Vagueando na Notícia


Participe do fórum, é rápido e fácil

Vagueando na Notícia
Vagueando na Notícia
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

foi recusada pelo Governo, revela o "Público". ( mexer nas PPP PT ...

Ir para baixo

 foi recusada pelo Governo, revela o "Público". ( mexer nas PPP PT ... Empty foi recusada pelo Governo, revela o "Público". ( mexer nas PPP PT ...

Mensagem por Vitor mango Sex Nov 15, 2013 2:39 am

inShare

 foi recusada pelo Governo, revela o "Público". ( mexer nas PPP PT ... Img_708x350$2013_08_15_17_58_03_205531
 foi recusada pelo Governo, revela o "Público". ( mexer nas PPP PT ... 247r?gmttzd=-60&gmtr=222705320&gmtsrc=gm_pt_pmm&gmtctrl=1
A proposta do PSD de aplicar taxas sobre as PPP e empresas de telecomunicações ou grande distribuição como contrapartida a um recuo no limite mínimo para os cortes salariais foi recusada pelo Governo, revela o "Público".
O PSD não deverá apresentar esta sexta-feira, 15 de Novembro, qualquer proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2014 no sentido de avançar com taxas sobre as PPP, telecomunicações ou empresas de grande distribuição, depois de as negociações com o Governo nesse sentido terem falhado, adianta hoje o "Público". Segundo o jornal, além das Finanças, a proposta esbarrou também com a oposição do Ministério da Economia e do próprio CDS-PP.
 
Ontem, vários deputados social-democratas estiveram reunidos no Ministério das Finanças para ultimar as propostas de alteração ao OE, que deverão ser entregues hoje no Parlamento até às 18 horas.
 
A receita a conseguir com as taxas em causa deveria permitir, como contrapartida, mitigar os cortes previstos para a função pública, estabelecendo que se aplicariam a salários acima de 700 euros e não de 600 euros, como previsto. Os deputados propunham ainda uma redução na sobretaxa do IRS.
 
O Governo terá no entanto contraposto que a aplicação de novas taxas às empresas em questão poderia colocar em causa as renegociações em curso para diminuir a factura com as PPP. Já no que toca a contribuições de outras grandes empresas, como as telecomunicações ou a grande distribuição, a oposição, diz a TSF, terá vindo do Ministério da Economia, que não quer sobrecarregar empresas de forma que poderia vir a prejudicar o investimento e o emprego.
 
Ontem foram já conhecidas as propostas do PS, não havendo ainda indicações sobre a abertura que poderá haver, por parte do Governo, no sentido de vir a aceitar alguma ou algumas propostas.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
 foi recusada pelo Governo, revela o "Público". ( mexer nas PPP PT ... Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 115289

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos