Vagueando na Notícia


Participe do fórum, é rápido e fácil

Vagueando na Notícia
Vagueando na Notícia
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Iraque

Ir para baixo

Iraque Empty Triplo atentado contra embaixadas faz mais de 30 mortos

Mensagem por Joao Ruiz Seg Abr 05, 2010 4:48 am

Triplo atentado contra embaixadas faz mais de 30 mortos

por SUSANA SALVADOR
Hoje

Iraque Ng1275736

Autoridades apontam o dedo à Al-Qaeda, que continua activa numa altura em que o país vive na indecisão política após as eleições.

Três veículos armadilhados explodiram ontem no centro de Bagdad e um quarto, cheio com uma tonelada de explosivos, foi desactivado pelas autoridades, numa série de atentados coordenados que causaram a morte a pelo menos 30 pessoas e ferimentos em mais de 200. Os alvos dos ataques, que surgem num momento de indecisão política após as eleições de 7 de Março, foram várias embaixadas estrangeiras no Iraque. O Governo aponta o dedo à Al-Qaeda.

"Vi o camião, que avançava lentamente. Três guardas da segurança abriram fogo para o parar, mas ele continuou a avançar e explodiu", disse chocado à AFP Saïd Mohammed, testemunha do ataque suicida perto da embaixada do Egipto, no bairro de Mansur. Aqui, também as embaixadas da Alemanha e de Espanha ficaram danificadas numa outra explosão.

A zona mais afectada foi contudo a da embaixada iraniana, no bairro de Salhiya onde os jornalistas referiam a existência de uma cratera de cinco metros. "Vi crianças a gritar enquanto as mães seguravam nas suas mãos ou abraçavam-nas contra o peito", disse à AP Hassam Karim, dono de um loja que ficou com os vidros partidos na explosão. Segundo o encarregado de negócios iraniano, nenhum empregado ficou ferido.

"Eles nunca matam os ministros, os responsáveis ou os chefes do Estado. São sempre os taxistas, os funcionários e os comerciantes que são mortos. Quanto tempo mais isto vai durar", desabafou Abu Ahmed, um motorista de táxi, à AFP. O jornalista desta agência contou pelo menos cinco corpos calcinados, além de outras três vítimas presas dentro de um carro.

Um quarto veículo armadilhado foi detectado pelas autoridades, no bairro de Kerrada, com o seu condutor a ser parado antes de conseguir detonar os explosivos. Segundo o The New York Times, o condutor era um jovem iraquiano, de 17 anos, que estava drogado. O seu alvo seria o quartel-general das forças de segurança cuja missão é proteger as embaixadas.

O ministro dos Negócios Estrangeiros iraquiano, Hoshyar Zeban, disse que os atentados se assemelham a outros da autoria da Al-Qaeda. "Eles têm a mesma marca que os precedentes ataques, em termos de oportunidade, de alvos e da simultaneidade em diferentes lugares para ter um impacte máximo", acrescentou, citado pela AFP.

Os atentados ocorrem num momento de indecisão política, após as eleições de 7 de Março. O ex-primeiro-ministro Iyad Allawi venceu o actual chefe do Governo, Nuri al-Maliki, mas a diferença de dois deputados entre ambos obriga a negociações para a formação do novo Executivo. Este deverá iniciar o seu trabalho numa altura em que a presença militar norte-americana no país deverá finalmente ficar concluída, em Agosto.

"É um ataque político que visa danificar o processo e enviar a mensagem de que os terroristas ainda estão activos", disse Zebari. A escolha das embaixadas estrangeiras como alvo garante maior visibilidade mediática e mostra como os diplomatas não estão em segurança - tal como os empresários ou os funcionários públicos, alvos de atentados no passado.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos