Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia

Ir em baixo

Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia Empty Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia

Mensagem por Vitor mango em Sex Jun 01, 2012 6:35 am

MARTIN PAGE
um sacrifício despropositado. Lamentavelmente, também permitiram a Eulógio que tivesse acesso às duas mulheres, ele que não queria de todo perder um novo capítulo do seu livro sobre a história de duas belíssimas virgens mártires. Prostrando-se diante delas, disse-lhes, em tons exaltantes, que já conseguia vê-las perante Deus, a irradiar como anjos, e que as coroas celestiais a elas destinadas reluziam por cima das suas cabeças.
A prostituição forçada não existia como punição por lei. Eulógio conseguiu o que queria. Maria e Flora foram levadas ao cadafalso, no dia 24 de Novembro de 851. Não parece que tenham enfrentado o momento com regozijo, ao contrário do que Eulógio insinua quando escreve: «O Senhor tem sido muito indulgente para connosco e tem-nos dado grande alegria. As nossas virgens, instruídas por mim, com lágrimas amargas, conquistaram a palma do martírio».
Por fim, exasperado pelas atitudes assumidas por Eulógio, o governador condenou-o a 400 chicotadas.- Temendo a dor, pediu que o condenassem antes a uma morte rápida: O cronista árabe registou a sua súplica: «Devolvam a minha alma ao Criador. Não permitirei que o vosso chicote dilacere o meu corpo.»
Eulógio acabou por se decapitado, em 859. Posteriormente, os seus ossos, juntamente com os de vários outros «mártires» sobre quem ele mesmo tinha escrito, foram recuperados por comerciantes árabes e vendidos a embaixadores de reinos cristãos do Norte da Europa, onde foram venerados, sendo-lhes atribuídos muitos milagres.
Muitos dos cristãos que viviam sob o domínio árabe ficaram revoltados com os acontecimentos. Pode ler-se, numa carta aberta dirigida a Eulógio e publicada vários anos antes da sua própria execução: «O califa permite aos cristãos que exerçam livremente a sua religião. Ele não nos oprime. Aqueles a quem chamais de mártires não são nada disso. São suicidas. Se tivessem lido o Evangelho, teriam ali encontrado a frase: "Amai os vossos inimigos; fazei bem àqueles que vos odeiam." Em vez de difamarem Maomé, deveriam ter escutado Santiago, quando diz que os que julgam os outros também serão julgados por Deus.»
Acrescenta ainda a carta: «Os muçulmanos dizem-nos: "Se Deus
1_.._ rrt,,....,,,< ,,..,, .Fole, -rnÇata P tivpçsp insoiA PRIMEIRA ALDEIA GLOBAL
converterem à vossa fé. Mas não o faz. O cristianismo não ganha nada com estas execuções e delas não advém qualquer mal para o islão".»
Para os escravos, que eram propriedade de lavradores e comerciantes cristãos, o islão oferecia uma perspectiva de verdadeira liberdade na terra. O Alcorão afirma que libertar um escravo é agradar a Deus. Aos escravos que fugissem de uma comunidade cristã para uma comunidade islâmica, e ali proclamassem perante pelo menos duas testemunhas de que ((há um só Deus e Maomé é o seu profeta», era dado abrigo e protecção. Desde que aceitassem os ensinamentos do Alcorão e provassem que procuravam viver segundo ele, desfrutariam de muitos direitos, incluindo o casamento e a posse de bens materiais.
Com o objectivo de recuperar os escravos de que eram donos, muitos cristãos organizavam, com algum êxito, incursões nocturnas a cavalo até ao interior do território muçulmano. A muitos dos escravos que conseguiam escapar, os muçulmanos ofereciam terrenos suficientemente grandes para poderem cultivar, em quantidades comerciais, frutos, legumes e ervas medicinais. Eram terras que tinham sido confiscadas aos bispos cristãos que haviam fugido.
Importada de Alexandria, a irrigação foi aqui introduzida pelos árabes através de uma revolução tecnológica até então desconhecida da Europa. No século X, dois agrónomos, originários da Ibéria Setentrional— Ibn al-Basaal e Ibn al-Awaam —, escreveram alguns manuais em que adaptavam os seus conhecimentos às condições locais. Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercialização das colheitas.
Réplicas das então inovadoras rodas hidráulicas podem ser vistas, ainda hoje, em funcionamento nos jardins ribeirinhos de Tomar. Movidas pela corrente do rio Nabão, elas recolhem a água e despejam-na nos canais de irrigação. De referir, entre a variedade de plantas importadas do Médio Oriente, a bananeira, o coqueiro, a cana-de-açúcar, a palmeira, o milho e o arroz. Igualmente importante foi o incentivo dado pelos árabes ao cultivo de alimentos, designadamente alfaces, cebolas, cenouras, pepinos, maçãs, peras, uvas e figos.
Na tr ntativa rla anrnntrarpm 11m 1 ire - ,- o

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 113441

Voltar ao Topo Ir em baixo

Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia Empty Re: Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia

Mensagem por Vitor mango em Sex Jun 01, 2012 6:36 am

Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercialização das colheitas.
Réplicas das então inovadoras rodas hidráulicas podem ser vistas, ainda hoje, em funcionamento nos jardins ribeirinhos de Tomar. Movidas pela corrente do rio Nabão, elas recolhem a água e despejam-na nos canais de irrigação. De referir, entre a variedade de plantas importadas do Médio Oriente, a bananeira, o coqueiro, a cana-de-açúcar, a palmeira, o milho e o arroz. Igualmente importante foi o incentivo dado pelos árabes ao cultivo de alimentos, designadamente alfaces, cebolas, cenouras, pepinos, maçãs, peras, uvas e figos.

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 113441

Voltar ao Topo Ir em baixo

Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia Empty Re: Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia

Mensagem por Vitor mango em Sex Jun 01, 2012 6:36 am

A prostituição forçada não existia como punição por lei. Eulógio conseguiu o que queria. Maria e Flora foram levadas ao cadafalso, no dia 24 de Novembro de 851. Não parece que tenham enfrentado o momento com regozijo, ao contrário do que Eulógio insinua quando escreve: «O Senhor tem sido muito indulgente para connosco e tem-nos dado grande alegria. As nossas virgens, instruídas por mim, com lágrimas amargas, conquistaram a palma do martírio».

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 113441

Voltar ao Topo Ir em baixo

Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia Empty Re: Os livros abrangiam não apenas a concepção, construção e funcionamento das rodas e bombas hidráulicas e condutas de água, mas também a gestão das terras, a criação de animais, o cultivo e desenvolvimento das plantas, a conservação de terrenos e a comercia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum