Vagueando na Notícia


Participe do fórum, é rápido e fácil

Vagueando na Notícia
Vagueando na Notícia
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Pelos trilhos de Santiago

Ir para baixo

Pelos trilhos de Santiago Empty Pelos trilhos de Santiago

Mensagem por Joao Ruiz Qua Mar 30, 2011 5:53 am

.
Distritos de Vila Real e Viseu

Oito Municípios vão dinamizar Caminho Português Interior de Santiago

O território do Projecto de Marcação e Dinamização do Caminho Português Interior de Santiago a ser implementado no Interior de Portugal abrange 160 quilómetros (entre Viseu e Chaves) que integram a área geográfica dos distritos de Viseu e Vila Real.

Os concelhos que fazem parte desta rede que vai ser desenvolvida são os Municípios de Viseu, Castro Daire, Lamego, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar e Chaves. As entidades regionais de turismo e os bispados também integram esta parceria inter-regional.

Esta iniciativa, inédita no território nacional, surge sustentada pelas autarquias que vão conjugar esforços ao disponibilizar recursos próprios nas respectivas áreas de intervenção, e que vão desde as infra-estruturas aos recursos humanos necessários para a dinamização deste projecto de turismo religioso e de lazer. Os recursos próprios das autarquias e as sinergias com projectos locais em curso levam a que novos investimentos sejam ínfimos.

A par da marcação e dinamização no caminho, é de realçar a reconversão de edifícios públicos que estão a definhar, nomeadamente antigas escolas, casas florestais e apeadeiros, em futuros albergues de peregrinos que vão revitalizar as aldeias atravessadas.

Com a implementação da rede são esperadas milhares de pessoas que caminhem em segurança ao longo do percurso e, além de aproveitar a marca internacional Caminhos de Santiago, o projecto – como o caminho – tem duplo sentido que leva à utilização da via na Peregrinação a Fátima.

Ambas as situações vão reforçar as potencialidades transfronteiriças e de desenvolvimento social que advirão da implementação deste caminho no Interior de Portugal e que surge como uma vontade intra-concelhia de resiliência à desertificação e aos pacotes turísticos já massificados.

Espigueiro, 2011-03-30
In DTM

Pelos trilhos de Santiago Smilie34


Última edição por Joao Ruiz em Sab Mar 31, 2012 9:42 am, editado 1 vez(es)

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Pelos trilhos de Santiago Empty Oito municípios vão dinamizar caminho de Santiago

Mensagem por Joao Ruiz Sab Abr 02, 2011 8:25 am

.
Turismo religioso

Oito municípios vão dinamizar caminho de Santiago

Oito municípios dos distritos de Viseu e Vila Real vão marcar e dinamizar o caminho interior de Santiago, que se estende ao longo de 160 quilómetros, num projeto que visa dinamizar o turismo religioso e de lazer.

Os municípios de Viseu, Castro Daire, Lamego, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Chaves e Vila Pouca de Aguiar assinam o protocolo de cooperação a 07 de abril, neste último concelho.

As entidades regionais de turismo e os bispados também integram esta parceria inter-regional.

Lusa, 2011-04-01

Idea

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Pelos trilhos de Santiago Empty Caminho interior de Santiago

Mensagem por Joao Ruiz Ter Nov 15, 2011 8:38 am

.
Caminho interior de Santiago
Distrito de Vila Real


Trajecto entre Viseu e Chaves inaugurado na primavera

Os 160 quilómetros do caminho interior de Santiago, que ligam Viseu à fronteira, em Chaves, vão ser inaugurados oficialmente na primavera depois da limpeza, sinalização e construção dos albergues nos oito concelhos envolvidos no projecto.

Manuel Marques, administrador da VitaAguiar, empresa municipal de Vila Pouca de Aguiar que está a coordenar o projecto, disse hoje à Agência Lusa que a \"abertura internacional\" destes caminhos será feita em coordenação com a Fundação Jacobeu, da Galiza.

O projeto envolve os municípios de Viseu, Castro Daire, Lamego, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Chaves e Vila Pouca de Aguiar. A reativação do percurso entre Viseu e Chaves foi feita tentando reutilizar ao máximo o trajeto original, facto nem sempre possível devido a algumas partes terem desaparecido ou terem sido cortadas por novas vias de comunicação.

Nestes casos, o que se fez foi escolher alternativas o mais próximas possível ao percurso original, que constituíssem, ao mesmo tempo, soluções viáveis para os peregrinos e pedestrianistas. O primeiro troço abre este domingo, no concelho de Vila Real, ligando Relvas e São Tomé do Castelo, com uma caminhada organizada pela autarquia local e a Associação de Caminheiros. Depois, segundo Manuel Marques, nos fins de semana seguintes serão inaugurados os restantes troços concelhios.

Os municípios estão a utilizar mão-de-obra própria, custos fixos de cada autarquia, para limpar e marcar os caminhos. Também são os técnicos das câmaras que estão a preparar uma plataforma na Internet que permitirá aos caminheiros antecipadamente fazer a descarga de toda a informação, quer a nível de caminhos, alojamentos, restauração, tradições de cada uma das terras ou das festas na aldeia. Este será, segundo Manuel Marques, um \"caminho de dois sentidos\". O objetivo é atrair turistas religiosos e de lazer que queiram seguir para Santiago de Compostela, mas também os peregrinos que seguem para Fátima.

\"Temos esperança que se transforme num pólo de desenvolvimento, uma vez que este percurso vai atravessar zonas de interesse natural e patrimonial e irá trazer uma mais valia para todas estas vilas e aldeias\", frisou. Manuel Marques referiu que haverá pelo menos um albergue de 30 em 30 quilómetros, alojamentos que nascerão em escolas ou estações de caminho de ferro desativadas.

Caminheiros dos oito municípios vão criar uma associação dos caminhos interiores de Santiago, a quem caberá também controlar e avaliar este percurso. As entidades regionais de turismo e os bispados também integram esta parceria inter-regional.

Lusa, 2011-11-14
In DTM


Pelos trilhos de Santiago 0002035A

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Pelos trilhos de Santiago Empty Peregrinos partem de Bragança rumo a Santiago de Compostela

Mensagem por Joao Ruiz Sab Mar 31, 2012 9:44 am

.
«Via de la Plata»

Pelos trilhos de Santiago Peregrinos_site

Peregrinos partem de Bragança rumo a Santiago de Compostela

Mais de uma dezena de peregrinos partiram esta quarta-feira de Bragança para uma caminhada de mais de uma semana, rumo a Santiago de Compostela. Uma iniciativa da Associação Cultural Transmontana dos Amigos dos Caminhos de Santiago, uma associação que tem já 15 anos.

Graça Pombo, da direcção explica que esta é a primeira vez que a caminhada é feita de forma contínua. “Vamos terminar na sexta-feira santa em Santiago de Compostela. Há dois anos fizemos por etapas com uma associação de Zamora.

No ano passado a nossa associação também fez e organizamos em fins-de-semana, fomos fazendo por etapas. Esta é a primeira vez que vamos fazer de uma forma contínua\". E acrecenta que o percurso é muito antigo.: \"O percurso é o mais antigo da Península Ibérica.

É a Via da Plata, que vem de Sevilha e que passa aqui em Bragança. Temos a sorte de ter esta riqueza, é um caminho muito antigo e que nos permite chegar a Santiago com todo o prazer. É um caminho muito bonito, que passa muitas vezes por calçadas romanas…”.

Antes de partirem, às 8 da manhã, os peregrinos contaram com a bênção do bispo da diocese Bragança-Miranda. Dom José Cordeiro salienta que percorrer os caminhos de Santiago é muito importante para os cristãos.“A peregrinação é a metáfora da vida do homem e da vida do cristão em especial.

Os caminhos de Santiago na tradição da Igreja constituem essa metáfora de uma forma mais visível, tanto que se dizia popularmente «quem não vai em vida, vai depois da morte a Santiago»… E o ir a Santiago, no fundo, é o caminhar pela vida, levando o essencial, como aquilo que constitui a barragem de cada peregrino e, sobretudo alimentar a sua fé, sabendo que a vida humana é uma viagem, é uma peregrinação…Depois feita em grupo, como fazem estes peregrinos de hoje, cultiva ainda mais os valores humanos e cristãos ao longo da caminhada”.

Durante o percurso vão-se juntando mais peregrinos ao grupo. E outros admitem que não vão a pé até ao final. A fé e o companheirismo estão entre as razões mais apontadas para caminhar rumo a Santiago de Compostela.“É a segunda vez porque gosto de ir a Santiago e gosto de todo o companheirismo que fizemos durante o percurso. Damos continuidade a isso”, sublinhou Emelda Veloso.

“Eu vou no sentido de caminhar. Gosto de caminhar, portanto aproveito o companheirismo, mais nesse sentido também. Já tinha ido no ano passado mas só fiz uma parte. Este ano só vou até Verin”, confessou Adélia Ferreira.

“Este caminho já vem de Espanha. Diz-se que viria de Astorga, passando por Zamora, Quintanilha, de Quintanilha a Palácios… Os peregrinos na idade média seguiam esta rota, a chamada «Via de la Plata», constatou António Pombo. Uma tradição secular que continua a mover peregrinos.


Brigantia, 2012-03-30
In DTM

Pelos trilhos de Santiago Images?q=tbn:ANd9GcTr0N5lNeaZ7RN5bPFJLT5vCRYZSjHBWewNpx8juBaxb0SLK-cpjfYh

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Pelos trilhos de Santiago Empty Municípios promovem na Galiza trajecto luso dos Caminhos de Santiago

Mensagem por Joao Ruiz Qui Abr 12, 2012 4:52 pm

.
Aposta no turismo religioso

Pelos trilhos de Santiago Caminheiros

Municípios promovem na Galiza trajecto luso dos Caminhos de Santiago

O caminho português interior de Santiago estende-se por 205 quilómetros e será inaugurado a 24 de Abril, em Viseu, devendo atrair cerca de 50 mil turistas.

Os oito municípios responsáveis pela dinamização do caminho português interior de Santiago, entre Viseu e Chaves, distribuíram hoje, pelas ruas de Santiago de Compostela, desdobráveis e t-shirts para divulgar o trajecto que será inaugurado em Abril.

A acção de rua foi realizada por representantes das câmaras de Viseu, Castro Daire, Lamego, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Chaves e Vila Pouca de Aguiar, que, simultaneamente, apresentaram, na loja da Entidade Regional Porto e Norte, em Santiago de Compostela, o percurso português.

Pelas ruas de Santiago de Compostela, os representantes iam abordando as pessoas entregando-lhes desdobráveis e t-shirts alusivas ao trajecto fazendo referência que, a partir de agora, têm um novo percurso disponível.

O caminho português interior de Santiago estende-se por 205 quilómetros, em território português, será inaugurado a 24 de Abril, em Viseu, e deverá atrair cerca de 50 mil turistas.

O vice-presidente da Entidade Regional Porto e Norte, Júlio Meirinhos, afirmou à Lusa que a aposta no turismo religioso tem sido \"estratégica e fortíssima\" porque tem tido uma procura crescente.

Reactivar o caminho interior de Santiago é, na opinião do responsável, uma forma de promover os vinhos, gastronomia, paisagem e cultura dos diferentes municípios. E prova disso, salientou, é que o número de turistas na região norte está em crescendo, pelo que o sector da restauração e hotelaria têm registado números expressivos.


, 2012-04-11
In DTM

Pelos trilhos de Santiago Images?q=tbn:ANd9GcRKkHmVpq1A-tPi6UPnijOKB4aBJKN06VFIacP3yJglKft_6r1I31gGcw

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Pelos trilhos de Santiago Empty Re: Pelos trilhos de Santiago

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos