BPP - Rendeiro e Vaz Guedes em guerra de acusações

Ir em baixo

BPP - Rendeiro e Vaz Guedes em guerra de acusações Empty BPP - Rendeiro e Vaz Guedes em guerra de acusações

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Abr 25, 2010 9:41 am

Rendeiro e Vaz Guedes em guerra de acusações

por RUDOLFO REBÊLO
Hoje

BPP - Rendeiro e Vaz Guedes em guerra de acusações Ng1284621

Empréstimos sem juros e eventuais novos crimes no centro da polémica.

João Rendeiro, o ex-presidente do Banco Privado Português (BPP), acusa Diogo Vaz Guedes, presidente da Privado Holding (PH), de se financiar "sem juros" em 300 mil euros e de gerir a holding à revelia dos accionistas. Em retaliação, Vaz Guedes "informa" Rendeiro que ainda este mês foram descobertos novos ilícitos que, "pela sua gravidade", serão comunicados à polícia.

A guerra entre alguns accionista da Privado Holding - após o Banco de Portugal ter caçado a licença bancárias ao BPP - só agora começou. Numa extensa carta de 17 páginas, em nome da Joma Advisers - a suaholding pessoal , que detém uma participação de 13,57% no capital da PH - Rendeiro reclama informações da gestão e pressiona Diogo Vaz Guedes para avançar com uma acção judicial contra a actual gestão do banco, intervencionada pelo Banco de Portugal.

Vaz Guedes responde na forma de carta. No documento a que o DN teve acesso, o gestor afirma que a Privado Holding "já promoveu que o BPP procedesse à responsabilização da administração em funções até 24 de Novembro de 2008, "pelos actos e omissões ilícitos que tenham praticado". Ou seja, acções judiciais contra João Rendeiro.

Não é a única acção com "possível responsabilização criminal" dirigida a João Rendeiro. Na carta-resposta ao accionista, a PH diz que "não foram encontrados documentos essenciais e justificativos de operação financeiras efectuadas" relativos a contas com a Ellipse Foundation, um veículo onde está agrupado colecções de obras de arte , num valor de algumas dezenas de milhões de euros. "A Privado Holding não pode omitir que, ontem mesmo, chegaram ao seu conhecimento algumas informações sobre a Holma (holding) e a Elipse Foundation relativamente a factos e omissões verificados até ao fim de 2008 que pela sua gravidade", diz, a carta, "serão comunicados nos próximos dias às competentes autoridades para efeitos da sua cabal investigação e possível responsabili- zação criminal".

Em relação a uma possível acção em Tribunal contra a actual gestão de Adão da Fonseca - mandatada pelo Banco de Portugal para gerir o BPP - a Privado Holding reserva, para "quando entender oportuno", propostas que "julgar mais convenientes para o interesse social".

E relativamente à acusação de um empréstimo de 300 mil euros sem juros ao grupo Aquapura, dominada por Diogo Vaz Guedes? "Tudo isso só pode ser piada de mau gosto", responde Diogo Vaz Guedes. "E é próprio de quem quer desviar atenções, face à gravidade das situações", conclui, referindo-se à situação financeira do grupo e às implicações jurídicas.

Vaz Guedes recusa adiantar explicações concretas sobre o empréstimo aludido por João Rendeiro, mas o DN sabe que o grupo Aquapura - com activos avaliados em dezenas de milhões de euros no sector do turismo, cuja cabeça de cartaz é um hotel de charme no Douro - é dominado por Vaz Guedes, mas inclui uma participação minoritária da PH, através de um veículo, a Anyia. O gestor não confirma a existência desta sociedade "é assunto interno", mas adianta que no grupo Aquapura "todas as garantias são minhas, pessoais".

João Rendeiro afirma que os activos dos "veículos" (sociedades) participados pela holding valem actualmente 131 milhões de euros, 28 milhões de euros acima do custo de aquisição. Mas, na missiva, Rendeiro não contabiliza os passivos das sociedades, com alguns accionistas a garantir que as dívidas e responsabilidades superam em "muitos" milhões de euros os activos dos veículos.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
Joao Ruiz
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum