As nozes

Ir em baixo

As nozes

Mensagem por Joao Ruiz em Dom Maio 19, 2013 12:20 pm

.
As nozes


Pequenas, mas poderosas, as melhores amigas do nosso coração

Habitualmente associadas ao Natal e às ocasiões festivas, as nozes são verdadeiras "cápsulas de saúde", que devem ser consumidas com regularidade, pois ajudam a reduzir o colesterol, previnem problemas de coração, diabetes e envelhecimento das células.

São presença obrigatória em qualquer mesa de festa

mas a verdade é, que possuem tantos benefícios, que o seu consumo não deveria restringir-se apenas às ocasiões especiais.
Segundo os nutricionistas, deveríamos incluir este fruto na nossa alimentação, diariamente ou, pelo menos regularmente.
Na culinária, a utilização pode ser variada e alinhada com a criatividade de cada um: na doçaria, com queijos, nas saladas e molhos ou como acompanhamento de pratos principais, as nozes já têm dado provas de sucesso.

Há, todavia, quem defenda, que o consumo diário de um punhado delas, pode reduzir em 65% o risco de doenças do coração. Por quê? Porque estes pequenos frutos reduzem as taxas de colesterol e a probabilidade de formação de coágulos no sangue, além de travarem a oxidação e a inflamação das artérias. Os ácidos gordos essenciais, como o ácido linolenico (ómega 3) e linoleico (ómega 6), são determinantes nesses processos. Destacam~se ainda por serem ricas em minerais como o fósforo o potássio e por terem pouco sodio, o que ajuda a fortalecer o músculo cardíaco.

Outra virtude das nozes é a sua riqueza em anti-oxidantes, como a vitamina E e selénio, que ajudam a prevenir o envelhecimento das células e variadas doenças, entre as quais o cancro. A vitamina E é também uma importante aliada na fertilidade masculina.

E a lista de benefícios não acaba aqui. pois, sendo ricas em cálcio, ajudam bastante a preservar a saúde dos ossos e dos dentes, além de que os fitoestrogéneos (as mesmas substâncias vegetais que se encontram na soja, por exemplo) que contêm, ajudam a diminuir os problemas abitualmente associados à menopausa. Já agora, vale a pena lembrar, que estes frutos também ajudam a prevenir a diabetes, pois as gorduras e nutrientes que possuem, melhoram a estabilidade de insulina e da glicose.

Um fruto que é uma semente

A noz, que habitualmente comemos, a persa (existem outras como a pecã e a macadâmia), provêm da nogueira (Juglans regia L.) e na realidade não se trata de um fruto, mas de uma semente.

Esta grande árvore das juglandáceas, que se pensa ser provenientedo Médio Orientee que terá sido introduzida ma Europa pelos romanos, produz uns frutos carnudos, de polpa verde, que rebentam com a maturação, deixando sair o caroço, ou seja, a noz.

Há milhares de anos que as propriedades terapêuticas das nozes são conhecidas e o fruto e óleo, que dele se extrai, são utilizados na alimentação de vários povos.
Em Portugal, a colheitadestes frutos acontece geralmente em Outubro, de forma que, nas quadras festivas, as nossas mesas são enriquecidas com nozes, na sua máxima frescura.

Mas não há razão, para que continuemos s limitar o seu consumo a essas ocasiões.
Experimente comer entre 5 a 6 nozes por dia (algo como 30 gr ou cerca de 190/200 calorias) ou como snack, ou ao pequeno almoço com cereais, frutas e iogurte. Ao almoço ou ao jantar, experimente picá-las numa salada ou juntá-las a massas, risotos, molhos e poderá comprovar os seus benefícios.

As nozes engordam? Sim, são altamente gordurosas (ainda que seja a chamada gordura boa) e se forem consumidas em excesso, certamente se traduzirão em calorias extra e peso a mais. Mas, consumidas de forma regrada, o investimento na saúde é garantido. As nozes são mesmo a prova de que os melhores alimentos podem vir em pequenas embalagens!


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

As nozes (conclusão)

Mensagem por Joao Ruiz em Seg Maio 20, 2013 6:46 am

.
As nozes (conclusão)


Como escolher

Quando compramos nozes, devemos acautelar-nos sobre o seu devido acondicionamento, comprovando que, quer embaladas, quer de venda a granel, não se encontram em ambientes húmidos nem existem vestígios de humidade nas embalagens. Devemos igualmente certificar-nos de que não cheiram a mofo ou ranço e, bem assim, chocalhar os frutos, para perceber se estão, ou não secas e se o tamanho coincide com o peso.

Como conservar

Em Portugal, a colheita de nozes tem lugar no mês de Outubro e, dada a sua elevada quantidade de gordura (insaturada), devem ser comidas no ano da apanha, pois correm o risco da gordura oxidar e tornarem-se rançosas.

A noz deve ser armazenada num recipiente hermeticamente fechado e em lugar fresco, seco e escuro. Tratando-se de nozes sem casca, a melhor forma de as conservar é num recipiente hermeticamente fechado, no frigorífico (seis meses) ou no congelador (1 ano. Desta forma, a temperatura mais baixa irá impedir o ranço. Às nozes com casca, bastará guardá-las no frigorífico, onde se manterão frescas (desde que não excedidos os 6 meses).

Utilização

Contêm maior nível de sais minerais (cobre e zinco), são pobres em fibras e possuem poucas proteínas, mas são ricas em ácidos gordos insaturados e ajudam a reduzir o colesterol LDL, aumentando o HDL.

São energéticas (sendo por isso ideais para desportistas e estudantes) e ajudam a retardar a digestão, podendo ser misturadas em saladas, iogurte sem gordura e leite.

Devem ser descascadas na hora do consumo (as nozes moídas antes perdem mais rapidamente os seus nutrientes). Coma apenas aquelas, que estiverem doces e rejeite as amargas - isso significa, que estão oxidadas e não devem ser consumidas.

Como é natural, o "pico" de consumo da noz, em Portugal, é na época de Natal e Ano Novo, ou não fosse ela presença obrigatória em qualquer mesa de festa e um dos principais ingredientes dos bolos rei e rainha.


_________________
Amigos?Longe! Inimigos? O mais perto possível!
avatar
Joao Ruiz

Pontos : 32035

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum