Vagueando na Notícia


Participe do fórum, é rápido e fácil

Vagueando na Notícia
Vagueando na Notícia
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Lei Confusão suscitada por novo Código da Estrada conduz a recuos

Ir para baixo

Lei Confusão suscitada por novo Código da Estrada conduz a recuos Empty Lei Confusão suscitada por novo Código da Estrada conduz a recuos

Mensagem por Vitor mango Ter Jan 28, 2014 5:38 am

Lei Confusão suscitada por novo Código da Estrada conduz a recuos
A nova lei do Código de Estrada entrou em vigor no início deste ano, mas muitas das alterações estão a criar confusão e a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) já voltou atrás em algumas situações.
País
Lei Confusão suscitada por novo Código da Estrada conduz a recuos Naom_513758241e949
DR
12:16 - 28 de Janeiro de 2014 | Por Notícias Ao Minuto


Share on print Share on email More Sharing Services
As alterações ao Código de Estrada, que entraram em vigor no início de janeiro, estão a criar dúvidas e a gerar confusão, conta o i.
Leia também:

  • Saiba como deve conduzir a partir do primeiro dia do ano
  • Mais de 60 alterações ao Código da Estrada entram hoje em vigor
  • Governo "deve" informar cidadãos sobre código da estrada

PUB
Lei Confusão suscitada por novo Código da Estrada conduz a recuos 051a3058cc50a7ac61b9549fedfecb62
Lei Confusão suscitada por novo Código da Estrada conduz a recuos Lg.php?bannerid=146767&campaignid=88111&zoneid=2924&OACBLOCK=86400&OACCAP=3&loc=http%3A%2F%2Fwww.noticiasaominuto.com%2Fpais%2F165334%2Fconfusao-suscitada-por-novo-codigo-da-estrada-conduz-a-recuos&referer=http%3A%2F%2Fwww.noticiasaominuto
No que diz respeito às contraordenações, os automobilistas passaram a poder pagar as coimas num limite de 48 horas, o que antes tinha de acontecer logo na altura. Assim, os documentos não seriam apreendidos no momento da infração – visto existirem dois dias para liquidação da multa. Porém, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) voltou atrás e decidiu que se os infratores não pagarem no local os documentos devem ser apreendidos.
A proibição de auriculares é outra questão. Se até aqui eram autorizados auriculares duplos, desde que utilizados apenas num ouvido, agora só mesmo equipamentos com um único auricular. O problema é que a maioria dos telemóveis traz de origem auriculares duplos.
Outra das matérias prende-se com a coexistência de duas taxas de álcool. No caso dos particulares o limite é de é 0,5 g/l, enquanto os condutores profissionais só podem atingir os 0,2 g/l. Os polícias não sabem o que fazer, por exemplo no seguinte caso: Se um condutor profissional for apanhado com uma taxa de álcool de 0,30 g/l fica impedido de exercer a sua atividade por 12 horas. O que significa que depois da fiscalização está proibido de continuar em funções. Na prática, tal leva a crer que logo após ser multado e se tiver acusado menos de 0,5 g/l, um condutor profissional pode voltar a pegar num carro, desde que não seja para trabalhar.
Outra das dúvidas é se o novo limite da taxa de 0,2 g/l aplicado aos condutores que tiraram a carta há menos de 3 anos é só aplicada aos que tirem a carta depois da entrada a vigor da lei ou se abrange qualquer recém-encartado.
Ao mesmo tempo, as novas regras que contemplam os velocípedes estão a ser contestadas porque estes ganharam direitos – como o de terem prioridade se se apresentarem pela direita – mas continuam a não ser obrigados a terem seguro.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
Lei Confusão suscitada por novo Código da Estrada conduz a recuos Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 115289

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos