exta-feira, 24 de Fevereiro de 2012

Ir em baixo

exta-feira, 24 de Fevereiro de 2012 Empty exta-feira, 24 de Fevereiro de 2012

Mensagem por Vitor mango em Seg Fev 27, 2012 1:06 am

exta-feira, 24 de Fevereiro de 2012
Apesar do apoio à"Buffet rule", os americanos convivem tranquilamente com os mais ricos



exta-feira, 24 de Fevereiro de 2012 10395684_Sio6A

O bilionário Warren Buffet admitiu pagar poucos impostos e defendeu um aumento da carga fiscal para os mais ricos



A Associated Press, em parceria com a empresa GFK, divulgou esta
Sexta-feira uma sondagem muito interessante, por ser um reflexo daquilo
que é uma certa forma dos americanos estarem em sociedade.



Basicamente, a sondagem reforça a ideia de que os americanos não
nutrem uma particular animosidade pela riqueza nem pelos ricos, ao
contrário da tradição europeia, alinhada por um paradigma mais social
ou, se o leitor preferir, de inspiração “socialista”.



Numa sociedade assente no princípio da meritocracia (queira-se ou
não, esta é a verdade), onde o “sonho” alimenta as esperanças de
qualquer cidadão, os americanos aceitam natural e tranquilamente a
existência dos seus milionários, convivendo bem com o fosso enorme que
separa a vasta classe média da elite rica.



Mas, é importante fazer uma nota. A classe média americana é forte,
com elevado poder de compra. Ainda há umas semanas, o autor destas
linhas falava com um amigo que está a trabalhar no Texas, que referia
precisamente esse facto.



Historicamente, a América foi criada e construída na senda do
enriquecimento individual. A corrida ao Oeste, a exploração do ouro, a
criação de gado, a indústria automóvel, o mercado imobiliário, os
mercados financeiros de Wallstreet, Sillicon Valley e a bolha
tecnológica…



Não é por isso de estranhar que a sondagem da AP-GFK constate que,
para equilibrar o orçamento federal, os americanos prefiram que a
Administração acentue o corte nos custos do Estado em vez de aumentar a
carga fiscal sobre a riqueza.



Embora esta sondagem demonstre que a proposta do Presidente Barack
Obama para aumentar a carga fiscal sobre as pessoas que ganham pelo
menos um milhão por ano colhe um largo apoio da população (65 por
cento), a verdade é que os americanos continuam a privilegiar os cortes
nos gastos federais e uma melhor gestão no orçamento.



Seja como for, dificilmente a “Buffet rule” (nome dado a esta
proposta por causa das declarações do bilionário Warren Buffet, que
referiu há uns tempos que não pagava impostos suficientemente altos,
dando o exemplo do seu secretário que era mais taxado do que ele)
passará nos próximos tempos no Congresso, já que em ano de eleições o
debate tenderá a extremar-se.



Apesar disso, é interessante ver na sondagem que a proposta de Obama
consegue, ao nível do eleitorado, o apoio de quase dois terços de
independentes, de 4 em 10 republicanos, de 6 em 10 brancos e de metade
dos conservadores. Como seria de esperar, 9 em 10 democratas apoio o
plano.





tags: barack obama, eua


Publicado por Alexandre Guerra às 15:49
link do post | comentar |

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
exta-feira, 24 de Fevereiro de 2012 Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 113539

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum