Vagueando na Notícia


Participe do fórum, é rápido e fácil

Vagueando na Notícia
Vagueando na Notícia
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Terrorismo

+5
JOHN ROBERTS
Viriato
Admin
RONALDO ALMEIDA
Joao Ruiz
9 participantes

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Terrorismo

Mensagem por Joao Ruiz Qui Jul 30, 2009 10:52 am

Relembrando a primeira mensagem :

.
Segundo atentado em 24 horas

Terrorismo - Página 4 ED98A0AD4737F4BC2032EB7757B1D1

Dois agentes da Guarda Civil espanhola morreram nesta quinta-feira em Palmanova, na ilha turística de Maiorca.

De acordo com o jornal El País, a explosão ocorreu pouco antes das 14h nas proximidades de um quartel da Guarda Civil no município de Calvía, e causou ferimentos a várias pessoas.

A origem da explosão pode ser uma bomba colocada num carro de patrulha ou numa mochila que explodiu no momento em que o veículo passava.

A região foi fechada para evitar uma segunda explosão.

O local onde ocorreu a explosão fica apenas a 500 metros de uma praia numa região turística e a poucos quilómetros do Palácio de Marivent, onde a família real espanhola costuma passar o Verão.

A explosão em Maiorca é o segundo atentado em Espanha em 24 horas. Nesta quarta-feira, 60 pessoas ficaram feridas na explosão de um carro-bomba na cidade de Burgos.

Msn Notícias

Twisted Evil


Última edição por Joao Ruiz em Dom Abr 22, 2012 4:35 pm, editado 4 vez(es)
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo


Terrorismo - Página 4 Empty Preso chefe da ETA que mandou criar estrutura em Portugal

Mensagem por Joao Ruiz Qui Maio 20, 2010 6:55 am



por MARIA DE LURDES VALE, em Espanha
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1295747

(ACTUALIZAÇÃO) O responsável pela instalação da base da ETA em Portugal e actual chefe militar da organização terrorista, Mikel Kabikoitz Carrera Sarobe, também conhecido como “Ata”, foi esta manhã detido em Baiona (França) numa operação conjunta entre as autoridades policiais espanholas e francesas e na qual colaborou igualmente o Centro Nacional de Inteligência (CNI).

“Ata” foi preso cerca das sete horas da manhã juntamente com mais dois companheiros, Maite Aranalde e Arkaiz Aguirregabiria, e um colaborador Benoitz Aramendi.

Fontes da luta anti-terrorista sublinham a importância da detenção de Mikel Carrera Sarobe, fugido desde 2003, por se tratar do homem que deu ordens para a instalação da base logística da ETA em Portugal e que alugou em França, na localidade de Besançon, a furgoneta com armas e explosivos interceptada em Zamora a 9 de Janeiro deste ano. Segundo as mesmas fontes, a “base” de Óbidos, onde foram descobertos mais de 1500 quilos de explosivos, poderia estar a funcionar desde finais de 2008 ou início do ano passado, embora tivesse havido antes várias tentativas de instalar estruturas da organização noutros locais de Portugal.

Mikel Carrera Sarobe tem 37 anos, é natural de Navarra, e pertence ao sector mais radical da organização. É acusado de ter participado em vários atentados mortais em Navarra e Saragoça entre 2001 e 2003, entre os quais o do Presidente do PP de Aragão, Manuel Jiménez Abad, de um guarda civil e de dois policias.

In DN

Embarassed

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Mil anos de prisão para etarras que atacaram Barajas

Mensagem por Joao Ruiz Sab Maio 22, 2010 11:21 am

Mil anos de prisão para etarras que atacaram Barajas

por SUSANA SALVADOR
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1296532

Atentado matou dois equatorianos e pôs fim ao diálogo entre Zapatero e a ETA

O atentado terrorista contra o aeroporto de Barajas (Madrid), a 30 de Dezembro de 2006, não matou apenas duas pessoas. "Fez saltar pelo ar a esperança de todos aqueles que acreditavam que a violência da ETA podia chegar ao fim", defendeu o procurador do Ministério Público espanhol Daniel Campos. Os três responsáveis pela colocação dos explosivos no parque de estacionamento do terminal 4 foram ontem condenados a mais de mil anos de prisão.

Mattin Sarasola, Igor Portu e Mikel San Sebastián receberam uma sentença de 1040 anos de prisão, mas segundo a lei espanhola devem cumprir um máximo de 40 anos. Os três etarras foram considerados culpados de 48 tentativas de homicídio (o número de pessoas que ficaram feridas no ataque), além de pelas duas mortes.

Os equatorianos Diego Armando Estacio e Carlos Alonso Palate dormiam num carro estacionado no parque quando a Renault Traffic roubada pelos etarras explodiu. Não há "nenhuma dúvida" de que Sarasola, Portu e San Sebastián foram "os autores de tão execrável crime", porque "há uma abundante, contundente, independente e inequívoca prova" indicou Campos. As famílias dos dois imigrantes vão receber uma indemnização de 700 mil euros e 500 mil euros, respectivamente.

Os juízes da Audiência Nacional deram como provado que, um dia antes do atentado, Sarasola conduziu o veículo carregado de explosivos até o aeroporto de Barajas. Depois, apanhou um táxi e reuniu-se com os restantes membros do "comando Elurra", tendo os três viajado depois para Lesaka (Navarra). Uma hora antes da explosão, Portu ligou para as autoridades a alertar para a existência do carro armadilhado. "O aviso transmitido antes da explosão não pode ser interpretado como um desejo de evitar danos às pessoas, mas simplesmente como uma reivindicação que obviamente faz parte da estratégia do grupo terrorista", indica a sentença.

Após o atentado, o Governo de José Luis Zapatero pôs fim ao diálogo iniciado seis meses antes com a ETA, numa tentativa de encontrar uma solução pacífica para a questão basca. Meses depois, o grupo anunciou oficialmente o fim da trégua.

A condenação é conhecida um dia depois da detenção do actual líder do aparato militar da organização terrorista basca, Mikel Karrera Sarobe, e do seu número dois, Arkaitz Aguirregabiria del Barrio (o etarra mais procurado em França por ter matado um polícia).

In DN

Terrorismo - Página 4 000203DA

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Plano antiterrorismo por aprovar há mais de 5 anos

Mensagem por Joao Ruiz Dom Jun 06, 2010 5:10 pm

Plano antiterrorismo por aprovar há mais de 5 anos

por VALENTINA MARCELINO

Terrorismo - Página 4 Ng1302126

Portugal está há cinco anos sem estratégia antiterrorista e é o único membro da União Europeia que não definiu oficialmente um plano, apesar das provas da presença da ETA.

Portugal é o único país da UE que ainda não aprovou uma estratégia nacional de contraterrorismo, apesar de essas directrizes terem sido definidas pelo Conselho da Europa há cinco anos. E nem a confirmação da presença de operacionais da ETA em território nacional fez avançar o processo, cujo plano está nas mãos do secretário-geral do Sistema de Segurança Interna. O ministro da tutela, Rui Pereira, remete-se ao silêncio.

"Um Estado que não implementa medidas e conceitos comuns europeus nesta luta antiterrorista está a dar vantagens comparativas aos actores do terrorismo, que trabalham de uma forma transnacional", alerta a investigadora Ana Paula Brandão, doutorada em Ciências Políticas e Relações Internacionais da Universidade do Minho. Em declarações ao DN à margem de uma conferência sobre "A União Europeia e o Terrorismo Transnacional", organizado pelo Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna, da PSP, esta espe- cialista em Segurança Internacional, lembrou que, "se o terrorismo é uma ameaça 'sem fronteiras', a luta contra ele deve ser comum, baseada em instrumentos comuns, e exige a cooperação e colaboração entre todos os Estados. Um país que não o faça perde esse sentido de colectivo".

Fonte oficial do gabinete do secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, Mário Mendes, confirma a ausência da documento, mas diz que as linhas orientadoras são seguidas: "O gabinete confirma a inexistência de um documento formalmente aprovado relativo à Estratégia Nacional Contraterrorista e atesta que as orientações, preocupações e posições que têm sido seguidas, nesta matéria, pelas forças e serviços de segurança são coincidentes com as contidas no documento Estratégia Contraterrorista da UE.

Já o gabinete do ministro Rui Pereira, que na passada quinta- -feira, por coincidência, foi ao Conselho de Ministros de Justiça e Assuntos Internos da UE, no Luxemburgo, onde um dos pontos de agenda era debater os "desenvolvimentos registados na implementação da Estratégia e do Plano de Acção da UE em matéria de luta contra o terrorismo", não respondeu ao pedido de esclarecimento.

Fontes que têm acompanhado o processo garantem, no entanto, que o atraso na aprovação deste documento se deve principalmente à dificuldade em encontrar consenso entre todas as forças e serviços de segurança envolvidos. Por um lado, a Polícia Judiciária, a quem a lei atribui competência reservada na investigação do terrorismo, não quer perder poder. Por outro, PSP, GNR ou SEF, cujo papel preventivo é determinante, querem ganhar terreno nas competências. O facto de a estratégia juntar ainda serviços de informação, Forças Armadas e Protecção Civil não facilita a vida à capacidade "coordenadora" de Mário Mendes.

In DN

Terrorismo - Página 4 000203DA

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Portugal e Espanha investigam roubo de explosivos

Mensagem por Joao Ruiz Qua Jun 16, 2010 4:14 am

Portugal e Espanha investigam roubo de explosivos

por AMADEU ARAÚJO, Viseu
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1305971

Foram roubados 500 quilos de explosivos. A Polícia Judiciária e a Guardia Civil estão a investigar e não descartam "mão espanhola" nem a ligação do assalto a acções terroristas

As autoridades portuguesas e espanholas estão a investigar o roubo de 500 quilos de explosivos, ocorrido numa pedreira, no concelho de Nelas. A quantidade e a forma como foram roubados os explosivos, gelamonite e cordão detonante, lançaram o alerta na Polícia Judiciária (PJ) e na Unidade Nacional Contra o Terrorismo (UNCT), que alertou, de imediato, a polícia espanhola.

Os explosivos foram roubados na madrugada do último domingo, em Senhorim, Nelas. Na região existem várias pedreiras e "têm sido frequentes os roubos de explosivos, mas nunca nesta quantidade", adiantou fonte policial. Os ladrões "entraram na pedreira e arrombaram a porta do paiol de onde levaram 500 quilos de material explosivo, sobretudo gelamonite e algum cordão detonante".

A polícia suspeita de que o roubo tenha sido "praticado por vários elementos, com pelo menos dois carros, dada a quantidade de explosivos levada". A pedreira "está vedada e dispõe de segurança que, contudo, não se apercebeu do roubo". Os proprietários da pedreira alertaram a PSP, que em Portugal centraliza o controlo de explosivos. Posteriormente foi chamada a PJ, que lidera a investigação. Esta fonte policial salientou que "a cooperação com as autoridades espanholas tem aumentado e de cada vez que há incidentes em Portugal, que possam ter repercussão do lado espanhol, é lançado um alerta".

O roubo de explosivos "tem sido uma prática constante da ETA, sobretudo em França, mas também em Portugal", reconheceu fonte da Guardia Civil espanhola, que confirmou o alerta da PJ. A Guardia Civil não descarta uma "eventual mão espanhola" no roubo, que "para uso terrorista ou contrabando", que justificou com "as restrições existentes em Espanha no comércio de explosivos". Para além de serem mais caros, "a compra de explosivos é extremamente difícil". E de cada vez que em Portugal "há um roubo de explosivos, com dimensão", os espanhóis "acompanham a investigação".

Também o ministro do Interior espanhol a ele se referiu, ontem, durante uma audiência no Congresso Nacional. Peres Rubalcava revelou que a investigação "quer apurar se foi um roubo comum ou se tem alguma relação com a ETA". Porém, salvaguardou que "não existem nenhumas informações que, no imediato, associem o roubo à ETA".

Essa é também a convicção do presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade e Terrorismo, que lembrou a "necessidade espanhola de anunciar, com rapidez, estas situações. Para dar sinais de que a cooperação funciona e de que estão atentos". José Manuel Anes salientou que "a cooperação ibérica não era habitual, mas foi acelerada desde a descoberta de Óbidos". E alertou que estes explo- sivos "também se podem destinar à criminalidade comum, uma situação que tem vindo a aumentar" (ver caixa). José Anes recordou que a gelamonite "foi muito usada pelas FP-25 de Abril", devido à sua enorme facilidade de uso, basta um detonador, e de transporte", concluiu.

A casa de Óbidos acelerou a cooperação ibérica no terrorismo. Os dois alegados etarras escondiam em bidões pelo menos meia tonelada de material explosivo na vivenda que abandonaram na região de Óbidos. Como noticiou o DN na altura, a presença daqueles bidões - assim como as pás, picaretas e luvas encontradas na carrinha que os suspeitos também abandonaram - , indicia que o grupo teria esconderijos na região para depositar materiais destinados ao fabrico de bombas (conhecidos por zulos). A região Oeste foi então passada a pente fino.

O ministro espanhol do Interior, Alfredo Perez Rubalcaba, admitiu na altura que o comando da ETA que ocupava a vivenda tinha explosivos preparados para um atentado "iminente." O Governo espanhol confirmou que 300 quilos de explosivos estavam preparados para uma acção próxima pois, explicou, a mistura de componentes faz-se imediatamente antes da utilização, uma vez que perdem a eficácia ao fim de pouco tempo.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Supremo determina extradição de etarras

Mensagem por Joao Ruiz Sab Jul 10, 2010 8:32 am

Membros da ETA

Supremo determina extradição de etarras

O Supremo Tribunal de Justiça confirmou o acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa, de extraditar os etarras Garikoitz Garcia e Iratxe Yáez, e a decisão já transitou em julgado – não sendo passível de recurso. Os suspeitos, presos em Janeiro em Trás-os-Montes, serão julgados no país vizinho, onde arriscam cumprir pena de 40 anos de prisão.

Garikoitz Garcia e Iratxe Yáez tentaram por todos os meios evitar que fossem enviados para uma cadeia espanhola, mas a decisão há muito que parecia ser inevitável. À luz do direito europeu e no âmbito dos mandados de detenção havia pouco espaço para que a pretensão dos espanhóis, de julgar os seus concidadãos pela prática de atentados terroristas, fosse recusada.

Os suspeitos de terrorismo alegaram que as autoridades do país vizinho aplicam métodos de tortura, o que não foi validado pela Justiça portuguesa.

A nível político, a decisão também agrada aos responsáveis dos dois países, tanto mais que os espanhóis desde a primeira hora que consideram que, tendo os actos sido praticados naquele país, é a luz do direito espanhol que os mesmos devem ser julgados.

Refira-se, ainda, que Garikoitz Garcia estava na lista dos indivíduos mais procurados pelas autoridades espanholas quando foi interceptado pelas autoridades portuguesas.

Dias depois de o casal ter sido detido na zona da Torre de Moncorvo, as autoridades encontraram numa casa em Óbidos uma grande quantidade de explosivos.

PORMENORES

MANDADO

Horas depois da prisão dos etarras, o Governo espanhol pediu ao português para extraditar os suspeitos que deviam ser julgados naquele país.

AFECTADOS

A Espanha encontra-se na lista dos quatro países mais afectados pelos atentados terroristas, a par com o Paquistão, o Afeganistão e o Iraque.

FRONTEIRA

Garikoitz foi interceptado pelas autoridades espanholas numa operação de rotina e passou a fronteira depois de roubar um carro da Guarda Civil.


, 2010-07-09
In DTM

Terrorismo - Página 4 Gun4

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Portugal entrega membro da ETA a Espanha

Mensagem por Joao Ruiz Sex Jul 23, 2010 8:38 am

Portugal entrega membro da ETA a Espanha

Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1322116

Garikoitz García Arrieta, de 31 anos, estava detido no nosso país desde o dia 9 de Janeiro.

As autoridades portuguesas entregaram hoje a Espanha o alegado membro da ETA Garikoitz García Arrieta, detido em Torre de Moncorvo a 9 de Janeiro, depois de ter fugido a um controlo fronteiriço das autoridades espanholas.

O suspeito, de 31 anos, foi entregue hoje pela polícia portuguesa ao Corpo Nacional de Polícia Espanhola, no Centro de Cooperação Policial e Aduaneiro Caia/Elvas, constatou a Lusa no local.

O alegado membro da ETA foi extraditado para Espanha para ser entregue às autoridades de Madrid, revelou à agência Lusa fonte policial.

Arrieta foi detido pelas autoridades portuguesas em Torre de Moncorvo, a 09 de Janeiro, e encontrava-se em prisão preventiva, no Estabelecimento Prisional de Monsanto, em Lisboa.

No mesmo dia, foi detido outro alegado membro da ETA, Iratxe Yáñez Ortiz de Barron, que constava de uma lista de suspeitos de ações da organização levadas a cabo em Julho de 2009.

A segunda suspeita foi localizada pela GNR no município de Vila Nova de Foz Côa quando viajava com documentação falsa num veículo também com matrícula francesa.

Garikoitz García Arrieta estava indiciado em Portugal pelos crimes de roubo de viatura e terrorismo, enquanto Iratxe Yáñez Ortiz de Barron é suspeita dos delitos de falsificação de documentos e adesão e apoio a actividade terrorista.

Após a apreciação desses indícios, o Tribunal da Relação considerou que a prisão preventiva era a medida 'adequada', confirmando assim a decisão anteriormente tomada pelo juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), Carlos Alexandre, e rejeitando o recurso da defesa dos arguidos.

O Estado espanhol tinha emitido um mandado de detenção europeu visando os dois alegados membros da ETA, organização separatista basca considerada pelas autoridades espanholas como terrorista e que defende a independência do País Basco.

Posteriormente à detenção deste dois alegados etarras, as autoridades policiais portuguesas localizaram uma vivenda em Óbidos utilizada pela ETA para explosivos, tendo as investigações levado à identificação de um outro alegado etarra, detido no aeroporto de Lisboa quando tentava embarcar para a Venezuela com um passaporte falso.

Na vivenda em Óbidos foram encontradas centenas de quilos de explosivos

In DN

Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Governo torna 'secreto' um plano que é público na UE

Mensagem por Joao Ruiz Qui Set 02, 2010 8:20 am

.
Governo torna 'secreto' um plano que é público na UE

por VALENTINA MARCELINO
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1337265

Estratégia Europeia de Contraterrorismo está na Net, mas o MAI classificou-a

"Ridícula e inútil" é o mínimo que o ex-ministro da Administração Interna (MAI), Ângelo Correia, diz sobre a decisão do actual titular da pasta, Rui Pereira, em tornar "secreto" um documento que pode ser consultado nas páginas da Internet. Ao que o DN apurou, a classificação terá sido feita à revelia do próprio gabinete do secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, responsável pela elaboração do documento.

Em causa está a Estratégia Nacional de Contraterrorismo (ENCT), aprovada em Conselho de Ministros na passada quinta- -feira, mais de cinco anos depois de a União Europeia (UE) a ter difundido para ser aprovada pelos Estados membros. Além do atraso brutal - Portugal foi o último a aprová-la - , na transposição deste importante plano, que define as grandes linhas orientadoras da luta contra o terrorismo, o Governo surpreendeu, mais uma vez, ao "esconder" o plano nacional.

Tecnicamente, a classificação atribuída por Rui Pereira é "confidencial" e exige, por exemplo, uma certificação da Agência Nacional de Segurança a quem pretender consultar o documento (ver caixa em baixo). Várias fontes ouvidas pelo DN, das forças de segurança aos serviços de informações, desconhecem o motivo que levou a esta classificação e acham incompreensível que tal tenha sido decidido. Em países experientes em matéria de luta antiterrorista, como os EUA ou a Inglaterra, estratégias deste teor estão online.

O conselheiro do líder do PSD para questões de Segurança Interna lembra que " confidenciais devem ser as acções a desenvolver, nunca os princípios orientadores ou a organização das forças". Ângelo Correia não duvida que esta classificação "é inútil, porque está na 'Net', e ridícula porque não devia ter acontecido".

Paulo Pereira de Almeida, professor universitário especialista em segurança interna, sublinha que "uma estratégia antiterrorista não se faz sem o cidadão comum. Este tipo de documentos devem ser públicos porque servem de guia às instituições e aos cidadãos em geral", sublinha. Critica o Governo pela "falta de transparência no que diz respeito ao acesso a dados, estratégias e orientações" de segurança interna.

Opinião semelhante tem Ana Paula Brandão, investigadora da Universidade do Minho e autora do livro A União Europeia e o Terrorismo Transnacional. "Embora desconhecendo as razões que levaram a esta classificação, por princípio entendo que é saudável para a vida pública e política que documentos estratégicos deste teor sejam de acesso geral", diz.

Esta perita recorda que a UE publicitou amplamente a estratégia europeia, "ainda em fase de projecto, para que pudesse ser do conhecimento público e discutida, facto esse que foi um bom precedente. Trata-se apenas de um documento norteador de implementação de políticas".

O presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo (OSCOT) dá "o benefício da dúvida" ao ministro. "Na transposição do documento podem ter sido feitos alguns acrescentos, o que não seria caso único entre os Estados membros, cuja divulgação seja susceptível de comprometer a segurança", afiança.

No entanto, José Manuel Anes entende que o caso "carece de uma explicação do Governo" e que a decisão de classificar o plano "devia ter sido feita com o acordo, pelo menos, do maior partido da oposição, o PSD".

O DN esperou mais de 24 horas por uma explicação do MAI, que não chegou.

In DN

Embarassed Rolling Eyes


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty ETA anuncia cessar-fogo, autoridades analisam comunicado

Mensagem por Joao Ruiz Dom Set 05, 2010 9:44 am

.
ETA anuncia cessar-fogo, autoridades analisam comunicado

por Lusa
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1338387

(COM VÍDEO) A ETA anunciou hoje um cessar fogo numa mensagem que foi transmitida pelo canal televisivo britânico BBC, noticia a edição on-line do jornal espanhol El Pais.

De acordo com este jornal, a organização enviou um vídeo à BBC anunciando que “não levará a cabo acções armadas”.

Esta decisão, segundo o site da BBC, com base no vídeo que a organização separatista basca enviou, terá sido tomada “há alguns meses” com vista a “pôr em marcha um processo democrático”.

Segundo o texto do vídeo divulgado pelo jornal espanhol El Mundo, a ETA “reafirma o compromisso com uma solução democrática (…) para que, através do diálogo e da negociação, os cidadãos bascos possam decidir o futuro de forma livre e democrática”.

“Se o Governo de Espanha quiser, a ETA está disposta, hoje como ontem, a chegar a acordo sobre os mínimos democráticos necessários para empreender o processo democrático”, adianta.

A organização separatista basca considera que a solução da autonomia está “esgotada” e que “chegou a hora de o povo basco realizar a mudança política”.

“O Estado espanhol está ciente de que a Euskal Herria [País Basco em basco] está numa encruzilhada e que ainda pode optar pela independência. Daí semelhante ofensiva fascista. Querem que as condições de mudança política apodreçam na desesperança do bloqueio: desviar o debate político para evitar a resolução democrática e afogar o desejo popular nesta situação de emergência”, considera.

A organização separatista basca apela ainda à comunidade internacional “para que responda com responsabilidade histórica à vontade e compromisso da ETA, para que participe na criação de uma solução duradoura, justa e democrática para este secular conflito político”.

Aos cidadãos bascos, a ETA apela a que se “envolvam e continuem a luta. Cada qual na sua área, cada um com o seu nível de compromisso”. “(…) para que com a inundação composta pelo conjunto das gotas de todos possamos derrubar o muro da negação e dar passos irreversíveis no caminho para a liberdade”, adianta.

Termina dando vivas ao “País Basco Livre”, ao “País Basco Socialista”. “Até conseguir a independência e o Socialismo”.

A ETA, que nos últimos meses tem estado sob pressão com a prisão de vários dirigentes, causou mais de 800 mortos em quarenta anos de luta violenta pela independência do País Basco.

Ministério do Interior analisa comunicado

Os responsáveis máximos do Ministério do Interior espanhol estão a analisar o comunicado divulgado hoje pela ETA, informou a agência noticiosa espanhola EFE.

A EFE cita fontes do Ministério dirigido por Alfredo Pérez Rubalcaba, que assinalaram que o ministro está a analisar com os seus colaboradores mais próximos o conteúdo do comunicado.

A propósito, fontes do Ministério do Interior recordaram que no dia 01 de Junho Rubalcaba advertiu que a ETA só pode ter um tipo de final, que deve ser “unilateral, definitivo, incondicional e confirmável”.

Também o chefe do Governo espanhol, José Luís Rodriguez Zapatero, afirmou a 30 de Junho que a organização “só tem um destino”, que é o de abandonar as armas “sem esperar nada em troca”.

Comunicado-vídeo da ETA (com legendas em castelhano):



In DN

Terrorismo - Página 4 000203DA

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Ministro do Interior espanhol já descartou qualquer hipótese de diálogo com a ETA

Mensagem por Joao Ruiz Ter Set 07, 2010 7:13 am

.
Fracasso da base de Óbidos forçou etarras à trégua

por PATRÍCIA VIEGAS
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1338931

Ministro do Interior espanhol já descartou qualquer hipótese de diálogo com a ETA.

"A ETA pára porque não pode mais e fá-lo depois do desmantelamento da base portuguesa de Óbidos e de uma outra base em Girona. A ETA pára para se reconstituir, ninguém deve iludir-se." Foi com estas palavras que o ministro do Interior espanhol reagiu ontem à trégua anunciada no domingo pela organização terrorista basca. Numa entrevista que deu à estação de televisão TVE, Alfredo Pérez Rubalcaba criticou que no comunicado os etarras digam que a decisão de não levar a cabo mais acções armadas foi tomada há meses e "não digam que decidiram parar porque se encontravam numa debilidade extrema".

Nos últimos dois anos, sete líderes etarras foram detidos, na sua maioria em França. Só nos primeiros três meses deste ano, 32 operacionais acabaram presos, em Espanha, Portugal e França. A vivenda de Óbidos, onde no início de Fevereiro foram encontrados 1500 quilos de explosivos, 300 dos quais estavam prontos a detonar, foi considerada como uma das maiores fábricas de bombas da organização dos últimos anos.

Rubalcaba classificou como insuficiente a trégua declarada num vídeo enviado à BBC, descartou qualquer hipótese de diálogo com os etarras e garantiu que a política antiterrorista do Governo socialista não sofrerá alterações. Ou seja, a repressão policial sem cedências vai continuar em Espanha e para além das suas fronteiras, impedindo que a organização terrorista se rearme para voltar a atentar e consiga voltar a participar na vida política do País Basco.

"Não mudamos uma vírgula na nossa política antiterrorista. A ETA mata para impor e, portanto, não se pode dialogar. E, por isso, o Estado diz-lhe não, não e não", afirmou o governante espanhol. O Executivo de Zapatero parece ter aprendido a lição com o último cessar-fogo permanente da ETA, declarado a 22 de Março de 2006, durante o qual a repressão policial terá sido afrouxada em nome da negociação de uma solução política para aquela comunidade - cuja independência é defendida pelos etarras através da força.

Esta trégua terminou abruptamente a 30 de Dezembro de 2006 quando os etarras liderados pelo chefe militar Txeroki, preso em França em Novembro de 2008, fizeram explodir o terminal 4 do aeroporto internacional de Barajas, matando dois cidadãos equatorianos que dormiam nos carros. Longe da organização fundada há 51 anos no tempo da ditadura fascista do general Franco, a ETA, que até hoje matou 829 pessoas, está agora dominada por operacionais muito novos e inexperientes.

A trégua de domingo foi por tudo isto encarada com uma grande dose de cepticismo. O vice-secratário-geral do PSOE e ministro responsável pelo Desenvolvimento, José Blanco, disse à rádio Onda Cero: "A ETA está muito debilitada e procura uma janela de oportunidade. Mas não existem oportunidades sem o abandono definitivo das armas e da violência", declarou o braço-direito do primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero.

O líder do Partido Popular, principal partido da oposição, afirmou que nada mudou após o comunicado dos etarras e que por isso não deve mudar também a política antiterrorista do Estado. "O único anúncio de que estamos à espera é o da dissolução da ETA." O presidente do Governo autónomo basco, Patxi López, disse que a trégua "não serve para nada".

López governa o primeiro Executivo não nacionalista basco da Espanha democrática. O Batasuna, ilegalizado desde 2003, por ser considerado a ala política da ETA, destacou que a trégua dá um "contributo indiscutível para a paz". Mas Rubalcaba já avisou: "Ou rompem de vez com a ETA ou convencem-na a abandonar a violência definitivamente."

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Interceptado plano para atacar países europeus

Mensagem por Joao Ruiz Qui Set 30, 2010 10:01 am

.
Interceptado plano para atacar países europeus

por PATRÍCIA VIEGAS
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1348158

Ataques no Reino Unido, França e Alemanha eram inspirados nos de Bombaim.

Os serviços secretos ocidentais abortaram um plano para realizar ataques terroristas no Reino Unido, em França e na Alemanha, noticiaram ontem as televisões britânicas BBC e Sky News.

"Trata-se do mais sério projecto de atentados planeados pela Al--Qaeda nos últimos anos", avançou a primeira estação televisiva, citando fontes governamentais. "A operação tinha uma ligação com a Al-Qaeda e talvez com os talibãs", transmitiu a segunda. A americana ABC News noticiou depois que na lista de alvos também constavam os Estados Unidos.

O plano era decalcado dos ataques que há dois anos foram levados a cabo em Bombaim, por um comando de homens armados que matou e feriu pessoas em vários pontos da cidade indiana - seleccionados previamente.

A informação sobre o plano terá vindo de interrogatórios feitos a suspeitos na fronteira entre o Paquistão e o Afeganistão. Nomeadamente a um cidadão de origem alemã chamado Ahmad, que foi preso, em Julho, em fuga de Cabul e actualmente se encontra na prisão de alta segurança de Bagram, escreveu a revista alemã Spiegel.

As notícias foram ontem parcialmente confirmadas por parte de responsáveis de segurança ouvidos pelas agências, mas não pelas autoridades oficiais dos três países europeus nomeados. "A ameaça é bastante real", disse uma fonte europeia que falou à AFP a coberto do anonimato. "A ameaça é credível, mas pouco precisa", adiantou, à mesma agência, fonte americana ligada à Defesa.

O Ministério do Interior alemão indicou, em comunicado, que há muito tempo que tem informações sobre eventuais atentados. "Neste momento não há risco de atentado iminente na Alemanha, por isso não é necessária uma mudança no nível de alerta." O Ministério do Interior britânico admitiu, através de um porta-voz, que há "uma ameaça terrorista real, mas não há qualquer mudança" no nível de alerta, o que já é grave. Na França têm-se multiplicado os falsos alertas de bomba desde que o Governo alertou para um atentado iminente no país, o último dos quais aconteceu terça-feira na Torre Eiffel. Fonte das secretas francesas disse, porém, à AFP, que a ameaça que enfrentam os franceses é distinta da que ontem foi noticiada pelos media britânicos e norte-americanos.

A França acredita que há maior probabilidade de um ataque terrorista no seu território vir da Al- -Qaeda no Magrebe Islâmico, uma metamorfose do Grupo Salafita para a Prédica e o Combate, que tem origem na Argélia. Foi este o grupo que levou ao cancelamento do rali Lisboa-Dakar em 2008.

Ontem, precisamente, foi detido em Esplugues de Llobregat, perto da cidade de Barcelona, um cidadão americano de origem argelina, Mohamed Omar Debhi, por "suspeita de financiamento da Al-Qaeda no Magrebe Islâmico". Este homem, de 43 anos, enviou por transferência ou por correio humano cerca de 60 mil euros a um argelino, Toufik Mizi, que é procurado por terrorismo pela justiça espanhola desde 2006.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Confissões confirmam que Venezuela é santuário da ETA

Mensagem por Joao Ruiz Seg Out 04, 2010 8:27 am

.
Confissões confirmam que Venezuela é santuário da ETA

por DN.pt
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1349568

Confissões de dois membros da ETA que estão detidos e provas documentais confirmam os indícios de que a Venezuela se tornou num santuário da organização terrorista, depois de a pressão da colaboração entre autoridades espanholas e francesas ter terminado com o porto seguro que o Sul de França representava para os independentistas bascos.

Juan Carlos Besance e Xabier Atristain foram detidos a 29 de Setembro, em Guipúzcoa. Segundo o El País, durante os interrogatórios, ambos admitiram que viajaram para a Venezuela em 2008, para um curso de armas. À sua espera estava Arturo Cubillas Fontán, nomeado em 2005 como director adjunto da Oficina de Administração e Serviços do Ministério da Agricultura e Terras da Venezuela.

Cubillas Fontán é um dos visados numa investigação do juiz de instrução Eloy Velasco, sobre um plano para assassinar personalidades colombiansa em território espanhol, no qual membros da ETA e da organização terrorista colombiana FARC beneficiaram de "cooperação governamental venezuelana". Segundo este juiz da Audiência Nacional de Espanha, Cubillas Fontán era "responsável pelo colectivo da ETA naquela parte da América desde 1999" e "coordenava as relações entre as FARC e a ETA e a participação de membros da ETA em cursos de manuseamento de explosivos e de técnicas de guerrilha urbana".

Esta acusação criou uma forte polémica entre Espanha e o governo do presidente venezuelano, Hugo Chávez. Além do cargo no Ministério da Agricultura, Cubillas é casado com uma venezuelana, Goizeder Odriozola Lataillade, que já ocupou vários cargos públicos desde que Chávez chegou ao poder. O mandado de detenção internacional não teve qualquer resposta por parte de Caracas e Cubillas continua a viver em liberdade, adianta ainda o El País.

De acordo com os dois etarras, a ida à Venezuela foi-lhes justificada por Mikel Carrera 'Ata', que já foi líder das ETA, pelo facto de aquele país latino-americano ser "mais seguro que França". De acordo com o mesmo jornal, os relatos dos dois detidos indicam que, para os terroristas bascos, a Venezuela e transformou num local de "descanso, treino e assessoria de organizações armadas amigas como as FARC".

Também em Março foi detido, no Nordeste de França, José Lorenzo Ayestaran Legorburu, conhecido por "Fanecas", um dos quatro membros da ETA que estiveram refugiado na Venezuela e aos quais chegou a ser proposto um processo de nacionalização. "Fanecas" fugira para a América Latina em 1984, depois de ter participado em dez assassinatos entre 1979 e 1983, enquanto membro dos comandos da ETA.

As confissões e os documentos agora obtidos confirmam as informações recolhidas no computador de um chefe das FARC, Raúl Reyes,apreendidos quando este guerrilheiro foi morto pelas forças colombianas, e explicam o porquê de nos últimos anos, segundo os serviços de inteligência espanhóis, muitas pessoas ligadas à ETA terem-se mudado de França e do México para a Venezuela.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty "Suspeito chave" do envio explosivos reside no Iémen

Mensagem por Joao Ruiz Dom Out 31, 2010 12:08 pm

.
"Suspeito chave" do envio explosivos reside no Iémen

por Lusa
Hoje


Terrorismo - Página 4 Ng1363093

Um saudita, conhecido por trabalhar para a Al-Qaeda no Iémen, é o "suspeito chave" no inquérito sobre os pacotes com explosivos no interior, interceptados sexta-feira em Londres e no Dubai, anunciou hoje um responsável norte-americano.´

John Brennan, conselheiro do Presidente Barack Obama para a luta antiterrorista, em declarações à cadeia de televisão ABC, disse que "as actividades passadas de (Ibrahim Hassan) al-Asiri fazem dele um suspeito chave".

"Temos elementos que sugerem que ele teve papel activo em várias acções da Al-Qaeda na Península Arábica, designadamente a tentativa de assassínio de um responsável saudita e a tentativa de atentado no natal de 2009", no voo que fazia a ligação Amesterdão, na Holanda, com Detroit, nos Estados Unidos.

Na sexta feira, dois pacotes -- contendo cartuchos de tinta para impressora -- enviados do Iémen foram interceptados pelas autoridades, que encontraram explosivos escondidos no interior dos embrulhos.

Os objectos, enviados como mercadoria aérea, tinham como destino sinagogas em Chicago.

In DN

Terrorismo - Página 4 000203DA

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Autoridades receiam ataque terrorista químico

Mensagem por Joao Ruiz Sab Nov 06, 2010 9:49 am

.
Autoridades receiam ataque terrorista químico

por VALENTINA MARCELINO
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1367198

A PSP já pediu à GNR que se prepare para intervir num cenário de 'bombas sujas'

O Grupo de Prevenção, Protecção e Socorro (GIPS) da GNR começou esta semana a treinar os seus militares para uma intervenção num cenário de ataque terrorista de natureza química, durante a Cimeira da NATO. Esta é uma das quatro ameaças que a PSP - entidade responsável pela Operação de Segurança do evento - colocou no topo das mais prováveis, tendo em conta as informações trocadas com os serviços de segurança europeus e norte-americano.

Os outros três piores cenários, que a PSP considera possíveis e para os quais definiu um planeamento de intervenção, são um ataque terrorista convencional, através de meios aéreos ou navais; bombistas suicidas ou carros- -bomba; e motins de ordem pública, com elevada violência, realizados por manifestantes de grupos extremistas.

O presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo, José Manuel Anes, concorda com esta selecção. "São todas as possibilidades mais fortes. É suficiente", sublinha. "Estamos numa situação muito crítica em termos de segurança e as nossas polícias têm de se preparar para o pior", acrescenta.

A GNR tem equipamento topo de gama para uma intervenção em cenários de ataques com as chamadas "bombas sujas", que podem ser de natureza nuclear, radiológica, biológica e química (NRBQ). Neste momento, no quartel-general do GIPS, há treinos diários com as duas principais viaturas - uma de intervenção rápida e outra de intervenção táctica - com capacidade para fazer a detecção e identificação dos produtos químicos utilizados num engenho explosivo; fazer o cálculo das áreas afectadas e a inactivação das ditas "bombas sujas". A GNR tem também preparadas tendas de descontaminação individual e colectiva, estas últimas com capacidade para descontaminar 60 vítimas por hora.

Durante os dias da cimeira, todo este equipamento e os seus operacionais, que têm na linha da frente os homens do Centro de Inactivação de Explosivos e Segurança em Subsolo, têm um grau de prontidão de cinco minutos e estarão em permanência de serviço.

Num recente encontro com peritos em terrorismo de todo o mundo, que se juntaram em Israel, a possibilidade de um ataque terrorista químico foi considerada como a mais provável de acontecer, no mais curto espaço de tempo, num país ocidental. "Porque o engenho é muito fácil quer de fabricar quer de comprar os seus componentes, tal como usá-los. Hoje em dia, a maior parte dos grupos terroristas usa os EEI (engenhos explosivos improvisados), que contêm alguns ingredientes químicos que, se retirados e misturados com outros, resultam num "veneno", em vez de uma bomba. O know-how é muito simples e não é preciso sequer laboratórios sofisticados para o produzir", explicou na altura o presidente do Instituto Internacional contra o Terrorismo, Boaz Ganor.

A Cimeira da NATO vai acontecer, como lembra José Manuel Anes, numa altura de "confluência de ameaças de vários tipos, desde as ameaças islâmicas, que têm acontecido por toda a Europa, às mais recentes "encomendas" armadilhadas na Grécia.

In DN

Embarassed

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Nova Iorque reforça túneis de metro contra atentado

Mensagem por Joao Ruiz Ter Nov 30, 2010 9:38 am

.
Nova Iorque reforça túneis de metro contra atentado

por DN.pt
Hoje

A Autoridade Portuária de Nova Iorque está a reforçar os túneis de metro no rio Hudson com anéis de ferro. O projecto custará perto de 500 milhões de euros

Um estudo realizado após o 11 de Setembro revelou que uma bomba capaz de fazer um buraco de 15 metros nalgum dos túneis provocaria a entrada de mais três milhões e meio de litros de água por minuto no sistema de metro nova-iorquino.

O projecto engloba o reforço dos túneis com anéis de aço ao longo de toda a sua extensão e portas anti-inundação nas extremidades dos vários túneis.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Ex-líder da ETA condenado a 20 anos de prisão

Mensagem por Joao Ruiz Sab Dez 18, 2010 9:20 am

.
Ex-líder da ETA condenado a 20 anos de prisão

por Lusa
Ontem

O ex-número 1 do aparelho político da organização separatista basca ETA Mikel Albizu Iriarte, também conhecido como Antza, terá de cumprir um mínimo de dois terços da pena.


Depois, será expulso de França.

A sua companheira, Soledad Iparragirre Genetxea, também designada por Anboto, considerada outra dirigente histórica da organização, encarregada das finanças, foi condenada à mesma pena.

Apresentados pelos procuradores como "dois dos mais altos dignitários da ETA", estavam a ser julgados desde 15 de Novembro por um tribunal especial, composto por juízes profissionais, em conjunto com oito presumíveis cúmplices.

Antza, acusado de "dirigir" uma organização com objectivos terroristas, descreveu-se durante o processo como um simples "militante" da organização independentista basca.

A ETA, considerada terrorista pela União Europeia e os Estados Unidos, é responsabilizada pela morte de 829 pessoas em mais de 40 anos de atentados para obter a independência do País Basco.

In DN

Terrorismo - Página 4 000203DA

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty 12 detidos em operação antiterrorista no Reino Unido

Mensagem por Joao Ruiz Seg Dez 20, 2010 10:21 am

.
12 detidos em operação antiterrorista no Reino Unido

por Lusa
Hoje

As autoridades inglesas detiveram esta madrugada doze pessoas, em várias cidades do país, na sequência de uma vasta operação antiterrorista, divulgou hoje a polícia de Birmingham.

Os detidos, com idades entre os 17 e os 28 anos, são suspeitos de "prepararem actos terroristas" em território inglês, informou a polícia num comunicado à imprensa. A operação policial, que mobilizou várias unidades antiterroristas incluindo a Scotland Yard, decorreu nas cidades de Londres, Stoke, Birmingham e Cardiff, no País de Gales, onde, desde o início da madrugada, realizaram buscas nas diversas residências dos detidos.

A polícia de Birmingham recusa fornecer mais detalhes da operação de detenção dos alegados terroristas para "não prejudicar as investigações a decorrer", remetendo informações para mais tarde.

O responsável pelo departamento de contra terrorismo britânico, John Yates, afirmou aos jornalistas que "é necessário tomar medidas para garantir a segurança do público" e que se trata "de uma operação de larga escala planeada pelos serviços de informações e que envolve várias forças".

In DN

Embarassed

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty ETA pronta para abandonar luta armada

Mensagem por Joao Ruiz Ter Dez 28, 2010 4:11 am

.
ETA pronta para abandonar luta armada

Hoje

O líder do braço político da ETA afirmou que o grupo terrorista está preparado para desistir das actividades violentas e seguir apenas uma luta pacífica pela independência do País Basco.

Arnaldo Otegi não disse se esse anúncio acontecerá já no final do ano, quando a ETA comemorar os 42 anos da sua campanha de violência, mas garantiu que haverá "desenvolvimentos em breve" que irão pressionar o governo de Espanha a negociar o fim do conflito basco.

Ao jornal Wall Strret Journal, Otegi garantiu que o seu movimento rejeita agora qualquer tipo de violência, mas em Espanha muitos continuam a duvidar que a oferta da ETA seja genuína e sincera.

In DN

Embarassed

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Dupla operação contra a ETA termina com dez detidos

Mensagem por Joao Ruiz Ter Jan 18, 2011 6:25 am

.
Dupla operação contra a ETA termina com dez detidos

por DN.pt

A Guarda Civil e o Corpo Nacional de Polícia detiveram pelo menos dez pessoas nesta madrugada por ligações ao grupo terrorista basco ETA. A maioria das detenções ocorreram na província espanhola de Navarra.

Segundo o El País, os detidos tentavam reconstituir a direcção da Ekin, o braço político da ETA que transmite e controla o cumprimento das ordens do grupo terrorista às organizações da esquerda "abertzale". Um dos detidos é precisamente o porta-voz destas entidades, Iker Moreno Ibáñez, filho de uma antiga dirigente do Batasuna, braço político da ETA entretanto ilegalizado pela justiça de Espanha. Quatro dos detidos levavam a cabo actividades de apoio aos presos da ETA

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty PJ apreende material explosivo usado por terroristas

Mensagem por Joao Ruiz Sab Fev 12, 2011 10:54 am

.
11 pessoas suspeitas

Terrorismo - Página 4 Policia_judicia

PJ apreende material explosivo usado por terroristas

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de 11 pessoas suspeitas do tráfico de armas, numa operação desencadeada na região transmontana e que culminou na apreensão de várias armas e 200 quilos de explosivos.

O Inspetor chefe da unidade local da PJ de Vila Real, António Toscano, explicou que a operação «Nordeste Explosivo» culminou uma investigação de tráfico e posse ilegais de armamento e explosivos, que foi desencadeada em vários concelhos transmontanos como Valpaços, Chaves, Vila Real, Macedo de Cavaleiros ou Mirandela.

Segundo o responsável, foram detidos 11 homens, com idades compreendidas entre os 40 e 60 anos.

Onze pessoas foram detidas pela Polícia Judiciária de Vila Real no âmbito de uma investigação de tráfico e posse ilegal de armamento e explosivos. Entre eles os presidentes das juntas de freguesia de Murçós e Cortiços, em Macedo de Cavaleiros.

A operação denominada Nordeste Explosivo foi desencadeada, ontem, nos distritos de Bragança e Vila Real, com diversas acções de recolha de prova que levaram ainda à apreensão de armas e material explosivo. Parte desse material seria mesmo utilizado por organizações terroristas, como a ETA.

No decurso da investigação foram apreendidos cerca 200 quilos de explosivos, mais de 3000 detonadores, milhares de metros de rastilho e cordão detonante e 13 armas de fogo, incluindo uma espingarda metralhadora G3.

Entre os detidos estão empresários de construção civil e donos de pedreiras. Também os presidentes das juntas de freguesia de Murçós e dos Cortiços, no concelho de Macedo de Cavaleiros, terão sido detidos.

Esta rede já estava a ser investigada há vários meses. A dinamite e as armas eram comprados de forma legal por empreiteiros credenciados, mas o destino seria já o mundo do terrorismo e da criminalidade.

Um construtor civil de Alfândega da Fé, de 50 anos, tido como cabecilha da rede, já tinha vendido explosivos que serviram para matar duas mulheres, em 1999, em Bragança. Além de fornecer pequenos empreiteiros de Trás-os-Montes, a rede terá, nos últimos meses, fornecido a ETA. A facilidade com que os empresários conseguiam alimentar o mercado paralelo terá atraído os terroristas bascos.

Algumas armas e explosivos também terão caído nas mãos de assaltantes portugueses, que as utilizavam para arrombar portas e cofres de empresas.

Lusa, 2011-02-11

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Autarca de Murçós comprou explosivos a empresário de Alfândega

Mensagem por Joao Ruiz Qua Fev 16, 2011 4:35 am

.
Prisão preventiva para Pinheiro

Terrorismo - Página 4 Explosivos_pinheiro_1

Autarca de Murçós comprou explosivos a empresário de Alfândega

O presidente da junta de freguesia de Murçós não sabia que ter explosivos armazenados na sua propriedade era crime.

João Fernandes admite que a Polícia Judiciária encontrou no seu armazém na Zona Oficinal de Macedo de Cavaleiros dois ou três quilos de explosivos, no âmbito da investigação Nordeste Explosivo.

Salvaguarda no entanto que esse material era usado na sua actividade profissional, ligada à construção civil e que tinham sobrado de uma obra.

»Eu estava confiante que os podia ter, mas pelos vistos não, parece que é crime e eu desconhecia» refere, acrescentando que «toda a minha vida fiz obras e ás vezes aparecem uma fragas. Precisei de uns explosivos e gastei, mas sobraram dois ou três quilos» explica. «Eu não tenho nada a ver com armas, nunca as tive na minha vida» garante.

O autarca diz que está de consciência tranquila.

«Estou à vontade e de consciência tranquila pois nunca pratiquei crime nenhum» afirma. «A minha vida vai continuar a mesma e não estou preocupado com o que as pessoas dizem. Quem me conhece sabe quem eu sou» acrescenta.

João Fernandes conta ainda como é que se viu envolvido nesta investigação

«Eu só caí nisto porque telefonei ao senhor Pinheiro para me arranjar meia dúzia de quilos de explosivos« explica.

Jorge Pinheiro é o nome do homem que é considerado o cabecilha desta alegada rede.

É o único dos onze elementos detidos pela Polícia Judiciária que ficou em prisão preventiva.

É empresário no ramo da construção civil sedeado em Alfândega da Fé, com a empresa «Construções Pinheiro».

Vive numa vivenda na EN315, à entrada da vila e nas proximidades há também um armazém usado pela empresa para guardar explosivos, já que os muros estão sinalizados com duas placas amarelas e a inscrição «perigo de explosão».

Brigantia, 2011-02-15
In DTM

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty O fracasso da Al-Qaeda

Mensagem por Joao Ruiz Seg Fev 28, 2011 4:17 pm

.
O fracasso da Al-Qaeda
Hoje

As revoluções que se têm sucedido no Médio Oriente e Magrebe revelam uma total ausência do papel de Al-Qaeda, que apenas conhece a violência e o fanatismo religioso.

Os manifestantes têm usado a força apenas de forma defensiva, tratado o islão como uma reflexão posterior e preferido a democracia, o que é um anátema para Ussama ben Laden e os seus seguidores, sublinha o diário americano The New York Times.

E Scott Shane prossegue, no seu artigo, que para muitos peritos em terrorismo e em Médio Oriente, as últimas semanas têm sido um autêntico desastre para a Al-Qaeda, uma vez que fazem dos jihadistas inaptos observadores da história.

In DN

Embarassed Laughing

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Presos quarto etarras envolvidos em morte de inspector

Mensagem por Joao Ruiz Ter Mar 01, 2011 5:23 am

.
Presos quarto etarras envolvidos em morte de inspector

Hoje

A Guarda Civil espanhola deteve esta madrugada quatro alegados membros do grupo terrorista basco ETA, envolvidos em vários atentados no país Basco, Cantábria e Burgos, incluindo o assassinato do inspector da polícia Eduardo Puelles García, que tinha participado na detenção de mais de 70 etarras.

A operação confirma o cepticismo expresso pelo governo e e por os outros partidos políticos espanhóis quando a ETA anunciou um cessar-fogo unilateral e "verificável". O comando agora desmantelado era 'legal', ou seja, não estava referenciado pela Guarda Civil como uma célula terrorista. Durante as buscas foram apreendidas armas e 180 quilos de material para fabricar explosivos, descreve o El País.

As detenções ocorreram em Bilbau e numa localidade situada perto desta cidade - Galdakao. Lorena López Díez, Iñigo Zapirain Romano, Beatriz Etxeberría Caballero e Daniel Pastor Alonso são suspeitos de envolvimento em inúmeras acções da ETA, incluindo o atentado contra um quartel da Guarda Civil de Burgos, em Julho de 2009, e o assassinato, um mês antes, em Arrigorriaga (Vizcaya), de Eduardo Puelles García, da Polícia Nacional que chefiava o grupo de vigilâncias especiais da brigada de informação. O inspector, que participou na detenção de mais de sete dezenas de etarras, foi morto por uma bomba lapa.

In DN

Terrorismo - Página 4 000203DA

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Detido alegado chefe do aparato militar da ETA

Mensagem por Joao Ruiz Qui Jul 07, 2011 5:11 am

.
Detido alegado chefe do aparato militar da ETA

por Lusa
Hoje

As autoridades inglesas e espanholas detiveram hoje, numa operação conjunta em Cambridge (Reino Unido), Eneko Gogeaskoetxea, considerado um dos chefes do aparato militar da organização terrorista ETA.

Fontes da luta antiterrorista em Madrid confirmaram que Gogeaskoetxea foi detido com documentação falsa na cidade de Cambridge, tendo a investigação que levou à detenção sido iniciada há vários meses.

O nome de Gogeaskoetxea apareceu como um dos possíveis substitutos de Aitzol Iriondo Yarza (detido em Dezembro de 2008) à frente da ETA.

Gogeaskoetxea está na lista dos terroristas mais procurados em Espanha desde 1997 quando disparou à queima-roupa e matou um agente da polícia basca à frente do Museu Guggenheim, em Bilbau.

Natural de Guernica, é considerado um especialista em informação e responsável pelas inovações nas bombas colocadas pela ETA desde o final da trégua.

As autoridades têm vários mandados de captura pendentes sobre Gogeaskoetxea, que fez parte do comando "Katu" da ETA, responsável por várias ações, incluindo a colocação de um artefacto explosivo no banco BBVA e o lançamento de cinco granadas MECAR-40 contra o aeroporto de Madrid a 6 de Janeiro de 1997.

In DN

Idea Arrow

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Detida na Grécia mulher turca procurada na Alemanha

Mensagem por Joao Ruiz Sab Jul 09, 2011 11:05 am

.
Detida na Grécia mulher turca procurada na Alemanha

por Lusa
Hoje

Uma mulher turca de 42 anos procurada por terrorismo na Alemanha foi presa hoje na Grécia por estar na posse de documentação falsa.

A mulher, acusada de pertencer ao grupo de extrema-esquerda Partido Revolucionário Popular de Libertação (DHKP/C), vai ser presente a tribunal na segunda-feira e deve ser recomendada a sua extradição.

O DHKP/C pretende substituir o Estado turco por um regime marxista-leninista através da luta armada.

O grupo, que reivindicou a autoria de numerosos atentados com vítimas mortais na Turquia, tem uma rede de apoio europeia que o financia e fornece armas para as suas operações, segundo o Ministério Público alemão.

In DN

Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty 35 mil pessoas foram condenadas na última década

Mensagem por Joao Ruiz Dom Set 04, 2011 11:21 am

.
35 mil pessoas foram condenadas na última década

por Lusa
Hoje

Pelo menos 35 mil pessoas em todo o mundo foram condenadas por terrorismo desde os atentados de 11 de Setembro nos Estados Unidos.

O número é avançado hoje no âmbito de um trabalho desenvolvido pela agência noticiosa "Associated Press" que compilou diversos dados e centenas de entrevistas que permitiram identificar 119.044 detenções por terrorismo em todo o mundo, que resultaram na condenação de 35.117 pessoas em 66 países.

No entanto, calcula-se que o número de pessoas condenadas por terrorismo seja muito superior, dado que várias nações recusam facultar este tipo de informação.

Nos Estados Unidos, o país que liderou a guerra contra o terrorismo, 87,5 por cento das 2.934 detenções resultaram em condenações, um número oito vezes superior ao registado no final da década passada.

Antes dos atentados de 11 de Setembro de 2001, somente centenas de pessoas eram condenadas por terrorismo anualmente no mundo, refere a Associated Press, que aponta, por outro lado, que enquanto uns foram condenados por terem feito explodir hotéis ou autocarros, já outros foram colocados atrás das grades por acenarem contra uma política ou por expressarem a sua opinião na internet.

Mais de metade das condenações foram feitas na Turquia e na China, dois dos países acusados de usar as suas leis anti-terrorismo para prender dissidentes. Só a Turquia foi responsável por um terço das condenações em todo o mundo.

In DN

Terrorismo - Página 4 Notsure

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Julgamento de alegado etarra marcado para 13 de Setembro

Mensagem por Joao Ruiz Qua Set 07, 2011 5:07 am

.
Julgamento de alegado etarra marcado para 13 de Setembro

por Lusa
Hoje

Andoni Zengotitabengoa Fernandez, um dos dois alegados etarras que ocupavam uma vivenda onde foram descobertos 1.500 quilos de explosivos, em Óbidos, começa na terça-feira, dia 13, a ser julgado no Tribunal de Caldas da Rainha.

O colectivo de juízes, presidido por Paulo Coelho e que intrega também as juízas Isabel Batista e Filomena Serrano, marcou para 13 e 14 de Setembro o início da produção de prova no âmbito deste processo, com nove volumes e 16 apensos.

Dois intérpretes/tradutores foram também já destacados para acompanhar o julgamento, que irá decorrer rodeado de fortes medidas de segurança.

Fonte do tribunal confirmou à agência Lusa que as instalações do edifício foram já verificadas por elementos do Grupo de Intervenção de Segurança Prisional (GISP) e da Polícia Judiciária (PJ), que através da Unidade Nacional de Contra-Terrorismo investigou os engenhos explosivos encontrados em fevereiro de 2010 na vivenda do Casal da Avarela, no concelho de Óbidos.

A vivenda era ocupada por Andoni Zengotitabengoa Fernandez, de 32 anos, e Oier Gomez Mielgo, de 27, detetados pela GNR durante uma operação stop em que desrespeitaram ordem para parar.

Os dois alegados etarras abandonaram a vivenda e colocaram-se em fuga, tendo Andoni Fernandez sido, a 12 de março, detido no aeroporto de Lisboa quando se preparava para embarcar, com um passaporte falso, rumo à Venezuela.

Oier Gomez Mielgo foi mais tarde detido em França, mas as autoridades portuguesas não terão conseguido a sua extradição e não será arguido neste julgamento.

Acusado de vários crimes ligados à alegada preparação de atentados terroristas em Espanha, Andoni Fernandez vai ser defendido por José Galamba, advogado que não esconde a sua simpatia pela independência do país Basco, mas que se assume também como "crítico da linha política e militar da ETA", conforme disse à Lusa.

O advogado, a quem o Tribunal de Caldas da Rainha deu, na segunda-feira, um prazo de "24 horas para estudar e selecionar as partes mais significativas de um processo com cerca de dez mil páginas", confirmou à Lusa ter requerido na terça-feira a prorrogação do prazo por mais 48 horas, pedido que foi deferido.

O julgamento deste caso terá início às 09:30, no dia 13 de setembro, no Tribunal Judicial de Caldas da Rainha.

Andoni Zengotitabengoa Fernandez - alegado militante da ETA, uma organização considerada terrorista pelas autoridades espanholas e que defende a independência do País Basco - encontra-se detido preventivamente no Estabelecimento Prisional de Monsanto, considerado de alta segurança.

In DN

Twisted Evil

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Advogado de alegado etarra pensa processar polícia

Mensagem por Joao Ruiz Ter Set 13, 2011 4:06 pm

.
Advogado de alegado etarra pensa processar polícia

por Lusa
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1641288

A defesa de Andoni Fernandez, alegado etarra que hoje começou a ser julgado nas Caldas da Rainha, admite processar judicialmente um chefe da PSP acusando-o de contradições no testemunho ao tribunal.

"No entender da defesa, as declarações prestadas por essa testemunha [Eduardo Firmino], em sede de audiência e em sede de inquérito, revelam patentes contradições e são passíveis de consubstanciarem a prática de crime de falsidade de depoimento", afirmou José Galamba, advogado de Andoni Fernandez no final da audiência.

Eduardo Firmino, chefe da PSP das Caldas da Rainha e morador na casa ao lado da vivenda da Avarela, disse hoje ao tribunal reconhecer Andoni Fernandez como um dos moradores da vivenda onde em Fevereiro de 2010 foram descobertos 1500 quilos de explosivos.

A testemunha disse ao tribunal que o arguido se encontrava "mais magro", mas afirmou que "em princípio" seria a pessoa que residiu na vivenda, identificando-o numa das fotografias constantes do processo.

Considerando que o depoimento apresentava "uma evidente contradição" com as declarações do agente da PSP, quando interrogado pela Polícia Judiciária (PJ), em Fevereiro de 2010, o advogado de defesa, José Galamba, pediu a confrontação da testemunha com as declarações anteriores.

O colectivo de juízes deferiu o requerimento e Eduardo Firmino foi confrontado com as declarações em que afirmava ter visto mais vezes o outro morador da casa, Oier Gomez Mielgo, e tendo na altura afirmado que não conseguia sequer fazer a descrição física de Andoni Fernandez.

Para além do chefe da PSP e vizinho dos alegados etarras, o tribunal ouviu esta manhã nove das 36 testemunhas arroladas pela acusação, entre as quais dois mestres florestais da Lousã, onde, segundo a acusação, Andoni Fernandez e Oier Mielgo terão vivido antes de alugarem a casa de Óbidos.

Duas funcionárias e a proprietária das imobiliárias através das quais foram alugadas as casas da Lousã e de Óbidos foram outras testemunhas ouvidas pelo colectivo durante a sessão, em que foi igualmente conhecido o testemunho do proprietário do veículo alegadamente furtado em Castelo Branco e em que se fariam transportar os dois bascos quando não pararam numa operação stop, o que levou à fuga apressada da vivenda e à descoberta dos explosivos.

"Sou uma vítima deste processo", afirmou José Sanches, queixando-se do estado em que lhe foi devolvida a carrinha Berlingo que havia sido furtada quatro dias depois de adquirida por 2.500 euros.

"Ficou toda estragada, cheia de riscos e com os quatro pneus todos carequinhas", afirmou o proprietário da viatura, que esteve desaparecida durante um ano e que, segundo José Sanches, terá percorrido cerca de 48 mil quilómetros nesse período.

A audiência foi interrompida para almoço às 13:10 e deverá recomeçar às 14:00.

In DN

Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Carro roubado podia ter levado a etarras um ano antes

Mensagem por Joao Ruiz Qua Set 14, 2011 5:03 am

.
Carro roubado podia ter levado a etarras um ano antes

por VALENTINA MARCELINO
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1641847

No primeiro dia do julgamento do etarra ficou evidente a falta de coordenação entre as autoridades policiais e a ignorância de indícios ligados à actividade terrorista.

Um ano antes de ter sido descoberta a casa de Óbidos, com mais de 1,5 toneladas de material explosivo, as autoridades ignoraram indícios de actividades ligadas ao terrorismo e não passaram informação crucial à Polícia Judiciária sobre crimes da exclusiva competência desta.

In DN

Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty PSP bloqueia comunicações móveis no tribunal

Mensagem por Joao Ruiz Seg Out 03, 2011 8:14 am

.
PSP bloqueia comunicações móveis no tribunal

por Lusa
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1660660

A PSP bloqueou as comunicações móveis na zona do tribunal de Caldas da Rainha, onde hoje é retomado o julgamento do alegado etarra Andoni Zengotitabengoa Fernandez, devido ao risco de engenhos explosivos accionados por telemóvel, informou fonte policial.

As comunicações móveis estão bloqueadas no interior do tribunal desde as 09:00 e, de acordo com a PSP, não serão desbloqueadas até ao final da audiência, que se prolongará para o período da tarde.

Andoni Zengotitabengoa Fernandez, de 32 anos, é acusado pelo Ministério Público (MP) de dois crimes de furto qualificado, nove crimes de falsificação e um crime de detenção de arma proibida, todos com vista à prática de terrorismo, e ainda um crime de resistência e coação sobre funcionário, praticados, segundo a acusação, "enquanto membro da ETA". O julgamento tem audiências marcadas para hoje e terça-feira, envolvendo 36 testemunhas e dois intérpretes/tradutores.

A sessão, marcada para as 09:30, inicia-se com a audição de Carlos Codinha, sargento da GNR de Óbidos, que a 1 de Fevereiro comandava a operação 'stop' em que Andoni Fernandez e Oier Mielgo (o outro alegado habitante da casa) se recusaram a parar e que alegadamente terá estado na origem da fuga precipitada dos dois bascos e da descoberta dos explosivos.

Durante o dia de hoje serão também ouvidos agentes da Polícia Judiciária e peritos envolvidos na investigação que levou à detenção de Andono Fernandez.

Ao tribunal chegou já esta manhã um baú de madeira, transportado por elementos da PSP, cujo conteúdo não foi divulgado.

O alegado militante da ETA - uma organização considerada terrorista pelas autoridades espanholas e que defende a independência do País Basco - encontra-se detido preventivamente no Estabelecimento Prisional de Monsanto, considerado de alta segurança.

O julgamento prossegue rodeado de fortes medidas de segurança e restrições ao trânsito.

In DN

Terrorismo - Página 4 000203DA

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Advogado de etarra alega que foram feitas buscas ilegais

Mensagem por Joao Ruiz Ter Out 04, 2011 4:29 pm

.
Advogado de etarra alega que foram feitas buscas ilegais

por Lusa
Hoje

Terrorismo - Página 4 Ng1662628

O advogado de Andoni Fernandez, alegado etarra que está a ser julgado em Caldas da Rainha, considera que foram feitas buscas ilegais na casa de Óbidos que poderão invalidar provas e fazer cair parte da acusação.

No Tribunal de Caldas da Rainha decorre o julgamento de Andoni Zengotitabengoa Fernandez, um dos dois alegados membros da ETA que moraram numa vivenda, no concelho de Óbidos, onde foram encontrados 1.500 quilos de explosivos em 2010.

"Julgo que já há suficiente prova produzida (...) que não deixará qualquer dúvida de que houve entrada na residência de Óbidos e na garagem sem as pessoas que o fizeram estarem munidas de competente mandado judicial", afirmou o advogado José Galamba no final da quarta sessão do julgamento de Andoni Fernandez, em Caldas da Rainha.

A convicção foi expressa depois de o tribunal ter ouvido três inspectores da Unidade de Combate ao Terrorismo da Polícia Judiciária (PJ), envolvidos na investigação que deu origem ao processo em que é arguido Andoni Zengotitabengoa Fernandez, acusado de dois crimes de furto qualificado, nove crimes de falsificação e um crime de detenção de arma proibida, todos com vista à prática de terrorismo, e ainda um crime de resistência e coação sobre funcionário, praticados, segundo a acusação, "enquanto membro da ETA".

O testemunho dos inspectores foi marcado, segundo o advogado, por "contradições, imprecisões, omissões e erros" que levaram o defensor do alegado membro da ETA a requerer a audição de mais seis militares da GNR e inspectores da PJ para clarificar "quem esteve" e a "a que horas" na casa de Óbidos.

Referindo-se ao depoimento dos três inspectores, Galamba afirmou que "não bate a bota com a perdigota", já que todos apresentaram ao tribunal diferentes versões sobre a hora a que chegaram à vivenda e a identidade dos inspectores e militares presentes na casa a 4 de Fevereiro, quando as autoridades suspeitaram que a mesma pudesse conter explosivos.

Uma informação de serviço, datada de 4 de Fevereiro e assinada pelo inspector Pedro Franco, contendo informações sobre os materiais que vieram a ser encontrados, leva o advogado a acreditar haver meios de prova obtidos "ao arrepio da lei", uma vez que o mandado de busca e apreensão só foi emitido no dia seguinte.

"A lei não permite uma busca domiciliária à noite, entre as 21:00 e as 07:00, sem mandado judicial do juiz, que só foi proferido em 5 de Fevereiro de 2010", concretiza o advogado sustentando que tal poderá provocar "a nulidade desse acto e a invalidade dos vestígios e das amostras recolhidas".

No requerimento ao juiz é ainda pedida a audição de mais cinco militares da GNR e um civil envolvidos na operação stop em que o arguido se recusou a parar.

Dado o adiantado da hora a que terminou a audiência, próximo das 18:00, o colectivo de juízes decidiu interromper o julgamento e marcar novas sessões para os dias 27 e 28 de Outubro, devendo até lá decidir da necessidade ou não de ouvir as testemunhas requeridas pela defesa.

Se o pedido for deferido, as testemunhas (todas ou parte) serão notificadas para testemunharem na sessão de dia 27, seguindo-se as alegações finais, para as quais o juiz reservou já o dia 28.

As sessões terão início às 09:30 e o julgamento voltará a ser rodeado de fortes medidas de segurança.

O alegado militante da ETA - uma organização considerada terrorista pelas autoridades espanholas e que defende a independência do País Basco - encontra-se detido preventivamente no Estabelecimento Prisional de Monsanto, em Lisboa, considerado de alta segurança.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Terrorismo - Página 4 Empty Re: Terrorismo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos