apontado como o atual líder da organização radical Al-Qaeda, fundada por Bin Laden.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcSyV_IeBRXyM1wLfV4ZzRX9sGUvIOpfXWyaj2bchJC7mWsKLTGUag


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Islamitas apelam a novas manifestações no Egito

Mensagem por Joao Ruiz Dom Ago 18, 2013 11:10 am

.
Islamitas apelam a novas manifestações no Egito

por Lusa
Hoje

Egipto - Página 3 Ng2715498
Islamitas apelam a novas manifestações no Egito
Fotografia © Reuters

Os islamitas egípcios apelaram a novos protestos hoje depois da evacuação de uma mesquita no Cairo, onde estavam barricados vários manifestantes, ao fim de quatro dias de confrontos que causaram mais de 750 mortos, informou a agência AFP.

No total, 385 pessoas que estavam no interior da mesquita Al-Fath, que foi evacuada no sábado pelas forças de ordem egípcias, foram detidas, anunciou o Ministério do Interior.

Os apoiantes do Presidente islamita deposto Mohamed Morsi apelaram a novas manifestações hoje da parte da tarde para denunciar o que consideram ter sido um golpe de Estado, segundo a AFP.

O estado de emergência e o recolher obrigatório noturno continuam em vigor no Egito, que se transformou num campo de batalha desde a dispersão à força dos acampamentos no Cairo de apoio a Morsi, o primeiro Presidente democraticamente eleito no país.

In DN

Egipto - Página 3 Images?q=tbn:ANd9GcTXTIMixJP46JHiqIkfK_qu3GiQAF1V1535DIfhxzELlU2_pwra

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty No Egito só uma certeza: quem se lixa é o cristão

Mensagem por Joao Ruiz Seg Ago 19, 2013 8:54 am

.
No Egito só uma certeza: quem se lixa é o cristão

por LEONÍDIO PAULO FERREIRA
Hoje

Egipto - Página 3 Leonidio_paulo_ferreira

Igrejas queimadas, lojas atacadas, casas cercadas por multidões, uma menina morta a tiro no Cairo quando ia para a catequese. A vida nestes dias é de terror para os coptas, a comunidade cristã árabe a que pertence um em cada dez egípcios.

Acusados de apoiar a repressão militar contra os Irmãos Muçulmanos, os coptas têm sido alvo da vingança dos partidários do ex-presidente Morsi, derrubado em julho. Uma ira cheia de fanatismo religioso que se acentuou na semana passada, quando os generais mandaram dispersar os manifestantes que exigiam a libertação de Morsi, causando mais de 600 mortes.

A liderança dos Irmãos Muçulmanos condena as agressões, mas a rapidez dos ataques às igrejas desde Alexandria a Assuão deixa no ar suspeitas de ação coordenada. E abundam os apelos à retaliação contra os coptas, que apesar de serem oito milhões se sentem abandonados.

É certo que o papa Tawadros III surgiu ao lado do general Sissi a apoiar o derrube de Morsi, o primeiro presidente eleito da história do Egito. Mas também o imã da Universidade de Al--Azhar pôs o seu selo nesse golpe que visou travar a apropriação total do mais populoso dos países árabes pela poderosa confraria fundada há um século.

Não é de hoje a perseguição aos coptas. Nem mesmo a proteção da ditadura militar evitou que no Ano Novo de 2011 um atentado tenha feito dezenas de mortos numa igreja de Alexandria. Faltavam poucas semanas para Mubarak ceder à Primavera Árabe. Já depois disso, os mesmos militares que são agora acusados de apoiar dispersaram a tiro um protesto contra a demolição de uma igreja em Maspero, matando mais de 20 coptas.

Não se percebe para onde vai o Egito. Há quem saúde na rua os soldados por terem metido os islamitas na ordem, há quem considere - como o Nobel Baradei - que os generais passaram a linha vermelha e há quem prometa cobrar todo o sangue derramado. De fora, os sauditas aplaudem Sissi, os turcos condenam o massacre, americanos e europeus não sabem como reagir depois de terem evitado chamar golpe ao golpe de julho.

Mas é certo o destino dos coptas, cuja liturgia inclui palavras que vêm dos tempos dos faraós e que foram cristianizados por São Marcos, 600 anos antes da vinda do islão. Vão continuar a emigrar em massa. E cada vez menos darão figuras de topo ao Egito, como um tal de Butros Ghali.

É a repetição do êxodo dos cristãos iraquianos, hoje meros 500 mil. O pós-Saddam tem sido violento, com massacres até em missas, como o de 2010 na Igreja de Nossa Senhora do Socorro, "Sayiada an Nayá" em árabe. E imita-se também a fuga que já começou dos cristãos sírios, presos entre apoiar um cruel Bashar que os protege e uma rebelião onde a Al-Qaeda brilha.

Em tempos, foi o cristão sírio Michael Aflak a idealizar o panarabismo. Essa unidade, sem fronteiras ou religiões, nunca passou de quimera. E um destes dias, o que unirá o mundo árabe será o vazio de cristãos.

In DN

Egipto - Página 3 Tiphat

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Egipto - Página 3 Empty Re: Egipto

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos