Judeus ricos, judeus pobres, a perspectiva de Louis Farrakhan

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Judeus ricos, judeus pobres, a perspectiva de Louis Farrakhan

Mensagem por Vitor mango em Sex Ago 13, 2010 1:46 pm


Judeus ricos, judeus pobres, a perspectiva de Louis Farrakhan





Criada em 1930 por Wallace Fard Muhammad, a Nação do Islão
misturava fé islâmica com nacionalismo negro. Quatro anos mais tarde,
Elijah Muhammad assumiu a liderança do movimento, que nos anos 50 e 60
conheceu uma rápida expansão, impulsionada por figuras como o líder dos
direitos civis Malcolm X ou o pugilista Muhammad Ali.

Em
1975, à morte de Elijah Muhammad, o seu filho Wallace Muhammad foi
escolhido para lhe suceder. O novo líder ignorou a herança do pai e
aproximou-se dos princípios do islão sunita. Em 1978, Farrakhan recuperou a Nação do Islão original, restabelecendo os ensinamentos dos fundadores.


"Os
banqueiros internacionais sempre quiseram aquilo a que chamam o
equilíbrio do poder no mundo... Os Warburgs, os Rothschilds que
financiaram Hitler. Judeus Alemães
financiaram Hitler aqui na América… banqueiros internacionais
financiaram Hitler e os judeus pobres morriam enquanto os judeus ricos
estavam na raiz daquilo a que vocês chamam Holocausto
. Porque é
que não contam essa? Vão lá e digam aos vossos editores que eu quero
publicar isto amanhã. Vocês têm um descaramento extraordinário em
chamarem-me anti-semita quando o vosso próprio povo tem sido o mais
anti-semita do mundo."

"Os pequenos judeus morrem enquanto os grandes judeus ganham dinheiro.
Os pequenos judeus são transformados em sabão enquanto os grandes
judeus se lavam com ele. Judeus tocam violino, judeus tocam música,
enquanto outros judeus marcham para as câmaras de gás. Nós não estivemos
lá. Não tivemos nada a ver com isso. Mas porque é que de repente eu sou
anti-semita – digam-me!"

"Aqueles de vocês que estiveram
envolvidos no Holocausto, levantem a mão. Percebem o que eu digo. Vocês
não mataram nenhum judeu.
E
se estivesse a acontecer um Holocausto hoje, não encontrariam nenhum de
vós a tocar num cabelo de um judeu, homem, mulher ou criança. Portanto
não estivemos envolvidos nisso... Foi o vosso irmão branco, Hitler. Ajudado pelos seus irmãos brancos, Warburg, Rothchild, Lord Milner e Schiff, e Loeb e Kuhn.
São os vossos irmãos. Diabo, se eles matam dois milhões, um milhão,
cinco milhões, seis milhões, não tivemos nada a ver com isso. O Papa –
que é vosso irmão... que era vosso irmão, o vosso irmão branco. Ele
olhou para o outro lado. Mas quando se abriram... esses campos, esses
campos da morte, o primeiro homem a abri-lo, foi um preto. Maldição,
como é que nos podem chamar anti-semitas em face daquilo que fizeram
contra o vosso povo?... Estou irritado como o diabo, e às vezes se eu
não praguejasse, eu matava."

"Os banqueiros internacionais da
Casa de Rothschild... enviaram os seus filhos para cinco países... e
através da manipulação e do dinheiro... conseguiram o controlo do Banco
de Inglaterra, do Banco de França, do banco de Itália, do Banco de
Áustria, e bancos privados começaram a imprimir dinheiro na Europa. Os Rothschilds haveriam de financiar ambos os lados de todas as guerras europeias.
Sempre quiseram deitar as mãos ao Banco Central Americano. E finalmente
conseguiram-no. Em 22 de Dezembro de 1913, o Congresso promulgou a Lei
da Reserva Federal (Federal Reserve Act)."

"Como é que a dívida da rica América cresceu? A forma mais fácil de arranjar dinheiro é começar uma guerra...
Na altura em que os banqueiros internacionais tomaram o controlo do
dinheiro ao controlarem o Banco Central da América, a Reserva Federal,
rebentou uma guerra na Europa e os ingleses enviaram Lord Weissman para a
América para encorajar o envolvimento da América na guerra. Os alemães
não começaram nenhuma guerra com a América. Lidemos com a verdade porque
o vosso governo está cheio de aldrabões e de ladrões e agora é a altura
de dizer isso."


Fotografia da Primeira Guerra Mundial

"1917.
A América entra na guerra. Nessa altura havia uma dívida de mil milhões
de dólares. Agora a América tem de pedir dinheiro emprestado para
financiar o esforço de guerra. A quem é que ela está a pedir emprestado?
A América está em dívida para com
quem?... Depois da Primeira Grande Guerra ter terminado... Max, Felix e
Paul Warburg, todos irmãos, e Lord Milner, outro financiador de Hitler
.
Eles encontraram-se a representar os seus domínios na Conferência de
Paz de Paris... Quando vão para a guerra... Eles tiram território a um
para dar a outro... e aqui aparecem os banqueiros internacionais outra vez, a financiar os dois lados do mesmo conflito."

"As
raízes do comunismo e as raízes do capitalismo provêm do mesmo grupo de
pessoas. Os banqueiros internacionais inventaram as duas filosofias,
financiaram ambas as filosofias, e quando a Rússia se tornou forte,
disseram, agora temos um equilíbrio de poder
. Sob Karl Marx,
Lenine, e Trotsky, financiados por banqueiros perversos, em que muitos
deles eram judeus. Bom, vou parar por aqui. Esta porcaria a que costumam
chamar anti-semitismo, é uma cortina de fumo... Serão os brancos
sagrados? Podem ter a certeza que não... se os brancos fizeram mal aos
negros do mundo e se eu falar nisso, significa que eu sou
anti-branco?... Se eu chamar a atenção para o teu mal, de repente sou um
racista. Será que têm medo da verdade. Vocês não se importam de
escrever isso nos vossos livros, mas não deixam um dos vossos
ex-escravos ler os vossos livros e depois lerem vocês."

"Ouviram a
minha palestra do nosso feriado (Saviour's Day)? Ouviram-me condenar
todos os judeus? [Multidão: «Não!»]. Eu condenei os maus e eles devem
ser às vezes ainda piores porque tiveram divulgações...
Imediatamente a seguir, um anúncio de página inteira no The New York Times. Arranjada por quem? ADL - Anti-Defamation League
- organização americana que luta contra os efeitos do racismo e
discriminação)... Estes são os cães de guarda do governo secreto que
manipula presidentes e o Congresso... Quase todos os vossos
congressistas pretos são cidadãos honoráveis, membros do Knesset
(parlamento israelita). Sabiam disso? A maior parte dos senadores,
pretos e brancos, membros honorários do knesset. Os banqueiros
internacionais estão a enriquecer ainda mais nesta luta Este–Oeste... A corrida armamentista? A quem enriquece? Aos banqueiros internacionais."
.





Publicada por
Diogo


em
13:40


24
comentários















Enviar a mensagem por e-mail


Dê a sua opinião!


Partilhar no Twitter


Partilhar no Facebook


Partilhar no Google Buzz





Etiquetas:
Bancos,
Comunismo,
EUA Guerra,
Holocausto,
Israel,
Judeus,
Louis Farrakhan,
Nazismo,
Reserva Federal,
Sionismo
avatar
Vitor mango

Pontos : 108398

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Judeus ricos, judeus pobres, a perspectiva de Louis Farrakhan

Mensagem por Vitor mango em Qua Jul 18, 2012 12:52 pm

pescado by sistema

_________________
Só discuto o que nao sei ...O ke sei ensino ...POIZ
avatar
Vitor mango

Pontos : 108398

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum