Onda anti semita galga pela Europa Fora ...

Ir em baixo

Onda anti semita galga pela Europa Fora ... Empty Onda anti semita galga pela Europa Fora ...

Mensagem por Vitor mango em Qua Fev 06, 2019 1:54 am

Quando ligo o canal Tv "i24" é impressionante a quantidade de noticias e debate sobre debates sobre a sobrevivência de Israel

Amen

No Tempo do Salazar do " ANGOLA É NOSSA " e do " Orgulhosamente Sós " dificilmente passaria uma Ordem da Onu para nos condenar ou obrigar a sair de Africa ...Porque quer os EUA quer a Europa mais chegada vetariam sempre
A perca militar nunca esteve em causa ( ressalvo Guiné ) e a longínqua GOA
Vou mais longe
Se o Caetano fizesse uma consulta popular perguntando se devíamos abandonar as Colónias a resposta seria um rotundo Não !

BUT passeávamos pelo mundo e esticam -nos piropos como colonialistas e quando na ONU o Franco Nogueira nosso embaixador entrava na mesma a maioria dos países saia ...Bye bye

A Imprensa livre malhava-nos forte e pesado e destaco a visita do Caetano a Inglaterra onde tinha saído um massacre em Moçambique que ja tinha corrido o mundo e cujo mesmo jamais foi assumido pelos capitães de Abril ( por vergonha compreensível...

Pais católico ... Marcelo dito Caetano viu o  Papa em Roma receber os " Terroristas de Angola e entrou em espiral danado lançando sobre Roma raios e coriscos

Grupo de católicos já com o Spinola a mandar bocas e recados foi a gota a saltar da sopa que já azedava 




Vamos á Moral ou Mural ( de Muros e muralhas da estupidez ) falando sobre sionismo Israel

Ao fim de 70 anos a matar Palestianos que tiveram o azar de nascer na Palestina os Judeus e americanos colocaram todos os OVOS no mesmo cesto largando poias para a consciência Mundial para manterem a imoralidade de um dito " Povo " que queimado morto pela IIGG viu a generosidade Europeia e EUA a acarinha-los

OG MY GOD a volta que isto deu ...quando os Judeus eram apaparicados com doces anedotas embrulhadas juntamente com alentejanos ( boa gente carago )


Para eles Judeus garantirem ao MUNDO que a comparação entre métodos Nazis e IDF Israel  se copiaram não a papel químico mas na mais rasca fotocopiadora dos Horrores





Instalado o pânico rodeiam-se de muros e dentro dos muros apartam quem não é judeu e dentro da família quem veio das estepes ou da Ibérica península depois quem é mais ortodoxo ... amontoando-se em masturbantes discussões do sexo dos anjos



Na america onde dominam o capital o Senado e as estruturas dos governos fazem sair leis anti Israel Boicote pinchagem empurrando Um LOUCO TRUMP a apoiar a mais saloia e louca acção de considerarem Jerusalém como capital dos Judeus com a oposição clara do mundo e tres aplausos (pagos para )

Depois invadem os territórios vizinhos fazem aldeamentos no meio do inimigo e para e de onde para saírem têem estradas privadas e exércitos na mira



Pagam milhões para atraírem figuras publicas para Jerusalém e o tiro saiu-lhe pela culatra da Argentina ou das canções que nem ousaram publicitar que era na cidade santa



Amigos recentes como Erdogan ou Putin ou afastados como Jordânia Sissi ou o arabico (serrador de jornalistas) balbuciam um tímido POIS Pois quando Pompeu grita


-Bamus a eles carago !


Em vez de uma invasão sai um bruto manguito e isto enquanto Trump mete gasolina no medio oriente para aquecer a estupidez com o frio da porra do Invernos " do aquecimento Global "


Em Portugal o murro na estupidez dos políticos veio dos militares


O POVO UNIDOOOOOOOOOOOOOO.....



Onda anti semita galga pela Europa Fora ... Child-arrest-857701


O panico judeu vai ja em crianças e só lhe falta matar em serie bébes como fez o Herodes (??? )

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
Onda anti semita galga pela Europa Fora ... Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 113041

Voltar ao Topo Ir em baixo

Onda anti semita galga pela Europa Fora ... Empty Re: Onda anti semita galga pela Europa Fora ...

Mensagem por Vitor mango em Qua Fev 06, 2019 10:58 am

5000/5000
Limite de carateres: 5000
Chomsky, para as tendências da moda judaico-nazista em Israel, um produto da ocupação
11/08/2018
5:29:38 PM
Atualizado em
14/11/2018
5:23:18 PM
Escrito por
Jotam Confino
Arquivo: O estudioso e ativista judeu-americano Noam Chomsky participa de uma conferência na Universidade Islâmica na Cidade de Gaza, sábado, 20 de outubro de 2012. Chomsky entrou na Faixa de Gaza do Egito quinta-feira para sua primeira visita a Gaza.
(Foto AP / Hatem Moussa)

O renomado dissidente político, lingüista e estudioso Noam Chomsky disse à i24NEWS em uma entrevista na semana passada que as "tendências judaico-nazistas" em Israel estão cada vez mais fortes, enquanto os palestinos dependem cada vez mais de ajuda internacional e solidariedade.

Chomsky, um crítico de longa data das políticas de Israel para os palestinos, referiu-se a um argumento feito pelo falecido ícone intelectual israelense, Yeshayahu Leibowitz, que advertiu sobre as conseqüências da ocupação.

Leibowitz avisou que, se a ocupação continuar, os judeus israelenses vão se transformar no que ele chamou de judeo-nazistas. É um termo muito forte para usar em Israel. A maioria das pessoas não conseguiu se safar disso, mas ele conseguiu. Acontecerá, ele argumentou, simplesmente pela dinâmica da ocupação ”, disse Chomsky à i24NEWS.

“Se você tem a sua bota no pescoço de alguém, você tem que encontrar uma maneira de justificá-lo. Então você culpa as vítimas. A advertência de Leibowitz foi um reflexo direto da ocupação contínua, da humilhação de pessoas, da degradação e dos ataques terroristas do governo israelense. Nós temos muitos exemplos históricos disso. A Europa tem muitos deles. E eu acho que é isso que você está vendo em Israel ”, explicou ele.

O ex-lingüista do MIT disse que criticar a ocupação em Israel hoje significa ser rotulado de traidor, um fenômeno que fez com que a esquerda virtualmente desaparecesse do espectro político.

Ele apontou a oposição à situação na Faixa de Gaza, que ele comparou a um campo de concentração, como um exemplo da deslegitimação da esquerda.

“Pegue Gaza. Se você vai colocar dois milhões de pessoas em um campo de concentração, que é o que é, e colocá-las sob um cerco vicioso, você tem que se perguntar; estou justificado em fazer isso? Pessoas que tentam se opor a isso são traidores, amantes árabes e assim por diante. Você viu esse fenômeno na história da Europa, eu não tenho que lhe dar exemplos ”, disse Chomsky.

Desde 1967, líderes israelenses de ambos os lados do espectro político argumentam que uma presença militar na Cisjordânia é necessária por razões de segurança. Chomsky rejeita esse argumento, dizendo que o oposto é verdadeiro; que “uma ocupação militar” da Cisjordânia só põe em perigo a segurança de Israel.

“Pergunte a qualquer analista estratégico israelense. Todos eles entendem que a ocupação da Cisjordânia é uma ameaça à segurança israelense. Na guerra de 1973, quando a Síria invadiu a partir do norte, as IDF não puderam reagir imediatamente porque tiveram que evacuar os colonos pela primeira vez ”, disse ele.

MAHMUD HAMS (AFP) Um manifestante palestino usa um estilingue para arremessar pedras durante os confrontos após uma manifestação perto da fronteira com Israel, a leste da cidade de Gaza
MAHMUD HAMS (AFP)

“Se Israel se retirasse da Cisjordânia, haveria um Estado palestino desmilitarizado, preso entre dois poderes hostis; Israel de um lado, Jordan do outro. Se eles pudessem sobreviver, seria notável ”, acrescentou.

Chomsky apresentou vários incidentes em que líderes árabes ofereceram a paz a Israel em troca da retirada da Cisjordânia, todos rejeitados por Israel.

Israel, argumenta ele, está escolhendo deliberadamente a expansão da segurança, referindo-se ao ex-presidente Ezer Weizman, que apontou isso nos anos 70. Se Israel escolhesse a paz, não poderia “viver na escala e no escopo do que poderia ser alcançado por acordo. Essa é a questão crucial ”, disse Chomsky.
As políticas do Thrump

Em Israel, o presidente dos EUA, Donald Trump, está sendo saudado por suas decisões de cortar o financiamento da agência da ONU para os refugiados palestinos (UNRWA) e por reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

Os palestinos, por outro lado, cortaram laços com os EUA como resultado dessas decisões entre outros. Segundo Chomsky, o futuro dos palestinos parece desanimador, e somente ajuda e solidariedade internacionais substanciais podem salvá-los.

“Os palestinos estão em uma situação muito sombria agora. A administração Trump é a mais extrema em seu apoio à expansão e repressão israelense. É o primeiro

administração ter aceitado a tomada de Israel por Jerusalém. E lembre-se de que não é Jerusalém histórica. O que hoje se chama Jerusalém é cerca de cinco vezes o histórico. Leva em áreas palestinas na Cisjordânia ”, disse ele.

O presidente da AP Photo / Evan Vucci, Donald Trump, se encontra com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, no Palace Hotel, durante a Assembléia Geral das Nações Unidas, segunda-feira, 18 de setembro de 2017, em Nova York.
AP Photo / Evan Vucci

Chomsky acrescentou que o "acordo de paz definitivo", que está sendo elaborado pelo genro e conselheiro de Trump, Jared Kushner, "indica que é uma venda de qualquer Palestina...

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
Onda anti semita galga pela Europa Fora ... Batmoon_e0
Vitor mango
Vitor mango

Pontos : 113041

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum